Educação à distância e pessoas com deficiência 

0comentário

Para ofertar melhores condições de acessibilidade às pessoas com deficiência na área de educação à distância, a Universidade Estadual do Maranhão (Uema) está criando condições de acessibilidade no seu ambiente virtual de aprendizagem.

O início dos trabalhos será em parceria com a Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), que é referência em acessibilidade para pessoas com deficiência na área de educação à distância

A Unesp ministrará uma formação, de 6 a 8 deste mês, para os colaboradores do Núcleo de Tecnologias para Educação da Uema, a UemaNet, que trabalha produção de tecnologias educacionais. O tema é Educação Inclusiva e Gestão de Equipes Visando a Acessibilidade.

Durante os três dias profissionais do Núcleo de Educação à Distância da Unesp discutem, com técnicos da Uema, “Sensibilização da equipe Uema para a educação inclusiva” e “Gestão de Cursos acessíveis: desafios na organização de equipes multidisciplinares para a incorporação da cultura inclusiva e de acessibilidade”.

Com dados da Secap/Governo do Maranhão

 

 

 

sem comentário »

USP, de novo, entre as melhores do mundo

0comentário

A Universidade de São Paulo (USP) continua sendo a instituição de ensino superior do Brasil que alcança as melhores colocações em rankings mundiais.

O QS World University Ranking by Subject classificou a USP, em lista divulgada este mês, entre as duzentas melhores universidades do mundo em 38 das 42 áreas de concentração avaliadas.

O destaque foi a área de Odontologia, na qual a Universidade alcançou o 9º lugar, sua melhor colocação.

A USP ficou entre as 50 melhores do mundo nas áreas de Agricultura e Silvicultura (26ª), Antropologia (34ª), Engenharia de Minérios e Minas (36ª) e Ciência Veterinária (38ª).

As áreas de Antropologia e Engenharia de Minérios e Minas participam do ranking pela primeira vez.

Em 25 áreas a USP ficou entre a 51ª e a 100ª posição; em sete áreas, entre as 150 melhores; e, em uma área, entre as 250 melhores.

Harvard e MIT, as melhores do mundo

A Universidade de Harvard e o Massachusetts Institute of Technology (MIT), as duas dos Estados Unidos, continuam ocupando as primeiras posições, liderando em 12 áreas de concentração, cada uma.

Quacquarelli Symonds é uma organização britânica de pesquisa em educação especializada em instituições de ensino superior.

O ranking avaliou 4.226 universidades do mundo inteiro, em 42 áreas de concentração, seis áreas a mais do que na edição de ano passado.

As listas foram divididas em cinco grandes áreas: Artes e Humanidades, Engenharia e Tecnologia; Ciências da Vida e Medicina; Ciências Naturais; e Ciências Sociais e Administração. Confira, na tabela a seguir, as classificações obtidas pela Universidade nas 39 áreas de concentração.

Veja abaixo a posição da USP por áreas do conhecimento

 

Artes e Humanidades

Arquitetura 37ª
Arte e Design 51-100ª
Artes Cênicas 51-100ª
Filosofia 51-100ª
História 51-100ª
Língua Inglesa e Literatura 201-250ª
Línguas Modernas 51-100ª
Linguística 101-150a

Engenharia e Tecnologia

Ciências da Computação e Sistemas de Informação 51-100ª
Engenharia Civil 51-100ª
Engenharia Elétrica e Eletrônica 101-150ª
Engenharia Química 51-100ª
Engenharia Mecânica, Aeronáutica e de Produção 51-100ª
Engenharia de Minérios e Minas 36ª

Ciências da Vida e Medicina

Agricultura e Silvicultura 26ª
Ciência Veterinária 38ª
Ciências Biológicas 101-150ª
Enfermagem 51-100ª
Farmácia e Farmacologia 51-100ª
Medicina 51-100ª
Odontologia
Psicologia 101-150ª

Ciências Naturais

Ciências Ambientais 51-100ª
Ciências da Terra e do Mar 51-100ª
Ciências dos Materiais 101-150ª
Física e Astronomia 51-100ª
Geografia 51-100ª
Matemática 51-100ª
Química 101-150ª

Ciências Sociais e Administração

Administração 101-150ª
Antropologia 34ª
Contabilidade e Finanças 51-100ª
Comunicação 51-100ª
Direito 51-100ª
Economia 51-100ª
Educação 51-100ª
Estatística e Pesquisa Operacional 51-100ª
Política e Estudos Internacionais 51-100ª
Sociologia 51-100ª

 

Com dados da Sala de Imprensa da USP

sem comentário »

Professor de música da Ufma é premiado e vai ao Canadá

0comentário

 

Professor de musica no Canadá 1

O professor Paulo Rios Filho, do curso de Licenciatura em Linguagens e Códigos, habilitação em Música, do Campus da Universidade Federal do Maranhão (Ufma) do município de São Bernardo, foi um dos premiados na Convocatória de Ajuda a Compositores para Residências Artísticas e vai estudar no Canadá.

A convocatória é promovida pelo Programa de Fomento das Músicas Ibero-americanas. Ele foi um dos quatro brasileiros selecionados.

