Brasil no mundial de vôlei de praia em Moscou

0comentário

O sonho de subir ao lugar mais alto do pódio em uma Olimpíada dentro de casa começou há muito tempo. Mas é a partir desta semana, de amanhã, terça-feira (26.05) a domingo (31.05), que os times brasileiros efetivamente entrarão em quadra somando pontos para a corrida olímpica brasileira. Primeiro Grand Slam da temporada 2015 do Circuito Mundial, Moscou terá nove equipes do país em busca de medalhas e pontos importantes visando 2016.

A corrida olímpica brasileira será definida da seguinte forma: uma dupla masculina e uma dupla feminina conquistarão a classificação para a Olimpíada de 2016 pela pontuação obtida nos nove principais eventos do Circuito Mundial 2015, previamente definidos. Os times poderão descartar os dois piores resultados ao longo da temporada.

No torneio masculino, o Brasil será representado por quatro equipes. Alison/Bruno Schmidt (ES/DF), Evandro/Pedro Solberg (RJ) e Ricardo/Emanuel (BA/PR) entram direto na fase de grupos, a partir de quarta-feira. Já Álvaro Filho e Vitor Felipe (PB) partem do torneio qualificatório (qualifying), que começa nesta terça-feira.

Os paraibanos venceram Bruno e Hevaldo (AM) nesta segunda-feira, por 2 sets a 1 (21/16, 19/21, 15/13), em 56 minutos, pelo country quota, que define o último participante do país. Pelas regras da FIVB (Federação Internacional de Voleibol) cada nação pode ter até quatro times na fase de grupos, com exceção dos convites (wild cards).

“A Olimpíada de 2016 começou quando o último ponto foi marcado em Londres, em 2012. É um processo longo de preparação, que agora, mais perto de 2016, atinge o ponto mais alto. O Brasil tem muitas duplas de alto nível, vai ser uma disputa bastante dura, mas isso é bom, pois vamos chegar preparados. Sabemos que o Circuito Mundial é muito competitivo, mas queremos muito representar da melhor forma nosso país”, disse Alison, que ao lado de Bruno Schmidt foi terceiro colocado no Circuito Mundial 2014.

Emanuel, que esteve em todas as edições do vôlei de praia em Olimpíadas, desde 1996, também analisou a corrida e a estreia no Circuito Mundial.

“Ao longo dos anos o número de profissionais envolvidos, o nível da preparação aos Jogos Olímpicos só aumentou no vôlei de praia. Cada time tem sua estratégia, sua programação, mas com certeza todos são capazes e a disputa será intensa. O Brasil será bem representado e espero que possa transformar esse objetivo em realidade ao lado do Ricardo”.

Já no torneio feminino serão cinco times em busca do título. Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), Juliana/Maria Elisa (CE/PE), Larissa/Talita (PA/AL) e Maria Clara/Carol (RJ) (convite da Federação Internacional de Voleibol) entram direto na fase de grupos, a partir de quarta-feira.

Lili e Carolina Horta (ES/CE) partem do torneio qualificatório (qualifying), que, assim como o masculino começa nesta terça-feira. Ainda nesta segunda-feira, Lili e Carolina Horta derrotaram Fernanda Berti e Taiana (RJ/CE) por 2 sets a 0 (21/14, 21/18), em 38 minutos, pelo country quota feminino.

“Acredito que é um dos anos mais importantes e especiais para os atletas brasileiros que jogam vôlei de praia. O Circuito Mundial fica mais competitivo a cada temporada, e perto dos Jogos Olímpicos, ainda mais. Temos que colocar nosso foco e dedicação todos aqui, primeiro buscarmos a vaga, e depois seguirmos com uma preparação forte aos Jogos. O equilíbrio é alto, mas estamos confiantes no trabalho, no caminho que trilhamos. Espero poder manter o bom retrospecto na Rússia e começar com o pé direito”, disse Juliana, quatro vezes campeã em etapas do Circuito na Rússia.

