Sampaio e Moto decidem vaga na final

17comentários

Sampaio e Moto voltam a se enfrentar nesta quinta-feira, às 20h15, pela semifinal do 2º turno

Os finalistas do segundo turno do Campeonato Maranhense serão conhecidos hoje (20).

No Castelão, o Sampaio enfrenta o Moto, às 20h15. precisando de um simples empate. Além da rivalidade, o confronto é visto como uma revanche para o Moto que perdeu para o rival no domingo por 1 a 0, e ainda ficou sem a vantagem nesta semifinal.

O Sampaio tem problemas para a decisão, pois Valderrama e Diego Silva terão que cumprir suspensão. O técnico Francisco Diá deverá escalar a seguinte equipe: Alex Alves; Roniery, Alex, Frdeson e Esquerdinha; Alessandro Paraná, Pedro Costa, Daniel Barros e Hiltinho; Pimentinha e Isaac.

No Moto, o técnico Marcinho Guerreiro faz três modificações para tentar vencer o jogo. Alex Cazumba faz a estreia na lateral-esquerda.

O meia Marcos Paulo que anda muito mal perde a posição para Válber que também ainda não mostrou o potencial que tem. E no ataque, Gênesis perde a posição para Paquetá.

O time do Moto deverá ser: Márcio Arantes; Tote, Laerte, Michel e Alex Cazumba; Felipe Dias, Jerson, Rafael Santos, Válber; Vinícius Paquetá e Toni Galego.

A outra semifinal será às 15h15, no Estádio Rodrigão, em Santa Quitéria. O Santinha que tem a melhor campanha no returno recebe o Cordino.

Foto: Welliandrei Campelo

17 comentários »

Candidatos votam pela manhã

0comentário
Candidatos Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) votam na manhã deste domingo em São Luís

Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) votam na manhã deste domingo

Os candidatos Edivaldo Holanda Junior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) que estão disputando a vaga de prefeito da cidade de São Luís votam o segundo turno das eleições 2016 na manhã deste domingo (30).

Segundo a assessoria, o atual prefeito e candidato a reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), vota às 9h, na escola UEB Oliveira Roma, no bairro Vinhais Velho. Ele estará acompanhado da esposa, da filha e também do candidato a vice-prefeito, Júlio Pinheiro, do PCdoB. Formado em direito, ele foi vereador em São Luís e era deputado federal quando decidiu concorrer a prefeito em 2012 pelo PTC.

O advogado Eduardo Braide (PMN) vota às 10h, no Colégio Santa Tereza, na Rua do Egito, situado na área central de São Luís, conforme a sua assessoria. Ele exerce o segundo mandato como deputado estadual e disputa a eleição tendo como candidato a vice-prefeito o professor Gilmar dos Anjos.

No primeiro turno das eleições, o candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), ficou com 45,66% dos votos válidos (239.737). Ele vai enfrentar o candidato do PMN, o advogado Eduardo Braide que obteve 21,34% (112.041).

sem comentário »

Eleitores escolhem prefeito de São Luís

0comentário
EdivaldoeEduardo

Candidatos Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN) disputam o segundo turno

Eleitores de São Luís voltam às urnas neste domingo, 30 de outubro, para, no 2º turno, decidirem quem será o prefeito a partir do dia 1º de janeiro de 2017. Concorrem à vaga Edvaldo Holanda Júnior, candidato à reeleição pelo PDT, e Eduardo Braide, do PMN. São 659 mil 778 eleitores aptos a votar. Deste total, 298 mil 250 são homens e 361 mil 529 mulheres que votarão distribuídos em 260 locais de votação, onde funcionam 1.968 seções e irão trabalhar 7.872 mesários.

Na manhã deste sábado (29), duas urnas foram sorteadas para passarem por auditoria durante a votação do domingo. A primeira é da seção 337 da 2ª zona eleitoral, que fica no Centro de Ensino Médio Fernando Perdigão do bairro Monte Castelo; e a segunda é a seção 271 da 76ª zona, que fica no Colégio Dom Bosco do bairro Renascença.

Em seguida, o desembargador Lourival Serejo, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, oficializou o sistema de gerenciamento do 2º turno, procedimento que garante o sigilo do voto e a segurança do resultado do pleito, em cerimônia que demonstra o compromisso da Justiça Eleitoral com a realização de eleições limpas e transparentes.

O segundo turno das eleições só ocorre nos municípios com mais de 200 mil eleitores, quando nenhum candidato obtém a maioria dos votos válidos (50% mais 1 voto) no primeiro turno. Haverá segunda eleição em 18 capitais e em outros 39 municípios de 11 estados.

