MPF pede que PF dê segurança aos indíos

0comentário

MPF pede à Polícia Federal que dê segurança aos indíos atacados por fazendeiros em Viana

O MPF quer também que a Fundação Nacional do índio (Funai) se manifeste sobre as providências adotadas ante a iminência de possível novo ataque aos indígenas.

Segundo comunicado da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão (CCR do MPF) ao MPF-MA, a situação na região é de extrema gravidade, Cinco indígenas estão internados no hospital Socorrão 2, em São Luís (MA). Um deles, levou dois tiros, sendo que uma bala está alojada na coluna e a outra na costela. Além disso ele teve as mãos decepadas e ligamentos do joelho cortados. O irmão dele, levou um tiro no peito.

Outro indígena também teve as mãos decepadas. Mais outro levou um tiro na cabeça e outro no rosto e no ombro. Este está aguardando o resultado da tomografia. dois indígenas foram operados. Vários outros indígenas estão feridos e muitos internados em hospitais próximos ao município de Viana.

O MPF requisitou ainda à PF, Secretaria de Segurança e à Funai informações sobre a apuração dos fatos ocorridos no último final de semana com os indígenas do povo Gamela. O que se sabe é que os ataques aconteceram após incitação de ódio contra os indígenas convocada por intermédio de emissoras de radio da região. Os fazendeiros estão se reunindo no povoado de Santeiro, no município de Viana, os Gamela estão nas aldeias Piraí e Cajueiro, que fica na estrada que liga Viana a Matinha.

Foto: Divulgação

sem comentário »

Índio têm mãos decepadas em ataque, diz Cimi

0comentário

Um índio teve as mãos decepadas em uma comunidade indígena da cidade de Viana (MA), localizada a 220 km de São Luís, nesse domingo (30). A região é alvo de conflito agrário. Segundo o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), um grupo de fazendeiros atacou o território e feriu ao todo 13 pessoas. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), houve um “confronto” que deixou cinco feridos.

Segundo a Pastoral da Terra, os índios, do povo Gamela, foram pegos de surpresa com a chegada de dezenas de homens à área. O grupo chegou com armas de fogo, pedaços de pau e facões. “Eles invadiram e já foram atirando e tentando cercar a gente. Circularam para ficarmos no meio. Foi aí que só senti o impacto”, relata um sobrevivente.

O Ministério da Justiça divulgou duas notas na tarde desta segunda. No texto mais recente, a pasta informou que “está averigando o conflito agrário no povoado de Bahias”. Mais cedo, o órgão havia divulgado outro documento dizendo que o caso estava envolvendo “pequenos agricultores e supostos indígenas” (leia as duas notas oficiais abaixo). O ministro Osmar Serraglio enviou uma equipe da Polícia Federal para evitar novos conflitos.

De acordo com Rosimeire, o território está em embate para devolução aos índios do povo Gamela há pelo menos três anos.

“O povo Gamela está em luto pelo território há pelo menos três a quatro anos. Quem tem responsabilidade de fazer essa regularização fundiária é a Funai. A Funai até agora só ficou na primeira fase de identificação e nunca mais seguiu com o processo. Então, cansados de esperar por essa resolução do estado, que tem a responsabilidade legal de fazer isso, os índios empreenderam ações de retomada do território tradicional”, disse.

Após essa espera sem garantia legal do território, Rosimeire disse que há algum tempo os índios retomaram a região, tradicional do povo Gamela. Segundo ela, “em defesa da propriedade”, uma reunião com presença de fazendeiros, pequenos produtores e da Assembleia de Deus teria sido convocada na sexta-feira (28), com participação de cerca de 200 pessoas.

“Havia no dia interior [sexta] uma entrevista, uma convocação, na rádio Maracu, de Viana, convocando as pessoas ditas de bem para uma reunião na mesma sexta-feira para o povoado de Santeiro. Então, essas pessoas foram para essa reunião, elas comeram, foram embriagadas, e depois foram incentivadas por um ódio tremendo para atacar os indígenas”, contou.

“Essas pessoas são pequenos proprietários, fazendeiros, integrantes da Igreja Assembleia de Deus, e foram convocando gente do povoado de Santeiro e da região para defender a propriedade”, completou. O povoado de Santeiro também está localizado na cidade de Viana.

Leia mais

sem comentário »

Edivaldo presta homenagem aos servidores

3comentários

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) gravou mensagem pela passagem do Dia do Trabalho comemorado nesta segunda-feira. Ele parabenizou os servidores públicos.

“Hoje quero parabenizar e reconhecer o esforço de todos dos trabalhadores e trabalhadores da nossa São Luís em especial aos servidores que trabalham dia-a-dia com competência para desenvolver o nosso município e conquistar um futuro melhor”, disse.

Edivaldo disse continuar trabalhando para continuar gerando novas oportunidades de trabalho em São Luís.

“Um dos nossos esforços, sobretudo neste momento de crise para o país é gerar oportunidade de trabalho para a população. Em nossa primeira gestão geramos mais de 70 mil empregos e qualificamos a mão de obra de milhares de pessoas e continuamos trabalhando muito com seriedade e austeridade para fazer mais”, destacou.

