Camarão responde críticas de Andrea Murad

0comentário

O secretário de estado da Educação, Felipe Camarão reagiu nas redes sociais às críticas que tem sido feitas na tribuna da Assembleia Legislativa, pela deputada Andrea Murad (PMDB).

Esta semana, a deputada Andrea Murad (PMDB) repercutiu o protesto e as péssimas condições das escolas Luiz Montenegro Tavares e João Lisboa, ambas da rede estadual de ensino.

“As unidades de ensino Luiz Montenegro Tavares e a João Lisboa se encontram imundas, degradantes, em estado de péssima qualidade. Além de sua estrutura, são mal administradas e precisa da intervenção da Secretaria para que os alunos não sejam mais prejudicados porque até professores faltam nas unidades. Os estudantes estão sem aula. Não tem vigilância e a limpeza é precária. O governo não faz o que deveria fazer, aquilo que é de responsabilidade do estado”, disse.

O secretário Felipe Camarão disse que três escolas já foram reconstruídas em Coroatá, mas não comentou a situação das escolas citadas pela deputada. “Desinformação é algo terrível. Deputada oposicionista não sabe que só na cidade de sua base eleitoral o governo do Maranhão reconstruiu 3 escolas”, escreveu.

Camarão disse inda que está aberto às críticas. “As críticas são sempre bem vindas, mas são boas quando justas e verdadeiras”, finalizou.

sem comentário »

Inscricões abertas ao Jovem Parlamentar

0comentário

Jornada parlamentar acontece de 25 a 29 de setembro, na Câmara dos Deputados, em Brasília

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) informa que se encontram abertas, até 9 de junho, as inscrições para a 14ª edição do Parlamento Jovem Brasileiro (PJB), programa realizado anualmente pela Câmara dos Deputados, com o objetivo de possibilitar aos estudantes de ensino médio de escolas públicas e particulares a vivência do processo democrático, mediante a participação em uma jornada parlamentar na Câmara dos Deputados, em que os estudantes tomam posse e atuam como deputados jovens.

Podem participar da seleção os estudantes que estiverem cursando os 2º e 3º do Ensino Médio, ou, ainda, o 4º ano, no caso dos alunos do ensino técnico, na modalidade integrada ao ensino médio, com idade entre 16 e 22 anos. É importante ressaltar que, o estudante não pode ter participado de outras edições PJB.

Os interessados devem elaborar um projeto de lei que proponha mudanças para melhorar a realidade do país. O tema é livre, mas deve ter impacto nacional. A proposta deve ser enviada juntamente com a ficha de inscrição, com toda a documentação necessária à Secretaria de Estado da Educação, na forma prevista no Manual de Procedimentos do PJB 2017. Os candidatos devem preencher a ficha de inscrição no endereço eletrônico: www.camara.leg.br/pjb.

A ficha deve ser impressa e, juntamente com o projeto de lei e todos os documentos necessários deve ser encaminhada às Unidades Regionais de Educação (UREs), ou diretamente para a Secretaria Adjunta de Projetos Especiais da Secretaria de Estado de Educação (Sape/Seduc) pelo endereço eletrônico:[email protected].

(mais…)

sem comentário »

Governo revitalizará escolas indígenas

0comentário
18 escolas de educação integral entrarão em funcionamento no próximo ano

Governo do Estado iniciará processo de revitalização de escolas indígenas do Maranhão

O Governo do Estado iniciará o processo de revitalização de escolas indígenas do Maranhão. Logo em fevereiro de 2017, serão revitalizadas 10 escolas indígenas, localizadas em 10 aldeias dos municípios de Bom Jardim, Santa Luzia do Paruá, Amarante, Bom Jesus das Selvas, Grajaú, Itaipava do Grajaú e Jenipapo dos Vieiras, beneficiando aproximadamente 2 mil alunos indígenas.

As escolas foram definidas após levantamento feito por equipe técnica da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que apurou a situação das escolas indígenas no Maranhão. De acordo com o secretário da Educação, Felipe Camarão, a revitalização das escolas indígenas é determinação do governador Flávio Dino que, ao longo de dois anos, tem desempenhado um importante papel de recuperação da rede física escolar em todo o Estado.

“Primeiramente os serviços serão executados nestas 10 escolas, por serem as que necessitam de reparos mais imediatos, conforme o levantamento nos apontou”, ressaltou Felipe Camarão. O secretário também destacou que, posteriormente, será possível estender o trabalho para outras aldeias, pois o investimento na infraestrutura dos espaços escolares também irá refletir na melhoria da aprendizagem e na autoestima de toda comunidade escolar. Camarão observou que o governador Flávio Dino está focado em transformar a educação maranhense e, dia após dia,  avança, conforme seu direcionamento.

