Notícias em notas

0comentário

Troca de comando

O coronel Francisco Melo será empossado hoje, às 18h, comandante-geral da Polícia Militar. Ele assume o posto que vinha sendo ocupado desde o governo José Reinaldo Tavares pelo coronel Antônio Pinheiro Filho, que deverá assumir a Casa Militar. No novo cargo, prestará contas apenas ao governador Jackson Lago. Justificativa não oficial para a saída de Pinheiro Filho: conflito de idéias com a poderosa secretária Eurídice Vidigal. Curiosamente, o próprio Melo já se desentendeu com a chefa, mas, ao que parece, os ânimos de ambos já foram contidos.

Quem fica no CPM?  

Ainda não foi divulgado o nome do oficial que substituirá o coronel Francisco Melo no Comando do Policiamento Metropolitano (CPM), braço da tropa responsável pelo combate à criminalidade na Ilha de São Luís. Cogita-se o coronel Osório Bueno, atual comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, na Cidade Operária.

Quem fica no CPM? II

Faz sentido: Bueno foi designado pela secretária Eurídice Vidigal para comandar as ações no Complexo de Pedrinhas durante a greve de policiais civis e agentes penitenciários, entre junho e julho. Nos 43 dias da paralisação, o presídio foi transformado em um verdadeiro barril de pólvora, sem, no entanto, registro de rebeliões. Portanto, o ficial goza da confiança da chefa, que é quem dá todas as cartas atualmente na área.

Café-da-manhã

Um candidato a prefeito de São Luís bem situado nas últimas pesquisas oferecerá, no próximo sábado, às 8h, um café-da-manhã para cerca de 400 pastores de diferentes denominações evangélicas da capital. O encontro acontecerá na sede da Associação dos Servidores da Telemar, na avenida Santos Dumont. A confraternização faz parte da estratégia do candidato de garantir a simpatia e os preciosos votos dos protestantes.

Sabia demais

O ex-deputado estadual e ex-assessor de peso da secretária  Eurídice Vidigal Inácio Pires da Conceição demitiu o funcionário responsável por organizar todo o setor de pessoal da empresa que criou em nome de laranjas, por meio da qual faturou R$ 1,335 milhão em apenas um ano de contrato com a Secretaria de Segurança Cidadã. Insatisfeito com a demissão, o funcionário não só detalhou parte do esquema, como pôs em xeque a honestidade do ex-patrão e deus familiares. É um verdadeiro arquivo vivo.

O que poucos viram

A julgar pela postura de líder assumida pelo deputado federal Roberto Rocha durante o almoço que reuniu ontem deputados estaduais governistas, secretários do governo Jackson Lago e vários jornalistas, a conclusão é de que ele foi o grande idealizador do encontro. Contrariado com o espaço insuficiente, segundo ele, reservado para a reunião, realizada no resturante Cabana do Sol, o parlamentar foi reclamar direto ao dono do estabelecimento, Régis Fialho. Segundo Rocha, deveriam ter sido disponibilizados 38 assentos para o grupo, mas, naquele momento, havia dois a menos. Atencioso, Fialho tratou logo de atender à reivindicação do ilustre cliente.

Posse na PF

No pleno exercício do cargo há quase um mês, o novo superintendente da Polícia Federal no Maranhão, Fernando Segóvia, será empossado oficialmente amanhã, às 10h, em solenidade no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), no Calhau. Em post publicado em 21 de julho último, este blog informou, em primeira mão, a substituição no comando da PF no estado e a indicação de Segóvia para o cargo. Antes de vir para o Maranhão, o novo superintendente dirigiu o Sistema Nacional de Armas (Sinarm) e comandou a operação que culminou na retirada de brancos da reserva indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima.              

Sem comentário para "Notícias em notas"


deixe seu comentário