Em 2015, o calendário do Circuito Mundial prevê cinco Grand Slams, três Major Series, dez Opens, o Campeonato Mundial e o World Tour Finals, que reunirá apenas os oito melhores times da temporada de cada gênero. Cada torneio possui pontuação e premiação distintas, mas serão distribuídos ao todo mais de 9,6 milhões de dólares.

Moscou já foi sede de nove etapas do Circuito Mundial e, desde 2008, recebe um Grand Slam por temporada. O Brasil lidera o quadro de medalhas na Rússia, que também já contou ao longo dos anos com etapas em São Petersburgo e Anapa. São 15 medalhas entre os homens (seis de ouro, quatro de prata e cinco bronzes) e 14 entre as mulheres (cinco de ouro, cinco de prata e quatro de bronze).

Os times vencedores da etapa de Moscou nos dois gêneros somam 800 pontos no ranking do Circuito Mundial e garantem um prêmio de 57 mil dólares. Ao todo, 400 mil dólares são distribuídos aos atletas. Logo após Moscou, ocorre o Major Series de Porec, na Croácia, de 2 a 6 de junho.

Graça e Paz!

sem comentário »

Brasil vai bem no mundial de vôlei de praia

0comentário

O Brasil segue com uma grande campanha no Open de Praga, na República Tcheca, pela terceira etapa do Circuito Mundial 2015. Das quatro duplas que iniciaram a competição, três avançaram direto às oitavas de final, terminando na liderança de suas chaves com os resultados desta sexta-feira (22.05). Ágatha/Bárabara Seixas (PR/RJ) e Duda/Elize Maia (SE/ES) venceram, enquanto Maria Clara/Carol (RJ) foi derrotada, mas também avançou em primeiro.

Os jogos continuam neste sábado, com a disputa das oitavas e quartas de final. As partidas têm transmissão pelo site http://www.laola1.tv/de-at/home/0.html. A final feminina também contará com reprise do canal SporTV 2, no domingo, às 16h15.

Tendo vencido os três jogos sem perder nenhum set, Ágatha analisou o começo da dupla na competição. No único jogo que disputaram nesta sexta-feira (22.05), ainda pela fase de grupos, vitória por 2 sets a 0 (21/19, 21/18) sobre as alemãs Victoria Bieneck e Julia Großner, em 37 minutos. É a estreia da paranaense e da carioca no Circuito Mundial 2015, já que elas não haviam disputado os Opens de Fuzhou (China) e Lucerna (Suíça).

“Tivemos um caminho relativamente tranquilo até o momento. No primeiro dia, jogamos contra o time da casa e recebemos de ‘presente’ um W.O. do time sueco, por lesão. Já nesta sexta-feira tivemos um jogo mais difícil contra a dupla alemã, mas conseguimos impor nosso jogo e conquistamos o primeiro lugar na chave. Estamos aproveitando muito este torneio para nos adaptarmos ao fuso horário europeu e a tudo que envolve o evento, como o modo de classificação para chegar até uma final. Está sendo muito válido jogar esta etapa antes de iniciarem os Grand Slams”, disse Ágatha.

Na próxima fase, nas oitavas de final, Ágatha e Bárbara Seixas encaram as vencedoras do duelo entre as japonesas Shinako Tanaka/Ayumi Kusano e as austríacas Stefanie Schwaiger e Barbara Hansel, pela repescagem.

Primeira dupla a entrar em quadra, Duda e Elize Maia (SE/ES) venceram as lituanas Monika Povilaityte e Ieva Dumbauskaite por 2 sets a 1 (21/17, 17/21, 15/9), em 42 minutos. Elas terminaram a primeira fase com 100% de aproveitamento, em primeiro lugar do grupo H. Nas oitavas de final, a sergipana e a capixaba enfrentam as vencedoras do duelo entre as tchecas Martina Bonnerova/Barbora Hermannova e as suíças Nina Betschart/Nicole Eiholzer.

