Professor critica desorganização dos JEMs

2comentários

JEMs

Tenho falado aqui da desorganização que tomou conta dos Jogos Escolares Ludovicenses – uma das etapas dos JEMs – que é realizada pelo Governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado de Desportos e Lazer (Sedel).

Está mais do que claro que a Sedel está fazendo os JEMs por fazer, pois inicialmente decidiram diminuir o número de escolas na etapa mais importante – fato que vai provocar desemprego de muitos professores e técnicos, pois a maioria das escolas da capital estarão fora dos JEMs.

Na semana passada postei aqui o desabafo de uma mãe que criticava a situação em relação ao volei. No domingo, na final do basquete não tinham as medalhas e o troféu de campeão.

Agora, a crítica é de um professor em relação ao handebol.

Tudo isso mostra definitvamente que o Governo do Maranhão está pouco ligando para o esporte.

2 comentários »

Sedel reduz fase final dos JEMs

5comentários
MarcioJardim

Márcio Jardim, secretário da Sedel

Não é de hoje que se fala que o Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) perderam o glamour com o desinteresse das escolas, atletas e principalmente pela falta de investimento por parte do poder público. E a cada ano que passa o JEMs vai ficando cada vez menor.

Vejam só o que aconteceu hoje pela manhã no congresso técnico da modalidade futebol de Salão. Para desânimo de técnico, professores e representantes de escolas incritas, a Sedel anunciou a redução do número de escolas na fase final – a mais importante da competição.

Na categoria infantil masculino, 36 escolas estão inscritas (14 públicas e 22 particulares). Dessas, apenas quatro (duas públicas e duas particulares) vão à fase final. Na categoria infanto masculino são 87 escolas (39 públicas e 24 particulares) e apenas quatro vão à fase final.

A redução do número de escolas classificadas para a fase final é um duro golpe da Sedel contra as escolas, mas até poderia se justificar devido aos custos de um ano para outro. Daí a necessidade de se reduzir o tamanho.

Mas a Sedel contesta a afirmação de que houve redução no número de escolas classificadas. Procurado pelo Blog do Zeca Soares, o secretário de Desporto e Lazer, Márcio Jardim negou a redução do número de escolas da região metropolitana na etapa final e passou a bola para a ajunta Josléa Rodrigues que esclareceu o que foi feito.

“Não houve redução no número de equipes na fase final, mas sim uma readequação para não se previlegiar mais São Luís. A mesma situação aconteceu com Imperatriz. Do jeito que estava nunca uma equipe de um município menor teria condições de participar, por isso nós reformulamos todo o quadro técnico de forma que todos os municípios possam ter as mesmas oportunidades”, explicou.

No ano passado, por exemplo nas duas categorias do futebol de salão 20 equipes participaram da fase final. Este ano serão apenas 12 equipes divididas por regiões: Metropolitana (4), Sul (3), Cocais (2), Lençois (1), Central (1) e Baixada (1). Será assim em todas as modalidades.

Se o JEMs como estava já vinha morrendo, agora, com a redução acredito que a morte poderá ser acelerada, pois não será nenhuma surpresa se as escolas particulares da Capital deixarem de participar dos jogos devido à redução do número de equipes na fase final.

5 comentários »

Mudança nos JEMs causa preocupação

3comentários

jems

O professor Jorge Gobel destaca em sem blog uma preocupação da comunidade esportiva escolar em relação aos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) devida à falta de informação por parte da Secretaria de Esportes do Município (Semdel) e  Secretaria de Esportes do Estado (Sedel).

Segundo Jorge Gobel até que já consta no site da Sedel os regulamentos dos jogos, mas uma modificação prevista causou grande surpresa nesse item do Regulamento Geral do JELs.

CAPÍTULO III – DAS MODALIDADES ESPORTIVAS
Art. 28º. As modalidades que serão disputadas nas categorias Infantis e Infanto nos JEL’S 2016 serão as seguintes:
Parágrafo primeiro – Modalidades Individuais: Atletismo, Badminton e Vôlei de Praianos gêneros feminino e masculino.
I – Nas modalidades de Atletismo, Badminton e Vôlei de Praia, as escolas classificarão seus campeões para a Etapa Estadual, que acontecerão juntamente com as modalidades coletivas;
Parágrafo segundo – Modalidades Coletivas: Basquetebol, Beach Soccer (M), Futebol (M), Futsal, Handebol e Voleibol nos gêneros feminino e masculino.

