Em nota, Sindicato dos Bancários do Maranhão repudia declaração de Felipão

1comentário

Declaração de Felipão de que “jogador que não quer pressão, vai trabalhar no Banco do Brasil, sentar no escritório e não fazer nada” pegou mal

O novo técnico da seleção brasileira de futebol, Luiz Felipe Scolari, desrespeitou a categoria bancária na quinta-feira (29/11) em entrevista coletiva que marcou sua volta ao comando da seleção nacional.

Falastrão, o treinador mostrou estar desinformado sobre a dura realidade enfrentada pelos bancários diariamente. Conhecido por atitudes grosseiras e frases polêmicas, Felipão fez jus à fama ao dizer que “jogador que não quer pressão, vai trabalhar no Banco do Brasil, sentar no escritório e não fazer nada.”

Para conhecimento do técnico, bancários de todo o país são afastados frequentemente com problemas psicológicos ocasionados pelo assédio moral, acúmulo de serviço e pressão excessiva impostos pelos bancos. No Maranhão, o próprio Banco do Brasil vai além, ao descomissionar os bancários que lutam na Justiça pelo direito à jornada legal de 6h.

O SEEB-MA repudia com veemência a declaração infeliz de Scolari e espera que o treinador esteja atualizado no quesito futebol, pois sobre condições de trabalho, Felipão já mostrou que não sabe nada.

1 comentário »

Notícia preocupante

0comentário

Duplicação de trecho da BR-135 está em pleno andamento, mas pode ser paralisada por decisão da Justiça Federal

A tão esperada duplicação da BR-135 corre o risco de sofrer novo revés com a decisão da Justiça Federal de anular uma cláusula do edital de licitação da obra, a pedido de uma construtora derrotada no certame, realizado pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). O serviço, que já foi iniciado e apresenta certo avanço, agora pode ser paralisado, frustrando a expectativa de milhões de maranhenses que clamam por um trânsito mais seguro no único acesso por terra a São Luís.

De acordo com a decisão, a cláusula anulada restringia o caráter competitivo do certame, possibilitando uma espécie de reserva de mercado a algumas empresas participantes. Salvo alguma decisão em contrário, em instância superior, a licitação voltará à fase de abertura dos envelopes com as propostas das empresas concorrentes, conforme determina o juiz autor da sentença, José Carlos Madeira, da 5ª Vara Federal.

A julgar pela complexidade do processo, a tendência é que transcorram, no mínimo, mais seis meses, até que haja um novo desfecho. E, em caso de escolha de outra construtora para tocar a obra, o consórcio Serveng-Aterpa, contratado para executar o primeiro lote da duplicação, que corresponde aos 27,3 KM entre Estiva e Bacabeira, será obrigado a desmobilizar toda a estrutura já montada naquele trecho da rodovia.

Mais do que propiciar segurança ao tráfego, a duplicação da BR-135 é tida também como uma das obras estruturantes de maior relevância para a economia do Maranhão, que vive a expectativa de crescimento devido a uma série de empreendimentos em instalação no estado. Por isso, a indefinição quanto ao seu andamento se constitui em obstáculo a travar o desenvolvimento tão esperado pela população.

Até ontem, o DNIT ainda não havia sido notificado acerca da decisão da Justiça Federal. No entanto, seus dirigentes anteciparam que logo que isso ocorra o órgão acionará sua Procuradoria Jurídica para definir que providências serão tomadas. O caminho natural é a interposição de um recurso, o que atenderá o interesse da população.

A verba para a duplicação da BR-135 foi obtida à custa de muito empenho da classe política local, que fez o Governo Federal enxergar a necessidade urgente da intervenção na rodovia. A superação de entraves burocráticos foi outra questão difícil de ser superada. Vencidas essas etapas, dá-se agora a disputa nos tribunais, cujo desfecho apontará os rumos da obra.

Ao apontar vícios no certamente, o juiz autor da decisão transformou em impasse uma situação que já se considerava resolvida.

Editorial publicado nesta sexta-feira em O Estado do Maranhão

Foto: Douglas Jr./O Estado do Maranhão

sem comentário »

Chapa 1 vence eleição do Sindeducação

1comentário

Elisabeth Castelo Branco quer dar continuidade ao trabalho grandioso feito pela ex-presidente Lindalva Batista à frente do Sindeducação

A  Chapa 1, “Renovar para avançar na luta”, encabeçada pela professora Elisabeth Castelo Branco, foi a vencedora da eleição para a nova diretoria do Sindicato dos Profissionais do Ensino Público de São Luís (Sindeducação). A chapa 1 obteve 474 votos, contra 98 dados à chapa 2.