Pelo grupo D, Maria Clara e Carolina acabaram superadas pela tchecas Martina Bonnerova/Barbora Hermannova em duelo extremamente equilibrado: 2 sets a 0 (21/19, 21/19), em 41 minutos. Apesar do resultado, as irmãs cariocas avançaram em primeiro na chave e agora esperam as adversárias das oitavas de final. Elas enfrentam o time vencedor do duelo entre as tchecas Kristyna Kolocova e Marketa Slukova contra as austríacas Katharina Schützenhöfer e Lena Plesiutschnig.

Também no grupo D, Lili e Carolina Horta se despediram do torneio ao perderem para as holandesas Braakman/Sinnema por 2 sets a 0 (21/12, 21/14), em 32 minutos.

Os vencedores da etapa de Praga receberão 500 pontos no ranking do Circuito Mundial e um prêmio de 11 mil dólares. Ao todo, 150 mil dólares serão distribuídos aos atletas. A capital tcheca recebe uma etapa do Circuito Mundial pela sexta vez.

De 2008 a 2012, a competição era exclusiva para o naipe masculino. Durante esse período, o Brasil ganhou cinco medalhas, sendo duas de ouro, duas de prata e uma de bronze, liderando como maior campeão. Já em 2014, o Open foi disputado apenas no naipe feminino, mas o Brasil não subiu ao pódio.

A corrida olímpica brasileira será definida da seguinte forma: uma dupla masculina e uma dupla feminina conquistarão a classificação pela pontuação obtida em nove eventos previamente definidos. Os times poderão descartar os dois piores resultados.

Em 2015, o calendário do Circuito Mundial prevê cinco Grand Slams, três Major Series, dez Opens, o Campeonato Mundial e o World Tour Finals, que reunirá apenas os oito melhores times da temporada de cada gênero. Cada torneio possui pontuação e premiação distintas, mas serão distribuídos ao todo mais de 9,6 milhões de dólares.

Graça e Paz!

sem comentário »

Seleções de vôlei atendem imprensa

0comentário

As seleções brasileiras masculina e feminina de vôlei fizeram uma janela de imprensa nesta quinta-feira (21.05), quando os jornalistas tiveram acesso aos treinamentos das duas equipes a partir das 9h30, no Centro de Desenvolvimento de Voleibol, em Saquarema (RJ). As entrevistas foram feitas após o fim do trabalho. Essa foi a última janela da seleção masculina antes da estreia na Liga Mundial. A equipe verde e amarelo duelará com a Sérvia nos dias 29 e 31.05, em Belo Horizonte (MG).

A seleção masculina tem como técnico o Bernardinho que está todo focado na preparação para a Liga Mundial e os Jogos Pan-Americanos. Já no feminino, quem está a frente como técnico é o José Roberto Guimarães. Toda a preparação visa a participação do Brasil no Pan e Grand Prix.

Graça e Paz!

sem comentário »

Brasil começa bem no mundial de vôlei de praia

0comentário

A terceira parada da temporada 2015 do Circuito Mundial de Vôlei de Praia começou nesta quinta-feira (21.05), em Praga, capital da República Tcheca. O torneio, disputado apenas no naipe feminino, teve saldo positivo para as duplas representantes do Brasil, na rodada de estreia: foram cinco vitórias em seis jogos.

Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ), Maria Clara/Carolina (RJ) e Duda/Elize Maia (SE/ES) levaram a melhor em todas as partidas que disputaram, enquanto Lili/Carolina Horta (ES/CE) não conseguiram resultados positivos ainda.

As irmãs Maria Clara e Carolina (RJ) iniciaram o dia em um confronto brasileiro contra Lili/Carolina Horta (ES/CE). Vitória da dupla carioca por 2×1 (17/21, 21/18 e 15/7). Em seguida elas derrotaram Braakman/Sinnema (HOL) por 2×0 (21/18 e 21/14) e assumiram a liderança do grupo D. Já Lili/Carol voltou à quadra contra uma equipe da casa, Bonnerova/Hermannova, com novo revés, 2×0 (21/17 e 21/11). Com o resultado, Lili e Carolina Horta precisam de uma vitória por 2×0 na próxima rodada, nesta sexta-feira (22.05), para seguirem com chances de classificação.

