Vistorias na passarela do samba:

1comentário


holofotes e nada mais

Biné Morais

Mesmo com calços de madeira, passarela
do samba foi liberada pelo Crea para desfiles

As duas vistorias feitas por técnicos do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea-MA) com o objetivo de verificar as condições de segurança da passarela do samba do Anel Viário tiveram efeito praticamente nulo. Depois de constatar e determinar que fossem resolvidos problemas como peças metálicas empenadas e enferrujadas e pedaços de madeira funcionando como calços, o Crea parece agora ignorar a situação e garante que a estrutura é capaz de acomodar o público sem qualquer risco de acidente. O fato intrigante é que grande parte dos problemas listados persiste.

A primeira vistoria feita na passarela ocorreu no último dia 21, com cobertura maciça da imprensa de São Luís. Na ocasião, a estrutura foi praticamente condenada e aos responsáveis foi dada a determinação de substituir as peças danificadas e corrigir os improvisos, sob pena de o local ser considerado inviável para os desfiles de Carnaval. Oito dias depois, os mesmos técnicos voltaram ao Anel Viário e, apesar de encontrarem praticamente a mesma situação, desta vez, minimizaram.


Até a tenda de apoio aos grupos
carnavalescos precisa de calços

De acordo com os técnicos, os foliões podem ficar tranqüilos, pois a parafernália metálica com a qual foi montada a passarela é capaz de suportar o peso dos milhares de espectadores que assistirão aos desfiles, principalmente no Domingo de Carnaval. O maior problema, segundo o Crea, era a ausência de pára-raios. Como os instrumentos foram providenciados, a platéia estará a salvo e poderá torcer por suas agremiações sem qualquer receio.

Encerrada a etapa de vistorias, restou tão somente à empresa CF Ltda., contratada pela Fundação Municipal de Cultura (Func), apresentar o restante da documentação necessária à execução da montagem da passarela, como as Anotações de Responsabilidade Técnica (ARTs). Ou seja, uma pendência estrutural converteu-se, em pouco mais de uma semana, em problema de cunho burocrático, sem que os responsáveis tenham cumprido todas as determinações que lhes foram impostas inicialmente.

Como já era esperado, a passarela foi liberada sem nenhuma ressaltava para os desfiles carnavalescos, que ocorrerão a partir da próxima sexta-feira. Nesse mesmo dia, terão início as apresentações na avenida. É bom que o aval dado pelo Crea à estrutura tenha como respaldo as normas técnicas de segurança. Do contrário, soará como conseqüência de forte pressão exercida pelo poder público.

1 comentário »

Castelo segue exemplo de Jackson Lago

4comentários


e também passará Carnaval na Europa


Depois de Jackson, é Castelo quem
voará para a Europa no Carnaval

Assim como o governador Jackson Lago, que passará o Carnaval longe do Maranhão, o presidente da Empresa Maranhense de Administração Portuária (Emap), João Castelo, decidiu manter-se distante do estado durante o período de folia. De Portugal, onde deverá permanecer até 10 de fevereiro, Jackson assiste impassível à debandada de membros de sua equipe para o exterior em um momento tão importante para o estado, sobretudo na área de turismo.

Em sua edição do último dia 24, o Diário Oficial do Estado informa que Castelo permanecerá, entre 1º de 10 de fevereiro, na região da Galícia, na Espanha, onde, oficialmente, participarão de um evento promovido pelo governo daquele país, cujo objetivo é a implantação de um projeto pesqueiro no Porto Grande, no Complexo Portuário do Itaqui.

Acompanharão Castelo na viagem outros dois integrantes do alto staff da Emap. Seguirão com ele para a Espanha o diretor comercial Silvino Ezon Pinto Ferraz e o diretor administrativo-financeiro Antônio Carlos de Carvalho Lago, irmão do governador.

A viagem de Castelo no período de folia é mais um forte indício de que o Carnaval da Maranhensidade idealizado por Jackson não é capaz de empolgar nem a ele e muito menos membros de sua equipe.

4 comentários »

Depois de nomear sobrinho para substituí-lo,

1comentário


Aderson Lago ganha mais um assessor especial


Para que tanto assessor, Aderson?

Como se não bastasse o mal-estar causado na Casa Civil do governo Jackson Lago pela nomeação de Augusto Lago para assumir interinamente o cargo, enquanto o tio Aderson Lago está em São Paulo para cuidar da saúde, o órgão acaba de ter sua estrutura reforçada por mais um assessor especial. A informação está na edição do Diário Oficial do último dia 18 de janeiro.

Para engordar a já robusta estrutura comandada pelo primo Aderson, o governador Jackson Lago determinou, por decreto, a criação de um cargo em comissão do Grupo de Direção Geral e Assessoramento (DGA) para a Casa Civil. A medida se deu por meio de remanejamento do referido cargo do quadro funcional da Secretaria Estadual de Administração.

Só para recordar: no início deste mês, Aderson Lago nomeou o sobrinho Augusto Lago para chefiar interinamente a Casa Civil para que pudesse se submeter a uma cirurgia de redução de estômago, na tentativa de curar-se do diabetes. Desprestigiado, o adjunto Cândido Lima externou sua insatisfação, condenando o nepotismo do titular.