O secretário Adjunto de Suporte ao Sistema Educacional da Seduc, Anderson Lindoso, destaca que a ampliação do diálogo com as comunidades indígenas, tem possibilitado à Seduc conhecer melhor a realidade de cada aldeia. “Seguindo as diretrizes do governador Flávio Dino, a Seduc desenvolve um trabalho amplo de valorização e recuperação do ambiente escolar. Com as comunidades indígenas não poderia ser diferente”, disse.

Lindoso destacou ainda que, com a ampliação do diálogo, foi possível conhecer mais de perto a realidade de cada aldeia e atender da melhor forma as demandas dos povos indígenas. “Assim como na alimentação escolar, que em 2016 foi completamente realizada, em 2017 trabalharemos com a infraestrutura das escolas garantindo uma escola digna para o processo de ensino aprendizagem”, observou.

“A melhoria da infraestrutura das escolas indígenas faz parte do conjunto de ações para que todas as etapas e modalidades da Educação Básica alcancem a qualidade e transforme a vida dos maranhenses, respeitando as diversidades e considerando as especificidades de cada comunidade escolar. Esse é o caminho para garantirmos a melhor atuação dos docentes e desempenho satisfatório do(as) estudantes”, afirmou a secretária Adjunta de Ensino da Seduc, Nádya Dutra.

Confira as Escolas indígenas que serão revitalizadas no início de 2017

Bom Jardim
EI ZEMUE E HAW TAKWAR TYW (Aldeia Tabocal)

Santa Luzia do Paruá
CEI YWYTUHU (Aldeia Ximborenda)

Amarante
CEI GIANNI SARTORI (Aldeia Juçaral)
EI TAWINE (Aldeia Guaruhu)
EI CAPITAO SUPRIANO (Aldeia Canudal)

Bom Jesus das Selvas
EI BOM JESUS (Aldeia Barreiro)

Grajaú
CEI YRIKARAMIRI (Aldeia Bananal)
EI COCAL GRANDE (Aldeia Cocal Grande)

Itaipava Grajaú
EI GUAJAJARA (Aldeia Urucu)

Jenipapo dos Vieiras
EI TENENA GURUPI GUAJAJARA (Aldeia Lagoa Comprida II)

Foto: Lauro Vasconcelos

sem comentário »

Governo convoca professores no Maranhão

0comentário
FelipeCamaraosecretario

Secretário Felipe Camarão diz que convocação mostra compromisso do governo com a Educação

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) convocou, nesta quinta-feira (23), os aprovados, dentro do número de vagas, no seletivo simplificado para contratação temporária de professores para atuarem nos cursos do Ensino Fundamental e Médio, na modalidade de Educação de Jovens e Adultos (EJA), das Unidades Prisionais de Açailândia, Caxias, Coroatá, Davinópolis, Imperatriz, Itapecuru e São Luís.

“Essa convocação demonstra o compromisso do Governo Flávio Dino com a Educação do Maranhão e com a valorização dos professores de nosso Estado”, destaca o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

Os convocados deverão entregar a documentação prevista no edital e assinar os contratos nas próximas segunda (28) e terça-feira (29), nos locais especificados abaixo:

Aprovados para São Luís – Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja), localizado na Rua Barão de Itapary, s/nº, bairro Camboa.

Aprovados nos demais municípios – na sede da Unidade Regional de Educação (URE) à qual pertence o município de sua aprovação (Confira o endereço e a jurisdição das URE’s).

Ao todo, foram ofertadas 34 vagas para a contratação temporária de professores que atuarão em Unidades Prisionais de sete municípios maranhenses.

Os locais para entrega de documentos podem ser consultados no link: http://www.educacao.ma.gov.br/unidades-regionais-de-educacao/

sem comentário »

Seduc suspende gratificações irregulares

0comentário
FelipeCamaraosecretario

Camarão diz que auditoria teve como objetivo sanar o déficit de professores da rede pública

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) suspendeu a gratificação por Condição Especial de Trabalho (CET) de 334 servidores integrantes do subgrupo Magistério da Educação Básica, que estavam recebendo irregularmente o benefício, conforme apontado pela auditoria realizada entre os meses de maio e julho deste ano.