Durante alguns anos as escolas particulares e públicas reivindicaram junto a Sedel que havia estipulado um número de quatro escolas classificadas da fase metropolitana para a fase final, que aumentasse para oito escolas no futsal e seis escolas no voleibol, modalidades essas que a demanda sempre foi muito grande.

Essa conquista foi celebrada porque mesmo com essa quantidade ainda ficavam grandes equipes de fora da fase final da competição. Agora pelo regulamento serão somente os campeões da fase classificatória para as disputas da fase final da maior competição escolar do Estado.

Não quero falar aqui que com essa atitude muitos profissionais da área esportiva poderão ficar desempregados. Caso a sua escola não classifique para a fase final, o professor que não estiver com vínculo empregatício e somente com contrato de trabalho, poderá ficar sem o seu emprego.

Seria bom que tudo isso fosse revisto e que os senhores secretários de esporte tanto da Sedel como Semdel sentassem e vivenciassem tudo aquilo que já foi conquistado e não somente mudar por mudar. As conquistas do passado foram importantes para o desenvolvimento do desporto escolar.

O fato de retroagir pode causar grandes danos para a qualidade dos jogos. Os jogos existem porque as escolas existem com seus alunos e eles precisam serem valorizados. Não realizar por realizar. Vamos valorizar os JEMs com mais jogos, com mais escolas sem perder a qualidade.

Que isto seja revisto e que logo podemos começar a competição porque já estamos na metade do mês de março e não sabemos nada do que vai acontecer.

A comunidade esportiva escolar pede um pouco mais de agilidade para que as competições comecem e que tudo seja como antes.

3 comentários »

Dever cumprido

0comentário

JoaquimHaickel

Por Joaquim Haickel

Na semana passada, quando soube que o time infantil de handebol feminino da Escola Barbosa de Godois havia se sagrado campeão dos Jogos Escolares da Juventude (leia-se JEBs infantil, de 12 a 14 anos), em Fortaleza, comecei a rir um riso solto, proveniente de uma alegria incontrolável, que desaguaria em um choro miúdo, de lábios trêmulos, culminando com um grito da mais pura erupção de felicidade e satisfação.

Quem me lê agora imaginará que um filho meu seja o treinador dessa modalidade nessa escola ou que uma neta minha seja uma das atletas que conquistaram esse importante feito para nosso esporte. Mas não é nada disso, não! O motivo de toda essa minha alegria, de toda a minha felicidade e satisfação é devido ao fato de eu ter podido contribuir um pouquinho com essa façanha realizada pelas alunas do Barbosa de Godois.

Em 2012, em meu segundo ano como secretário de Esportes do Maranhão, recebi um convite do professor Eduardo Teles para visitar sua escola e ver de perto um treino de sua equipe. Fui até à Escola Barbosa de Godois para ver as condições de treinamento das equipes de alunos atletas que ali estudavam. Cheguei lá e encontrei um pátio de colégio, com piso de ladrilho de cimento, em declive para um lado, com uma canaleta de esgotamento pluvial numa borda. Não havia traves, tabelas ou redes para nenhuma modalidade esportiva, mas haviam duas traves pintadas nas paredes, em cada lado da escada de acesso da escola, onde os atletas treinavam chutes e arremessos a gol.

O que vi me comoveu e eu saí de lá decidido a que se nada eu fosse capaz de fazer pelo esporte escolar de meu Estado, por aquelas crianças tão dedicadas e por aquele abnegado professor eu iria fazer alguma coisa.

Chamei uma técnica em projetos de lei de incentivo e encomendei a ela que fizesse um que possibilitasse instalarmos uma quadra poliesportiva onde antes se encontrava uma gigantesca e centenária árvore. Assim foi feito. Aprovado o projeto, apresentei à Cemar que de imediato, vendo o alcance da ação social que isso desencadearia, patrocinou de pronto o projeto e em 2013 inauguramos a Quadra Poliesportiva da Barrigudeira, na Escola Barbosa de Godois.

