Parceria entre Criolo e Ivete acaba em disco

0comentário

Em tempos de um mercado globalizado e um capitalismo cada vez mais selvagem, o discurso de progressistas, revolucionários de “plantão” e a realidade de mercado não combinam na maioria das vezes. Isso serve para todos os “nichos” profissionais, especialmente, para quem aposta na música como ferramenta exclusiva de trabalho. Pra quem quer viver de arte como uma profissão prazerosa, que pode lhe garantir uma estabilidade financeira, conforto, sobrevivência e liberdade de expressão com mais consistência, a iniciativa privada determina que é necessário deixar os rótulos, preconceitos de lado e aceitar, em algumas circunstâncias, as condições de que os opostos se atraem no mundo moderno. O que resta é cada qual compreender o discurso, sem perder a sua essência de ser. Embora com características pessoais e artísticas bem diferentes, Criolo e Ivete Sangalo entenderam o recado do projeto “Nívea Viva”.

Criolo e Ivete Sangalo. Foto: Divulgação

Criolo e Ivete Sangalo. Foto: Divulgação

Enfim, se a combinação a um primeiro momento soa inusitada e desagrada, principalmente, os fãs de Criolo e Ivete Sangalo, achando que os dois não têm algo em comum, a iniciativa privada afirma que no palco a parceria entre os dois funcionou bem. Ivete e Criolo reuniram no último show da turnê deste ano, do projeto Nívea Viva, cerca de 180 mil pessoas, no dia 28 de junho deste ano, na Praça Heróis da FEB, em São Paulo. No repertório dos dois, um tributo a Tim Maia (1942-1998). (uma sacada inteligente e mercadólogica). Saber se vai vingar ou depende da sua audição.

Retomada

A versão 2015 do projeto Nívea Viva foi apresentado em especial para convidados, no dia 31 de março deste ano, no Vivo Rio, no Rio de Janeiro. Depois de homenagear Elis Regina, Tom Jobim e o samba, chegou a vez da série de shows gratuitos relembrar os grandes sucessos do lendário soulman Tim Maia, através da cantora Ivete Sangalo e do rapper Criolo.

Intercalando duetos e números solo, os intérpretes trafegam pelas diversas fases da carreira do cantor e compositor carioca com performances vigorosas, porém respeitosas com o legado de Tim e capaz de agradar os fãs das duas vertentes principais da obra do “síndico” – seja com as canções “esquenta-sovaco”, prontas para colocar multidões para dançar, ou com as “mela-cueca”, ideais para embalar romances ou desilusões amorosas.

Os shows têm a direção Mônica Gardenberg. O projeto Nívea Viva Tim Maia passou, gratuitamente, por Porto Alegre (RS), Recife (PE), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP). Infelizmente, não passou por São Luís, uma capital turística, sempre, fora de rota de eventos dessa natureza.

O Disco

O encontro entre Ivete Sangalo e Criolo rendeu o álbum de estúdio “Viva Tim Maia”, com lançamento previsto para agosto. Após a turnê com o repertório de canções de Tim, numa turnê que reuniu quase um milhão de expectadores, os artistas decidiram gravar algumas faixas que foram interpretadas nas apresentações.

O álbum tem a produção musical de Daniel Ganjaman, que também produziu o show, e será lançado no dia 7 de agosto. A partir de 10 de julho, os fãs poderão ouvir três faixas em serviços de streaming.

Sem comentário para "Parceria entre Criolo e Ivete acaba em disco"


deixe seu comentário