Foto: O Estado

sem comentário »

Bancada maranhense vota na PEC 241

0comentário
CamaradosDeputados

A votação na Câmara dos Deputados durou 14 horas e teve 359 votos a favor 116., no 2º turno

Acabou na madrugada de hoje (26), em Brasília, a votação em 2º turno da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 241, que limita os gastos públicos no país próximos 20 anos.

A votação durou 14 horas e teve 359 votos a favor 116.  A PEC teve 7 votos favoráveis a menos no segundo turno – no primeiro foram 366 votos a favor, e agora, 359. Já os votos contrários aumentaram – foram 111 no primeiro turno, e 116 no segundo.

Agora, a matéria será analisada pelo no Senado e a expectativa é que seja votada em dezembro.

Dos 18 deputados maranhnense, 14 votaram a favor e quatro contra.

Votaram contra a PEC 241, os deputados Weverton Rocha PDT, Zé Carlos (PT), Eliziane Gama (PPS) e Rubens Júnior (PCdoB)

Votaram a favor: Waldir Maranhão (PP), Aluisio Mendes (PTN), Hildo Rocha (PMDB), Juscelino Filho (DEM), João Castelo (PSDB), João Marcelo Souza (PMDB),  Alberto Filho (PMDB), Pedro Fernandes (PTB) e Victor Mendes (PSD), Cleber Verde (PRB), Davi Alves Silva Júnior (PR), Ildon Marques (PSB), José Reinaldo (PSB) e Júnior Marreca (PEN).

Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

sem comentário »

Wellington declara apoio a Braide

0comentário
Deputado estadual Wellington do Curso (PP)

Deputado estadual Wellington do Curso (PP)

O deputado Wellington do Curso (PPS) que foi o quarto colocado na disputa do 1º turno da eleição para a Prefeitura de São Luís e obteve 103.951 votos (19,80%) , anunciou na Tribuna da Assesmbleia Legislativa, nesta segunda-feira (24), apoio ao candidato Eduardo Braide (PMN).

Em seu pronunciamento, Wellington do Curso disse que se decidisse apoiar Edivaldo Holanda Júnior estaria traíndo a sua consciência. Se ficasse neutro, estaria ajudando o atual prefeito em sua reeleição.

“Meu compromisso é com o povo! Em nome da coerência e da alternância de poder, anuncio meu voto em favor de Eduardo Braide. Desejo que São Luís tenha um futuro melhor pelos próximos quatro anos. Vou me manter atuante, vigilante e cobrando melhorias para o nosso povo. Continuarei em defesa da população e de São Luís. Desejo sucesso a Eduardo Braide e se depender do meu voto, Edivaldo Holanda Júnior não será mais prefeito de São Luís a partir de 1º de janeiro de 2017”, anunciou.

Na prática, o anúncio de apoio de Welligton a Eduardo Braide poderá não ter efeito algum. É que as primeiras pesquisas realizadas no segundo turno já mostraram que a maioria do eleitorado que votou no candidato do PP, já havia migrado para o candidato do PMN.

Em contato com o candidato Wellington do Curso ontem à noite, ele garantiu que vinha conversando com os dois candidatos.

Foto: Assembleia Legislativa

sem comentário »

Apoios agora não vão influenciar nada

5comentários
Wellington do Curso e Eliziane Gama ainda negociam apoio neste segundo turno

Wellington do Curso e Eliziane Gama ainda negociam apoio neste segundo turno das eleições

Chegamos à última semana da campanha eleitoral neste segundo turno da disputa pela Prefeitura de São Luís entre os candidatos Edivaldo Holanda Júnior (PDT) e Eduardo Braide (PMN).

A expectativa toda, além do dia da votação é para o debate na sexta-feira (28), na TV Mirante e para os possíveis anúncios de apoio por parte do governador Flávio Dino (PCdoB) e de Wellington do Curso (PP) e Eliziane Gama (PPS) que foram candidatos no primeiro turno.

Na minha opinião, Wellington e Eliziane demoraram muito definir o apoio neste segundo turno, de modo que os votos que receberam no primeiro turno já migraram para um ou outro candidato e agora nada influenciarão no pleito e certamente serão vistos como puro “oportunismo eleitoral”.

Nos bastidores, o comentário é que a pedida de Wellington e Eliziane teria sido alta demais a Edivaldo e Eduardo. Para piorar a situação, Braide ainda chegou a afirmar que não trocaria “apoios por cargos ou secretarias”. E pelo que sabemos é exatamente essa a pedida, tanto de Welllington quanto de Eliziane.

Em resposta a mensagem que enviamos sobre possível apoio, Wellington do Curso respondeu: “conversando com os dois candidatos”. Eliziane não respondeu.

Quanto a Flávio Dino, o seu apoio a Edivaldo Holanda júnior já estaria gravado em um vídeo que deve ser divulgado a essa semana. Também em cima da eleição, a sua participação poderá não ter efeito algum. Principalmente se demorar mais alguns dias.