Feito isso, entregamos a obra para a diretora da escola que por sua vez repassou-a ao professor Eduardo Teles, que já vinha trabalhando com aqueles jovens e a partir daquele momento tinham um equipamento capaz de suprir suas necessidades de treinamento.

Eu sempre soube que aquela pequenina obra que custou menos de R$ 400 mil, seria uma das maiores obras de minha administração frente à Sedel, não apenas por aquela secretaria ser muito pequena, com um orçamento anual pífio, não por isso, mas porque mesmo com o investimento daquela pequenina importância monetária, estaríamos trabalhando onde mais era preciso que se trabalhasse, na base, de onde surgem os grandes valores atléticos de nosso país.

Agora, escrevendo este texto, ainda me vem um riso farto, seguido de um choro surdo de felicidade, de certa forma por não ter sido capaz de fazer mais, mas com certeza o fiz com muito amor e sempre procurando fazer o melhor possível.

A vitória das meninas do Barbosa de Godois, de seu treinador, da diretora da escola, de seus professores, funcionários e alunos é também uma vitória do esporte maranhense, uma vitória de todos os nossos jovens atletas que precisam ser apoiados e de toda nossa brava gente.

Ao ver que simplesmente cumprindo minha obrigação de gestor de esporte do nosso Estado, plantando uma sementinha onde antes havia uma imensa árvore, e dela ver brotar tantos talentos em forma de jovens atletas campeãs, isso por se só solta meu sorriso e me faz sentir uma enorme satisfação pelo simples fato de ter cumprido bem o meu dever.

*Joaquim Haickel é ex-secretario de Estado de Desporto e Lazer e ex-deputado estadual

sem comentário »

JEMs

0comentário

flavioDino

Foi aberta ontem (4), a 43ª edição dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs). Durante o acendimento da tocha olímpica, o governador Flávio Dino recebeu comitivas de estudantes de diversos municípios e, ao lado do brasileiro campeão paraolímpico de atletismo, Tito Sena, deu a largada oficial para o maior evento esportivo do Estado.

Ao todo, escolas de 93 municípios disputarão os JEMS este ano, sendo que 23 municípios participarão pela primeira vez. “Democratizar o acesso ao Esporte e ao Lazer é um dever constitucional do Estado. Por isso, consideramos uma vitória para os estudantes do Maranhão a realização deste momento”, disse o governador Flávio Dino.

Nos meses de agosto e setembro, atletas de estudantes, de 12 a 17 anos, vencedores das etapas municipal e regional dos JEMs, disputam, em São Luís, 22 modalidades nas categorias infantil e infanto e nos Jogos Paralímpicos Escolares Maranhenses (ParaJEMs).

As disputas da etapa estadual categoria infantil (12 a 14 anos) se estenderão até o dia 20, juntamente com as disputas do ParaJEMs. Já as disputas da categoria infanto (15 a 17 anos) serão realizadas entre 12 de setembro e 1º de outubro. Mais informações sobre a competição estarão disponíveis no www.ma.gov.br/jems2015.

Foto: Nael Reis

sem comentário »

Reino vence Dom Bosco

0comentário

basquete

Em sua primeira partida no basquete infantil masculino (12 a 14 anos) da etapa metropolitana dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) 2015, o Reino Infantil enfrentou o Dom Bosco, que estava embalado pelo bom resultado obtido na rodada anterior e precisava de uma nova vitória para aumentar as chances de classificação para a etapa estadual. Apesar da força do adversário, o Reino teve uma grande atuação e venceu por 57 a 21, em duelo disputado no sábado (16), no Ginásio Paulo Leite.

Logo nos primeiros minutos de jogo, o Reino Infantil mostrou muita criatividade no ataque e não demorou a abrir uma boa vantagem no marcador, enquanto Dom Bosco ainda encontrava alguma maneira de pontuar. Depois de vencer o primeiro período por 18 a 2, a equipe do Reino manteve o ritmo e seguiu pontuando, mas o trabalho na defesa foi ainda mais importante: sem deixar o Dom Bosco marcar pontos nos oito minutos, o Reino Infantil foi para o intervalo com 34 pontos de vantagem.