Vice-campeãs do Circuito Mundial em 2014 e vencedoras do Superpraia no início de maio em Maceió (AL), Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ) entraram no Open de Praga como a segunda dupla cabeça de chave e confirmaram o favoritismo. Elas venceram Novakova/Hajeckova (RTC) por 2×0 (21/8 e 21/17) e Grawender/Lundqvist (SUE) por desistência, e lideram o grupo B.

A quarta dupla brasileira a entrar em ação foi Duda/Elize Maia (SE/ES), que veio do torneio de qualificação, mas conseguiu impor o ritmo sobre as adversárias também na chave principal. Duda e Elize venceram as polonesas Kolosinka e Brzostek por 2×1 (21/17, 18/21 e 15/10) e na sequência novo triunfo, desta vez por 2×0 sobre Valjas/Broder (CAN) (21/17 e 21/15) e terminaram o dia em primeiro no grupo H.

Praga recebe uma etapa do Circuito Mundial pela sexta vez. De 2008 a 2012, a competição era exclusiva para o naipe masculino. Durante esse período, o Brasil ganhou cinco medalhas, sendo duas de ouro, duas de prata e uma de bronze, liderando como maior campeão. Já em 2014, o Open foi disputado apenas no naipe feminino, mas o Brasil não subiu ao pódio.

A corrida olímpica brasileira será definida da seguinte forma: uma dupla masculina e uma dupla feminina conquistarão a classificação pela pontuação obtida em nove eventos previamente definidos. Os times poderão descartar os dois piores resultados.

Em 2015, o calendário do Circuito Mundial prevê cinco Grand Slams, três Major Series, dez Opens, o Campeonato Mundial e o World Tour Finals, que reunirá apenas os oito melhores times da temporada de cada gênero. Cada torneio possui pontuação e premiação distintas, mas serão distribuídos ao todo mais de 9,6 milhões de dólares.

Graça e Paz!

sem comentário »

Futsal maranhense estreia com derrota no Brasileiro de Seleções Sub-15 de Futsal

0comentário

O Maranhão estreou com derrota no Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-15 de Futsal – Divisão Especial, competição que está sendo realizada na cidade de Igarassu (PE). Na noite desta terça-feira (19), a equipe maranhense foi superada pelo Ceará por 4 a 1, em jogo realizado no Ginásio Municipal Jota Raposo.

No duelo entre nordestinos, o Ceará começou bem melhor. Logo no primeiro minuto de jogo, Ricardinho pôs a equipe cearense em vantagem: 1 a 0. Com o placar desfavorável, o Maranhão buscou o empate nos minutos seguintes.

No entanto, o selecionado maranhense sob o comando do técnico Chicão Castelo Branco foi surpreendido aos 12min24. João Pedro fez o segundo gol do Ceará e ampliou a vantagem antes do término do primeiro tempo.

Na volta do intervalo, Chicão Castelo Branco mexeu na equipe. O volume de jogo do Maranhão melhorou, mas o time pecava nas finalizações.

Precisando de gols, o Maranhão foi ao ataque e acabou dando espaços na defesa. O Ceará segurou o ímpeto ofensivo da equipe maranhense e se aproveitou muito dos contra-ataques. Aos 24min46, Jordannio fez 3 a 0. Dois minutos depois, Vitor Manuel fez o quarto do time cearense: 4 a 0.

Apesar da desvantagem, a garotada do Maranhão mostrou valentia e não abaixou a cabeça. Na raça e na vontade, a equipe maranhense conseguiu descontar no fim do jogo com Alexandre: 4 a 1.

Mesmo com a derrota, o selecionado maranhense segue com chances de avançar às semifinais Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-15 de Futsal – Divisão Especial. Para isso, precisará vencer seus próximos dois compromissos no torneio, contra Alagoas e diante do Distrito Federal.

