Adriano presta homenagem a contabilistas

0comentário

Adriano Sarney anuncia Frente Parlamentar em Defesa do Profissional da Contabilidade

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) anunciou, nesta quinta-feira (27), a criação da Frente Parlamentar em Defesa do Profissional da Contabilidade. A informação foi divulgada no plenário da Assembleia Legislativa, durante sessão solene realizada para homenagear o Dia do Contabilista. O evento foi prestigiado por diversas lideranças da classe, além de estudantes da área contábil.

Segundo o deputado, o profissional de contabilidade é imprescindível para o desenvolvimento econômico do estado. “O contabilista é de suma importância pois ele transita entre o empresariado (setor que mais gera empregos no país), as organizações, a pessoa física e a Assembleia Legislativa. É esse profissional que conhece a fundo as leis do setor, as regulamentações fiscais estaduais e devemos cada vez mais aproximarmos a Casa Parlamentar do profissional de contabilidade”, declarou Adriano.

Na oportunidade, além de anunciar a criação de uma frente parlamentar em defesa dos contabilistas, o parlamentar os convidou a integrar a Frente Parlamentar em Defesa da Micro e Pequena Empresa, que o deputado vem articulando com todo o setor produtivo desde fins do ano passado.

(mais…)

sem comentário »

Andrea cobra providências sobre Caso Levi

0comentário

A deputada Andrea Murad (PMDB) disse que a representação contra o deputado Levi Pontes (PCdoB), relatando o áudio do parlamentar sobre o desvio dos peixes da semana santa para benefícios eleitorais, chegará esta semana à Comissão de Ética da Assembleia Legislativa. A líder de oposição anunciou ainda que uma nova representação será protocolada na Procuradoria Geral de Justiça.

“A representação vai esta semana para a Comissão de Ética, como eu fui informada e eu darei entrada numa representação junto à Procuradoria Geral de Justiça porque nós estamos diante de fortes indícios de corrupção, improbidade administrativa, desvio de recursos públicos e abuso de poder político para fins eleitoreiros. Eu acho que a Assembleia e o Ministério Público não podem aceitar uma coisa dessas, deixar que isso fique impune. Há duas semanas, todo mundo ouviu em alto e bom som o deputado Levi declarando que tinha cota de peixe em Chapadinha e que ele inclusive iria desviar para Santa Quitéria e São Benedito, as regiões dele do Baixo Parnaíba, achando tudo muito natural. Isso é crime e todo mundo está achando muito normal”, disse a deputada.

Andrea Murad lamentou a ausência de providências do PCdoB, que afastou temporariamente o vice-presidente do diretório municipal de Timon, Clemilton Colaço, que também foi exonerado do cargo de Diretor da Unidade Regional de Timon, da Secretaria de Indústria, Comércio e Energia. Para a deputada, o partido e o governo se isentam sobre o caso do deputado Levi Pontes e de seu “parceiro”, atual Superintendente de Articulação Regional de Chapadinha, conhecido como Irmão Gomes.

“Tenho certeza que se isso partisse de um deputado de oposição, o deputado era cassado, mas como é deputado do governo, está tudo ótimo, a base governista toda apoiando essa pouca vergonha. O superintendente da Regional, o parceiro do Deputado Levi, a quem ele se refere no áudio, continua no emprego, lá com o Márcio Jerry, ou seja, dois pesos e duas medidas. Não tinha que demitir como demitiu o de Timon? Que brincadeira é essa? Então, realmente, eu acho que o partido não acha relevante o desvio anunciado do deputado, até porque o Governador Flávio Dino está envolvido na Lava Jato, para ele é normal pegar uma malinha de dinheiro, duzentos mil, quatrocentos mil e partir. É assim que funciona? Eu quero que esta Casa apure essa questão que houve com o Deputado Levi Pontes. E eu espero que esta Casa não seja mais uma vez ridicularizada, mais uma vez, sendo motivos de chacota, que se agacha para governo, porque a verdade é essa, o Deputado Levi Pontes está protegido pelo governo, pelo PCdoB que não tomou nenhuma providência com ele e o seu parceiro”, reforçou a parlamentar.

