SARNEY VEM AÍ

0comentário

O ex-presidente José Sarney já agendou viagem de Brasília para o Maranhão: no começo de agosto.

Como padrinho, vem participar do casamento da filha do prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes.

Na cidade em que nasceu Sarney pode ser pressionado a disputar a única eleição para a qual não foi eleito: a de vereador.

Tempos atrás chegou admitir o encerramento de sua fulgurante trajetória pública na Câmara Municipal de Pinheiro.

Depois de visitar Pinheiro, Sarney vai para outra cidade que também tem importância acentuada em sua vida: São Bento, onde foi gerado.

BANCA DE REVISTA

Eis a dica para quem quiser bater um papo descontraído com o governador Flávio Dino e sem necessidade de marcar audiência no Palácio dos Leões.

Aos domingos, invariavelmente, entre as 10 e 11 horas, sai de seu apartamento para comprar revistas e jornais numa banca situada nas proximidades do Edifício Multiempresarial.

Ali, com os seguranças à distância, o governador passa alguns minutos e na expectativa de uma conversa dominical.

DILMA QUE SE CUIDE

A presidente Dilma que se cuide.

Agosto está chegando e reza a história que é o mês mais catastrófico do país.

Só para lembrar: em agosto, Getúlio Vargas suicidou-se e Jânio Quadros renunciou; Juscelino Kubitscheck morreu em desastre de carro e José Sarney sofreu um atentado.

Para quem vive num inferno astral, como a atual presidente da República, todo é cuidado é pouco.

POPULARIDADE EM QUEDA

O Maranhão foi o estado que a candidata Dilma Roussef recebeu mais votos na sua reeleição a Presidente da República.

Em vários municípios conquistou mais de oitenta por cento da votação.

O jornal O Globo, na semana passada, mandou um repórter às cidades nas quais Dilma recebeu essa votação e saber se a população estava satisfeita com o seu desempenho no governo.

A resposta foi arrependimento total.

SOLTEIRÃO INTERNACIONAL

O engenheiro Antônio Cordeiro Filho, o mais disputado solteirão maranhense, vai mudar de pouso.

Cansado de viver na rota Rio de Janeiro-Nova York, prepara-se para nova experiência de vida e Portugal como destino.

Antes de embarcar para Lisboa, Cordeirinho veio a São Luis despedir-se dos amigos, sendo recebido para um jantar na casa de Genoveva e Luis Raimundo Azevedo.

Também participaram do jantar: Ana Lúcia, Mauro Fecury, Valéria, Nelson Almada Lima, Rosimar, José Carlos Salgueiro e Benedito Buzar.

SANDRA CANTA NONATO

É pena que Nonato Buzar não esteja mais entre nós para ouvir o primoroso CD que a notável cantora Sandra Duailibe acaba de concluir,  apenas de composições do músico itapecuruense.

O repertório, especialmente escolhido pela cantora maranhense, corresponde ao que de melhor Nonato produziu ao longo de sua carreira musical.

Treze composições fazem parte do disco e com destaque para Irmãos Coragem, Rio Antigo, Vesti Azul, Céu Vermelho e Olho Dágua.

Sandra já marcou para 10 de setembro, no Teatro Artur Azevedo, o show de lançamento do CD.

AVENIDA DOS HOLANDESES

Se dependesse do empresário Carlos Gaspar, a Avenida dos Holandeses mudaria de nome.

Ele não se conforma com a homenagem a um país que invadiu São Luis nos primórdios de sua origem e cuidou de destruí-la totalmente.

Gaspar faz pesquisa para saber quando e qual o governante que tomou a iniciativa de prestar essa homenagem a um povo que não a merece pelo que fez em nossa cidade.

ENCONTRO MUSICAL

O povo de Itapecuru-Mirim comemora 145 anos de transformação de vila em cidade.

Ontem, ocorreu um evento considerado o ponto altos da efeméride: o encontro musical, a céu aberto, com músicos da nova e da velha geração itapecuruense, que fizeram um show espetacular, com a participação da população.

O jornalista Benedito Buzar, itapecuruense de fibra, marcou presença no evento e saiu de lá rouco de tanto cantar.

ACADEMIA E SEBRAE

Está nascendo uma parceria entre a Academia Maranhense de Letras e o Sebrae-Ma.

As tratativas para a materialização da parceria estão a cargo do presidente da AML, Benedito Buzar, e do superintende do Sebrae, João Martins.

O fecho da parceria se dará numa reunião no começo de agosto, com as presenças das diretorias das instituições.

RESPIROU ALIVIADA

Afinal, uma notícia deixou a secretária da Cultura mais aliviada.

Quem se encarregou de fazer Ester Marques respirar ar mais leve foi o próprio governador, Flávio Dino.

Em alto e bom som, disse que só em fevereiro do ano vindouro fará alterações no secretariado.

Agora que Ester sabe que não cairá tão cedo, espera-se que apareça com mais freqüência no órgão para o qual foi nomeada.

RONALDO EM ALTA

A intelectual Cheng Hong, mulher do primeiro-ministro da China, acompanhou o marido em sua recente visita ao Brasil.

Ela estudou nos Estados Unidos e especializou-se em autores que trabalham com a relação homem-natureza.

Em Brasília, Cheng teve um encontro com os escritores Márcio de Sousa, Ronaldo Costa Fernandes, Elizabeth Haiz e Nicolas Behr.

O maranhense Ronaldo falou sobre o livro “Cacau”, em que o autor, Jorge Amado, trata a natureza como um bem da vida.

Por falar em Ronaldo, o filho Daniel, diplomata de carreira, após três anos em Londres, como 2º secretário da embaixada brasileira, foi promovido e designado para trabalhar em Israel.

MAIS UM PRÊMIO

O cineasta e acadêmico Joaquim Haickel  foi premiado pela produção do documentário  “A Pedra e a Palavra”, que retrata a vida do padre Antônio Vieira.

O prêmio, conquistado no Festival Internacional de Cinema, será recebido pessoalmente esta semana na cidade do Porto, em Portugal.

O mesmo documentário acaba de ser selecionado para exibição no Festival de Cinema em Montpellier, na França.

 

Sem comentário para "SARNEY VEM AÍ"


deixe seu comentário