Professor de musica no Canadá 2

 

No Instituto de Cultura “The Banff Centre”, na cidade de Banff, no Canadá, este mês e em abril, Paulo Rios vai trabalhar na composição da primeira música da série “Ramos”, envolvendo o universo das rezadeiras do Nordeste do Brasil.

A obra foi encomendada pela pianista brasileira Luciane Cardassi, que vive no Canadá.

Paulo Rios Filho é graduado, mestre e doutor pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).

Entre seus vários prêmios, o ganho com a peça “Choro de Estamira”, no Brazilian Composers Competition, na Holanda.

Tem obras apresentadas na Holanda, Portugal, Argentina, Rússia, Venezuela, Alemanha e Estados Unidos.

Professor de musica no Canadá 3

sem comentário »

Chocolate aprimora desempenho do cérebro

0comentário

Chocolate faz bem para o cérebro

Análises de uma pesquisa americana, realizada na Austrália, sugerem que há uma ligação entre o consumo de qualquer tipo de chocolate e melhorias no funcionamento do cérebro.

Foi examinado que o consumo habitual de chocolate esta associado à função cognitiva (funcionamento do cérebro – memória, concentração, raciocínio, processamento da informação) em um grande universo de pessoas pesquisadas.

Elas comeram o chocolate pelo menos uma vez por semana e tiveram um melhor desempenho em múltiplas tarefas cognitivas, se comparados àqueles que comiam chocolate menos de uma vez por semana.

Entre os aspectos analisados estavam memória verbal, memória visual e espacial, organização e raciocínio abstrato, além da habilidade de recordar uma lista de palavras ou onde um objeto foi colocado.

De acordo com dados incluídos em reportagem da BBC de Londres, existe uma crença histórica envolvendo os benefícios do chocolate, mas baseada apenas na experiência e observação. Agora a ciência está começando a identificar bases para estas crenças.

O chocolate e os flavonoides do cacau eram associados à melhoria em uma série de problemas de saúde que vinham desde tempos antigos e os benefícios cardiovasculares já tinham sido estabelecidos.

Antes os pesquisadores davam mais ênfase ao chocolate amargo, desta vez não importa se o chocolate consumido é o mais escuro ou ao leite.

A maioria das pesquisas se concentrou nos efeitos intensos do chocolate amargo ou das bebidas ricas em cacau. Isso acontecia porque o chocolate amargo tem mais flavonoides do que o chocolate ao leite.

Apesar do entusiasmo ainda não se sabe a causa exata da melhora no desempenho do cérebro.

 

Com dados da BBC de Londres

sem comentário »

A fotografia de Claudia Andujar

0comentário


Claudia Andujar 3

Claudia Andujar é uma das mais importantes referências da fotografia do Brasil.

O trabalho fotográfico dela com a cultura dos índios Yanomami é reconhecido internacionalmente.

Principalmente a forma simbólica que ela criou para traduzir a religiosidade desse povo amazônico.

A fase antropológica de Andujar

Imagem da fase em que Claudia Andujar morou com os índios Yanomami

Mas, o que está em cartaz no Instituto Moreira Salles, no Rio de Janeiro, é outra fase da trajetória profissional de Claudia Andujar, anterior ao universo Yanomami.

São fotografias experimentais que ela produziu nas décadas de 1970 e 1980.

Claudia Andujar 2

Entre as imagens, o cotidiano de quatro famílias de contextos muito distintos: uma baiana dona de uma próspera fazenda de cacau, uma da classe média paulista, uma de pescadores caiçaras isolada em uma praia de Ubatuba (SP) e uma mineira religiosa.

Cláudia Andujar

Claudia Andujar nasceu na Suíça, em 1931. Fixou residência em São Paulo, em  1957, naturalizando-se brasileira.

sem comentário »

Escola pública de tempo integral no Maranhão

0comentário
KGÊ_Inauguração do IEMA  (28) - menor

governador Flávio Dino na solenidade de inauguração do Iema

Em um belo imóvel do centro histórico de São Luís, onde funcionou o Colégio Marista, o Governo do Maranhão instalou o Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema), uma escola pública de tempo integral.

A inauguração, nesta segunda-feira (7), teve a presença do ministro da Educação, Aloizio Mercadante; do governador Flávio Dino; e do secretário de Estado de Ciência Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré.

O prédio do Marista passou por ampla reforma para ofertar os cursos de Eventos, Informática, Meio Ambiente e Serviços Jurídicos, cada um com 40 vagas conjugado com a formação no Ensino Médio.

O Iema Marista é primeira unidade, de um total de 23, que o Governo do Maranhão efetivará. As próximas a serem inauguradas são as dos municípios de Bacabeira e Pindaré-Mirim.

Todas utilizarão uma metodologia que contempla o ensino em tempo integral.

Com dados da Secap

 

sem comentário »

Flávio Dino na Universidade Ceuma

0comentário
Flávio Dino no Ceuma

Governador durante a aula inaugural

O governador Flavio Dino ministrou, na noite de terça-feira (1º), a aula magna do curso de Direito da Universidade Ceuma para uma plateia de alunos e professores.

