Um novo desafio a partir de hoje…

9comentários

16 de março de 2012.

A partir de hoje, ao meio-dia, o Maranhão passa a fazer parte do maior portal de notícias do país com a estreia do G1 Maranhão e Globoesporte Maranhão.

O G1 é o portal de notícias da Globo e o GE, o portal de esportes.

O Maranhão é mais um estado, dentro do projeto afiliadas da Rede Globo que passa a integrar o projeto que é único no mundo da internet.

No G1, o internauta vai encontrar notícias, entretenimento, interatividade, serviço, vídeos da TV Mirante… No GE, os torcedores dos nossos clubes, por exemplo terão uma página do seu time de coração, além das notícias e curiosidades do esporte no Maranhão.

Quero agradecer a todos que fazem o Sistema Mirante pela confiança a mim dispensada. O desafio de coordenar os dois projeto é grande, mas a vontade e a alegria de fazer parte de algo que vai mudar a história da internet no Maranhão é bem maior.

Obrigado pela confiança e chega de conversa…

O Maranhão agora está no G1 e no Globoesporte.

9 comentários »

Escritor maranhense no Jô Soares

0comentário

Escritor e tradutor maranhense, Bruno Azevêdo foi um dos entrevistado no Programa do Jô, na TV Globo, nesta segunda-feira, dia 12 de março.

Bruno adora o bizzaro. Ele é autor de “O Monstro Souza [Romance Festifud]” e de “Breganejo Blues – Novela Trezoitão”.

Muito esquisita e divertida a entrevista

Clique no player ao lado e confira a entrevista completa.

sem comentário »

Não foi dessa vez que o Brasil levou o Oscar

3comentários

Ainda não foi este ano que o Brasil conquistou um prêmio no Oscar. Composta por Sergio Mendes, Carlinhos Brown, John Powell, Mikael Mutti e Siedah Garrett, a música “Real in Rio”, da trilha sonora do filme “Rio” concorreu na categoria melhor canção original. O prêmio ficou com “Man or Muppet”, do longa “Os Muppets”.

Ouça a canção “Real in Rio”

Conheça os vencedores do Oscar 2012

3 comentários »

Maranhão é destaque em jornal espanhol

1comentário

Nem sempre o Maranhão aparece na mídia de forma negativa como muita gente aqui faz questão de festejar.

O ministro do Turismo, Gastão Vieira comemora a publicação na Espanha de reportagem, no Jornal Econômico Expansión.

A reportagem destaca as belezas dos Lencois Maranhenses.

Que bom! Uma boa notícia não faz mal a ninguém.

1 comentário »

As Brasileiras apresenta episódio ‘A Viúva do Maranhão’

4comentários

Uma viúva que quer namorar e voltar a viver. É assim que Patrícia Pillar define Ludimila, sua personagem em ‘A Viúva do Maranhão’, episódio da série As Brasileiras, gravado nos Lençóis Maranhenses e que vai ao ar na Rede Globo nesta quinta-feira.

Político, empresário e dono de uma elegante rede de hotéis, Justos Barreto partiu dessa para melhor de repente. Deixou fortuna, fama e uma viúva: Ludimila, uma mulher jovem, bonita, rica e fiel a sua memória. Mas até quando Ludimila vai viver olhando para uma foto do seu falecido marido? Um novo amor pode estar bem na frente de seus olhos: o braço direito de Justos, o assessor Edson (Marcello Antony), começa a chamar sua atenção.

– Essa necessidade de viver é tão grande que ela acaba se frustrando – revela a atriz.

Além de Patrícia e Antony, o episódio também traz Leopoldo Pacheco e Suzana Faini no elenco.

As Brasileiras é um programa de Daniel Filho, inspirado na obra audiovisual As Cariocas, realizada com base na obra de Sérgio Porto. Uma coprodução da Rede Globo com a Lereby, a série vai ao ar, logo após o Big Brother Brasil 12.

4 comentários »

Enquanto isso no Carnaval da Bahia…

0comentário

Surpresa na quarta-feira de cinzas em Salvador. Ivete Sangalo e Cláudia Leite cantam juntas num trio pela primeira vez. Não é preciso dizer mais nada… (Foto: Eduardo Freire/G1)

sem comentário »

São Luís pede passagem com a Beija-Flor

0comentário

Recheada de lendas, crenças e misticismo, a escola de samba Beija-Flor de Nilópolis, do Rio de Janeiro, vai buscar o 13º título do carnaval com o enredo “São Luís, o poema encantado do Maranhão”. Para contar a história da capital maranhense, a atual campeã carioca não mediu esforços e vai levar para a Avenida cerca de cinco toneladas de búzios.

Tal proeza é para contar a chegada dos negros ao Brasil. As milhares de conchinhas poderão ser vistas em pelo menos dois dos 8 carros alegóricos e nas fantasias dos 3,8 mil componentes, divididos em 49 alas. Uma a uma, elas foram coladas a mão, um trabalho minucioso que durou cerca de três meses para ficar pronto. Entre um setor e outro, a Beija-Flor promete fazer um passeio pela cultura maranhense.

