65 mil pessoas na Semana de Ciência e Tecnologia

0comentário

Com um público visitante de cerca de 65 mil pessoas e a realização de cerca de 1.900 atividades, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no Maranhão encerrou sua programação cientifica neste domingo (25). O encerramento teve a presença do governador Flávio Dino e do secretário de estado de Ciência, tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré.

Pela “Cidade da Ciência”, montado em frente à Praça Maria Aragão, em São Luís, passaram criança, jovens, adultos e pessoas da terceira idade. Foram 1655 trabalhos recebidos de vários municípios do Maranhão. 

Entre os participantes, o  neurocientista Miguel Nicolelis que coordenou a equipe responsável pelo exoesqueleto que foi destaque na Copa do Mundo em 2014, e o médico Uruguaio Rodolfo Silveira Malvasio, com cerca de 40 trabalhos internacionais publicados em ciência e tecnologia.

Presentes, também, a bióloga Alicia Basso, da Universidade de Buenos Aires,  especialista em genética; Gina Gotthilf, da empresa Duolingo, considerada uma das mulheres mais poderosas no mundo das Startups; e Flávio Comin, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e palestrante do Circulo da matemática. renomados.

Números da Semana

Público: 65 mil pessoas

Apresentações de Pôsteres: 700

Conferências: 50

Minicursos: 20

Oficinas: 10

Workshop e encontros: 06

Exposições e apresentações: 12

Apresentações de filmes: 80

Mesas-redondas: 12

Ciclo de palestras SBPC: 06

Livros Lançados: 12

Sessões do Planetário: 108

Instituições Parceiras: 21

Stands geral: 86

Credencias: 745

sem comentário »

Semana de Ciência e Tecnologia começa hoje

0comentário

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia vai atrair a atenção de milhares de pessoas, principalmente estudantes e professores, a partir desta segunda feira (19) até o dia 25, na “Cidade da Ciência”, que o Governo do Estado ergueu na Praça Maria Aragão, em São Luís.

Hoje, as 18h30, governador Flávio Dino e o secretário de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré fazem a entrega do Prêmio Mais IDH para CT&I/Medalha Eduardo Campos.

Também recebem prêmios os vencedores do concurso de Redação e Desenho,

Antes da abertura haverá uma recepção de acolhida com apresentação teatral do Grupo Grita, às 17h00, na concha acústica da Praça Maria Aragão.

Depois da abertura, Miguel Nicolelis, o neurocientista que permitiu que um deficiente físico desse o chute de abertura da última Copa do Mundo, irá proferir a conferência magna de abertura no auditório ‘Luz’.

Simultânea à palestra, no PraCine – primeiro cinema instalado na Maria Aragão, os visitantes poderão assistir a exibição dos filmes maranhenses Chiaroscuro 7’ e Luíses 75’.

Na sequência, um “show de luzes” tomará conta da Praça Maria Aragão, será a hora do Vídeo Mapping, técnica de projeções com luz feitas em superfícies irregulares que podem ser feitas a 360°.

A primeira noite da Semana de CTI no Maranhão será encerrada ao som de Rosa Reis, às 21h, e nos passos do Boi de Morros, às 23h.

Entre as palestras, destaque durante a semana, à participação de Gina Gotthilf, chefe de desenvolvimento internacional e marketing do Duolingo – aplicativo que auxilia no aprendizado de línguas estrangeiras.

Para debater tecnologias aeroespaciais, o professor doutor em Engenharia, Areolino de Almeida Neto, do departamento de Eletricidade da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), é presença confirmada no III Workshop de Engenharia Aeroespacial.

São presenças confirmadas também, a doutora em Ciências Biológicas pela Universidade de Bueno Aires, Alicia Basso; e o uruguaio Rodolfo Silveira Malvasio, professor doutor em Medicina e Ciências, com mais de 40 trabalhos publicações internacionais na área de ciência e tecnologia.

Com dados da Secom/Governo do Maranhão
sem comentário »

Crise na Mineração

0comentário

Crise na mineração na América Latina

Matéria de destaque na BBC de Londres mostra a crise no setor de mineração na América latina.

A América Latina acaba de viver uma década de bonança na mineração que despertou esperanças de riqueza como poucas vezes em sua história, embalada pelo que parecia ser uma inesgotável demanda chinesa por cobre, carvão e outros minérios.

Mas a bonança terminou.

A economia da China demonstrou ser, como todas as outras, ou seja, uma economia de altos e baixos.