Foto: Nestor Bezerra

sem comentário »

Adriano exige coerência de governistas

5comentários

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) deu o tom dos debates na Assembleia, nesta terça-feira (18), cobrando coerência da base governista, que tenta utilizar pesos e medidas diferentes para o governador Flávio Dino (PCdoB) e os demais políticos citados na Operação Lava Jato.

“Assim como os governistas acreditam na inocência de Flávio Dino, eu tenho convicção de que o ex-presidente José Sarney está sendo injustiçado”, declarou.

Para Adriano, os políticos listados na delação da Lava Jato estão em situação semelhante, serão devidamente investigados e vão, eventualmente, apresentar cada um a sua defesa à Justiça.

Foto: Agência Assembleia

5 comentários »

Edilázio diz que Dino morde a própria língua

0comentário

Deputado Edilázio Júnior fez dura crítica hoje, à postura adotada pelo governador Flávio Dino

 O deputado estadual Edilázio Júnior (PV) fez dura crítica hoje, à postura adotada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), após o comunista ter sido envolvido no escândalo de corrupção conhecido Lava Jato.

Dino foi citado em delação feita por José de Carvalho Filho, ex-funcionário da Odebrecht, ao Ministério Público Federal (MPF).

No depoimento, Filho detalhou o pagamento de R$ 200 mil à campanha de Flávio Dino em 2010, em troca de apoio do comunista, então deputado federal, ao Projeto de Lei nº 2.279/2007 de interesse da empreiteira, na Câmara dos Deputados e afirmou   que outros R$ 200 mil foram pagos na campanha de 2014, mas de forma oficial.

Para Edilázio, o envolvimento de Flávio Dino na Lava Jato, é uma decepção para o eleitor maranhense.

“Ele, que até ontem era o arauto da moralidade do nosso Maranhão, que já era uma decepção como gestor e como político, agora é uma grande decepção com relação à moral. Porque o que ocorreu com relação à Odebrecht, não se trata de ‘Caixa 2’, se trata de propina”, disse.

Edilázio lembrou que todo o esquema delatado por José de Carvalho Filho, está registrado pela Odebrecht. Ele enfatizou o apelido de Dino na denúncia: Cuba, e fez referência à senha utilizada pelo governador, segundo a delação, para o resgate do dinheiro: Charuto.

“Vale ressaltar que o delator, que se dava muito bem com ele. Já veio aqui no Maranhão depois de ele ter sido eleito governador. Visitou ele [Flávio Dino] várias vezes ainda na Embratur. O governador Flávio Dino hoje morde a própria língua”, enfatizou.

Antes de finalizar o seu discurso, no Grande Expediente, Edilázio ainda fez uma crítica em relação à postura adotada por Dino após ter sido citado na Lava Jato.

“Quando a ex-governadora Roseana Sarney (PMDB) foi citada, na época pelo Paulo Roberto Costa, houve um alvoroço aqui de governistas, já condenando-a. Hoje o governador morde a própria língua”, finalizou.

O discurso de Edilázio foi aparteado pelos deputados Eduardo Braide (PMN), Sousa Neto (PROS) e Adriano Sarney (PV), que destacaram a coerência no posicionamento.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Andrea diz que querem tirar Dino do foco

1comentário

Andrea Murad avalia ação desesperada do governo para tirar Flávio Dino do foco da Lava Jato

A ação midiática desenfreada do governo do Maranhão demonstra completo desespero de Flávio Dino que entra a segunda semana com a imagem manchada pela sua inclusão na lista da lava jato. A deputada Andrea Murad fez uma breve análise do cenário e disse que a postura de Flávio Dino mostra um total descontrole emocional diferente de outros governadores.

“Eu estava comparando as situações e vejo o descontrole emocional que ficou o governador Flávio Dino com isso. Ninguém ficou imune aos seus ataques. Atacou o delator, criticou a Lava Jato, vociferou via redes sociais, atacou a justiça. Eu vi as reações de outros governadores e não vi por exemplo, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, descontrolado, falando de ninguém. O governador Geraldo Alckmin emitiu uma nota e muito calmamente disse que a justiça vai provar a inocência dele. Contrário a Alckmin, o governador Flávio Dino só demonstra o seu total desequilíbrio porque nunca imaginou que fossem descobrir o propineiro que ele é”, disse Andrea.