A medida foi divulgada nesta quinta-feira (10), por meio de da Portaria nº 1.635, de 9 de novembro de 2016, assinada pelo secretário da Educação, Felipe Camarão, que regulamentou os procedimentos para regularização de todas as inconsistências verificadas na auditoria realizada no quadro de servidores da Seduc.

De acordo com o secretário Felipe Camarão, a auditoria foi realizada na Seduc com o objetivo de reorganizar o quadro de servidores das escolas, de modo a sanar o déficit de professores da rede pública de ensino.

“A Seduc está empenhada em aprimorar a gestão de pessoas, com o objetivo de garantir a moralidade e legalidade, que são fundamentais ao serviço público. O governador Flávio Dino assumiu o compromisso de alavancar os índices educacionais de nosso Estado e nós estamos aqui para trabalhar em prol de uma educação pública de qualidade, valorizando os professores que estão em exercício de sala de aula”, afirmou o secretário.

A portaria estabelece, ainda, que dentro de 90 dias será procedida a revisão das inconsistências relativas a desvio de função e carga horária abaixo da prevista pelo estatuto do magistério. E em 60 dias a adequação do quadro de servidores do subgrupo Magistério da Educação Básica à disposição do núcleo pedagógico das 19 Unidades Regionais de Educação do Estado.

Realizada entre os meses de maio e julho deste ano, a auditoria detectou que aproximadamente 2.500 professores da Rede Estadual de Ensino estão fora das salas de aula das escolas do Estado, com desvio de função, e outros 3 mil professores têm carga horária muito baixa, ou seja, com jornada semanal bem abaixo do número de horas praticados na rede.

Foto: Lauro Vasconcelos

sem comentário »

Seduc convoca professores no Maranhão

0comentário
FelipeCamaraosecretario

Secretário Felipe Camarão anuncia cronograma que vai de 27 de outubro a 3 de novembro

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou o cronograma para convocação dos candidatos aprovados, dentro do número de vagas imediatas, nos Processos Seletivos para contratação temporária de professores. O cronograma vai de 27 de outubro a 3 de novembro.

Os convocados atuarão nas áreas de: Educação do Campo (Edital nº 003/2016); Ensino Médio Regular e Quilombola (Edital nº 005/2016); e nas escolas Indígenas das Unidades Regionais de Educação de Barra do Corda, Imperatriz, Santa Inês e Zé Doca (Edital nº 004/2016).

“Esta é mais uma etapa de chamada de candidatos aprovados, o que demonstra o compromisso do Governo Flávio Dino com a educação do Maranhão e com a valorização dos professores de nosso Estado”, destaca o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

Cronograma:
27/10/2016 – Publicação do Edital de Convocação

31/10, 1º/11 e 3/11/2016 – Entrega de Documentação e assinatura de Contratos nas Unidades Regionais de Educação

Foto: Lauro Vasconcelos

sem comentário »

Divulgado resultado de seletivo de professores

0comentário

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou, nesta segunda-feira (17), o resultado final e a listagem de classificação dos candidatos nos processos seletivos para contratação temporária de professores para atuar nas áreas de: Educação do Campo; Ensino Médio Regular e Quilombola; e nas escolas Indígenas das Unidades Regionais de Educação de Barra do Corda, Imperatriz, Santa Inês e Zé Doca. A lista nominal dos selecionados está disponível no portal da Seduc (www.educacao.ma.gov.br).

Milhares de candidatos se inscreveram nos processos seletivos que destinaram 1400 vagas, além de formação de cadastro de reserva. Das vagas disponibilizadas, 300 vagas são para a Educação do Campo, 800 vagas para o Ensino Médio Regular e Quilombola e 300 vagas para escolas indígenas.

O resultado final foi divulgado após a análise de recursos, interpostos pelos candidatos depois do resultado preliminar, divulgado na última sexta-feira (7).

sem comentário »

Seduc divulga resultado de seletivo

3comentários

A Secretaria de Estado da Educação (Seduc) divulgou, nesta sexta-feira (7), o resultado preliminar dos processos seletivos para contratação temporária de professores para atuar nas áreas de: Educação do Campo; Ensino Médio Regular e Quilombola; e nas escolas Indígenas das Unidades Regionais de Educação de Barra do Corda, Imperatriz, Santa Inês e Zé Doca.

Os candidatos terão o prazo de 48 horas, contados a partir da próxima segunda-feira (10), para a interposição de recursos, conforme o Edital. Os recursos deverão ser interpostos exclusivamente pela internet, em um link disponível no endereço eletrônico da Seduc (www.educacao.ma.gov.br).