O tema foi ligado as principais mudanças que devem ocorrer com o novo Código de Processo Civil (CPC), que entrará em vigor até 18 deste mês.

Flávio Dino tem mestrado em Direito, é ex-juiz federal e professor licenciado do curso de Direito da Universidade Federal do Maranhão (Ufma).

Flávio Dino no Ceuma 2

Governador com estudantes da Universidade Ceuma

O convite para o governador ministrar a aula veio dos estudantes, por meio do Centro Acadêmico de Direito. Flávio Dino agradeceu a indicação e definiu o momento como uma excelente oportunidade de reviver o ofício da docência.

O novo Código de Processo Civil (CPC) foi sancionado pela presidente Dilma Rousseff no ano passado. “É uma lei moderna que fixa novos direitos para as partes e novas prerrogativas para os juízes, de modo que inovadora e merece atenção da comunidade jurídica”, explicou o governador.

Com dados e fotos da Secap/Governo do Maranhão.

 

sem comentário »

Celebridade do MA que o maranhense desconhece

2comentários

O colégio Liceu Maranhense recebeu, na semana passada, a Exposição “Miguel Vieira Ferreira” com informações envolvendo um abolicionista maranhense do século XIX, conhecido no Brasil e desconhecido no Maranhão.

A exposição percorreu outras cidades brasileiras. Reúne poemas, discursos, fotos, livros e homenagens recebidas pelo abolicionista em vários estados e no exterior.

Miguel Vieira Ferreira nasceu em São Luís, em 1837, e estudou no Liceu Maranhense.

Marcou sua trajetória de vida pelo desejo de liberdade. Defendeu a República, foi jornalista, engenheiro, matemático e físico.

Para os que defendem, hoje, a educação profissionalizante, ele foi um dos primeiros, no Brasil, ao defender uma educação vinculada ao trabalho.

Fundou a Igreja Evangélica Brasileira

Foi um pioneiro na educação da mulher no Brasil.

Morreu no Rio de janeiro 1895.

Escolas e ruas, em várias partes do Brasil, recebem o seu nome.

 

2 comentários »

Samsung lança smartphones com câmara 360 graus

0comentário

Gerentes da empresa coreana Samsung apresentaram, neste início de semana, na cidade de Barcelona, na Catalunha (região autônoma anexada a Espanha) a mais recente geração da família Galaxy de smartphones.

Os modelos Galaxy S7 e ‘S7 edge’ incorporam avanços na câmara, na bateria e da capacidade de processamento.

Os Galaxy S7 surgem com uma maior capacidade de processamento (Octa core 2.3GHz+1.6GHz e Quad core 2.15GHz+1.6GHz).

As baterias mais duráveis. No S7, a capacidade é de 3,000 mAh; e no S7 edge, 3,600 mAh. As duas são carregáveis com e sem fios.

Parceria Samsung e Facebook

Samsung e Zuckerberg casam virtual

Público presente ao lançamento utilizou óculos de realidade virtual

Numa apresentação transmitida em 360º para os utilizadores dos óculos de realidade virtual Gear VR e para os espectadores presentes em Barcelona, a quem foram igualmente distribuídos estes acessórios, a Samsung revelou uma câmara esférica capaz de produzir vídeos panorâmicos e difundi-los em tempo real.

A Gear 360 cabe na palma de uma mão e, tal como os óculos Gear VR, privilegia a integração com o S7.

No esforço de massificação da tecnologia de realidade virtual, a Samsung conta com uma parceria privilegiada com o Facebook.

O preço do S7 ainda não foi revelado.

Com dados do Jornal Público, de Portugal.

sem comentário »

Ufma contra o Aedes aegypti

0comentário
IMG_0063

Reitora Nair Portela (ao centro de crachá) e demais autoridades durante a campanha de combate ao mosquito

A Universidade Federal do Maranhão (Ufma) promoveu ações de combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor de vírus causadores das doenças dengue, chikungunya e zika.

Houve distribuição de panfletos indicando formas de combate ao mosquito, na entrada do campus da Ufma, no bairro do Bacanga, em de São Luís, e ações em bairros do entorno.

DSC_0114

Criança recebe panfleto com informações sobre como combater o mosquito

 

DSC_0008

jovens que receberam informações de como combater o mosquito

No bairro da Vila Embratel, ação como a distribuição de panfletos teve a presença de autoridades municipais, estaduais e federais que uniram forças para fortalecer a importância do combate ao mosquito.

A reitora da Ufma, Nair Portela, frisou o empenho da universidade em desenvolver ações que ultrapassem os muros da instituição, na busca por resultados que melhorem a vida da sociedade.

A ministra da Igualdade Racial e Direitos Humanos, Nilma Lino Gomes, que esteve em ações, em São Luís, contra o mosquito, destacou o fator educação como ponto fundamental para o sucesso da mobilização nacional contra o mosquito.

IMG_0032

Mobilização descontraída contra o mosquito

IMG_9942

Distribuição de panfletos na entrada do campus da Ufma, no bairro do Bacanga, em São Luís

IMG_9973

Com dados da Ascom/Ufma

sem comentário »