Andrea Murad criticou a massificação das propagandas do governo em horário nobre, a participação do governador em entrevistas de TV e rádio, além de divulgações de pesquisas antigas para beneficiar Flávio Dino. Para a parlamentar, mentiras são disparadas para tirar o foco das acusações de receber dinheiro de caixa 2 da Odebrecht, o que motivaram Andrea entrar com ofícios solicitando informações sobre os anúncios feitos pelo governo.

“Um dado que eu quero muito saber se refere ao que estão divulgando na propaganda enganosa. As escolas, 574 escolas reconstruídas e reformadas. Aí eu sei que é mentira porque mês passado denunciei as condições precárias de duas unidades só em Coroatá. Teve reforma muito da fajuta em 2, que os alunos reclamam até hoje, os professores reclamam até hoje, então se esse tipo de reconstrução foi o que ele fez no Maranhão, nós precisamos fiscalizar. Fiz também esse ofício para a Secretaria de Estado da Educação solicitando ao secretário quais foram as escolas, locais, de todas as 574 escolas detalhadamente. Eu espero que o secretário entenda o papel do parlamentar e envie, caso contrário vamos visitar as escolas e mostrar a realidade de qualquer jeito. O governador também precisa explicar os 2.000 quilômetros de asfalto novo que o governo teria feito e que saiu em sua propaganda. Onde foi? Também estou solicitando para a Secretaria de Infraestrutura as informações detalhadas dessa obra anunciada que não passam de propaganda enganosa”, discursou.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

1 comentário »

Cafeteira quer discutir Reforma da Previdência

0comentário

Rogério Cafeteira conclama deputados estaduais a se unirem contra Reforma da Previdência

O deputado Rogério Cafeteira (PSB) saiu em defesa dos milhares de trabalhadores brasileiros que serão afetados pela Reforma da Previdência. De acordo com ele, a turbulência que envolve a classe política acabou camuflando o assunto, que ainda está em plena tramitação. O parlamentar pontuou que o assunto é extremamente importante e grave.

Na opinião do deputado, antes de ser votada a Reforma, é necessário que se amplie a discussão, visto que outro aspecto a ser levado em consideração é a corrupção dentro de setores da própria Previdência. “E minha sugestão é que antes de ser votada uma Reforma como essa, que se aprofundasse o debate, que, antes disso, fosse combatida a corrupção, a roubalheira que existe hoje na Previdência do Brasil. Infelizmente, esse sangramento da nossa Previdência não é de agora”, lamentou.

Cafeteira citou como exemplo  de corrupção na Previdência Social o caso “Jorgina de Freitas”, ex-procuradora previdenciária que foi condenada por chefiar quadrilha que desviou mais de 1 bilhão do Instituto Federal de Seguridade Social (INSS). O parlamentar suplicou que, antes de sacrificar o trabalhador brasileiro, o Governo Federal intensifique a fiscalização e cobranças de instituições que são grandes devedoras do INSS.

Rogério Cafeteira destacou que o planejamento de aposentadoria dos brasileiros está comprometido e convidou os colegas parlamentares a se posicionarem de forma oficial sobre o assunto.  “E agora vem no meio da vida, pessoas de 40, 50 anos, que já têm um plano de aposentadoria, eles se preparam para a sua aposentadoria e vê toda essa regra ser jogada abaixo. Então é um apelo que eu faço, que a gente também discuta isso. E desta forma, que possamos fazer o encaminhamento em conjunto aqui da Assembleia da nossa posição”, destacou.

Durante sua fala, o deputado pontuou a importância do beneficio social para a população rural. “Infelizmente há pouco tempo eu vi, existia mais beneficiários rurais, do que os próprios agricultores. No País tem mais gente sendo beneficiada do que agricultores. Então eu acho que a reforma precisaria começar desse ponto. Primeiro que a gente fizesse uma força tarefa, fizesse um esforço concentrado para que fosse extinta a questão dessa corrupção dentro da previdência do País”, finalizou.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Braide presidirá Comissão da Reforma Política

0comentário

Deputado Eduardo Braide é eleito presidente da Comissão da Reforma Política na Assembleia

O deputado Eduardo Braide foi eleito, nesta semana, presidente da Comissão Especial da Assembleia Legislativa que vai debater, no Maranhão, a Reforma Política do país.