Outros resultados

 As seleções do Rio de Janeiro e de Sergipe estrearam com vitórias na primeira rodada do Campeonato Brasileiro de Seleções Sub-15 de Futsal – Divisão Especial. A equipe carioca superou derrotou o Mato Grosso do Sul por 7 a 3. Já os sergipanos, passaram pela Bahia: 7 a 2.

JOGOS DO MARANHÃO

Terça-feira (19.5)

Ceará 4 x 1 Maranhão

Graça e Paz!

 

Quarta-feira (20.5)

19h45 – Maranhão x Alagoas

sem comentário »

Santa Catarina brilha no sub 23 de vôlei de praia

0comentário

O primeiro dia de competições do Circuito Banco do Brasil Sub-23, em Chapecó (SC), definiu os últimos classificados à fase de grupos do torneio. Foram disputados 17 jogos, classificando quatro duplas masculinas e outras quatro femininas para a sequência da competição. Destaque para a dupla formada por Tais e Laiz (SC), que representará o estado jogando em casa. As partidas seguem nesta quarta-feira, a partir das 9h, com entrada franca na arena montada no estacionamento do Shopping Pátio Chapecó.

No torneio masculino, 16 times brigavam pelas quatro vagas. Assim, cada dupla teve que vencer duas rodadas para avançar. O primeiro time garantido foi o formado por Salvino e Sheldon (MG/RR). Eles venceram Vinícius/Daniel (RJ) por 2 sets a 1 (21/18, 20/22, 17/15), em 52 minutos, no primeiro duelo. Em seguida, novo triunfo por 2 sets a 1 (21/15, 14/21, 15/12), desta vez sobre Cabelo e Jonas Paixão (AL/RJ), em 1h01, garantindo a vaga.

Márcio e Nélio (MS/BA) tiveram um caminho mais rápido até a fase de grupos. Começaram com vitória de 2 sets a 0 (21/9, 21/14) sobre Rodolfo e Rafa (PE), em 30 minutos. Na segunda rodada, mais um 2 sets a 0 (21/17, 21/17), em 35 minutos, sobre Renan e Kevin (PB). Também avançaram Regis/Marlon (MS), que largaram com vitória por 2 sets a 0 (21/19, 21/16) sobre Gabriel /Zé (SC), em 38 minutos, e confirmaram a vaga vencendo Paulinho/Tawan (SC) por 2 sets a 1 (18/21, 21/18, 15/12), em 55 minutos.

A última equipe classificada foi a formada por Igor Borges e Gabriel Gouveia (RJ), que passaram por Tony/Gabriel Peron (SC) por 2 sets a 0 (21/14, 21/19), em 30 minutos, e Gugu/Baruk (SE), também por 2 sets a 0 (21/12, 21/8), em 27 minutos. Já estavam classificadas pelo ranking as duplas Marcondes/Murylo (GO), Arthur Lanci/Eduardo Davi (PR), Léo/George (PB), Vinícius/Matheus Baby (ES/RJ), Fernando/Allysson Lima (ES/CE), Alexandre/Maia (RJ), Pedro Henrique/Antônio Carlos (PB/RJ) e Vitor Micael/Luccas (DF).

O qualifying feminino contou com nove duplas lutando por quatro vagas e, diferente do masculino, todos os jogos foram resolvidos em dois sets, sem tie-break. Com exceção de Franciane e Bruna (SC), as outras duplas disputaram apenas uma rodada pela vaga. O primeiro time classificado foi a equipe da casa, Tais e Laiz (SC), que venceu justamente Franciane/Bruna (SC) por 2 sets a 0 (21/18, 21/14), em 34 minutos.

A segunda dupla a conquistar a vaga for Victoria/Carol (MS/SE), que venceu Ianael/Carol (SC) por 2 sets a 0 (21/10, 21/16), em 32 minutos. Anna Luisa/Carol (RS) derrotaram Ju/Fernanda (AM/RO) por 2 sets a 0 (21/15, 21/19), em 36 minutos, e também ficaram com uma das vagas. Por fim, Nayara/Sarah Marina (TO) ficaram com a quarta vaga ao derrotarem Thais/Brenda (ES) por 2 sets a 0 (21/14, 21/11), em 31 minutos.