Uma das alegorias que promete chamar a atenção é a que representa o navio negreiro, com máscaras africanas e esculturas de corpos humanos na lateral da barca.

De acordo com o carnavalesco Victor Santos, que compõe a comissão de carnaval, somente no setor dois serão cerca de 1,5 mil componentes, todos negros, representando o sofrimento dos escravos.

A cultura afro, aliás, estará presente em grande parte do desfile. Para desenvolver o enredo, a comissão de carnaval foi até São Luís do Maranhão. Foi em uma dessas visitas, de acordo com Victor Santos, que a comissão percebeu uma forte influência negra na cidade. Por isso, não só a cultura, mas também a religião e festas folclóricas como o bumba meu boi estarão no desfile.

“Nós procuramos uma forma diferente para tratar esse enredo. Fizemos várias viagens para a ilha e descobrimos uma influência negra muito poderosa. E nós vamos enfatizar no desfile essa influência negra, além das lendas de São Luís e todo o espírito e mistério que você percebe quando você chega lá na cidade”, explicou o carnavalesco.

Assombrações e serpentes aladas

Criaturas armadas, com chifres e grandes serpentes ganharão movimentos e cores para contar o surgimento de São Luís através de um olhar místico. A alegoria é uma das que mais chamam a atenção no barracão da escola, na Cidade do Samba, na Gamboa, na Zona Portuária da cidade. Com esculturas grandiosas, artistas de Parintins (AM) trabalham dia e noite para dar vida aos personagens. O resultado poderá ser visto na Avenida.

Considerada uma das lendas mais populares de São Luís do Maranhão, a carruagem encantada de Ana Jansen será representada neste setor. De acordo com o carnavalesco, reza a lenda que Ana Jansen, mulher rica, poderosa e cruel com os seus escravos, teria sido condenada a pagar os seus pecados vagando eternamente pelas ruas da cidade numa carruagem encantada.

“O desfile da Beija-Flor será extremamente místico. São Luís surgiu apoiada neste misticismo, nessas lendas, nesses fantasmas. Em um dos carros teremos a figura de Ana Jansen, da assombração e da serpente de prata. É uma parte esperada, a passagem da carruagem assombrada de Ana Jansen, puxada por um escravo sem cabeça e cavalos decapitados”, disse.

Homenagem a Joãosinho Trinta

Entre tantas homenagens, uma não poderia ficar de fora do enredo da Beija-Flor. A azul e branca pretende encerrar o seu desfile com um emocionante tributo ao carnavalesco Joãosinho Trinta, que morreu no dia 17 de dezembro do ano passado. Maranhense, Joãsinho ficou por 17 anos na Beija-Flor, sendo campeão cinco vezes, entre 1976 e 1983.

O desfiles antológico “Ratos e urubus larguem a minha fantasia”, de 1989, será lembrado em uma das alegorias, mas desta vez, diz Victor Santos, a réplica do Cristo Redentor como mendigo virá descoberta na Avenida. Na época, por decisão da Justiça, a escultura teve que entrar coberta. O trono que seria usado por Joãosinho vai entrar vazio na Sapucaí.

Os grandes escritores, poetas e o carnaval de rua maranhense também serão lembrados. Sobre as fantasias do primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira Selmynha Sorriso e Claudinho, e da rainha de bateria Raíssa Oliveira, o carnavalesco preferiu manter segredo.

Com a voz de Neguinho da Beija-Flor e bateria afinada sob o comando dos mestres Plínio e Rodney, a Beija-Flor será a sexta escola a passar pela Avenida no domingo (19 de fevereiro), com previsão de entrada entre 2h25 e 3h50.

Por 82 minutos, Victor Santos garante: a Marquês de Sapucaí vai se transformar na capital do Maranhão. ” A escola está coesa e nós viremos para disputar. Vamos trazer muita encenação, muitos momentos de surpresa, inesperados, a junção do chão com os carros alegóricos. Temos certeza de que será um grande carnaval, à altura de São Luís”, disse Victor Santos.

Reportagem Rodrigo Vianna, G1

sem comentário »

O Bicho Terra é nosso…

5comentários

Não tem quem resista a uma apresentação do Bicho Terra.

Podem falar o que quiser, mas é impossível pensar em carnaval aqui sem o Bicho. Ninguém segura!

A receita é simples: o Bicho Terra mistura malícia com sensualidade, de um jeito colorido e muito divertido de fazer carnaval.

Neste período, a agenda do grupo é cheia. São várias apresentações por dia, mas os integrantes parecem ter sempre fôlego para transformar todos os dias em dias de festas.

São muitos sucessos que estão na boca do povão: “Gostosa”, “É o bicho”, “fogo de amor”, “Vou passear”, “Lá vai o Bicho”, etc. Canções que já ganharam o Brasil e o mundo.

