MELASMA SOB NOVA VISÃO

2comentários

 

Em nossa prática médica diária uma das alterações cutâneas mais comumente encontrada é o melasma.Vários tratamentos já foram propostos,utilizados e muitos deles abandonados pela baixa eficácia.

Os estudos da cosmetologia aplicada as manchas e hiperpigmentações da pele mostram avanços que só vem contribuir para um controle e profilaxia dessas alterações da pele.

O melasma é uma discromia cutânea caracterizada pela presença de manchas marrom-enegrecidas,muitas vezes,violáceas na região frontal,malar,nasal e peri labial.Tem como causa inúmeros fatores entre os mais importantes estão a predisposição genética,alterações hormonais,principalmente pelo estímulo do MSH e o importante dano causado pela radiação ultravioleta tanto UVA quanto UVB.Estas causam reações de oxidação pelo aumento de radicais livres,determinando,então,um aumento na síntese dos melanossomos nos melanócitos e maior transferências destes para os queratinócitos.

O melasma,por se tratar de discromia crônica e recorrente,principalmente após as exposições solares merece uma atenção especial.Cada paciente responde de maneira,muitas vezes,diferente ao tratamento.

A utilização da fotoproteção,ácidos despigmentantes,vitamina C e corticóides estão entre as principais armas na terapia tópica dessa alteração cutânea.Isto sem se falar dos peelings a laser que também vem sendo usados nos últimos tempos.

 

Na Europa há muitos anos se usava o pycnogenol como agente nos distúrbios circulatórios vasculares.As pesquisas mostraram que este princípio ativo tem ação antioxidante portanto tem a capacidade de reagir com os agentes oxidantes,como por exemplo,os radicais livres,inativando-os e promovendo efeitos benéficos na pele e no sistema circulatório.

O Pycnogenol é um medicamento fitoterápico que pertence a classe farmacológica dos plavonóides,substâncias que possuem alto poder antioxidante.Tendo em sua composição extrato seco de cascas de Pinus pinaster ,árvore que alcança 20 a 35 metros de altura,originária do sudoeste da Europa e Norte da Àfrica e localiza-se nos litorais atlânticos da península Ibérica e da França.O tronco esta coberto por uma casca espessa,rugosa de cor castanho avermelhada.

Nesse extrato esta presente uma combinação de flavonóide com alto poder antioxidante,atuando de maneiras distintas:

Varredura de radicais livres

Agem neutralizando a ação dos radicais livres,reduzindo o processo de síntese de melanina e consequentemente,o melasma e hipercromia pós inflamatória.

Inibição da enzima tirosinase

Diminuindo também a síntese da melanina e a formação do melasma.

Aumenta a resistência

Protege o endotélio e diminui a permeabilidade vascular diminuindo a fragilidade,eritema e edema da área afetada.

Inibe a ação da metaloproteinase

Enzima responsável pela degradação do colágeno e elastina,estimulando então a sua maior produção,promovendo uma maior cicatrização,e restauração cutânea.

A indicação do Pycnogenol na profilaxia e controle do melasma obviamente associada ao tratamento tópico adequado,veio em decorrência dos estudos da ação desse princípio ativo sobre o endotélio dos vasos onde tem ação protetora como vimos anteriormente.

Dessa maneira o Pycnogenol pode ser indicado no pré e pós procedimento em terapias que envolvam não só a necessidade de reparo rápido como também a diminuição de possível hiperpigmentação e eritema pós inflamatório:Entre essas terapias,o laser,a luz pulsada e os peelings médios e profundos estão entre as suas maiores indicações.

Concluindo queremos mostrar que a forma combinada dessas terapias (tópica e sistêmica)pode levar a um maior sucesso terapêutico dessa importante alteração cutânea,e o diálogo aberto com os pacientes para explicar as expectativas realistas e a orientação de um tratamento de manutenção tem sido a melhor orientação.

Procure o seu médico Nutrólogo e com conhecimentos de Cosmetologia Estética para maiores informações e se for o seu caso receber um projeto de tratamento individualizado para o seu caso.

Pedro Brito – médico nutrólogo e com formação em estética aplicada à medicina.MELASMA

Harmonia Clinica de medicina, cirurgia plástica e Nutrologia.

 

2 comentários para "MELASMA SOB NOVA VISÃO"


  1. Heurenita

    Acabei de ler a materia. Porém já fiz de tudo e sem sucesso. gostaria de maiores informações de como tratar essas manchas. aguardo anciosamente. abraços.

    • Pedro Brito

      melasma tem controle , mas quem o tem sempre o vai ter. os cremes e os medicamentos do arsenal que dispomos devem ser cuidadosamente indicados para cada caso de forma especifica. o contato da clinica é 32359292 com Alekssandra,

deixe seu comentário