Milhares de candidatos se inscreveram nos processos seletivos que destinaram 1400 vagas, além de formação de cadastro de reserva, sendo 300 vagas para a Educação do Campo, 800 vagas para o Ensino Médio Regular e Quilombola e 300 vagas para escolas indígenas.

Os candidatos interessados podem verificar a sua avaliação individual na área do candidato, no menu inscrições.

Confira a relação nominal com o resultado preliminar em www.educacao.ma.gov.br

3 comentários »

Governo nomeia professores excedentes

0comentário
FelipeCamaraosecretario

O edital de nomeação dos aprovados foi publicado no Diário Oficial do Estado do último dia 3

O Governo do Estado nomeou mais 28 candidatos aprovados em cadastro de reserva no Concurso Público para Professor do Estado. Os aprovados integrarão o Quadro Permanente da Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc) e serão lotados nas unidades de ensino da Rede Estadual.

Ao todo, 219 professores aprovados em cadastro já foram convocados, conforme determinação do governador Flávio Dino. Os 28 aprovados são das disciplinas de Língua Estrangeira – Espanhol (11), Geografia (5), Arte (1), História (4), Biologia (5) e Sociologia (2).

“Esta é mais uma etapa de chamada de candidatos aprovados em cadastro de reserva, o que demonstra o compromisso do Governo Flávio Dino com a educação do Maranhão e com a valorização dos professores de nosso Estado”, destacou o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão.

O edital de nomeação dos aprovados foi publicado no Diário Oficial do Estado do último dia 3.

Lançado em novembro de 2015, o concurso para professores do Estado contou com a participação de mais de 83 mil candidatos de todo o país, que concorreram a 1.500 vagas ofertadas para convocação imediata e 300 para o cadastro de reserva.

Para tomar posse, os nomeados devem procurar a Perícia Médica do Estado, localizada na Rua da Farmácia, nº 09, Quadra 09 – Cohafuma, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h. Posteriormente, deverão entregar a documentação na Superintendência de Recursos Humanos da Secretaria de Estado de Gestão e Previdência (Segep), localizada no 5ª andar do Edifício Clodomir Milet – Calhau, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. Em seguida, assinar o termo de posse na Superintendência de Recursos Humanos da Seduc, localizada na Rua Oswaldo Cruz, nº 775 – Centro, de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h.

Foto: Lauro Vasconcelos

sem comentário »

Governo nomeia professores excedentes

0comentário
Secretário de Educação Felipe Camarão

Secretário de Educação Felipe Camarão

O Governo do Estado nomeou, na última quinta-feira (28), 170 candidatos aprovados em cadastro de reserva no Concurso Público para Professor do Quadro Permanente da Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc). A convocação, que foi autorizada pelo governador Flávio Dino, no último dia 5, visa preencher as vagas do quadro da Seduc que ficaram ociosas após a última convocação.

Neste momento, foram nomeados 170 candidatos que serão lotados nas unidades de ensino da Rede Estadual.Foram convocados 39 aprovados para a disciplina de Português, 3 para Matemática, 13 para Biologia, 6 para Artes, 23 para Química, 13 para Geografia, 8 para Filosofia, 3 para Língua Estrangeira – Espanhol, 18 para Língua Estrangeira – Inglês, 27 para Física, 10 para História, 7 para Sociologia. Para a disciplina de Educação Física não houve candidatos aprovados em cadastro de reserva.

Para o secretário de Estado da Educação (Seduc), Felipe Camarão, a convocação de candidatos aprovados em cadastro de reserva demonstra o comprometimento que o governador Flávio Dino com a educação no Maranhão. “Para honrar com seu compromisso de ter novos professores concursados em sala de aula, o governador autorizou a convocação dos excedentes para preencher as vagas daqueles candidatos que não puderam tomar posse devido a incompatibilidades profissionais e pessoais, mostrando, mais uma vez, o empenho da gestão com a docência em nosso estado”, afirmou o secretário.

O concurso para professores do Estado foi lançado em novembro de 2015 e contou com a participação de mais de 83 mil candidatos de todo o país. O certame ofertou 1.500 vagas para convocação imediata e 300 para o cadastro de reserva. Deste total, 230 vagas foram para profissionais de Educação Especial, iniciativa inédita do Governo do Estado, revelando seu pioneirismo no oferecimento de vagas para profissionais nas áreas de Braille, Libras e Educação Especial.

sem comentário »