O Bicho Terra é energia pura, e é nosso, isso é o que é mais importante. Não importa o que dizem.

É como diz a canção “Quando o Bicho Passar”….

“Quando o Bicho passar e a galera mandar um beijo com aquele jeitinho eu te vejo no meio do povo a dançar…”

5 comentários »

Morre o cantor Wando

3comentários

O cantor Wando morreu na manhã desta quarta-feira (8) no Biocor Instituto, em Nova Lima, onde estava internado desde o dia 27 de janeiro. A informação é do médico particular dele, João Carlos de Souza Dionísio. Segundo o médico, ele teve uma parada cardiorrespiratória às 8h desta quarta-feira (8).

Biografia

Nascido Vanderley Alves do Reis, em Cajuri, na Zona da Mata de Minas Gerais, Wando passou a infância em Juiz de Fora. Depois, foi para a cidade de Volta Redonda (RJ), onde vendeu leite, entregou jornal, foi feirante, motorista de caminhão e já se envolvia com a música, segundo o site oficial do cantor. Ele começou a fazer shows em bailes, com um grupo, e descobriu que as músicas românticas eram mais apreciadas pelas mulheres.

Em 1973, Wando gravou seu primeiro álbum, “Glória a Deus no céu, e samba da terra”. O sucesso “Moça” veio em 1975, quando o cantor vendeu 1,2 milhão de discos compactos simples do álbum “Wando”. Ao todo, são 28 álbuns na carreira do artista que ficou conhecido por ganhar calcinhas das fãs. O trabalho mais recente foi lançado em 2005, “Wando – Romântico brasileiro, sem-vergonha”.

G1

3 comentários »

Festival Geia de Literatura é lançado em Ribamar

2comentários

O prefeito Gil Cutrim (PMDB) e o presidente do Instituto Geia, Jorge Murad, lançaram, nesta terça-feira (7), a oitava edição do Festival Geia de Literatura, evento que acontecerá nos dias 29, 30 e 31 de agosto no município de São José de Ribamar.

A solenidade de lançamento do Festival Geia de Literatura 2012 foi realizada nas dependências da Escola Municipal Liceu Ribamarense e contou com as participações de professores, estudantes, patrocinadores e lideranças políticas, dentre elas o ex-prefeito e atual secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Luis Fernando Silva, que representou a governadora Roseana Sarney no evento.

Lançado em 2005, o Festival, promovido pelo Instituto Geia em parceria com a prefeitura ribamarense, tem como objetivo disseminar a literatura e o hábito da leitura entre os alunos ribamarenses das redes municipal, estadual e privada de ensino.

Este ano, as principais novidades dizem respeito ao aumento do valor das premiações para as escolas que participarão da Gincana Geia do Conhecimento e ao processo de inscrição. A primeira colocada receberá como prêmio a quantia de R$ 3 mil; a segunda R$ 1.750,00 e a terceira R$ 1 mil.

O processo de inscrição será feito somente pela Internet através do sítio d oInstituto (www.geia.org.br) no período compreendido entre 1º a 30 de março. Especificamente sobre a rede municipal de ensino de São José de Ribamar, poderão efetuar as inscrições somente Escolas Municipais que possuem Ensino Fundamental da 5ª a 8ªsérie.

As obras literárias que nortearão a oitava edição do Festival são os livros “Uma Idéia toda Azul”, de Marina Colasanti, e “O Mulato”, de Aluísio Azevedo.

Além da Gincana do Conhecimento, estão mantidos para este ano o Desafio de Literatura; a Olimpíada de Matemática, o Concurso Professor Pesquisador e o Prêmio Geia de Monografia, destinado aos universitários de instituições públicas e privadas do Maranhão.

“É o segundo ano consecutivo que nossa administração tem o prazer de contribuir com a realização do Festival Geia, este importante mecanismo incentivador do hábito da leitura entre os estudantes ribamarenses. O evento é, e sempre será,um grande sucesso porque é focado na educação, pilar fundamental na formação de homens e mulheres de bem”, avaliou Gil Cutrim.

Luis Fernando elogiou a parceria formalizada, mais uma vez, entre o Instituto Geia e a prefeitura ribamarense e garantiu que o Governo do Estado também dará total apoio ao evento literário. “O Festival desmistifica aquela história de que é impossível o aluno ter contato direto com um grande escritor. O aluno, além deter contato direto com grandes ícones da literatura maranhense e brasileira, absolve o hábito da leitura”, afirmou o secretário chefe da Casa Civil.

Jorge Murad agradeceu o apoio da prefeitura e dos demais parceiros e disse que a programação oficial do Festival, assim como os escritores de renome nacional que participarão do evento, serão anunciados em breve. “Todos os anos implantamos algumas novidades com o objetivo de tornar o Festival mais ágil e atrativo. Tenho certeza que a edição 2012 será melhor do que as anteriores”.

2 comentários »