Centenas de professores compareceram à sede do sindicato, na Cohab, para votar. O resultado foi divulgado na noite de ontem (28), depois de cerca de uma hora de apuração dos votos. A professora Elisabeth presidirá o sindicato no quadriênio 2012/2016.

A nova presidente foi empossada logo após a divulgação do resultado oficial pela comissão eleitoral. Uma grande festa aconteceu nas dependências do sindicato, onde os professores comemoraram o início da nova gestão. A professora Lindalva Batista, ex-presidente do Sindeducação, que fez um excelente trabalho à frente da entidade, disse estar com o sentimento do dever cumprido com a categoria e manifestou votos de felicitações à chapa vencedora.

A professora Elisabeth Castelo Branco tem 43 anos, eé casada e leciona na Unidade de Ensino Básico Nascimento de Moraes, na Cidade Operária. É formada em Geografia pela Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), com pós-graduação em Educação Ambiental, Metodologia do Ensino Superior, Gênero e Raça na Diversidade. Atualmente, trabalha com Educação para Jovens e Adultos. Militante do movimento sindical, Elisabeth participou ativamente da última greve dos professores, liderando mobilizações e fazendo parte da mesa de negociação com o governo municipal.

“Quero agradecer a Deus e aos professores e professoras que acreditaram na nossa chapa e nos deram seu voto de confiança. Sabemos a luta que nos aguarda, mas tenho certeza que com o apoio da categoria vamos trabalhar para dar continuidade ao trabalho grandioso que a professora Lindalva Batista fez à frente do nosso sindicato”, declarou.

Composição da nova diretoria do Sindeducação:

Presidente – Profª Elisabeth Castelo Branco
Vice-presidente – Profº Sálio Dalan Barbosa
1ª Secretária – Profª Virgínia Maria Peixoto
2ª Secretária – Profª Ciane Christine Moares
1º Tesoureiro- Profª Maria da Graça Nunes
2º Tesoureiro – Prof º Benedito Oliveira Filho
Secretário de Administração – Profº José Mamede Monroe
Secretário de Comunicação – Profº Maurício Rogério Serrão Silva
Secretária de Assuntos Jurídicos
Profª Maria da Conceição Belfort
Secretário de Esportes, Cultura e Lazer – Profª Ozana Mary Silva Nascimento
Secretária de Aposentados – Profª Alzira Madalena Campos
Secretária de Assuntos Educacionais – Profª Márcia Dutra
Secretária de Mobilização Sindical –
Profª Francinete Moura dos Santos

Conselho fiscal

Titulares:

Profª Izabel Cristina Pinto
Profª Marcia Regina de Carvalho Silva
Profª Orfisa Surama Pereira Nunes

Suplentes:

1º – Profª Ednilde Raposo Mendes
2º – Profª Flávia Baldez
3º – Profª Sílvia Regina Sousa Prazeres

1 comentário »

Mortes por dengue aumentaram 175% no Maranhão de 2010 a 2012

0comentário

O número de mortes por dengue aumentou 175% no Maranhão de 2010 a 2012, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde. Há dois anos, foram registrados apenas quatro óbitos no estado, contra 11 este ano. Em relação ao ano passado, houve redução de 42% do número de mortes. Em relação aos casos graves, foi verificada redução de 78% no triênio 2010/2012.

O Maranhão registrou quatro mortes por dengue em 2010, 19 em 2011 e 11 este ano. A quantidade de casos graves da doença contabilizados foi, pela ordem, de 198, 157 e 44, o que reflete a eficiência das ações de combate ao mosquito Aedes aegypti em todo o estado. O número total de casos da dengue registrados no Maranhão em cada um dos três anos caiu 20%: 6.8111, 11.427 e 5.463, respectivamente.

Segundo o Ministério da Saúde, o Maranhão foi uma das  24 unidades da Federação que apresentaram reduções importantes de casos graves de dengue em 2012.