O Dom Bosco esboçou uma reação no terceiro quarto, quando conseguiu algumas boas jogadas na quadra de ataque, mas não foi o suficiente para reduzir o prejuízo. Na reta final da partida, o Reino teve uma atuação apagada e permitiu que o Dom Bosco anotasse 14 pontos, o suficiente para vencer o quarto período, mas não o jogo.

Também no sábado (16), o Criamor conquistou a sua segunda vitória nos JEMs. Diante do Sesi, que buscava uma reação após ser derrotado pelo Dom Bosco, o Criamor mostrou muita precisão nos arremessos e conquistou uma vitória por 57 a 11, resultado que lhe mantém na liderança da chave.

Foto: Gilson Teixiera

sem comentário »

Parceria nos JEMs

0comentário

MarcioJardimeGilCutrimO presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar) e o secretário estadual de Esporte e Lazer, Márcio Jardim, formalizara parceria no sentido de incentivar as escolas e cidades maranhenses a aderir e participar da 43ª edição dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs), que terão início em abril.

No site da entidade municipalista (www.famem.org.br), já foi inserido link, através do qual, estudantes e estabelecimentos de ensino podem obter todas as informações sobre o evento esportivo, inclusive o termo de adesão.

Além disso, a Famem, através das suas assessorias técnicas, também irá mobilizar os municípios no sentido de incentivá-los a participar da versão 2015 dos Jogos.

Escolas e municípios do Maranhão têm até o dia 13 deste mês para aderirem aos JEMs. O termo de adesão, o regulamento e o calendário oficial dos jogos estão disponíveis na página da SEDEL (www.esporteelazer.ma.gov.br). Até o dia 31 de março serão recebidas propostas para sediar as etapas regionais dos JEMs 2015.

Neste ano de 2015, a proposta do Governo do Estado é elevar significativamente a participação dos municípios nos jogos, além de aumentar o número de etapas regionais e melhorar as condições de alojamento e alimentação dos estudantes.

As instituições da rede pública e privada e os municípios interessados em participar dos JEMs 2015 têm até as 19h do dia 13 de março para entregar o termo de adesão na Sedel (Travessa Guaxenduba, n° 100, Bairro Outeiro da Cruz – Complexo Esportivo, em São Luís). O regulamento dos jogos estabelece que os alunos inscritos nas modalidades, naipes e provas da competição devem estar matriculados na instituição de ensino até o dia 27 de marco de 2015 e cursando regularmente as aulas, para disputarem os jogos.

A primeira seletiva dos Jogos Escolares Maranhenses ocorrerá em abril, com as disputas da etapa metropolitana/municipal, que termina no mês de maio. Em seguida, serão realizadas as etapas regionais (de 1º a 29 de julho). A etapa estadual dos JEMs 2015 será realizada entre os dias 30 de julho e 1º de outubro, em São Luís, com disputas das categorias infantil (12 a 14 anos) e infanto (15 a 17 anos). De acordo com a Sedel, as Paraolimpíadas Escolares (ParaJEMs) serão realizadas de
11 a 30 de setembro.

Além de estimular a prática do esporte em todo o estado, os JEMs servem como etapa classificatória para os Jogos Escolares da Juventude. Na página da Sedel, na internet, estão disponíveis outras informações como o caderno de encargos da etapa regional dos jogos escolares e modelos de ficha, além de termos de responsabilidade. Dúvidas sobre os jogos poderão ser respondidas pela Secretaria Geral dos JEMs, no telefone (98)
2109-5939.

sem comentário »

JEMs 2015

0comentário

jems

O prazo de adesão aos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) 2015 encerra na próxima sexta-feira (13). Escolas e municípios do estado têm até as 19h, do dia 13, para entregarem o termo de adesão na Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Sedel). Até o dia 31 deste mês serão recebidas propostas para sediar as etapas regionais dos JEMs 2015.