E a redução recente do apetite chinês levou a uma freada brusca nos planos de investimento e venda de projetos multimilionários de mineração em países latino-americanos.

A Glencore, uma gigante global desta indústria, anunciou que está vendendo a mina de Lomas Bayas, no Chile. Um caso que não é único em meio ao ajuste do setor diante da queda de preços internacionais de muitos produtos básicos.

A América Latina tornou-se nestes anos um dos epicentros globais da mineração, recebendo 27% do total de investimentos em exploração, segundo o Banco Mundial.

Banco Mundial afirma que um só país, o Chile, recebeu dividendos da mineração da ordem de US$41 bilhões (R$ 155,8 bilhões) em 2011, ou 19% de seu Produto Interno Bruto (PIB). O Peru recebeu US$17 bilhões e a Bolívia, US$ 1,3 bilhão. Estes países tem na mineração a maior fonte de receitas.

No Brasil e no México, que têm uma economia mais diversificada, o valor recebido estão longe de serem desprezíveis. No Brasil, por exemplo, a receita gerada pela mineração alcançou US$67 bilhões, ou 3% do PIB.

Apesar da desaceleração, o Banco Mundial espera que os novos investimentos para a região até 2020 cheguem a US$200 bilhões.

 

sem comentário »

Tem Semana de Ciência e Tecnologia este mês

0comentário

banner

A área da Praça Maria Aragão, em São Luís, está recebendo os últimos retoques para a realização da Semana de Ciência e Tecnologia, de 19 e 25 deste mês.

O tema, este ano, é “Luz, Ciência e Vida”.

O Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, está cuidado de todos os detalhes para receber um grande público.

O foco são estudantes e professores de escolas do Estado, municípios e das particulares, dos ensinos fundamental, médio e universitário.

“O governador Flávio Dino, em sua gestão à frente do Estado do Maranhão, pensa ciência, tecnologia e Inovação como ferramentas imprescindíveis para que a sociedade maranhense tenha pleno acesso aos bens que lhe proporcione qualidade de vida plena. E é dentro deste espírito que se realizará a feira” afirma o secretário de Estado de Ciência, tecnologia e Informação, Bira do Pindaré.

sem comentário »

Uema oferece cursos abertos

0comentário

A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) está oferecendo dois cursos abertos: Gestão com Pessoas e Marketing Varejo.

O acesso é feito pelo site www.cursosabertos.uema.br. O participante deve se cadastrar criando um perfil e escolhendo o curso que deseja fazer.

No site podem ser encontrados os seguintes cursos: Negociação, Bioética, Empreendedorismo e Dificuldades de Aprendizagem, atualmente com mais de 10 mil participantes nacionais e internacionais. E

m breve estarão disponíveis: Ética Profissional, Princípios da Mineração e Relações Internacionais. Até o final do ano, a ideia é disponibilizar mais 10 cursos.

Saiba mais sobre os cursos

Gestão com Pessoas

Tem carga horária de 60 horas e é voltada para a área de Administração. Tem como objetivo identificar os subsistemas do Sistema de Gestão com Pessoas na Administração, seus aspectos legais e éticos, suas tendências e desafios, as práticas de recrutamento e seleção, administração de pessoal, treinamento e desenvolvimento e as abordagens da liderança com as competências e habilidades de um líder, integrados aos objetivos de conquistar, manter e desenvolver pessoas e profissionais.

Os assuntos discutidos no curso são: introdução à gestão com pessoas; subsistemas e práticas de gestão com pessoas; liderança, competências e gestão de equipes.

Marketing e Varejo

Carga horária de 60 horas e é voltada para a área de Administração. Tem como objetivo compreender os aspectos conceituais, metodológicos, processuais e decisórios que envolvem a gestão de marketing e sua aplicação no varejo. Os assuntos discutidos no curso são: fundamentos do marketing; mercado e comportamento do consumidor; compreendendo o varejo; o composto de marketing; gestão de marcas no varejo.

sem comentário »

Jovem do Nepal ajudou na descoberta água em Marte

0comentário

Água em Marte nepalês

Lujendra Ojha, 25 anos, nascido no Nepal, ajudou na descoberta de água salgada no planeta Marte, anunciada, esta semana, pela Nasa, a empresa espacial dos Estados Unidos.

O Nepal é pequeno país da Ásia, encravado nas Cordilheiras do Himalaia, entre a Índia e a China.

Cientistas afirmam que manchas escuras observadas na superfície de Marte podem estar ligadas à existência de água corrente durante o verão no planeta. As manchas se formam no fim da primavera, aumentam no verão e somem no outono.