“Temos a responsabilidade de contribuir com essa discussão que muda o cenário das eleições para 2018, como já sinalizou o Congresso Nacional. A reforma política é a mãe de todas as reformas, pois decidirá a forma dos eleitores escolherem seus representantes e nós, aqui, iremos ouvi-los”, afirmou o deputado.

A primeira medida da Comissão já está definida. Será realizada uma audiência pública na Assembleia Legislativa com a participação de partidos políticos, entidades e sociedade civil.

“Já deliberamos para o dia 8 de maio, a realização de uma audiência pública aqui na Assembleia com a participação da bancada federal maranhense. Ouviremos partidos políticos, sociedade civil, Ministério Público, Poder Judiciário, OAB e, principalmente, os eleitores, para debatermos juntos o assunto e encaminhar as nossas sugestões ao Congresso Nacional”, informou o parlamentar.

Dentre os principais pontos a serem debatidos estão: voto em lista fechada, financiamento público de campanha, voto distrital, fim das coligações proporcionais e da reeleição. Para a Comissão Especial da Reforma Política foram eleitos também os deputados Levi Pontes (vice-presidente) e Rafael Leitoa (relator). Compõem ainda a Comissão, os deputados Bira do Pindaré, Edilázio Júnior, Rogério Cafeteira e Vinícius Louro.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »

Andrea adiciona novas provas contra Levi

1comentário

Deputada Andrea Murad adiciona novas provas à representação para Comissão de Ética

 Nesta terça-feira (11), a deputada Andrea Murad (PMDB) adicionou novas provas à representação para a Comissão de Ética da Assembleia Legislativa, referentes a conduta do deputado Levi Pontes (PCdoB) que pretendia desviar peixes distribuídos pela Prefeitura de Chapadinha para beneficiar lideranças políticas e eleitores. Após sessão de ontem (10) e repercussão na imprensa, o parlamentar da base do governo foi desmentido pelo próprio prefeito de Chapadinha, Magno Bacelar. Para a parlamentar, Levi Pontes também mentiu na tribuna da Assembleia sobre a origem dos recursos para a compra do pescado.

“Anexei novas provas à minha representação que protocolei ontem junto à Mesa Diretora, onde todos aguardam que esta Assembleia cumpra o seu papel e encaminhe à Comissão de Ética para as devidas providências. Provas estas que o Maranhão inteiro assistiu e que nós presenciamos aqui em plenário onde o deputado Levi Pontes subiu à tribuna e ‘informou’ que o peixe seria comprado com recursos próprios do prefeito e do próprio deputado. O mais assustador foi ver o próprio deputado, que mentiu na tribuna, dar outras versões do fato, demonstrando um caráter incompatível com o cargo que exerce”, disse Andrea Murad.

Foi anexada à representação a declaração do prefeito Magno Bacelar, veiculada no jornal da TV Mirante, afirmando que o peixe distribuído em Chapadinha foi adquirido pela própria prefeitura via licitação. E também a declaração do deputado Levi Pontes à TV afirmando ter pedido cota para que o prefeito distribuísse peixes para vereadores e seus eleitores. Andrea Murad aguarda definição da Mesa Diretora sobre a conduta do parlamentar comunista que deve ser punido não apenas na esfera do Poder Legislativo.

“O meu requerimento ainda será analisado pela Mesa Diretora, que pode decidir ou não encaminhar minha representação para a Comissão de Ética da Assembleia Legislativa, hoje presidida pela deputada Francisca Primo do PCdoB. Estamos diante de um fato incontestável de um deputado da base do governo que ia se apropriar da distribuição de peixes feita por uma Prefeitura, gasto com recurso público, para ele entregar a eleitores, inclusive de outros municípios. Tão grave ainda foi usar a tribuna da Assembleia para se defender e mentir sobre o assunto, sendo totalmente desmentido por ele mesmo e pelo prefeito de Chapadinha. Levi Pontes deve ser punido não apenas por esta casa, mas pelo Poder Judiciário e até pelo seu próprio partido, que deveria no mínimo repudiar postura tão inescrupulosa”, disse Andrea.

