Fortaleza recebe Circuito Banco do Brasil de vôlei

0comentário
Fortaleza (CE) e o Circuito Banco do Brasil Vôlei de Praia Open estão de volta. Após mais de um mês de intervalo, a capital cearense recebe a primeira etapa do ano, justamente a que abre a reta final da temporada 2014/2015. Após ficar de fora do calendário na edição passada, um dos ‘berços’ do esporte no país terá a oportunidade de acompanhar os melhores atletas do vôlei de praia brasileiro de sexta-feira (23.01) a domingo (25.01). Os jogos serão na Praia de Iracema, com entrada franca à torcida e transmissão ao vivo pelo site da CBV.
Ao todo, 32 times disputarão a etapa cearense, sendo 16 duplas masculinas e outras 16 femininas. No primeiro dia são realizados os jogos da primeira fase. Os primeiros de cada um dos quatro grupos avançam antecipadamente às quartas de final. O sábado conta com as oitavas de final (disputada apenas entre os segundo e terceiros colocados de cada chave), quartas e semifinais. O domingo é reservado para disputa de bronze e finais dos dois naipes.

Estão inscritos no torneio masculino Luciano/Bruno Schmidt (ES/DF), Ricardo/Emanuel (BA/PR), Álvaro Filho/Vitor Felipe (PB), Jô/Léo Vieira (PB/DF), Bruno/Hevaldo (AM/CE), Pedro Solberg/Evandro (RJ), Thiago/Oscar (SC/RJ), Guto/Allison (RJ/SC), Saymon/Márcio Araújo (MS/CE), Harley/Benjamin (DF/MS), Bernardo Lima/Ramon Gomes (CE/RJ), Daniel Lazzari/Felipe Cavazin (SC/PR), Daniel Souza/Averaldo (RJ/TO), Léo Gomes/Bernart (RJ), Rodrigo Saunders/Fábio Luiz (CE/ES) e André/Marcus Borlini (ES).

Já no torneio feminino as seguintes duplas se inscreveram para o torneio: Talita/Larissa (AL/PA), Ágatha/Bárbara Seixas (PR/RJ), Maria Clara/Carolina (RJ), Juliana/Maria Elisa (CE/PE), Elize Maia/Josi (ES/SC), Fernanda Berti/Taiana (RJ/CE), Carolina Horta/Duda (CE/SE), Lili/Rebecca (ES/CE), Val/Ângela (RJ/DF), Fabíola/Thaís (DF/RJ), Izabel/Camila (PA/RJ), Andréa Teixeira/Leize (SC), Luiza Amélia/Érica Freitas (CE/MG), Andrezza/Naiana (AM/CE), Michelle Carvalho/Amanda Maltez (RJ), Danielle/Aline (MS/BA).

A liderança da temporada no torneio feminino pertence a Talita/Larissa (AL/PA), que venceu as cinco primeiras etapas e soma 2000 pontos. Em seguida aparecem as atuais bicampeãs do CBBVP, Ágatha e Bárbara Seixas (PR/RJ), com 1640 pontos. Maria Clara e Carolina estão em terceiro, com 1560 pontos. No masculino, a liderança é de Bruno/Hevaldo (AM/CE), que soma 1440 pontos, seguidos por Jô/Léo Vieira (PB/DF), com 1420, e Ricardo/Emanuel (BA/PR), que tem 1280 pontos.

Serão disputadas nove etapas do Circuito Banco do Brasil Open e uma edição do Super Praia (torneio com formato diferente e campeão independente). Depois de Fortaleza, o CBBVP passará em 2015 por João Pessoa (PB), Recife (PE) e Salvador (BA).

Torneio volta a Fortaleza

Local de nascimento e de onde surgiram grandes atletas do vôlei de praia nacional, Fortaleza receberá o Circuito Banco do Brasil pela 21ª vez neste final de semana. A capital cearense foi sede da competição entre 1991 e 1996, de 1998 a 2006, e vem recebendo os torneios desde 2008. Ficou de fora apenas em 2014, retornando agora para a sexta etapa da temporada.

Na última edição disputada na cidade, em 2013, os títulos ficaram com Juliana/Maria Elisa (CE/PE) e com a antiga parceria formada por Pedro Solberg e Bruno Schmidt (RJ/DF). Donos da casa, os cearenses Franco e Roberto Lopes são recordistas de conquistas ao lado da paraense Larissa, da santista Juliana e do campeão olímpico Emanuel, com cinco títulos.

Os cearenses subiram juntos ao lugar mais alto do pódio nas temporadas 1991, 1992, 1995, 1999 e 2001, enquanto a medalhista olímpica paraense foi campeã em 2005, 2006, 2008, 2010 e 2012. Juliana venceu em 2005, 2006, 2010, 2012 e 2013. Já Emanuel venceu em 2002, 2003, 2006, 2010 e 2012.

Assim como nas duas últimas temporadas, todas as partidas realizadas na quadra central da arena terão transmissão ao vivo pelo site da Confederação Brasileira de Voleibol (http://www.cbv.com.br/v1/cbbvp/aovivo.asp). Além disso, usuários de Iphones, Ipads e Ipods poderão acompanhar a competição através do aplicativo da CBV, disponível para download no link http://www.cbv.com.br/v1/cbbvp/app.asp.

