Notas Rápidas

1comentário

ASSALTOS NO OLHO D’ÁGUA

O Olho D’Água, um dos bairros mais habitados pela classe média alta de São Luís, sempre foi alvo da bandidagem, só que, nos últimos dias, os assaltantes, naquela área, aumentaram significativamente
Recentemente, duas famílias bem conceituadas na cidade, foram vítimas de assaltos, em plena luz do dia.
As residências do escritor Marialva Frota e do empresário Rodolfo Silva, a primeira, na parte da manhã, a segunda, à tarde, caíram na mira dos bandidos, que as saquearam de cara limpa.
Por sorte, nenhum membro das famílias vitimadas sofreu violência física.

SESSENTA ANOS

Sílvia Duailibe Costa, uma das figuras mais queridas e estimadas de São Luís, muda de idade, hoje.
A data não ficará sem comemoração, pois ela vai reunir os familiares e amigos num almoço na casa de eventos, Panette.
Para quem conhece a família Duailibe, deve imaginar que o aniversário de Sílvia vai acabar em show artístico.

BATEU O MARTELO

O prefeito Junior Marreca, de Itapecuru, com base em pesquisa de opinião pública, bateu o martelo com relação ao candidato que apoiará e que o sucederá na prefeitura.
O escolhido foi o médico Miguel Lauande, ex-prefeito de Itapecuru nos mandatos de 1997 a 2001 e de 2001 a 2004.
Ainda que Miguel esteja na frente das pesquisas, Junior Marreca está encontrando dificuldades para o seu grupo político fechar em torno da candidatura do médico.

OITENTÕES

Neste ano, a Academia Maranhense de Letras passa a contar com mais dois octogenários.
Joaquim Campelo Marques, que mudou de idade no dia 19 de maio, e Sálvio Dino, que apagou as velinhas no dia 5 deste mês.
Com o ingresso de Campelo e de Sálvio na casa dos oitenta anos, o grupo de octogenários na Academia Maranhense aumentou para treze. Dele fazem parte: Antônio Martins de Araújo, Evandro e José Sarney, Hélio Maranhão, José Chagas, José Louzeiro, Cabral Marques, José Maria Ramos Martins, Manuel Lopes e Ubiratan Teixeira.

SINAL DOS TEMPOS

Nos anos em que o vitorinismo dominava a política do Maranhão, os mortos gozavam de um privilégio: votavam sem medo de ser ressuscitados.
A presença de fantasmas era tão marcante, que após a revisão eleitoral no Maranhão, em 1965, que retirou das folhas de votação os sepultados, uma frase dizia tudo no muro do cemitério do Gavião: “os mortos agradecem a tranqüilidade nestas eleições”.
Com o passar dos anos, os fantasmas voltaram à cena, desta feita, para desespero dos empresários dos transportes coletivos: eles constituem boa parte do contingente de passageiros que viaja nos ônibus que circulam na cidade.
Quem está dando estado de vida (falso) a esses passageiros é a Secretaria Municipal de Transportes da Prefeitura de São Luís.

CÂMARA DE IMPERATRIZ

Que seja louvada, por políticos e não políticos, a proposta de um vereador de Imperatriz que, se aprovada, servirá de exemplo ao país.
Enquanto as Câmaras Municipais tentam aumentar o número de vereadores no plenário, a de Imperatriz quer fazer o contrário.
Pretende reduzir de 21 para 15 a edilidade imperatrizense, sob o argumento realista de que o acréscimo de cadeiras representa um gasto elevado ao erário público do município.

FESTA DO DIVINO

Há vinte anos, o deputado Gastão Vieira participa e consegue recursos para abrilhantar os festejos do Divino Espírito Santo, de Alcântara.
Este ano, como ministro do Turismo, não deixou de colaborar e marcar presença no evento profano-religioso mais importante e popular do país.
Mas ao voltar de Alcântara, Gastão não esconde a preocupação: o festejo de 2012 não teve a repercussão costumeira e a participação do povo não foi relevante como nos anteriores, o que revela a decadência anunciada do Divino.

OPERAÇÃO UNIVERSITÁRIA

Antes da Universidade Estácio de Sá, do Rio de Janeiro, fechar as negociações financeiras de compra da Faculdade São Luís, ocorreram tratativas para que ela fosse vendida a um grupo maranhense.
Por muito pouco, a Faculdade São Luís não ficou sob o domínio do grupo Fecury, que desejava incorporá-la à Universidade do Ceuma.
Na hora do acerto final, contudo, os donos da São Luís e do Ceuma não chegaram a um acordo e a negociação foi para o brejo.

MOVIMENTAÇÃO NA ACADEMIA

Nos próximos dias, a Academia Maranhense de Letras viverá intensa movimentação cultural.
Amanhã, às 20 horas, dar-se-á a posse do jornalista Antônio Carlos Lima, na Cadeira 7, cujo último ocupante foi o historiador Carlos de Lima. Em nome da secular instituição, o acadêmico Sebastião Duarte o saudará.
Na quinta-feira, dia 14, às 17 horas, os acadêmicos se reunirão para eleger o substituto do saudoso José Joaquim Filgueiras, na Cadeira 23. A vaga é disputada pelos intelectuais Luis Phelipe Andrés e José Neres.
No período de 18 a 21 deste mês, a professora Luiza Lobo, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, ministrará no auditório da AML, no período da tarde, o curso “O épico na literatura brasileira”. As inscrições estão abertas. Ao final do curso, o lançamento do livro “O Guesa”, de Sousândrade, em nova edição, organizada pela professora e Jomar Moraes.

ACADEMIA DE SÃO BENTO

No dia 29 de junho, a Academia Sambetuense de Letras se reúne para uma solenidade especial.
A posse do escritor Ney Bello Filho, recentemente eleito. Será saudado pelo historiador Urubatan Melo, presidente da Federação das Academias do Maranhão.
O ingresso do jovem intelectual na Academia Sambentuense não deixa de ser também uma homenagem ao seu avô, o ex-governador Newton Bello, nascido em São Bento.

1 comentário para "Notas Rápidas"


  1. daniel matos

    Grande Buzar, que bom ver seu blog atualizado. Ainda mais com informações tão valiosas e interessantes. Um forte abraço do amigo e admirador.

    Daniel Matos

deixe seu comentário