Elas se juntam às duplas femininas que já estavam garantidas pelo ranking: Andressa/Paula Hoffmann(PB/RJ), Beatriz/Amanda (RJ), Tainá/Hegê (SE/CE), Paola/Sofia (SC/DF), Ludiane/Aretha (ES/RJ), Thamara/Maria Clara (BA/RJ), Graziele/Vitória (PR) e Ana Patrícia/Rebecca (MG/CE).

Diferente dos Circuitos Sub-19 e Sub-21, o Sub-23 permite duplas de diferentes estados, com os times campeões sendo definidos pelo maior somatório de pontos ao final das seis etapas. Após Chapecó (SC), o Circuito Banco do Brasil Sub-23 também passará por Campo Grande-MS (9 a 11 de junho), Vitória -ES (30 de junho a 2 de julho), Rio de Janeiro-RJ (4 a 6 de agosto), Salvador-BA (8 a 10 de setembro) e Brasília-DF (13 a 15 de outubro).

A competição foi criada no final de 2011, com a etapa de estreia ocorrendo em João Pessoa, em março de 2012. O Sub-23 foi lançada visando dar mais um passo a favor do fortalecimento das categorias de base do vôlei de praia brasileiro, promovendo uma integração ao profissional. Na última temporada, Sandressa/Amanda (AL/RJ) e Anderson Melo/Ramon Gomes (RJ) foram os grandes campeões.

Graça e Paz!

sem comentário »

Jerry Abrantes é homenageado pela SEDEL

1comentário

Começou no sábado (16) o Torneio da Integração e Troféu Jerry Abrantes de Futebol de Praia, evento promovido pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel). Com participação de 13 equipes de secretarias e órgãos estaduais e municipais de São Luís, as disputas prosseguiram no domingo (17), na Praia do Calhau (Avenida Litorânea, em São Luís).

O objetivo do evento é promover a integração social entre os servidores, além do lazer saudável e arrecadação de alimentos para fins solidários. Para Miguel Pinheiro, organizador do evento e assessor da Sedel, a integração entre Município e Estado é um dos destaques da programação.

“O principal objetivo desse torneio é, de fato, a integração entre os servidores municipais e estaduais, além da homenagem que prestamos ao companheiro Jerry Abrantes dando seu nome ao evento. É uma atividade que reflete a política democrática de esporte do governo Flávio Dino”, afirmou Miguel Pinheiro.

Baresi, servidor da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), está disputando o torneio e alcançou vitória de 3×2 logo no primeiro jogo. “Momentos como esse são importantes para reunir as pessoas e promover essa congregação em dois dias de lazer e esporte”, afirmou.

Com as inscrições do evento, foram arrecadados 390 quilos de alimento não perecível, que serão doados para a Creche Maria de Jesus Carvalho (Camboa), Casa de Recuperação Monte Tabor (Estrada da Maioba) e uma terceira instituição ainda a ser definida.

Durante o sábado (16) foram realizadas todas as partidas da fase classificatória do torneio e os times classificados para a fase final são: Palácio dos Leões, 24º BIL,  Semcas, Seduc, SMTT, Secid, Verde Oliva e Sedel. A fase eliminatória será disputada neste domingo (17), encerrando com premiação de troféus e medalhas para o campeão, vice-campeão e terceiro lugar, além de artilheiros e goleiros.

Graça e Paz!

1 comentário »

Sedel abre inscrições para o troféu Jerry Abrantes

0comentário

Equipes de representantes de órgãos municipais e estaduais podem participar do Torneio de Integração Troféu Jerry Abrantes de Futebol de Praia. As inscrições podem ser feitas até a próxima quinta-feira (14) através do site www.sedel.ma.gov.br. O evento é promovido pelo governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel), em parceria com a Prefeitura de São Luís, através da Secretaria Municipal de Desportos e Lazer (Semdel).