CREDENCIAMENTO:
Os profissionais interessados em participar da cobertura da etapa de Fortaleza deverão realizar o credenciamento pelo site da CBV (http://www.cbv.com.br/v1/credenciamento/index.asp). A retirada das credenciais será realizada na sexta-feira (23.01) e no sábado (24.01), na arena localizada no Parque da Marinha.

Os profissionais deverão apresentar-se com o crachá funcional do veículo pelo qual trabalham ou com uma carta de solicitação de credenciamento em papel timbrado do mesmo, assinado pelo chefe de reportagem ou editor. O jornalista Renan Rodrigues (21 99290-4767) realizará o credenciamento e auxiliará a imprensa.
Importante: Não haverá, sob nenhuma hipótese, retirada de credenciais no DOMINGO (25.01), dia das finais.

ENCONTRO COM A IMPRENSA:
A dupla Juliana/Maria Elisa concederá entrevista coletiva na quinta-feira (22.01), às 15h50, na área VIP da arena localizada na Praia de Iracema.

Graça e Paz!

sem comentário »

CBV e Banco do Brasil assinam aditivo e patrocínio ao vôlei está mantido

0comentário

Sugestões da CGU serão implantadas na confederação e já fazem parte de aditivo ao contrato de patrocínio já existente.

Nesta segunda-feira (19.01) a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) e o Banco do Brasil assinaram aditivos ao contrato de patrocínio entre as entidades e reafirmaram a mais vitoriosa parceria do esporte brasileiro.

Desde dezembro CBV trabalha para a implantar um novo modelo de gestão com maior controle dos recursos pela comunidade do voleibol e pelo patrocinador. Nos aditivos assinados constam a implantação de um Comitê de Apoio ao Conselho Diretor da CBV com participação de representantes da comunidade do voleibol, implantação de regras de contratações, reformulação do Conselho Fiscal, definição de parâmetros na destinação do bônus de performance aos atletas, criação da Ouvidoria da CBV e o compromisso de buscar ressarcir os valores pagos de serviços sem comprovação de execução.

A CBV assumiu junto ao Banco do Brasil o compromisso de que todos os itens dos aditivos sejam implementados em 90 dias. A continuidade dos pagamentos previstos em contrato, retomada pela assinatura dos aditivos, garante ao voleibol a manutenção das etapas do vôlei de praia e o planejamento das seleções com vistas aos Jogos Olímpicos de 2016, inalterados.

A CBV destaca que o Banco do Brasil foi o maior parceiro do voleibol brasileiro nos últimos 24 anos, período em que conquistamos 11 medalhas olímpicas na praia e outras 08 medalhas na quadra, além de se apresentar como favorito em todas as competições e em todas as categorias. As conquistas atraíram novos parceiros como a Olimpikus, Gol Linhas Aéreas, Gatorade, Mikasa e Nívea.

A assinatura dos aditivos também marca uma nova fase no relacionamento da atual diretoria com a comunidade do voleibol, com o compromisso de compartilhar as decisões que impactam no desenvolvimento da modalidade em nosso país.

Mais do que comemorar a continuidade da parceria, o brasileiro já acostumado às conquistas do voleibol, quer ver em destaque no pódio olímpico a camisa amarelinha tradicional estampando a logomarca do Banco do Brasil, um orgulho nacional.

Hoje, a vitória foi de todos.

“A CBV nunca pensou em encerrar o patrocínio, mas tínhamos ciência de que precisávamos racionalizar gastos, melhorar o controle e uma gestão que pudesse gerar ainda mais conquistas, ainda mais desenvolvimento e ainda mais orgulho aos brasileiros. Nós temos esse compromisso não só com o Banco do Brasil, mas com nossos outros parceiros, nossos atletas, e o mais importante, o compromisso com o amante do voleibol brasileiro,” Walter Pitombo Larangeiras, presidente da CBV.

“Uma negociação é produtiva quando os dois lados ganham. Com a continuidade ganha o Banco do Brasil. a CBV,  o voleibol brasileiro e  o torcedor. Esse crédito que o atual presidente recebeu é uma prova da confiança que ele possui dentro da CBV com seus filiados, também externamente com nossos parceiros,” Neuri Barbieri, superintendente geral da CBV.

Graça e Paz!

sem comentário »

Aberto no Rio, o Brasileiro infanto feminino de vôlei

0comentário

O último Campeonato Brasileiro de Seleções (CBS) da temporada de 2014 será realizado em um ícone do esporte nacional. A primeira divisão infanto-juvenil feminina do CBS foi aberta ontem (terça-feira, 25.11), no Centro de Desenvolvimento do Voleibol (CDV), em Saquarema (RJ). Até o próximo domingo (30.11), serão 33 partidas até que se conheça o campeão entre as 12 equipes participantes.

Nesta edição, serão três chaves com quatro participantes cada. Na chave A estão São Paulo, atual campeão, Minas Gerais, Amazonas e Tocantins. Rio Grande do Sul, medalha de prata em 2013, Santa Catarina, Goiás e Distrito Federal formam a chave B. O anfitrião Rio de Janeiro, Paraná, Pará e Maranhão estão na chave C. Na primeira fase, todos jogam entre si nos grupos. Os dois primeiros de cada chave e os dois melhores terceiros avançam à fase final. Os três últimos colocados caem para a segunda divisão em 2015.