Em 2011, estudando nos EUA e com 21 anos, Lujendra Ojha publicou pesquisa sugerindo que as manchas escuras em declives marcianos poderiam ser causadas por cursos de água salgada, que correriam durante o verão no planeta.

Ele formulou a hipótese a partir de análises de imagens feitas pela High Resolution Imaging Science Experiment (HiRISE), uma das câmeras do satélite Mars Reconnaissance Orbiter (MRO).

Em abril de 2015, a Nasa afirmou que as imagens feitas pelo satélite haviam oferecido pistas de que a teoria de Lujendra poderia estar correta.

Nesta segunda-feira  (28), um estudo do nepalês confirmando a hipótese foi divulgado na publicação científica Nature Geoscience e anunciado pela agência espacial americana.

Atualmente, Lujendra Ojha é estudante de PhD em ciência planetária no Instituto de Tecnologia do Estado da Geórgia.

Brincadeiras de crianças

Na infância, no Nepal, Lujendra era fã de ficção científica e sonhava inventar uma máquina do tempo.

Com dados da BBC de Londres
sem comentário »

Livro de Filosofia básica sem complicações

0comentário

Capa

Uma publicação que apresenta a filosofia de forma fácil e acessível a qualquer pessoa interessada.

É “Uma breve história da filosofia”, do inglês Nigel Warburton. A editora é a  L&pm Pocket.

O livro faz um panorama do pensamento filosófico do Ocidente, desde Sócrates, que viveu na Grécia Clássica há aproximadamente 2.500 anos, até nossos dias.

O autor traz dados interessantes sobre a vida e o pensamento de filósofos como Kant, Maquiavel, Sêneca, Freud, Nietzsche, entre outros.

Nigel Warburton

Filósofo inglês Nigel Warburton

Nigel Warburton é um dos mais conhecidos e mais lidos filósofos contemporâneos.

Veja o vídeo

https://mail.google.com/mail/u/0/#inbox/14ff0328db19f180?projector=1

 

 

sem comentário »

Bira do Pindaré vai criar a Escola de Astronomia

0comentário

A Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) está planejando criar, até outubro, a Escola de Astronomia do Maranhão. A inciativa será feita em parceria com a Sociedade de Astronomia do Maranhão (Sama).

A proposta está sendo incentivada pelo secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação, Bira do Pindaré.

Na sexta-feira (18), gestores da Secti e Sama discutiram a criação a Escola de Astronomia. A proposta é que os professores viajam ministrando oficinas temáticas em vários locais, para turmas de até 40 alunos, incluindo, inicialmente, Alcântara e Lago da Pedra, municípios em que a Sama já atua.

Sama e Secti estão celebrando outras parcerias como a realização do ‘Maranhão Lunar’, na Praça Maria Aragão no próximo dia 27. Com apoio do Laboratório Ilha da Ciência, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), 250 alunos da rede pública para assistir ao eclipse lunar total. Eles, também, terão acesso a palestras e a uma programação cultural com as poesias de Celso Borges e as músicas de Phill Veras.

Para este sábado (19), a Sociedade de Astronomia do Maranhão está organizando uma Noite Internacional de Observação da Luana Praça Gonçalves Dias, das 19h às 21h. Os telescópios ficarão disponíveis no local para quem tiver interesse.

sem comentário »

Anos mais quentes do mundo serão sofríveis no MA

0comentário

O alerta de pesquisadores de que os próximos anos serão os mais quentes de todos os tempos vai causar muitos danos à economia e população do Maranhão.

Os dados sobre a situação climática dos próximos anos são da BBC de Londres.

O setor universitário e as autoridades do Maranhão ainda não se pronunciaram sobre esses riscos. A Ufma  está em greve.

A elevação das temperaturas afetará duramente a produção de pequenos e grandes agricultores e pecuaristas do Maranhão.

O calor baixa a umidade do ar, o que atinge a saúde da população.

Gera mais possibilidades de incêndios em matas e florestais e agrava a escassez de água, só para ficam em algumas dificuldades.

Alguns não descartam a possibilidade de rios desaparecerem.

No campo do turismo, por exemplo, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses poderá ficará com suas lagoas vazias e o Rio Preguiça, em Barreirinhas, com os níveis de suas águas baixos, o que atingirá a economia de vários municípios, incluindo os setores hoteleiro e de restaurante de São Luís e Morros.