Em comparação com o Nordeste, o Maranhão registrou redução mais significativa do número de casos graves: 78%, contra 62% verificados na região. Quanto aos óbitos, o resultado foi desfavorável: alta de 175%, contra queda de 2%.

Veja aqui o panorama completo da dengue no Brasil, incluindo dados do Maranhão, de 2010 a 2012.

sem comentário »

Provas do concurso da segurança pública serão aplicadas neste fim de semana

0comentário

As provas do concurso público promovido pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Gestão e Previdência (Segep), para a área de Segurança Pública serão realizadas neste sábado (1º) e domingo (2), em São Luís. No sábado (1º), das 14h às 19h, será aplicada a prova objetiva de múltipla escolha para o cargo de Delegado da Polícia Civil, enquanto que, a prova escrita discursiva, para o mesmo cargo, será realizada no domingo (2), também das 14h às 19h.

Para os cargos de Auxiliar de Perícia Médica Legal, Escrivão de Polícia, Farmacêutico Legista, Investigador de Polícia, Médico Legista, Odontolegista e Perito Criminal, a prova escrita objetiva de múltipla escolha e a prova escrita discursiva (exceto para Auxiliar de Perícia Médica Legal) serão realizadas no dia 2 de dezembro, de 14h às 19h.

Os postulantes aos cargos de soldado da Polícia Militar e soldado do Corpo de Bombeiros Militar fazem a prova escrita objetiva de múltipla escolha no domingo (2), de 8h às 12h.

Os candidatos que tiveram dúvidas quanto ao horário, local e a data da realização de suas provas, devem acessar o site da Fundação Getúlio Vargas (http://www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/maranhao12). No endereço eletrônico, estão disponíveis o Cartão de Informação de cada um dos candidatos, com informações referentes ao estabelecimento, endereço e sala em que irá realizar a prova, bem como as orientações para que cada candidato possa realizar os seus exames, sem transtornos.

Em umas das orientações, a FGV alerta que o candidato deverá comparecer ao local designado para a realização das provas com antecedência mínima de uma hora do horário fixado para o seu início, observando o horário oficial de São Luis/MA, munido de caneta esferográfica de tinta azul ou preta, comprovante de inscrição (Cartão de Informação impresso do site) ou comprovante de pagamento da taxa de inscrição e de documento de identidade original.

O não comparecimento implicará na eliminação automática do candidato. Ainda, de acordo com as normas do concurso público, não serão aplicadas provas em local, data ou horário diferentes dos predeterminados.

O candidato apenas poderá realizar a prova no local designado em seu Cartão de Informação, sendo vedada a realização da prova em qualquer outro local.

Também não será permitida, durante a realização das provas, a comunicação entre os candidatos nem a utilização de máquinas calculadoras e/ou similares, livros, anotações, réguas de cálculo, impressos ou qualquer outro material de consulta, inclusive códigos e/ou legislação, excetuando-se para o cargo de Delegado de Policia Civil, conforme procedimentos de consulta a material de apoio na prova discursiva, previstos no Edital de Concurso.

Será eliminado, o candidato que, durante a realização das provas, for surpreendido portando aparelhos eletrônicos, tais como bipe, telefone celular, walkman, agenda eletrônica, notebook, palmtop, receptor, gravador, máquina de calcular, máquina fotográfica, controle de alarme de carro, bem como relógio de qualquer espécie, óculos escuros ou quaisquer acessórios de chapelaria, tais como chapéu, boné e gorro.

Fonte: Secretaria Estadual de Comunicação (Secom)

sem comentário »

Dilma antecipa visita ao Maranhão para o dia 3

0comentário

Roseana Sarney e Dilma Roussef acertaram visita da presidente ao Maranhão em encontro recente, em Brasília

A governadora Roseana Sarney anunciou, nesta quarta-feira (28), a antecipação da visita da presidenta da República, Dilma Rousseff, ao Maranhão. Antes prevista para o dia 11 deste mês, a viagem acontecerá nesta segunda-feira (3). O roteiro ainda está sendo definido, mas estão previstas homenagens à presidenta, vistorias a obras nas áreas de saúde e infraestrutura portuária, além de uma visita a exposição comemorativa aos 400 anos de São Luís.