O nome do beneficiado não foi revelado, assim como não foi divulgado que tipo de assessoramento ele fará para o órgão. Mas, espera-se que o contemplado não seja mais um parente de Aderson Lago, como de praxe.

1 comentário »

Velhos e novos tempos de Jackson Lago

1comentário


Jackson: desta vez, viagem a
Portugal será na 1ª classe

O episódio relatado a seguir, publicado no site do PDT, em 27 de março de 2007, é uma amostra do quanto a vida tem sido generosa com o governador Jackson Lago:

Vaquinha

Durante as filmagens do documentário Jackson Lago: O Timoneiro da Nau Libertária, no Palácio dos Leões, o governador Jackson Lago lembrou emocionado de uma passagem pitoresca de sua vida política.

No Rio de Janeiro, na época da pré-anistia política, Neiva Moreira, amigo de Mario Soares, definia com Brizola sobre a reunião que aconteceria em Portugal, na sede do Partido Socialista de Lisboa.

Brizola destacou a presença de Jackson. E Neiva falou que Jackson não tinha como ir:
-Brizola, como é que Jackson vai para Portugal?

Rápido, Brizola respondeu: – Vai de Avião!!!
-Os amigos de Jackson tiveram que fazer uma “vaquinha” para ele embarcar.

Depois de décadas exercendo diferentes cargos públicos, o cacique pedetista dá-se hoje ao luxo de embarcar para a Europa para curtir não tão merecidas férias. Amanhã, quando iniciará seu período de descanso, Jackson rumará novamente para Portugal, na companhia da esposa e secretária particular Clay Lago, ostentando uma situação que nem de longe lembra a época em que era um simples militante.

1 comentário »

Conselho da Juventude cria comissão

4comentários


para averiguar situação da Funac


Unidade da Maiobinha: verdadeiro barril de pólvora

O Conselho Estadual da Juventude (Cejovem), órgão ligado ao Governo do Estado, instituiu comissão temporária para averiguar a atual situação da Fundação da Criança e do Adolescente do Maranhão (Funac). Composta por quatro membros titulares e dois suplentes, a comissão terá 120 dias para apresentar um relatório que aponte os problemas das unidades, onde ocorreram com freqüência rebeliões, fugas e até mortes de internos.

Um dos membros da comissão indicados pelo presidente do Cejovem, o ex-líder estudantil Raimundo Penha, é o secretário diocesano da Pastoral da Juventude, Glauber Leonardo Duarte Martins. Ligado aos movimentos religiosos, Glauber foi o principal organizador da VI Romaria da Juventude do Maranhão, realizada em São Luís nos dias 4 e 5 de agosto do ano passado. Sua principal função foi angariar patrocínio para o evento, orçado em R$ 69.220,00.

Em 2007, o Sindicato dos Servidores da Funac divulgou um relatório minucioso, com relato de dezenas de ocorrências registradas ao longo do ano. No documento, a entidade sindical alerta para as ameaças e agressões constantes cometidas por internos contra monitores e demais funcionários da instituição. De acordo com o presidente do Sindicato, Fred Pinto, os internos mais agressivos chegaram a revelar o plano de assassinar um monitor da unidade da Maiobinha, palco de quase todas as ocorrências de violência.

De acordo com o relatório, um número cada vez maior de servidores da Funac vem pedindo transferência para outros órgãos e até mesmo abandonando o emprego, enquanto outros passam por tratamento psicológico por causa da exposição a situações de extrema tensão.

Espera-se que o relatório do Cejovem aborde a questão com a mesma transparência.

4 comentários »

Presidente do MEI nega

0comentário


falência da entidade estudantil


Em contato telefônico com este blog, o presidente do Movimento Estudantil Independente (MEI), Carlos Victor Fontenele, negou que tenha declarado a falência da entidade, como foi publicado aqui no último dia 22. Segundo ele, o MEI está em pleno funcionamento, das 8h às 17h, em sua sede, no Canto da Fabril.

Sobre as carteiras estudantis, ele explicou que existem 1.400 documentos com validade em 2008 para serem entregues a universitário e alunos do ensino médio. Segundo ele, os titulares receberão suas carteiras a partir da próxima semana ou no primeiro dia útil após o Carnaval.

De acordo com Fontenele, existem casos de carteiras com chips queimados (a vida útil de um chip é de três meses). Ele esclarece que, nesse caso, é feito um pedido à empresa que fabrica o material, a Nova Card, de São Paulo. “Estamos esperando que a empresa nos envie a remessa de carteiras que solicitamos para repassá-las aos estudantes”, assinalou.

