Sampaio vence e assume liderança

1comentário

Bastaram 45 minutos para o Sampaio resolver o jogo e vencer o Americano por 3 a 0, neste domingo, no Estádio Nhozinho Santos pelo segundo turno do Campeonato Maranhense.

Os gols da vitória tranquila do Sampaio foram marcados no primeiro tempo por Isac, Fredson e Esquerdinha.

Com o resultado, o Sampaio chegou a 4 pontos e assumiu a liderança o Grupo A. O time volta a jogar na quarta-feira (12), às 20h15, contra o Maranhào, no Estádio Castelão.

Nos outros dois jogos deste domingo, o MAC empatou com o Imperatriz por 1 a 1, no Estádio Castelào e o Cordino venceu o São José por 1 a 0, com gol de Ulysses, em Barra do Corda.

Próximas rodadas:

12/04 – Quarta-feira
15h45 – Cordino x Santa Quitéria
19h15 – Imperatriz x Moto
20h15 – São José x Americano
20h15 – Sampaio x Maranhão

16/04 – Domingo
15h45 – Moto x Sampaio
15h45 – Maranhão x São José
15h45 – Santa Quitéria x Americano
15h45 – Imperatriz x Cordino

1 comentário »

Honorato lamenta desespero e boataria

0comentário

O vereador Honorato Fernandes que disputa a eleição neste domingo (9) para a presidente do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em São Luís, lamentou o desespero por parte de adversários que divulgaram a notícia sobre a impugnação da sua candidatura.

Segundo Honorato tudo não passa de boato e medo dos adversários com a sua vitória que deve ser confirmada após às 17h. A candidatura de Honorato não foi impugnada como chegou a ser notíciado na mídia.

“Eu sei que a onda de boataria está muito grande, mas eleição se ganha é com voto e hoje até às 17h,nós estaremos recebemos todos os filiados e filiadas para confirmarem o seu voto em Honorato Fernandes presidente 500. Venha, não entre na boataria, pois isso não faz parte da democracia”, disse

A eleição para os diretórios do PT acontece até às 17h.

Clique aqui e veja o vídeo de Honorato

sem comentário »

Prefeitura de São Luís requalifica escolas

2comentários

A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), está executando serviços de requalificação na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Darcy Ribeiro, localizada na Avenida dos Africanos, Sacavém. Os serviços iniciaram após a escola ter parte do telhado de uma sala destruído em função das fortes chuvas na semana passada.

No último sábado, durante vistoria na Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Alberto Pinheiro (Centro), o prefeito de São Luís anunciou a ampliação do pacote de requalificação estrutural de 70 para 100 unidades escolares.

Segundo o titular da Semed, o trabalho de requalificação daquela unidade de ensino bem como das demais escolas do município que passam por reformas, não vai comprometer o calendário escolar. Moacir Feitosa esclarece que os pais dos alunos da U.E.B. Darcy Ribeiro estão participando de reuniões com o objetivo de discutir o direcionamento dos estudantes para unidades de educação mais próximas, para que não haja comprometimento das aulas.

“Selecionamos duas escolas mais próximas à U.E.B. Darcy Ribeiro, que têm condições de receber os alunos, para que os nossos estudantes não fiquem sem aula durante a reforma, que deve ser concluída dentro dos próximos 40 dias”, informou o secretário de Educação.

Fotos: Fabrício Cunha

2 comentários »

Penha avança na obra de ponte Vila Isabel

0comentário

Vereador Raimundo Penha avança pela construção da ponte da Rua do Comércio naVila Isabel

O vereador Raimundo Penha esteve na última sexta-feira (7) em visita à rua do Comércio, na Vila Isabel acompanhado pelo secretário de Urbanismo e Habitação, Leonardo Andrade e técnicos da Semurh. Penha teve requerimento aprovado pela Câmara Municipal de São Luís para construção da ponte na localidade.

De acordo com o vereador o objetivo do requerimento é atender a uma demanda antiga da comunidade. “Os moradores da Rua do Comércio necessitam desta ponte e que isso irá facilitar o acesso de moradores a demais áreas,além de possibilitar acessibilidade e até mesmo a passagem de viatuaras e ambulâncias, hoje inlmpossibilitados de passar pela rua”, declarou.

Raimundo Penha logo no começo do mandato apresentou o requerimento e mostrou a importância da ponte para aquela comunidade.

“Tivemos o requerimento aprovado e estamos dando andamento nas medidas necessárias para que saia do papel e a Vila Isabel possa enfim ter a tão sonhada ponte construída”, afirmou.