A primeira rodada nesta terça-feira começa com o duelo entre Minas Gerais e Amazonas, às 9h. Em seguida, também pela chave A, as paulistas enfrentam as tocantinenses às 10h30. Na chave B, Santa Catarina estreia contra Goiás, às 12h, e, depois, Rio Grande do Sul e Distrito Federal entram em quadra, às 13h30. A disputa continua às 15h com o Paraná medindo forças com o Pará, pela chave C. E, encerrando o dia de competição, o Rio de Janeiro joga contra o Maranhão. Todos os jogos terão transmissão online pelo site da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) no endereço: www.cbv.com.br.

CHAVES

Chave A – São Paulo, Minas Gerais, Amazonas e Tocantins;

Chave B – Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás e Distrito Federal;

Chave C – Rio de Janeiro, Paraná, Pará e Maranhão;

TABELAS

25.11 (TERÇA-FEIRA)

1ª Rodada

Jogo 01 – Minas Gerais x Amazonas, às 9h

Jogo 02 – São Paulo x Tocantins, às 10h30

Jogo 03 – Santa Catarina x Goiás, às 12h

Jogo 04 – Rio Grande do Sul x Distrito Federal, às 13h30

Jogo 05 – Paraná x Pará, às 15h

Jogo 06 – Rio de Janeiro x Maranhão, às 16h30

Maranhão perde para o Rio por 3×0 (25×17, 25×15 e 25×14). O jogo foi considerado o melhor da rodada. O Rio é uma dos favoritos ao titulo. O Maranhão luta para permanecer na divisão especial do voleibol feminino infanto no ano que vem.

Maranhão e Rio de Janeiro jogam nesta quarta-feira conforme tabela abaixo:

26.11 (QUARTA-FEIRA)

2ª Rodada

Jogo 07 – Minas Gerais x Tocantins, às 9h

Jogo 08 – São Paulo x Amazonas, às 10h30

Jogo 09 – Santa Catarina x Distrito Federal, às 12h

Jogo 10 – Rio Grande do Sul x Goiás, às 13h30

Jogo 11 – Paraná x Maranhão, às 15h

Jogo 12 – Rio de Janeiro x Pará, às 16h30

27.11 (QUINTA-FEIRA)

3ª Rodada

Jogo 13 – Amazonas x Tocantins, às 9h

Jogo 14 – São Paulo x Minas Gerais, às 10h30

Jogo 15 – Goiás x Distrito Federal, às 12h

Jogo 16 – Rio Grande do Sul x Santa Catarina, às 13h30

Jogo 17 – Pará x Maranhão, às 15h

Jogo 18 – Rio de Janeiro x Paraná, às 16h30

28.11 (SEXTA-FEIRA)

4ª Rodada

Disputa de 9º e 11º

Jogo 19 – 3º chave A, B ou C x Terceiro 4º melhor, às 9h

Jogo 20 – Segundo 4º melhor x Primeiro 4º melhor, às 10h30

Quartas-de-final

Jogo 21 – 1º lugar chave A x 3º chave B ou C, às 12h

Jogo 22 – 2º chave B x 2º chave C, às 13h

Jogo 23 – 1º chave C x 2º chave A, às 15h

Jogo 24 – 3º chave A ou C x 1º chave B, às 16h30

29.11 (SÁBADO)

5ª Rodada

Disputa 9º lugar

Jogo 25 – vencedor jogo 19 x vencedor jogo 20, às 10h30

Disputa 5º a 8º lugares

Jogo 26 – perdedor jogo 21 x perdedor jogo 22, às 12h

Jogo 27 – perdedor jogo 23 x perdedor jogo 24, às 13h30

Semifinais

Jogo 28 – vencedor jogo 21 x vencedor jogo 22, às 15h

Jogo 29 – vencedor jogo 23 x vencedor jogo 24, às 16h30

30.11 (DOMINGO)

6ª Rodada

Disputa de 5º a 8º lugares

Jogo 30 – perdedor jogo 26 x perdedor jogo 27, às 9h

Jogo 31 – vencedor jogo 26 x vencedor jogo 27, às 10h30

Disputa do bronze

Jogo 32 – perdedor jogo 28 x perdedor jogo 29, às 12h

Final

Jogo 33 – vencedor jogo 28 x vencedor jogo 29, às 13h30

Graça e Paz!

sem comentário »

Dentil/Praia Clube derrota o Brasília Vôlei e assume a liderança da superliga de vôlei

0comentário

 O Dentil/Praia Clube (MG) é o novo líder da Superliga feminina de vôlei 14/15. Nesta segunda-feira (24.11), a equipe mineira venceu, fora de casa, o Brasília Vôlei (DF), por 3 sets a 0 (26/24, 25/22 e 25/23), em 1h51 de jogo, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF). Com o resultado, o time mineiro se manteve invicto na competição, com cinco resultados positivos.

A oposto Tandara, da equipe mineira, foi a maior pontuadora do duelo, com 22 acertos. Sua companheira de equipe, a líbero Tássia ficou com o Troféu VivaVôlei, após ser eleita a melhor do confronto. Pelo lado do Brasília Vôlei, a central Roberta foi quem mais pontuou, com 14 pontos.  Tandara fez questão de parabenizar a equipe pela atuação contra as brasilienses. “Foi um jogo importante e conseguimos a vitória. Não tive uma atuação tão boa contra a equipe de Araraquara e hoje foi bom voltar a jogar bem. O Brasília Vôlei é um time complicado, mas nos preparamos bem e saímos com a vitória”.