Foto: Nestor Bezerra

1 comentário »

Deputada quer processo contra Levi Pontes

0comentário

Um requerimento de autoria da deputada Andrea Murad (PMDB), líder do Bloco de Oposição, foi protocolado junto à Mesa Diretora da Assembleia Legislativa solicitando o encaminhando de representação para a Comissão de Ética da casa contra o deputado Levi Pontes (PCdoB). No documento, a deputada narra os fatos em que o comunista pretendia se apoderar de uma ação da Prefeitura de Chapadinha, com fins eleitoreiros, através da distribuição de peixes para famílias carentes do município.

“Quero anunciar que estou protocolando nesta casa hoje uma representação para a Comissão de Ética instaurar processo disciplinar, apurar os fatos e as provas, referente a prática irregular e grave desempenhada pelo deputado Levi Pontes, no qual pleiteia favorecimento e vantagens eleitorais com recursos públicos. No áudio há fortes indícios de corrupção, improbidade administrativa, desvio de recursos públicos e abuso de poder político com fins eleitorais. Além de manifesta quebra de decoro parlamentar. Vou adotar as medidas legais também junto ao Ministério Público Estadual e Eleitoral”, disse Andrea Murad da tribuna.

Um áudio do deputado Levi Pontes foi publicado em sites e nas redes sociais falando que possui “cota de peixe” e que ele iria destinar para suas lideranças, vereadores “insatisfeitos” e até outros municípios de sua base eleitoral. A distribuição de peixes pela Prefeitura de Chapadinha na época da Semana Santa é considerada praticamente uma tradição conforme notícias publicadas pelo próprio município nos últimos anos, fato destacado pela deputada Andrea Murad na tribuna e na representação contra o deputado Levi. Em trecho desse áudio, o deputado do PCdoB afirma:

“Por favor, veja a sua, dos vereadores todos nossos que tão insatisfeitos… da necessidade de uma cota pra mim bem antes que na hora que o peixe chegar em Chapadinha, para os nossos municípios tipo Santa Quitéria, São Benedito. Aí tu vê, São Benedito foi porque me pediu e eu fiquei de mandar deixar no meu carro…Ele [prefeito de Chapadinha] tem compromisso de me eleger. Não é só votar em Chapadinha”.

Andrea Murad considera a postura do deputado vexatória, imoral e ilegal. De acordo com o artigo 12 do Código de Ética e Decoro Parlamentar constituem-se atos incompatíveis praticar irregularidades graves no desempenho do mandato ou de encargos dele decorrentes, inclusive a atuação em causa própria; e ainda pleitear ou usufruir de favorecimento ou vantagens pessoais ou eleitorais com recursos públicos.

“Importante que a Casa não feche os olhos pra esse caso revoltante, protagonizado por um deputado estadual. Proponho na representação que protocolei junto a mesa hoje que a Comissão de Ética tome as medidas cabíveis destinadas a combater os atos Incompatíveis com a Ética e o Decoro Parlamentar, podendo até punir o deputado Levi com a perda do mandato ou com a suspensão temporária do exercício do mandato”, disse Andrea Murad.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

Leia mais

sem comentário »

Iniciativa de Frota vai beneficiar idosos

0comentário

Um projeto de Lei de autoria do deputado Sérgio Frota (PSDB) e que está tramitando na Assembleia Legislativa do Maranhão vai beneficiar pessoas com mais de 60 anos de idade.

Pelo projeto, será dispensada a marcação de exames e consultas para essas pessoas nas Unidades de Saúde Públicas pertencentes ao governo do Maranhão.

“Trata-se de um ponto positivo para tentar melhorar as condições da saúde pública do estado, e vai favorecer pessoas que precisam, por muitas vezes, de uma urgência em vários casos de saúde”, garante Frota.

Sem dúvida alguma essa é uma proposta justa e que vai acabar com a humilhação e a longa espera de idosos nas filas de marcação de consultas e exames.

Foto: Agência Assembleia

sem comentário »