Jackson começou

5comentários

Além de ter sido alvo de pesadas críticas por tentar se comparar à ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) para justificar o aluguel do prédio na Aurora de um membro do PCdoB, garoto propaganda de candidato do partido em 2014 e, ainda por cima, funcionário da Emap, o governador Flávio Dino (PCdoB) acabou incorrendo em erro ao tentar contrapor os fatos.

O comunista reclamou que estava sendo “perseguido” por conta do “aluguel camarada” enquanto, no governo Roseana, um imóvel do ex-presidente José Sarney (PMDB) também teria sido alugado pelo Estado.

“Aí pode?”, questionou. “O curioso é que a filha Roseana que começou esse aluguel”, completou.

Mas isso não é verdade.

O contrato de aluguel a que se referia Dino era o da Secretaria de Direitos Humanos com o Shopping Jaracati, onde funcionava uma unidade do Viva Cidadão – a propósito, fechada, e levada para outro prédio, de outro comunista (mas isso é assunto para outro post).

Ocorre que essa locação foi feita em 2008 – no dia 10 de dezembro daquele ano, para ser mais preciso -, quando o governador era então Jackson Lago (PDT), não Roseana.

Portanto, se gosta tanto de se comparar à peemedebista e aos Sarney, Flávio Dino tem mais um motivo de orgulho. Porque tanto a ex-governadora quanto ele fizeram a mesma coisa: apenas mantiveram o contrato de locação em vigor.

Blog do Gilberto Léda

5 comentários para "Jackson começou"


  1. CINDY MACEDO

    É POR ESSA E OUTRAS TOLICES , DE AUMENTAR A CONTA BANCÁRIA DA OLIGARQUIA, QUE ELE FOI CASSADO.

  2. Sérgio

    FLÁVIO DINO GOVERNADOR ARROGANTE NUNCA MAIS VÊ O MEU VOTO.

  3. Arthur

    Flávio Dino a cada esclarecimento que faz complica ainda mais uma situação que até pode ser legal, mas é imoral porque é privilégio para os políticos.

  4. Paulo de Sousa Andrade

    JÁ QUE FOI JACKSON LAGO QUEM CONTRATO, MENTIROSAMENTE, ROSEANA , ASSIM QUE ASSUMIU DEVERIA CANCELAR O TAL CONTRATO, ALEGANDO IMPEDIMENTO LEGAL POR ENVOLVER INTERESSE FAMILIAR. MAS NÃO O FEZ, AO CONTRARIO, SIMPLESMENTE O PRORROGOU

  5. Francisco

    Esse governador é cheio de contradição, pois agora ele faz o que condenava quando não era governador.

deixe seu comentário