CNJ acompanhará processo contra juiz

1comentário


acusado de explorar trabalho escravo

A pedido do Sindicado dos Servidores do Poder Judiciário do Estado do Maranhão (Sindjus), o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) acompanhará a apuração da denúncia de exploração de trabalho escravo cujo alvo é o juiz Marcelo Testa Baldochi, da 2ª Vara da Comarca de Imperatriz.

O conselheiro Tércio Lins, do Rio de Janeiro, ficará responsável pelo acompanhamento do caso. Segundo o presidente do Sindjus, Aníbal Lins, a fiscalização do CNJ garantirá transparência ao processo.

O magistrado é acusado de manter trabalhadores em regime de escravidão na fazenda Pôr-do-sol, de sua propriedade, localizada no município de Bom. Em sua denúncia, o MP pede que seja instaurada ação penal contra Marcelo Baldochi.

1 comentário para "CNJ acompanhará processo contra juiz"


  1. MARYNAYANE

    Tem foto deste juiz na subseção de são pulo e no site fereal da oab.. veja lá

deixe seu comentário