 

Próximos anos serão os mais quentes

El Niño e efeito estufa vão gerar mudanças climáticas nos próximos anos

 

Pois é, os próximos dois anos podem bater o recorde mundial como os mais quentes já registrados no mundo, segundo pesquisa da agência meteorológica do Reino Unido.

O Met Office alerta que grandes mudanças no sistema climático podem estar a caminho por causa dos gases do efeito estufa, que aumentam o impacto de tendências naturais.

A pesquisa mostra que os efeitos do El Niño no Pacífico podem gerar um aquecimento do mundo inteiro.

O estudo revela que o verão na Europa pode ficar temporariamente mais frio, enquanto o resto do mundo viveria os reflexos do aquecimento.

Os cientistas confirmam que, em 2015, a temperatura média da superfície da Terra está se aproximando de níveis recordes de 0,68 °C, acima da média registrada entre 1961-1990.

Duas tendências que afetam os “padrões” climáticos, a médio e longo prazo, estão no oceano Pacífico.

O primeiro é o fenômeno do El Niño acontece quando uma corrente do Pacífico se inverte – algo que ocorre a cada três, quatro ou cinco anos -, trazendo chuvas onde normalmente há secas, e secas onde normalmente há chuvas. O El Niño tende a empurrar as temperaturas mundiais para cima.

Esse fenômeno está agora parecido com o El Niño de 1998, que provocou estragos no sistema climático mundial. O de agora pode aumentar o risco de secas na África do Sul, no leste da Ásia e nas Filipinas – e pode trazer enchentes ao sul da América do Sul.

Um efeito positivo disso poderia ser o fim dos quatro anos de seca que afligem a Califórnia.

A segunda mudança natural ocorre nos padrões de temperatura do Pacífico Norte. Houve uma fase fria, que a agência meteorológica afirma ter contribuído para a pausa no aumento das temperaturas médias da atmosfera na última década. Agora caminhando para uma fase quente que, também, fará o mundo ser mais quente.

Aquecimento

A agência meteorológica tem sido extremamente cautelosa depois de ter sido punida pelo que alguns chamaram de “excesso de confiança” em previsões feitas no passado, quando as tendências naturais do oceano ainda eram pouco compreendidas.

O órgão afirma que, que sob sua perspectiva, não há pausa real no aquecimento da Terra porque os oceanos continuam a ficar mais quentes, os níveis o mar continuam a subir e as geleiras continuam derretendo.

 

sem comentário »

Suíça festeja 50 anos de fotógrafo brasileiro

0comentário
A noiva

A Noiva

Uma exposição na Suíça, neste segundo semestre, marca os 50 anos de atividades de um dos mais importantes fotógrafos do Brasil, o paulistano Boris Kossoy. Ele também é pesquisador da Universidade de São Paulo (USP).

A exposição foi aberta na quinta-feira (11), em Basel, na Suíça.

O curioso, e gratificante, é a homenagem vir de longe: da Suíça.

kossoy02-800x517

São 88 fotografias, sendo 21 do ensaio Viagem ao Fantástico, de 1971. Depois, uma edição formada por grupos sem preocupações cronológicas.

Como pesquisador, Boris Kossoy evidenciou a descoberta de um método fotográfico no Brasil, por Hércules Florence, em 1833, antes da difusão mais conhecida, a de Louis Jacques Mandé Daguerre, em 1939, em Paris.

kossoy05

Boris Kossoy esteve em São Luís, quando fez vários ensaios. A foto com pessoas no coreto da Avenida Beira-mar, em 1971, faz parte do acervo da Pinacoteca de São Paulo. Veja o acervo em

http://www.pinacoteca.org.br/pinacoteca-pt/default.aspx?mn=545&c=acervo&letra=B&cd=3637

São Luís por Boris Kossoy

 

Quem é Boris Kossoy

Em 1965, após se graduar como arquiteto pelo Mackenzie, abre o Estúdio Ampliart, na Rua Marquês de Itu, no bairro de Santa Cecília, São Paulo. Sua produção fotográfica é conhecida pelo mundo e   suas pesquisas traduzidas para vários idiomas.

Na Suíça, Kossoy fez sessão de autógrafos da edição alemã do seu livro Hercule Florence, que acaba de ser lançado pela editora LIT Verlag.

Recentemente, teve um de seus livros publicados na Espanha: Lo Efímero y lo Perpetuo en la Imagen Fotográfica (Ediciones Cátedra, 2014). Foi lançado no Museu Reina Sofia, em Madri, na Espanha.

kossoy04-483x800

 

sem comentário »