A líbero Tássia dividiu o prêmio de melhor da partida com as companheiras do Dentil/Praia Clube. “A equipe fez uma boa partida e divido esse prêmio com todo o grupo. O Brasília Vôlei é uma equipe difícil e não tem partida fácil nessa Superliga. Tenho que agradecer a cada um desse time”, afirmou.

Pelo lado do Brasília Vôlei, a oposto Elisângela lamentou a derrota e elogiou a atuação da campeã olímpica Tandara. “Erramos muito contra-ataques. Abrimos uma boa vantagem no primeiro set e não soubemos aproveitar. Depois, sentimos um pouco a derrota da primeira parcial. O nosso saque não funcionou. A Tandara também fez a diferença para o Dentil/Praia Clube”.

As duas equipes voltarão à quadra na próxima sexta-feira (28.11). O Dentil/Praia Clube duelará com o São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP), às 19h30, no ginásio do Praia, em Uberlândia (MG). Já o Brasília Vôlei (DF) jogará com o Molico/Nestlé (SP), às 21h30, no Sesi Taguatinga, em Brasília (DF), com transmissão ao vivo do SporTV.

O JOGO – Se aproveitando dos erros do Dentil/Praia Clube, o Brasília Vôlei começou melhor e fez 8/2. O treinador Ricardo Picinin trocou as levantadoras. Entrou Karine e saiu Jú Carrijo. Mesmo com as mudanças, o time da casa seguiu melhor. Com Roberta bem no bloqueio, as brasilienses fizeram 14/5. As visitantes cresceram de produção e a diferença caiu para quatro (16/12). Com um ace da oposto Tandara, o Dentil/Praia Clube empatou (17/17).

O final da parcial foi disputado ponto a ponto, mas a equipe de Uberlândia foi melhor nos momentos decisivos e fechou o set com 26/24. O segundo set começou equilibrado. O Dentil/Praia Clube foi para o primeiro tempo técnico com um de vantagem (8/7). O Brasília Vôlei passou a jogar com velocidade e virou o marcador (16/14). O time da casa cometeu dois erros seguidos e o time de Uberlândia empatou (16/16). O oposto Tandara cresceu de produção na reta final da parcial e ajudou as mineiras a fecharem o set por 25/22.

O terceiro set também começou equilibrado. Quando o Brasília Vôlei fez 15/13, o treinador Ricardo Picinin pediu tempo. A parada fez bem ao time mineiro que virou o marcador (16/13). As visitantes seguraram uma reação da equipe da casa e fecharam o set por 25/23 e o jogo por 3 sets a 0.

EQUIPES: BRASÍLIA VÔLEI – Ananda, Elisângela, Michelle, Paula Pequeno, Angélica e Roberta. Líbero – Verê Entraram: Pri Heldes, Edna, Érika e Jéssica Técnico – Sérgio Negrão

DENTIL/PRAIA CLUBE – Jú Carrijo, Daymi, Tandara, Sassá, Natália Martins e Natasha. Líbero – Tássia Entraram: Karine, Webster e Letícia Hage Técnico – Ricardo Picinin

SUPERLIGA FEMININA 14/15 25.11 (TERÇA-FEIRA) -

Camponesa/Minas (MG) x Rexona-Ades (RJ)

LOCAL/HORÁRIO: Arena Minas, em Belo Horizonte (MG), às 18h30.

TRANSMISSÃO: SporTV 26.11 (QUARTA-FEIRA) –

Uniara/Afav (SP) x Sesi-SP

LOCAL/HORÁRIO: Gigantão, em Araraquara (SP), às 18h

26.11 (QUARTA-FEIRA) –

São Bernardo Vôlei (SP) x Molico/Nestlé (SP)

LOCAL/HORÁRIO: Adib Moysés Dib, em São Bernardo (SP), às 19h

26.11 (QUARTA-FEIRA) –

São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) x Pinheiros (SP)

LOCAL/HORÁRIO: Lauro Gomes, em São Caetano (SP), às 20h

27.11 (QUINTA-FEIRA) –

Rio do Sul/Equibrasil (SC) x São José dos Campos (SP)

LOCAL/HORÁRIO: Artenir Werner, em Rio do Sul (SC), às 20h15

MARANHÃO VÔLEI/CEMAR- a única equipe representante das regiões Norte e Nordeste do País disputando a superliga de voleibol feminina desta temporada, retorna a quadra no sábado, 29 de novembro, às 19h00, horário do Maranhão, no Ginásio Georgiana Pflueger (Castelinho), onde vai enfrentar o Rio do Sul/Equibrasil de Santa Catarina, que vem com a levantadora argentina Yael, que na temporada passada jogou no Maranhão.

Os ingressos para este jogo estarão a venda nas bilheterias do ginásio a partir desta quarta-feira (26/11) aos preços promocionais de 10 reais as arquibancadas e 30 reais as cadeiras especiais.

Graça e Paz!

sem comentário »

Vôlei terá quatro atletas no Prêmio Brasil Olímpico

0comentário

Falta pouco para um dos principais prêmios do esporte brasileiro, o Prêmio Brasil Olímpico. E o vôlei terá quatro representantes no evento que acontecerá no dia 16 de dezembro, no Theatro Municipal, no Rio de Janeiro (RJ). O time Juliana/Maria Elisa foi eleito o melhor do vôlei de praia e a central Fabiana, a melhor jogadora do vôlei de quadra em 2014. As atletas serão premiadas, juntamente com representantes de outras 41 modalidades. Já a dupla Larissa/Talita e a oposto Sheilla concorrem a uma categoria nova do prêmio: o Atleta da Torcida.