Vamos aguardar!!!

5 comentários »

Adriano rebate afirmação de Braide

1comentário
Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

Deputado estadual Adriano Sarney (PV)

O deputado estadual Adriano Sarney (PV) divulgou nota esclarecendo o seu posicionamento político em relação ao segundo turno da eleição para a Prefeitura de São Luís em resposta a afirmação feita pelo candidato a prefeito de São Luís Eduardo Braide (PMN).

Ontem, em nota encaminhada à imprensa, o candidato Eduardo Braide que afirmou que Adriano Sarney estava apoiando o atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

“O deputado estadual Adriano Sarney poderia ter usado a mesma verdade para declarar seu apoio ao meu adversário, fato já conhecido no meio político”, disse Braide.

Adriano Sarney afirmou que Edivaldo e Eduardo Braide são candidatos apoiados pelo governador Flávio Dino (PCdoB) e que se considera um dos maiores opositores do atual governo.

Veja a nota na íntegra:

“É de amplo conhecimento que eu sou um dos maiores opositores ao governo comunista e que Edivaldo Holanda Júnior e Eduardo Braide são candidatos do Flávio Dino (PCdoB).

Neste segundo turno ds eleições municipais de São luís, mantenho-me neutro no que diz respeito a apoios políticos.

O meu compromisso teve dois únicos propósito: contribuir para dar mais transparência à corrida eleitoral e defender o meu nome. O objetivo foi cumprido”.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

1 comentário »

O fator Camila Holanda no 2º turno

6comentários

CamilaVasconcelos

Ao lado de um homem vitorioso, existe a força de uma mulher tão vitoriosa quanto. Durante a gestão do marido, a primeira-dama de São Luís, Camila Holanda se destacou pelos projetos idealizados e apadrinhados na gestão municipal nos últimos anos. Em início de gravidez no primeiro turno, nos próximos dias Camila deve entrar de forma mais ativa na campanha do segundo turno das eleições municipais deste ano.

A carismática primeira-dama irá coordenar um grupo de mulheres, que reúne militância dos vários partidos coligados, grupamentos culturais, movimentos sociais e toda a força delas no projeto de vitória de Edivaldo.

Nos últimos quatro anos, Camila tem sido presença constante ao lado do marido – mas não só em inaugurações e visitas a comunidades. A primeira-dama coordena um dos principais programas sociais da gestão – o Todos Por São Luís. Segundo divulgado pela Prefeitura, o programa já garantiu qualificação profissional a mais de 27 mil pessoas, sem contar os atendimentos na área de saúde, assistência social e cidadania.

Primeira dama Camila Holanda comanda programa Todos por São Luís na Cidade Olímpica

Primeira dama Camila Holanda comanda programa Todos por São Luís nos bairros

Camila também é idealizadora do projeto “Dançando e Educando”, que oferece aulas de balé gratuitas a estudantes da rede municipal; e apadrinhou o programa “São Luís, Cidade Jardim”, responsável por parcerias com a iniciativa privada que contribuíram sobremaneira para a recuperação paisagística de espaços públicos.

O olhar sensível e dedicado de primeira-dama, esposa e mãe que contribui com o desenvolvimento social da cidade, agora entra com tudo no projeto de reeleição de Edivaldo. A primeira atividade oficial de Camila Holanda na campanha do marido deve ser na Avenida Litorânea, neste domingo, onde ela deverá coordenar uma mobilização em favor de Edivaldo. Sem dúvida, a participação ativa da primeira-dama é um fator positivo, que pode fazer a diferença no segundo turno da campanha.

E esse pode ser mais um diferencial para a reeleição de Edivaldo.

6 comentários »

PSTU prega voto nulo no 2º turno

3comentários
Candidata Cláudia Durans (PSTU) abre entrevistas com candidatos à Prefeitura de São Luís

Partido divulgou nota oficial nesta quarta-feira (5) e prega voto nulo no 2º turno em São Luís

Em São Luís, o PSTU, através das candidaturas de Cláudia Durans prefeita/ vice Jean Magno, e de seus vereadores, denunciou os problemas da cidade e como eles estão relacionados às injustiças criadas pelo sistema capitalista. Saímos com o sentimento de dever cumprido destas eleições, pois conseguimos desmascarar e denunciamos a farsa da democracia dos ricos que impedem inclusive que a população tenha acesso igual ao nosso programa e apontamos aos trabalhadores e a juventude da cidade a necessidade de uma saída coletiva para realizar transformações profundas que melhorem sua vida.