Na visita à comunidade, o secretário Leonardo Andrade vistoriou a ponte atual de madeira que está danificada, ouviu a população e se comprometeu em priorizar o requerimento do vereador.

O presidente da Associação de Moradores da Rua Senador Pompeu, Michael Jackson, falou da importância da obra para comunidade. “Nossa prioridade é bem-estar da nossa comunidade, possibilitar melhorias no acesso e agradecemos ao vereador Raimundo Penha pela sensibilidade em buscar junto ao prefeito Edivaldo Holanda Jr esta obra. Este é um sonho antigo de nossa conunidade.”, observou.

“Quero destacar a boa vontade da gestão Edivaldo Holanda Jr. A presença do secretário Leonardo Andrade na comunidade reforça a determinação em solucionar este problema” destacou Penha.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Autismo: direito ao tratamento multidisciplinar

0comentário

Por Edvarney Pacífico

Os pais, no geral, investem prioritariamente no desenvolvimento de seus filhos, independentemente da idade.

Mas hoje se sabe que é a infância – fase que, em média, dura até os 10 anos de idade –, sobretudo do nascimento aos 3 anos de idade, a fase de maior desenvolvimento cerebral.

Os vínculos formados nesta fase e suas aprendizagens terão um impacto decisivo no desenvolvimento físico-motor (capacidade de crescer e ganhar peso, manipular objetos), no desenvolvimento cognitivo (capacidade de pensar e raciocinar), afetivo-emocional (capacidade de integrar as diversas experiências) e no desenvolvimento social (capacidade de se relacionar com os outros).

Daí a importância de se investir nos primeiros anos de vida.

O impacto do diagnóstico de autismo

O diagnóstico de autismo, que na linguagem médica é chamado de TEA (Transtorno de Espectro Autista), se caracteriza por se tratar de um transtorno global de desenvolvimento.

E o que significa Transtorno Global do Desenvolvimento?

Em outras palavras, as crianças com autismo possuem comprometimentos qualitativos importantes nas áreas de comunicação, comportamento e interação.

Freqüentemente, são crianças que apresentam interação social qualitativamente prejudicada, assim como sua capacidade de se comunicar.

Além disso, tendem a ter padrões de comportamentos estereotipados e repetitivos, bem como seus interesses.

E, ao contrário do que muitos podem pensar, os pais de crianças com autismo desejam o mesmo que os pais de crianças que não apresentam esse transtorno: o desenvolvimento dos seus filhos.

Diante do exposto, os pais de crianças com autismo precisarão de um esforço ainda maior para que o desenvolvimento de seus filhos ocorra.

No geral, a criança com autismo precisará de um longo acompanhamento de uma equipe multidisciplinar.

Equipe essa formada por pediatras, neuropediatras, psicólogos, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicopedagogo, terapeutas ocupacionais, psiquiatra, dentre outros.

Para os pais que têm plano de saúde, as possibilidades de compor uma equipe multidisciplinar para o tratamento de crianças com autismo é muito maior e, financeiramente, menos custosa.

Infelizmente, num dos momentos de maior sofrimento e fragilidade dos pais, que é o recebimento do diagnóstico de autismo do seu filho, eles se deparam com os primeiros problemas de atendimento, ou melhor, com a negativa de atendimento das operadoras de planos de saúde.

Os pais devem concentrar todos os seus esforços no acompanhamento dos tratamentos do seu filho e não ainda terem que se preocupar se seu filho será ou não atendido.

Diante da negativa de atendimento das operadoras de plano de saúde, os pais devem procurar um advogado, visto que ele possui melhores condições de sanar os problemas ocasionados pela negativa de atendimento a esses profissionais multidisciplinares.

Qual é o principal problema junto às operadoras de plano de saúde?

É a limitação do acesso dos usuários às sessões multidisciplinares anuais.

A alegação principal das operadoras para tal limitação está no rol da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) que determina a cobertura mínima obrigatória para os profissionais responsáveis pelo atendimento das crianças com autismo.

A questão é que esse rol não é taxativo, ou seja, ele é apenas uma referência mínima obrigatória de cobertura que a ANS estabelece para as operadoras de planos de saúde.

Na prática, quem é um único detentor da orientação terapêutica ao paciente é o médico.

Só a ele cabe o diagnóstico e, sobretudo, a quantidade e o período de tratamento necessário ao paciente com autismo.

O que temos de relevante para essa seara jurídica é que a legislação atual é bastante favorável às demandas relacionadas aos portadores do Transtorno do Espectro Autista, dando assim, aos usuários de plano de saúde, boas condições de êxito para as ações contra as operadoras de planos de saúde.

* Edvarney Pacífico é advogado

Leia mais

sem comentário »