A bicampeã olímpica Fabiana afirmou estar honrada com a premiação e relembrou momentos marcantes com a seleção feminina na temporada 2014.

“Estou muito lisonjeada por receber esse prêmio. O ano de 2014 foi um misto de emoções para a seleção feminina. Conquistamos o décimo título do Grand Prix e como capitã tive a honra de levantar esse troféu. Pelo semestre que tivemos, o sonho do Mundial inédito parecia mais do que possível. Lutamos muito, o título não veio, mas saímos de cabeça erguida com a valiosa medalha de bronze e a certeza de ter deixado tudo o que podíamos na Itália”, afirmou Fabiana.

A central da seleção brasileira também comentou a importância da premiação em um ano importante para o voleibol.

“É muita responsabilidade ser a capitã da seleção, assim como é grande a responsabilidade de ser a representante do vôlei nacional neste importante prêmio. Ser eleita a melhor atleta do ano na minha modalidade é um honra e me orgulha muito. Quero agradecer a Deus, minha família, amigos, ao Comitê Olímpico Brasileiro, a todos os meus companheiros de profissão e aos amantes do vôlei por me proporcionarem momentos únicos como este”, disse Fabiana.

Feliz com a conquista, Maria Elisa fez questão de destacar o valor do prêmio. Ela e a parceira Juliana conquistaram o título do Circuito Mundial 2014 por antecipação, depois de terem começado a temporada partindo do qualifying (torneio classificatório).

“Ser reconhecida por pessoas que entendem e vivem o esporte é muito gratificante. Mostra que todo o nosso esforço foi válido, que a dedicação de tantas pessoas que nos apoiam e trabalham conosco, mas ficam do lado de fora das quadras, foi recompensada. O COB é uma instituição que respeito muito, com pessoas competentes. Estou curtindo muito esse momento, o primeiro título do Circuito Mundial e, agora, essa premiação”, disse a atleta.

Na votação do Atleta da Torcida, novidade desta 16ª edição do Brasil Olímpico, os fãs serão os responsáveis pela eleição. A votação já está em andamento e os admiradores de Larissa/Talita e de Sheilla podem votar no site www.cob.org.br/pbo, e através redes sociais do Facebook e do Twitter, usando as hashtags #EuVotoPBOLarissaTalita e #EuVotoPBOSheilla.

Também concorrem ao prêmio Atleta da Torcida: Cesar Cielo (natação), Diego Hypolito (ginástica artística), Isaquias Queiroz (canoagem velocidade), Marcus Vinícius D’Almeida (tiro com arco), Matheus Santana (natação), Tiago Splitter (basquete), Aline Ferreira (luta), Flavia Saraiva (ginástica artística), Martine Grael e Kahena Kunze (vela) e Mayra Aguiar (judô).

A dupla Larissa/Talita entrou para a disputa por ter conquistado oito de dez títulos que disputou até o momento, mesmo depois de quase dois anos em que Larissa esteve afastada do esporte. Já a oposto bicampeã olímpica foi escolhida após ter sido uma das melhores jogadores do Grand Prix e do Campeonato Mundial, em 2014, e por ser considerada uma das principais embaixadoras do vôlei junto aos fãs.

Graça e Paz!

sem comentário »

Jogão entre Rexona/Ades X Maranhão Vôlei/Cemar pela superliga

1comentário

Numa partida equilibrada, o Rexona/Ades (RJ) alcançou a terceira vitória na Superliga feminina de vôlei 14/15. Nesta terça-feira (18.11), a equipe carioca venceu o time maranhense por 3 sets a 2 (25/19, 22/25, 20/25, 25/19 e 15/8), em 2h27 de jogo, no Castelinho, em São Luis (MA). A partida foi válida pela terceira rodada do turno da competição.

A ponteira Gabi foi o destaque da equipe carioca e deixou a quadra como a maior pontuadora, com 22 acertos. A jovem atacante ainda foi eleita a melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei. A ponteira Natália, com 17 pontos, e a central Juciely, com 14, também pontuaram bem. Pelo lado do Maranhão Vôlei, o destaque foi a atacante Priscila, com 16 acertos.

Ao final do confronto, a ponteira Gabi comentou a vitória das cariocas sobre as maranhenses.

“Sabíamos que seria um jogo difícil. Erramos muito no segundo e terceiro sets. O Maranhão Vôlei/Cemar também sacou bem e dificultou a nossa recepção. Conseguimos voltar melhores para o quarto set onde erramos menos e fomos mais agressivas. Essa vitória de virada foi importante. Sabemos que ainda temos muito a crescer. Agora, temos que treinar cada vez mais para achar o nosso melhor jogo”, disse Gabi.

O Rexona/Ades voltará à quadra na próxima terça-feira (25.11), às 18h30, contra a Camponesa/Minas (MG), na Arena Minas, em Belo Horizonte (MG). Já o Maranhão Vôlei/Cemar lutará pela reabilitação já nesta sexta-feira (21.11) contra o São José dos Campos (SP), às 19h30, em São José dos Campos (SP).

Também no tie-break

Fora de casa, o Dentil/Praia Clube (MG) venceu a Uniara/AFAV (SP) por 3 sets a 2 (23/25, 30/28, 22/25, 25/17 e 15/6), em 2h31 de jogo, no Gigantão, em Araraquara (SP). A ponteira Jú Costa foi eleita a melhor em quadra e ficou com o Troféu VivaVôlei. A oposto Ramirez também brilhou e deixou a quadra como a maior pontuadora, com 25 acertos.