Enquanto isso, a maioria das candidaturas postas na capital defendeu o mesmo: prometem governar para todos, argumentam que têm muitos projetos e que são os mais preparados para colocá-los em prática; mas fazem questão de não expor suas ligações com os ricos e grupos tradicionais que controlam a politica de nossa cidade e do nosso Estado por décadas e que não resolveram nada. Não expõem os grandes empresários, latifundiários, empreiteiras e políticos tradicionais que financiam suas campanhas e partidos. Para justificar a atual conjuntura do país, vão continuar jogando as consequências da crise econômica que vivemos nas costas dos mais pobres, aqueles que dependem da saúde pública, da escola pública e do transporte coletivo.

Queremos pontuar que, os dois candidatos que foram ao segundo turno, Edivaldo Holanda Jr. e Eduardo Braide tem em comum a origem em famílias tradicionais de políticos. O pai do atual prefeito, Edvaldo Holanda, é deputado estadual e já exerceu diferentes cargos nos governos da Oligarquia e Jackson. Já Carlos Braide, pai de Eduardo, já foi presidente da Assembleia Legislativa e é investigado pela Policia Federal por desvio de verba pública da prefeitura de Anajatuba. Tanto Edivaldo Holanda Jr. quanto Eduardo Braide, seguem à risca o que seus pais fazem e caminham na mesma estrada.

Holandinha governou para as empreiteiras, donos de empresas de transporte, empresas terceirizadas e deixou a cidade sem água e saneamento, saúde e educação precários e transporte publico de péssima qualidade e controlado pelos empresários. Já Eduardo Braide dirigiu a CAEMA e ajudou a sucatear a companhia e piorar o serviço prestado à população e propõe ampliar a parceria público-privada para privatizar ainda mais varias áreas, como a saúde, para enriquecer empresas e prejudicar o atendimento já altamente deficitário.

Não apresentam nenhuma proposta para que a população decida o que fazer com o orçamento de quase 3 bilhões da prefeitura, incentivo à produção de alimentos que quase inexiste pelo abandono do cinturão verde, garantia de permanência de comunidades na zona rural que estão ameaçadas de serem expulsas pela proposta de Edivaldo Holanda Júnior de mudança no Plano Diretor e nenhum combate à especulação imobiliária e ao desemprego que cresce em nossa cidade.

Neste 2º turno votamos NULO! Edivaldo Holanda Jr. e Eduardo Braide são farinhas do mesmo saco. O projeto político que apresentam para São Luís, não serve para a população pobre, só beneficia os ricos e poderosos.

Nós do PSTU, manteremos nossa luta por uma sociedade justa, igualitária e socialista, na defesa dos trabalhadores e da juventude; e no enfrentamento contra todos os governos e empresários. Seguimos com nossa bandeira erguida na luta contra os ataques e retiradas de direitos, pela derrubada do governo Temer e todos eles que exploram os trabalhadores. Colocamos a nossa militância à disposição da construção das lutas diárias de nossa cidade e de nosso Estado, rumo à greve geral ao lado dos movimentos sociais.

São Luís, 5 de outubro de 2016
Partido Socialista dos Trabalhadores Unificado (PSTU)

3 comentários »

Eduardo Braide quer ‘jogo limpo’

5comentários
Candidato Eduardo Braide (PMN) disputará o segundo turno contra o prefeito Edivaldo Holanda Júnior

Candidato Eduardo Braide (PMN) disputará o segundo turno contra o prefeito Edivaldo Júnior

O candidato Eduardo Braide (PMN) que disputará o segundo turno das eleições para a Prefeitura de São Luís, defendeu em entrevista coletiva, na tarde desta segunda-feira uma campanha limpa na disputa com o atual prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT).

“Eu quero pedir ao meu adversário, candidato Edivaldo Júnior, que converse com a sua militância, com os seus seguidores, que converse com aqueles que porventura estiverem fazendo qualquer tipo de ataques infundados e que representam calúnia e difamação, para que eles parem com isso. Eu quero que o nível desse segundo turno seja elevado. Nós não podemos tirar o foco e a atenção da administração da cidade, para um tema em que o povo não aguenta mais ouvir falar”, disse.

O candidato do PMN disse que não aceitará ataques e que buscará os meios legais para evitar ataques durante a campanha.

“Eu não ficarei omisso ou parado em relação aos ataques. Vou buscar os meios legais para que pessoa que fez o ataque possa pagar por aquilo que fez”, finalizou.

Braide disse que ainda não manteve qualquer tipo de contato com os candidatos que disputaram o primeiro turno, mas já adiantou que não fará nenhum tipo de aliança por troca de cargos num eventual governo.

“Não vou abrir mão dos meus princípios. Não trocarei aliança por cargos ou secretarias num eventual governo. Acredito que a população deixou um recado muito claro aos candidatos que não aceitará esse tipo de acordo, e eu não farei”, disse.

5 comentários »