A competição será realizada nos dias 16, 17 e 23 de maio na Avenida Litorânea e é uma homenagem póstuma ao ex-secretário municipal de Desportos e Lazer, Jerry Abrantes, que morreu no mês de abril deste ano. Além disso, o evento terá um caráter solidário, já que, para confirmar a inscrição, cada equipe deverá doar 30 kg de alimentos não perecíveis e preencher a ficha de inscrição, que deve ser entregue com a assinatura do chefe imediato do setor  onde trabalha.

De acordo com o regulamento do Troféu Jerry Abrantes, cada secretaria poderá inscrever até duas equipes, com limite de 16 participantes por equipe, sendo sete jogadores titulares e nove substitutos. As equipes deverão estar uniformizadas e haverá premiação, com troféus e medalhas para o campeão, vice-campeão, terceiro lugar, artilheiros e goleiros.

O congresso técnico do torneio também será realizado no dia 14, no auditório da Secretaria de Esporte e Lazer (Travessa Guaxenduba nº 100, Outeiro da Cruz – Complexo Esportivo de São Luís). Outras informações podem ser obtidas com a coordenação pelo telefone 98813-036

Graça e Paz!

sem comentário »

Equipes da Copa Escolar ganham bolas da Federação de Vôlei

0comentário

A Copa Escolar de Voleibol Infanto recebeu um incentivo a mais. O presidente da Federação Maranhense de Voleibol, Edivaldo Biguá, ofertou bolas às equipes participantes.

A entrega foi feita na rodada da última terça-feira, no ginásio do Colégio Batista. Simbolicamente Biguá presenteou os técnicos e entregou ao coordenador da competição, professor Telésforo Souza, as bolas de todas as equipes participantes.

Além das bolas para as equipes participantes da Copa Escolar, a Federação Maranhense de Voleibol está oferecendo toda a premiação da competição.

E vem aí, o Campeonato Estadual de Máster para praticantes de voleibol com idade mínima de 30 anos no masculino e feminino.

Graça e Paz!

sem comentário »

Sampaio se classifica para semifinais da Copa Rio de Beach Soccer

0comentário

O Sampaio Corrêa é o primeiro time classificado para as semifinais da Copa Rio Maria de Beach Soccer, competição que está sendo disputada no Rio de Janeiro. Na tarde desta quinta-feira (7), a equipe maranhense deu show na arena montada na Praia de Copacabana e, com muita autoridade venceu o América por 8 a 6, manteve os 100% no torneio e avançou às semifinais com uma rodada de antecedência.

Na partida desta quinta-feira, o Sampaio Corrêa não deu chances ao rival. Contando com uma excelente atuação de Eudin, autor de três gols, a equipe tricolor conseguiu uma boa vitória. Quem também foi muito bem foi o pivô Serginho com dois tentos. Kaike, Roberto e Paulinho também foram às redes.

A vitória sobre o América coloca os comandados do técnico Chicão Castelo Branco nas semifinais da Copa Rio Marinha de Beach Soccer. Além disso, o time chega à última rodada, que ocorrerá na tarde desta sexta-feira (8), para definir a liderança do Grupo B com o Botafogo.

Vale destacar que o triunfo sobre o América foi o segundo consecutivo do Sampaio Corrêa na competição. Na rodada de estreia, o time maranhense superou o Fluminense. No duelo dos tricolores, o carioca chegou a fazer 3 a 1, mas em uma reação sensacional e na raça, o Sampaio virou o jogo e garantiu a vitória por 4 a 3.

Nesta sexta-feira, o Sampaio Corrêa enfrentará o Botafogo, enquanto que o América duela com o Fluminense. O adversário do time maranhense nas semifinais será conhecido após esta terceira rodada. Por estar no Grupo B, o Sampaio terá pela frente na próxima fase algum time do Grupo A, que é formado por Vasco da Gama, Flamengo, Clube Central e PJ/Geração. Uma destas equipes estará no caminho do representante do Maranhão na Copa Rio Marinha de Beach Soccer nas semifinais.

Graça e Paz!

sem comentário »