SUPERLIGA FEMININA 14/15

TERCEIRA RODADA DO PRIMEIRO TURNO

17.11 (SEGUNDA-FEIRA) – Brasília Vôlei (DF) 3 x 1 São Cristóvão Saúde/São Caetano (SP) (25/20, 25/23, 26/28 e 25/16)
LOCAL/HORÁRIO: Sesi Taguatinga, em Brasília (DF), às 18h30
TEMPO DE JOGO: 2h06
MAIOR PONTUADORA: Roberta (Brasília Vôlei), com 18 pontos
TROFÉU VIVAVÔLEI: Roberta (Brasília Vôlei)

17.11 (SEGUNDA-FEIRA) – São Bernardo Vôlei (SP) 0 x 3 Pinheiros (SP) (15/25, 20/25 e 14/25)
LOCAL/HORÁRIO: Adib Moyses Dib, em São Bernardo do Campo (SP), às 19h
TEMPO DE JOGO: 1h19
MAIOR PONTUADORA: Mari Helen (São Bernardo Vôlei), com 16 pontos
TROFÉU VIVAVÔLEI: Rosamaria (Pinheiros)

18.11 (TERÇA-FEIRA) – Uniara/Afav (SP) 2 x 3 Dentil/Praia Clube (MG) (25/23, 28/30, 25/22, 17/25 e 6/15)
LOCAL/HORÁRIO: Gigantão, em Araraquara (SP), às 20h
TEMPO DE JOGO: 2h31
MAIOR PONTUADORA: Daymi Ramirez (Dentil/Praia Clube), com 25 pontos
TROFÉU VIVAVÔLEI: Jú Costa (Dentil/Praia Clube)

18.11 (TERÇA-FEIRA) – Maranhão/Cemar (MA) 2 x 3 Rexona-Ades (RJ) (19/25, 25/22, 25/20, 9/25 e 8/15)

LOCAL/HORÁRIO: Castelinho, São Luis (MA), às 20h15
TEMPO DE JOGO: 2h27
MAIOR PONTUADORA: Gabi (Rexona/Ades)
TROFÉU VIVAVÔLEI: Gabi (Rexona/Ades), com 22 pontos

O Maranhão Vôlei/Cemar volta a jogar na superliga na próxima sexta-feira em São José dos Campos (SP), contra o São José. O proíxmo jogo em São Luis será dia 29 de novembro (sábado) às 18h00, horário do Maranhão, no Castelinho.

Graça e Paz!

1 comentário »

Mega-Sena da Virada – oportunidade ou ilusão?

0comentário

As lotéricas daqui a pouco estarão lotadas, com filas enormes, por causa da Mega-Sena da Virada, que, neste ano, premiará R$ 240 milhões ao ganhador. Muita gente aposta não só dinheiro, mas também a esperança em ganhar essa quantia de dinheiro e resolver, de uma vez por todas, a vida financeira.

Embora a situação seja de euforia, é preciso cautela. Fazer “uma fezinha”, destinando pequenos valores para esta finalidade, faz parte da brincadeira e é divertido. No entanto, há pessoas que se tornam “viciadas” em apostar, o que, ao invés de ajudar, atrapalha – e muito – as finanças pessoais.

O grande erro é achar que a única forma de se tornar independente financeiramente é por meio da sorte. Chegar a uma fase da vida em que não precisa mais trabalhar por necessidade, apenas por prazer, é um mérito de quem busca se educar financeiramente, planejando-se para alcançar esse objetivo.

Na educação financeira, a pessoa aprende a ter sonhos materiais que serão realizados e entre estes sempre deverá estar o da independência financeira. Na Metodologia DSOP, dividimos os sonhos em: curto (até um ano), médio (de um a dez anos) e longo prazo (mais de dez anos). Se tornar sustentável financeiramente deve ser um objetivo de longo prazo, porém, para atingir, o início deve ser imediato.

Em uma aposta da Mega-Sena da Virada, a chance de acertar todos os seis números é de uma em 50.063.860, segundo os dados oficiais da Caixa Econômica Federal. Por outro lado, apostando na educação financeira, para se tornar sustentável financeiramente depende só de você.

Para isso, o caminho deve ser o contrário do que normalmente fazem: ao receber seus rendimentos, a pessoa já deve, imediatamente, separar uma parte para os seus sonhos. Com isso, não haverá risco de cair nas tentações do consumo e não sobrar dinheiro para poupar.

Também é fundamental que se saiba exatamente os valores desses sonhos, descobrindo, assim, o quanto deverá guardar mensalmente para cada um. O tipo de aplicação que deverá feito para realização dos sonhos também dependerá do tempo que pretende realizá-los. Para uma aposentadoria sustentável financeiramente, é preferível aplicações de longo prazo, como uma previdência privada ou título do tesouro direto.