O termo de adesão, o regulamento e o calendário oficial da 43ª edição dos JEMs estão disponíveis na página da Sedel (www.esporteelazer.ma.gov.br).  Para este ano, a proposta do Governo do Estado é elevar significativamente a participação dos municípios nos jogos, além de aumentar o número de etapas regionais e melhorar as condições de alojamento e alimentação dos estudantes.

O regulamento dos jogos estabelece que os alunos inscritos nas modalidades, naipes e provas da competição devem estar matriculados na instituição de ensino até o dia 27 de março de 2015 e cursando regularmente as aulas, para disputarem os jogos.

Calendário

A primeira seletiva dos Jogos Escolares Maranhenses ocorrerá em abril, com as disputas da etapa metropolitana/municipal, que termina no mês de maio. Em seguida, serão realizadas as etapas regionais (de 1º a 29 de julho).

A etapa estadual dos JEMs 2015 será realizada entre os dias 30 de julho e 1º de outubro, em São Luís, com disputas das categorias infantil (12 a 14 anos) e infanto (15 a 17 anos). De acordo com a Sedel, as Paraolimpíadas Escolares (ParaJEMs) serão realizadas de 11 a 30 de setembro.

Além de estimular a prática do esporte em todo o estado, os JEMs servem como etapa classificatória para os Jogos Escolares da Juventude. Na página da Sedel, na internet, estão disponíveis outras informações como o caderno de encargos da etapa regional dos jogos escolares e modelos de ficha, além de termos de responsabilidade. Dúvidas sobre os jogos poderão ser respondidas pela Secretaria Geral dos JEMs, pelo telefone (98) 2109-5939.

sem comentário »

Melhor atleta

0comentário

AletaJEJ

O Maranhão se despediu dos Jogos Escolares da Juventude – etapa de 15 a 17 anos conquistando duas medalhas na competição nacional realizada entre os dias 6 e 15 de novembro na cidade de João Pessoa, na Paraíba. Uma delas foi de ouro com a equipe do Graça Aranha, de Imperatriz, na modalidade de futsal masculino da Segunda Divisão, e a outra, de bronze, foi conquistada por Amanda Santos, do Colégio Deborah Pereira, de Caxias, na prova dos 3.000 metros rasos do atletismo. Além das medalhas, a delegação maranhense ainda garantiu um prêmio individual.

A jovem atleta Thalia Pinheiro foi escolhida como a melhor jogadora de basquete dos Jogos Escolares da Juventude – etapa de 15 a 17 anos. Defendendo a equipe do Colégio Educaaliis no torneio feminino de basquete, a maranhense recebeu o Troféu Powerade das mãos do diretor-geral dos JEJ, Edgar Hubner. Esta é a primeira vez que um atleta do Maranhão recebe tal premiação.

A premiação é dada aos melhores atletas de cada modalidade. Esta escolha é feita pela votação de técnicos e professores. Os alunos foram selecionados pelos professores de educação física e técnicos, que votaram naqueles que evidenciaram características como superação e performance. Essa premiação vai além das medalhas entregues aos primeiros colocados, e atletas das nove modalidades individuais foram premiados.

Vale destacar que nos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs), Thalia Pinheiro já havia sido escolhida como o destaque da competição estadual promovida pela Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel). Ela comandou o Colégio Educallis na conquista da medalha de ouro nos JEMs 2014.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »

Ouro do Maranhão

0comentário

GracaAranha

O destaque de hoje é para os atletas do Graça Aranha, de Imperatriz que venceu Minas Gerais por 2 a 1, neste sábado (14) e garantiu para o Maranhão a medalha de  ouro no futsal masculino dos Jogos Escolares da Juventude em João Pessoa, na Paraíba.

Parabens Graça Aranha! Parabéns Imperatriz!!!!

A delegação do Maranhão, que é patrocinada pela Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel), conquistou, na primeira fase dos Jogos Escolares da Juventude – etapa de 15 a 17 anos,uma medalha de bronze no atletismo.

A atleta Amanda Santos, do Colégio Deborah Pereira, da cidade de Caxias, garantiu a medalha de bronze na prova dos 3.000 metros rasos feminino.

Foto: Paulo de Tarso Jr.

sem comentário »