“Ficamos felizes com a notícia e estamos prontos para receber a presidenta, que quer vir ao Maranhão conhecer de perto as obras que estão sendo desenvolvidas em parceria pelos governos estadual e federal. Temos muitas realizações conjuntas no estado, e o desejo de vir aqui foi externado pela Dilma (Rousseff) quando estive em Brasília, no início deste mês”, declarou a governadora Roseana Sarney, que conversou por telefone, no início da manhã com a presidenta.

A chegada de Dilma Rousseff a São Luís está prevista para as 10h de terça-feira (3). O primeiro compromisso na cidade deverá ser uma solenidade no Palácio dos Leões, com presença de autoridades e convidados. Na ocasião, ela receberá medalhas comemorativas da governadora Roseana e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Arnaldo Melo.

No Palácio dos Leões, Dilma Rousseff também conhecerá uma exposição em celebração aos 400 anos de São Luís, com peças diversas criadas por artistas, designers e marcas reconhecidas em todo o mundo em homenagem ao quarto centenário da capital maranhense. No acervo, selo, livros, quadros, joias, sandálias, perfumes, latas de bebidas, roupas, sapatos, móveis e outros objetos inspirados nos encantos de São Luís.

Em seguida, a programação deve incluir visita a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) construída em São Luís e ao Porto do Itaqui, onde a presidenta, acompanhada da governadora Roseana, deve conhecer os serviços de construção do Terminal de Grãos do Maranhão (Tegram). Dilma Rousseff deve retornar a Brasília logo após a solenidade no Porto do Itaqui.

A presidenta Dilma confirmou a vinda ao Maranhão durante visita da governadora a Brasília, no dia 8 deste mês. No encontro, realizado no Palácio do Planalto, Roseana Sarney também tratou sobre a necessidade de mais investimentos em logística e estrutura, diante do número de empresas de grande porte que estão se instalando em diversas regiões do estado.

“A presidenta sempre foi muito solícita com o Maranhão. Temos certeza, que o maranhense receberá muitos mais benefícios fruto dessa parceria entre União e Governo do Estado”, destacou a governadora.

Fonte: Secretaria Estadual de Comunicação (Secom)

sem comentário »

TJ mantém reitor da Uema no cargo

1comentário

José Augusto Oliveira teve sua participação na eleição para reitor contestada, mas continuará no cargo por decisão do Tribunal de Justiça

O Pleno do Tribunal de Justiça (TJMA) concluiu, em sessão jurisdicional nesta quarta-feira (28), julgamento em que manteve José Augusto Silva Oliveira no cargo de reitor da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

A maioria do Plenário decidiu pela denegação de mandado de segurança impetrado pela professora Iva Souza da Silva, que havia concorrido ao cargo e pedia a realização de nova eleição, por considerar inválida a participação de José Augusto Oliveira e sua nomeação pela governadora do Estado, para o mandato 2011/2014.

Segundo o mandado de segurança, Oliveira não poderia participar da eleição, em razão de já ter assumido o cargo por duas vezes, considerando que a lei autoriza apenas uma recondução.

Ele foi eleito vice-reitor para o mandato 2003/2006, tendo assumido o cargo de reitor em março de 2006, devido à exoneração do titular Waldir Maranhão, eleito para o cargo de deputado federal.

Na eleição para o mandato 2007/2010 Oliveira concorreu e foi eleito, o que novamente aconteceu para o mandato 2011/2014, neste caso questionado pelo mandado de segurança como uma segunda recondução, proibida por lei.

O relator do processo, desembargador Raimundo Nonato Melo, considerou que o mandato 2007/2010 foi a primeira eleição legítima do reitor, e a eleição para 2011/2014 a primeira recondução ao cargo.

No entendimento de Melo, quando assumiu o mandato de deputado federal, Waldir Maranhão ficou afastado do cargo de reitor, passando a responder provisoriamente o vice-reitor, José Augusto Oliveira. Dessa forma, por não se tratar de exercício definitivo do cargo, estaria autorizada a candidatura de Oliveira nas próximas eleições para o cargo de reitor, e uma subsequente recondução, como de fato ocorreu.

“Supondo-se que o reitor eleito desistisse do mandato de deputado federal, Waldir Maranhão retornaria ao cargo de reitor da UEMA e José Augusto Oliveira ao seu lugar de vice-reitor. Sendo assim, poderia se candidatar nas próximas eleições ao cargo de reitor e subsequente a uma recondução”, ressaltou o relator.