O prefeito apontou ações desenvolvidas esta semana e que beneficiam os trabalhadores rurais.

3 comentários »

Moto inicia preparação para a Série C

6comentários

Técnico Leston Júnior já começou o trabalho no Moto para o Campeonato Brasileiro Série C

O Moto iniciou hoje a preparação para o Campeonato Brasileiro Série C, agora sob o comando do técnico Leston Júnior. Além dele chegaram Rogério Corrêa que será o auxiliar técnico e Gustavo Shinoma, o novo preparador físico.

Antes da apresentação, o novo treinador concedeu entrevista coletiva à imprensa e falou sobre a sua expectativa no Moto.

“A gente que o começo do ano do Moto não foi como esperado, até por isso que hoje eu estou aqui. Sabemos que é uma ano de muita responsabilidade, pois o clube vem de um acesso e isso cria uma expectativa muito grande no torcedor. Pelas derrotas iniciais a gente pega um torcedor chateado, mas a gente tem que fazer um trabalho que estimule e demonstre a ele que pode confiar na equipe”, destacou.

O novo treinador chegou falando sobre o pouco tempo que terá para preparar a equipe para a estreia na Série C, no dia 13 de maio, contra o Sampaio.

“Não podemos focar somente no dia 13 (Clássico contra o Sampaio que abre à Série C). A gente precisa iniciar um planejamento pensando na competição como um todo. O ideal é que você tivesse de trinta a quarenta dias, conhecesse elenco, fizesse alguma adequação, pra aí colocar uma ideia de jogo, mas, se a gente não tem esse tempo, vamos trabalhar e tentar reverter isso”, disse.

O diretor de futebol Waldemir Rosa disse que o time será reforçado para a Sërie C, mas vai aguardar a avaliação do elenco pelo novo técnico.

Foto: Divulgação/ Moto Club

6 comentários »

Wellington cobra investigação sobre índios

2comentários

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) posicionou-se de forma ativa em defesa das minorias do Maranhão. Dessa vez, o parlamentar fez referência ao grupo Gamela que foi brutalmente atacado na tarde do último domingo, 30, no Povoado de Bahias, município de Viana (MA).

Sobre o assunto, o deputado Wellington solicitou posicionamento por parte da Polícia Federa e Ministério Público Federal, além de cobrar que a OAB acompanhe o caso e que o Governo do Estado aja como garantidor da segurança pública.

“Sabemos que a questão indígena é de competência federal. No entanto, ao analisarmos a responsabilidade para com essas vidas, não podemos ignorar e nos omitirmos. A responsabilidade é de todos nós. Por isso, deixo aqui a minha solicitação ao Governador Flávio Dino enquanto responsável pela segurança no nosso Estado e, ainda, aproveito para solicitar que Ministério Público e Polícia Federal adotem providências. A impunidade não pode continuar”, disse Wellington.

Esse não é o primeiro ataque sofrido pelo povo indígena na região de Viana. Em 2015, um ataque a tiros foi realizado contra uma área retomada. Em 26 de agosto de 2016, três homens armados e trajando coletes à prova de bala invadiram outra área e foram expulsos pelos Gamela que mesmo sob a mira de armas de fogo os afastaram da comunidade.

2 comentários »

Ribamar realiza seletivo para Pré-Vestibular

0comentário

Prefeitura de São José de Ribamar realiza seletivo para ingresso no Pré-Vestibular

A Prefeitura de São José de Ribamar realizou neste domingo (30), as provas do seletivo para o ingresso gratuito no Curso Pré-Vestibular Municipal. As provas que foram realizadas na sede do pré-vestibular, além das unidades de ensino, Humberto de Campos e Maria Elisa, reuniram cerca de 549 inscritos concorrendo à 160 vagas oferecidas nesta edição.

Criado na primeira administração do prefeito Luis Fernando, o equipamento voltado à educação, sofreu diversas interrupções em razão da falta de pagamento dos salários dos professores. De acordo com o prefeito ribamarense, Luis Fernando foram oito meses de atraso, o que ocasionou sérios problemas no acesso dos jovens ao ensino público superior.

“Em 2016, ainda durante a campanha, assumi o compromisso de reabrir o Pré-Vestibular e hoje antes mesmo de completar quatro meses de gestão, não só reabrimos como a juventude já está em processo seletivo para acesso ao curso preparatório de qualidade e gratuito”, lembrou o prefeito.

O Pré-Vestibular tem como público alvo alunos que estejam cursando o 3º ano ou que já tenham concluído o Ensino Médio na rede pública de ensino e sejam residentes em São José de Ribamar. Do total de vagas oferecidas, estão incluídas vagas para portadores de necessidades especiais, e para o programa Meninos do Santuário, criado pela Lei Municipal nº 607/06 de 31 de março de 2006, e ex-alunos do Pré-Vestibular além de vagas para a comunidade em geral.

O resultado será divulgado no dia 05 de maio, sendo afixado no prédio do Pré-vestibular, bem como disponibilizado no site oficial da Prefeitura de São José de Ribamar (www.sjr.ma.gov.br).

Foto: Divulgação

sem comentário »