Enfim, o problema não é apostar, mas não ter consciência desses atos e apostar o seu futuro nisso. Se quiser realmente ter chances de ter o dinheiro para sua segurança financeira o caminho é ter sonhos e buscar educar-se financeiramente.
Graça  e Paz!

sem comentário »

Maranhenses convocados para seleção brasileira de natação

0comentário

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), entidade que administra os Desportos Aquáticos no Brasil, vai participar da Copa Pacífico de Natação, a ser realizada em Guayaquil – Equador, no período de 09 a 14 de setembro próximo. Com antecedência, foi divulgada a convocação dos atletas e técnicos que irão compor a seleção que vai representar o nosso País nessa que é uma das mais importantes competições de toda a América do Sul. Maranhenses farão parte da delegação. Veja abaixo os nomes de todos os convocados.
SELEÇÃO BRASILEIRA DE NATAÇÃO – Categoria Juvenil feminino “A”:

01 – CLARISSA RODRIGUES- SPORT/PE

02 -VICTÓRIA PARTENTE – CE

03 – HEDLA LOPES  – CE

04 –  ANA DÉBORA SAMPAIO- ARNC/AM

05 –  ISA MARIA GALINDO – SPORT/PE

06 – LUISA DE ANDRADE MARINHO – AABBREC/PE

07 – MONICA NEVES – AABBREC/PE

08 –  STEPHANIE RODRIGUES – AEL/AM

09 –  BARBARA AIRY HOMA – CIRC.MILITAR/CE

TREINADOR: AABBREC /PE

SELEÇÃO BRASILEIRA DE NATAÇÃO – Categoria juvenil feminino “B”

1 – BEATRIZ MACHADO – MAC -NINA/MA  

2 – CAROLINNE GOMES BARBOSA –  SPORT/PE

3 – ISABELLE NOBRE LISBOA –  NILTON LINS /AM

4 – VIVIAN DOS SANTOS  –  AGITAÇÃO/SE

5 – MARCELA SALGADO DOS SANTOS – REMO /PA

6 – JOELINE NASCIMENTO – CEI/RN THAIS

7 –  CARDOSO- MAC- NINA/MA                         

    ANDREZA DOS REMÉDIOS – TUNA/ PA

TREINADOR: NILTON LINS / AM

SELEÇÃO BRASILEIRA DE NATAÇÃO – Categoria juvenil masculino “A”

1 -MAXIMILIANO RUPERTI –  SESI/RN

2 – DANILO LIMA – SALESIANO/BA

3 –  WINDSON PIONERIO- SALESIANO/BA

4 –  HUGO DIAS- IATE CLUBE /BA

5 – DANILO MOTA FERNANDES – NAC/CE

6 – EDUARDO DANTAS CAPATTO- CES/SE

7 –  BRUNO LAGO GUIMARÃES- RHANC/BA

8 –  LUCAS MATHEUS GOMES – ADESEF/PA

TREINADOR: SALESIANO/BA

SELEÇÃO BRASILEIRA DE NATAÇÃO – Categoria juvenil masculino “B”

1 – CAIO BRITO- MAC- NINA/ MA            

2 – STENLEY ALMEIDA- SPORT/PE

3 –  JOÃO PAULO COUTINHO- CEI/RN

4 –  JORDAN SANTOS- SESI/RN

5 – DANIEL ZOCOLER- NIKITA/SESI/PE

6 – MATHEUS ANDRADE- AQUAT.AMAZONAS/AM

7 – ROGÉRIO CAVALCANTE- SPORT/PE

8 – BRUNO CARDOSO- MAC NINA/MA

TREINADOR: SPORT/PE

CHEFE DA DELEGAÇÃO: ALEXANDRE NINA (Maranhão)

DELEGADO MÉDICO: JOÃO MARCELO VELOSO (Maranhão)

ACOMPANHANTE FEMININO : CLAUDIA COSTA (Maranhão)

REPRESENTANTE DE ARBITRAGEM : JOÃO PAULO VELOSO (Maranhão)

RESPONSÁVEL TÉCNICO: ARTUR SOARES – AASM/PE

Parabéns à todos. Ficaremos torcendo a distância.

Graça e Paz!

sem comentário »

Raposa recebe final do maranhense de Beach Soccer

0comentário

A fase final do Campeonato Maranhense de Beach Soccer – temporada 2013/2014, competição promovida pela Federação Maranhense de Beach Soccer (FMBS) e patrocinada pela Cemar, pelo Guaraná Antactica, pela Tim e pela Pneuaço, foi aberta oficialmente na noite dessa segunda-feira (21). Realizada na cidade de Raposa, o torneio conta com a participação de doze seleções, que se classificaram após a realização de seis etapas regionais.

“Ficamos felizes com a realização deste Campeonato Maranhense em Raposa. Pela primeira vez, fizemos um Estadual regionalizado que está sendo um sucesso. E essa realização foi possível graças aos nossos patrocinadores e apoiadores, que acreditam no beach soccer maranhense e ajudam, a cada dia, com que o esporte se fortaleça ainda mais no Maranhão”, comentou Pacífico durante a abertura do torneio.

Quando a bola rolou, quatro partidas abriram as disputas do Campeonato Maranhense de Beach Soccer. Para o grande público que compareceu à arena montada na cidade de Raposa, o espetáculo dentro de quadra foi garantido pelos bons jogos e belos gols.

Na primeira partida do torneio, a seleção de Urbano Santos não encontrou muitas dificuldades para estrear com vitória. Contra Itinga, Urbano Santos precisou de apenas dos doze minutos iniciais para encaminhar a vitória. Na primeira etapa, o placar já mostrava 3 a 0. A seleção de Itinga tentou reagir no segundo período, mas Urbano Santos marcou mais uma vez no tempo final para vencer por 4 a 1.

