Maranhão foi o terceiro estado com maior número de casos

0comentário


de dengue hemorrágica em 2007, segundo Ministério da Saúde


Aedes aegypit: Governo do Estado não priorizou combate à proliferação
do mosquito

O Maranhão foi o terceiro estado do país com maior número de registros de casos de dengue hemorrágica ano passado. De janeiro a dezembro, a doença matou 13 pessoas no estado, o que coloca o Maranhão como recordista em número de óbitos por dengue hemorrágica na região Nordeste e na quinta posição dentre todas as Unidades da Federação. Os dados constam do boletim sobre a situação da dengue no Brasil em 2007, divulgado pelo Ministério da Saúde.

No fim do ano passado, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, chegou a fazer um alerta ao governador e médico Jackson Lago sobre a alta incidência da doença no Maranhão. Na ocasião, Temporão entregou a Jackson um relatório com os números da dengue referentes ao período entre janeiro e setembro.

O documento atestava que até aquela data haviam sido notificados 12.195 casos da doença no estado, o que representava um acréscimo de 121,4% em relação ao mesmo período do ano anterior, quando foram 6.450 registros. Os casos estavam distribuídos em todas as regiões do estado, com a maioria dos municípios com altas incidências localizada perto da capital São Luís.

Apesar do alerta do ministro, o governador parece ter ignorado os riscos, tanto que ao fim de 2007 o número de casos de dengue no Maranhão fechou em 14.616, o que corresponde a um aumento de quase 20%.

Sem comentário para "Maranhão foi o terceiro estado com maior número de casos"


deixe seu comentário