O voto de Melo foi seguido pela maioria do Plenário, contra a divergência inaugurada pelo desembargador Joaquim Figueiredo, que acatava o pedido de anulação e determinava a realização de nova eleição sem a participação do atual reitor.

Fonte: Tribunal de Justiça

Foto: Flora Dolores/O Estado do Maranhão

1 comentário »

Guerra contra o crack

0comentário

Já passou da hora de as autoridades se mobilizarem de forma mais efetiva para combater essa verdadeira praga que é o crack. A operação realizada ontem no trecho do João Paulo batizado de cracolância, por concentrar grande número de viciados, certamente não extinguirá o drama vivenciado naquela área, muito menos muitas outras áreas da cidade onde a situação se repete. Mas, se forem realizadas com frequencia e de forma eficiente, terão, com certeza, um retorno positivo.

As imagens de dependentes químicos sendo conduzidos à força por policiais aos veículos que os levarão aos Centro de Atenção Psicossocial (Caps) são chocantes, mas sua exibição é necessária. Além do caráter repressivo, essas operações podem ter um efeito educativo, pois dão aos demais dependentes a verdadeira dimensão de sua tragédia pessoal e de suas famílias.

Todos os usuários de crack guardam um traço em comum: a indignidade. Não por culpa própria, mas por perderem a autonomia sobre suas atitudes e procedimentos, tamanho o grau de dependência e a devastação causada pela droga em suas mentes.

Os governantes devem intensificar as ações de combate ao vício, que se prolifera velozmente em todas as classes sociais, a ponto de ter-se consolidado como um dos males mais danosos à sociedade contemporânea. Trata-se, lamentavelmente, de uma corrida contra o tempo.

Foto: Douglas Jr./O Estado do Maranhão

sem comentário »

ANJ repudia assassinato de jornalista

0comentário

Eduardo Carvalho foi mais um jornalista assassinado no Brasil

A Associação Nacional de Jornais (ANJ) repudia veementemente o assassinato de Eduardo Carvalho, editor-chefe do site Última Hora News, ocorrido no dia 21 último. Jornalista e ex-policial militar, Carvalho foi atingido por cinco tiros quando chegava em sua casa, no bairro Giocondo Orsi, em Campo Grande (MS).

Diante das evidências de que o crime tenha sido decorrência das denúncias sobre arbitrariedades e corrupção envolvendo policiais, divulgadas na coluna que assinava no site, a ANJ insiste junto às autoridades para que apurem com presteza as circunstâncias do assassinato.

Brasília, 27 de novembro de 2012.

Francisco Mesquita Neto
Vice-Presidente da ANJ
Responsável pelo Comitê de Liberdade de Expressão

sem comentário »

Interesse misterioso

0comentário

Na plateia, Vidigal ouve atentamente discurso de Roseana sobre o atual momento da economia do Maranhão

Despertou curiosidade a presença do ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Edson Vidigal e de sua esposa, a ex-secretária de Segurança Cidadã Eurídice Vidigal, no seminário “Maranhão: Oportunidade de Investimento”, promovido pelo Governo do Estado, em parceria com o jornal Valor Econômico, no Hotel Luzeiros, na manhã desta terça-feira.

O casal acompanhou atentamente as explanações sobre os grandes empreendimentos em execução no Maranhão, inclusive o discurso proferido pela governadora Roseana Sarney, que destacou os avanços registrados na economia do estado durante sua gestão.

Casal assistiu a todo o seminário “Maranhão: Oportunidade de Investimento”

Habituados à proximidade com o poder, os Vidigal mergulharam no mais profundo ostracismo depois da cassação do falecido ex-governador Jackson Lago, em cuja gestão exerceram forte influência.

Difícil entender, agora, a presença do casal no seminário, pois, até onde se sabe, marido e esposa não têm qualquer envolvimento com o mundo empresarial. Uma explicação possível seria um suposto interesse em montar um negócio, aproveitando-se do cenário positivo criado na gestão de Roseana, a quem fazem ferrenha oposição.

Como quaisquer cidadãos, os Vidigal têm todo o direito de buscar informações sobre o atual momento da economia do Maranhão para, quem sabe, investir dinheiro.

A menos que tenham comparecido ao evento apenas na condição de “observadores”, a serviço de alguma corrente política antagônica ao grupo liderado pela governadora.

Fotos: Biné Morais/O Estado do Maranhão

sem comentário »