Sobre sua ausência em eventos estudantis, o presidente alegou que designou um membro de sua diretoria para esse tipo de tarefa, pois está envolvido exclusivamente com o movimento estudantil universitário, pois cursa o terceiro período de Serviço Social.

sem comentário »

Retratação

5comentários


Jackson faz inspeção em aeroporto
e autoriza obras em Barreirinhas

Em cumprimento ao compromisso com a verdade, firmado no primeiro dia em que este blog foi ao ar (09/08/2007), dedico o presente texto para retificar uma informação equivocada publicada neste espaço na tarde de ontem (23/01). A notícia em questão, que pode ser lida no post imediatamente anterior a este, trata da visita do governador Jackson Lago a Barreirinhas para inspecionar as obras no aeroporto do município.

Afirmamos, com base em informação repassada por uma de nossas muitas fontes, que o governador não descera do avião que o levara a Barreirinhas por ter ficado decepcionado com a ausência do povo para saudá-lo. Na verdade, Jackson não só vistoriou o terminal como assinou editais para construção do aeroporto, de uma nova estação rodoviária, além da duplicação da avenida de acesso à cidade. A informação, bem como as fotos da visita do governador a Barreirinhas, foram publicadas hoje na imprensa, principalmente em jornais alinhados ao Palácio dos Leões.

Faço a presente retificação por me pautar sempre pelo compromisso com a informação verdadeira, na certeza de que continuarei sendo digno da credibilidade dos muitos leitores que acessam este blog diariamente.

5 comentários »

Decepcionado com ausência do povo, Jackson

3comentários


cancela visita a aeroporto ao pousar em Barreirinhas


Dr. Miltinho (de terno preto) até tentou fazer
festa, mas povo ignorou Jackson

O governador Jackson Lago viveu hoje, em Barrerinhas, uma das situações mais desagradáveis desde que assumiu o cargo. O chefe do Executivo foi ao município conhecer a obra de construção da nova pista do aeroporto da cidade e acreditava que, no desembarque, seria recebido por uma multidão.

Tamanha foi a decepção do governador ao perceber, na aterrissagem, que quase ninguém fora lhe saudar. O prefeito de Barreirinhas, Dr. Miltinho (PT), chegou a enviar vários ônibus a povoados da zona rural, na tentativa de arregimentar pessoas para receber Jackson Lago no aeroporto, mas nem assim conseguiu mobilizar o povo.

Visivelmente constrangido, Jackson decidiu não descer da aeronave e deu ordem ao piloto para decolar de volta a São Luís.

3 comentários »

Entidade vai à falência e deixa

0comentário


estudantes sem direito à meia-passagem

O presidente do Movimento Estudantil Independente (MEI), Carlos Victor Fontenele, declarou ontem (21/01) a falência da entidade, uma das muitas que se intitulam defensoras dos direitos de alunos das redes pública e privada, em São Luís. Estudantes que têm procurado a sede do MEI, no Canto da Fabril, para receber a carteira que dá direito à meia-passagem se deparam com o prédio fechado.

Fontenele demitiu toda a equipe de funcionários do MEI e dissolveu toda a sua diretoria. Procurado por este blog para que explicasse os motivos da falência e como será resolvido o impasse causado pela não-entrega das carteiras estudantis, ele não foi localizado. Também não foi possível manter contato com o líder estudantil por celular, já que o número dele está desativado.

Segundo dirigentes de outras entidades estudantis procuradas por este blog, o presidente do MEI não é visto em eventos públicos desde o ano passado. “Ele simplesmente desapareceu”, afirmou a presidente da Federação dos Estudantes Secundaristas do Maranhão (Fesma), Ana Paula Ribeiro.

Victor Fontenele é filiado ao PSL e mantém fortes ligações com autoridades políticas, principalmente da Prefeitura de São Luís. Há dois anos, o MEI e outras entidades estiveram à frente de um ato público que apoiava a tentativa frustrada do prefeito Tadeu Palácio de instituir uma tarifa única para o transporte coletivo da capital.

Na campanha para o Senado, em 2006, ele arregimentou estudantes para ir às ruas defender a mal-fadada candidatura de João Castelo. O ato público foi uma tentativa de Castelo de se desvencilhar da imagem negativa associada a ele desde a Greve da Meia-Passagem, em 1979, quando o então governador foi acusado de mandar a Polícia Militar espancar estudantes que foram às ruas reivindicar o benefício.

sem comentário »

Irmã de José Reinaldo ganha

2comentários


super-poderes no governo Jackson

Portaria baixada em 28 de dezembro do ano passado pela secretária estadual de Administração, Helena Castro, delega à professora Ana Sílvia Tavares Silva, irmã do ex-governador José Reinaldo Tavares, a competência de assinar atos de redistribuição e disposição, de concessão de licenças e até de salário-família aos servidores do Estado.

Ana Sílvia Tavares é secretária adjunta de Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Administração e Previdência Social. Na prática, a portaria do governo, de nº 376/07, dá a ela poderes para afastar ou colocar no ostracismo qualquer funcionário que não se alinhe aos interesses da atual gestão.

Como José Reinaldo Tavares foi o principal financiador da campanha da Frente da Libertação e hoje é figura das mais influentes do governo Jackson, pode ter sido dele a idéia de colocar a irmã em posto tão estratégico. E o que é pior: é possível que o ex-governador use o cargo tão somente para perseguir quem o desagrade.

2 comentários »