No segundo jogo da noite, São José de Ribamar venceu São Vicente Férrer em partida bastante disputada. Os ribamarenses abriram 2 a 1, sofreram a virada para 3 a 2, mas conseguiram se recuperar para vencer por 5 a 3. Na sequência, Morros, atual campeão estadual, estreou bem e derrotou Viana por 2 a 0.

No último jogo da noite, Raposa não decepcionou seu torcedor que lotou a arena nessa segunda-feira. Com autoridade, os donos da casa passaram por Paço do Lumiar por 4 a 2 e estão bem perto de avançarem às quartas de final da competição.

Fórmula de disputa

 

Doze equipes estão participando da fase final do Campeonato Maranhense. Elas foram divididas em quatro grupos. Na primeira fase, as seleções se enfrentam entre si dentro da chave. As duas primeiras colocadas de cada grupo avançam paras as quartas de final.

O Campeonato Maranhense de Beach Soccer – temporada 2013/2014 é patrocinado pela Cemar, pelo Guaraná Antactica, pela Tim e pela Pneuaço e conta ainda com os apoios do governo do Estado do Maranhão, da Academia Estação Saúde e da Essencial Suplementos.

TABELA

SEGUNDA-FEIRA (21/07)

Urbano Santos 4 x 1 Itinga

São José de Ribamar 5 x 3 São Vicente Férrer

Morros 2 x 0 Viana

Raposa 4 x 2 Paço do Lumiar

TERÇA-FEIRA (22/07)

18h – Itinga x Tutoia

A seguir – São Vicente Férrer x Humberto de Campos

A seguir – Viana x São Luís

A seguir – Paço do Lumiar x Paulino Neves

QUARTA-FEIRA (23/07)

18h – Morros x São Luís

A seguir – São José de Ribamar x Humberto de Campos

A seguir – Urbano Santos x Tutoia

A seguir – Raposa x Paulino Neves

Graça e Paz!

sem comentário »

Na vida e na carreira, é preciso aprender com os insucessos

0comentário

Li um artigo desenvolvido pela coach Bibianna Teodori* que muito me chamou a atenção e que gostaria de compartilhar com você que lê este blog neste momento.O meu desejo é que o tema desenvolvido por ela possa tocar o seu coração e torna-lo (a) uma pessoa melhor.

Abraços.

Biguá

A amarga derrota do Brasil para a Alemanha, por 7 a 1, desencadeou uma série de sentimentos pelo País. Tristeza, vergonha, desapontamento, humilhação… Tudo isso veio num momento de grande entusiasmo, com a expectativa de a Seleção Brasileira ser novamente campeã mundial e pela primeira vez em casa.

Mas a vida é um conjunto de caixinhas. Tem a da esperança, a da vitória, a da perda, a da alegria, a da tristeza, e, aos poucos, vamos abrindo todas elas. E cada revés é sempre o caminho para uma nova conquista, só depende de cada um de nós.

É preciso compreender que o insucesso é um aprendizado para o crescimento pessoal ou profissional, faz parte de um processo natural. No entanto, é comum que algumas pessoas enfrentem dificuldades em superar situações de fracasso. Muitas chegam a ficar traumatizadas com o acúmulo de frustações.

Essa falta de habilidade em lidar com perdas pode estar fundamentada em diversas causas. Às vezes, a origem está em uma educação com muitas cobranças, que contribui para a formação de uma postura autocrítica e perfeccionista ao extremo.

Uma derrota como essa para os alemães serve de experiência para pensarmos um pouco mais sobre os valores, as expectativas, as emoções e o controle da mente.

Para superar os obstáculos que aparecem na vida, é necessário mudar as perspectivas negativas. Os desafios sempre existirão. O que se pode mudar é a maneira de encará-los. Portanto, não tenha pena de si mesmo, nem se permita ficar estagnado.

Identificar os próprios sentimentos e lidar com as reações são os primeiros e indispensáveis passos para o início da superação. Sempre podemos mudar o nosso estado de ânimo e devemos encarar cada novo dia como uma nova oportunidade!

Podemos filtrar os acontecimentos e transformar tudo. Auto motivar-se é fundamental, para aprender a manter a energia elevada e, assim, construir uma nova fórmula de sucesso. A motivação é uma força interior que se modifica a cada momento durante toda a vida e direciona e intensifica os objetivos dos indivíduos.

Aprenda algumas dicas para se motivar:

1) Dê o melhor de si (em tudo)!

2) Faça das suas necessidades uma força propulsora para atingir o que deseja. Não importa se são necessidades básicas ou de autorrealização.

3) Seja responsável pelos seus próprios atos. Se algo der errado, não desista. Nem sempre a vitória chega quando se espera.

4) Descubra ainda aquilo que te faz se sentir bem. O autoconhecimento proporciona grandes descobertas e aprendizados e, consequentemente, mais motivação.

Perceba o quão intenso é o poder que temos nas mãos. Sinta os seus desejos, decifre os seus sonhos e não tenha medo de vencer. O seu sucesso depende de você! E o sucesso e a motivação de um País dependem de cada um de nós!

Principalmente nas derrotas, em vez de apenas criticar, xingar, ser cruel com as palavras, é preciso agir. É preciso coragem para levantar e seguir em frente.

* Bibianna Teodori é Executive e Master Coach, fundadora da Positive Transformation Coaching e coautora do livro “Coaching na Prática – Como o Coaching pode contribuir em todas as áreas da sua vida”. www.bibiannateodori.com.br

Graça e Paz!

sem comentário »