Moda do trote violento chega a São Luís

15comentários

trotes-ufma.jpg

A foto acima é de autoria da repórter fotográfica Flora Dolores, de O Estado do Maranhão, e mostra estudantes recém-admitidos na Universidade Federal do Maranhão(UFMA) sujos com tintas, amido de milho (maizena), ovos e outros produtos. Apelidado de trote, o ato, cometido por alunos veteranos, transforma-se em covardia quando envolve violência.

Foi justamente o que aconteceu esta semana com uma turma do curso de Ciências da Computação. Movidos por mau gosto e senso de crueldade extremos, acadêmicos mais antigos invadiram uma sala em plena aula e passaram a jogar produtos químicos nos calouros. Alguns chegaram a passar mal. O gesto causou reações indignadas de pais e foi condenado pela administração superior da UFMA.

Algumas providências para coibir a repetição desses atos já foram tomadas. Uma delas partiu dos próprios alunos, que decidiram limpar a sala depredada durante o trote. A instituição de ensino também ameaça aplicar penas de suspensão nos autores. Enfim, qualquer iniciativa nesse sentido pode evitar conseqüências mais graves, como ferimentos e mortes ocorridos em universidades do sul do país.          

15 comentários para "Moda do trote violento chega a São Luís"


  1. Glauco Freitas

    De uma lida sobre a lista sextupla do MP:

    “PROMOTOR FROZ SOBRINHO: EM BUSCA DE UM SALVO CONDUTO

    O Código Penal estabelece: Artigo 344 – Coação no curso do processo; Artigo 321 – Advocacia Administrativa; Artigo 314 – Subtração de documento público. Os três delitos referidos foram imputados ao promotor José de Ribamar Froz Sobrinho, após uma sindicância da Corregedoria-Geral do Ministério Público.

    Candidato a desembargador, Froz Sobrinho impetrou um Habeas Corpus no último dia 11, com pedido de liminar para que seja trancada a sindicância e o processo administrativo possivelmente instaurado contra ele pela Corregedoria do MP.

    O processo foi distribuído para o desembargador Antônio Bayma Araújo. Antes da apreciação do do pedido de liminar pelo magistrado, o promotor Froz desistiu do pedido. Por que o promotor-candidato desistiu do Habeas Corpus?

    Dois dias depois da desistência do pedido de Habeas Corpus, o candidato a desembargador Froz ingressa com um Mandado de Segurança, requerendo que sejam sustados todos os efeitos decorrentes do relatório conclusivo da Comissão de Sindicância. Por que Froz apelou ao Mandado de Segurança?

    O processo foi distribuído para a desembargadora Maria dos Remédios Buna. Dará a desembargadora a liminar suspendendo tudo? Tanto o Habeas Corpus quanto o Mandado de Segurança são apenas para uma sindicância?

    Froz é sobrinho do presidente do Tribunal de Justiça, Raimundo Cutrim. Froz é sobrinho do conselheiro Edmar Cutrim, até bem pouco tempo, presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

    Trabalhando como promotor numa Vara da Fazenda Pública, Froz tem como advogado Ulisses César Martins de Sousa, apanhado pela Polícia Federal (PF) nos esquemas de corrupção da Operação Navalha. O que levaria o promotor Froz a trancar uma investigação de penas tão altas?

    O fato de ser sobrinho dos Cutrim, deu a Froz um favoritismos disparado entre os 25 candidatos inscritos à vaga de desembargador do TJ. Nos corredores e salas do MP o comentário que mais se ouve, é que Froz integrará a lista sêxtupla, consequentemente comporá a lista tríplice. Então aí, o governador Jackson Lago o nomeia. Bingo!

    Respondendo a todos esses crimes – como ele e seu advogado Ulisses Martins fizeram questão de apontar ao impetrarem o Habeas Corpus – porque Froz decidiu pela candidatura? Quem sabe, a certeza de que a sua candidatura seria uma barbada.

    Porém, o pedido de Habeas Corpus de Froz, teve o efeito similar a cavilha de segurança de uma granada. Retirada antes de ser lançada a granada, ela poderá explodir em suas próprias mãos. “

  2. rodrigo

    Esse é o futuro da nossa sociedade……………..

  3. Maria Aparecida

    Gente, isso é inaceiável. Esses estuidantes devem ser punidos. A exemplo do que propuseram os deputados abaixo:
    Trote que constranja calouros fica proibido

    Emenda dos deputados federais, Flávio Dino (PCdoB/MA) e Carlos Sampaio (PSDB/SP) coíbe a prática em universidades

    Trotes a calouros de universidades que constranjam, exponham os alunos de forma vexatória, ofendam sua integridade física, moral ou psicológica; ou obrigue os estudantes a doarem bens ou dinheiros estão proibidos. Emenda nesse sentido dos deputados Flávio Dino (PCdoB/MA) e Carlos Sampaio (PSDB/MA) ao Projeto de Lei 1023/95, que proíbe a realização de trotes violentos ou vexatórios contra alunos do ensino superior, foi aprovada pelo plenário da Câmara dos Deputados na noite desta quarta-feira, dia 18. A matéria segue para o Senado.

    Segundo o deputado Flávio Dino, o projeto estimula a cultura da paz e dos direitos humanos. “O texto prevê um sistema de sanções bastante ponderado, no qual a expulsão do aluno é o último recurso contra os atos mais graves”, afirmou.

    Segundo o texto, o processo disciplinar seguirá as normas de cada instituição de ensino, assegurados o contraditório e a ampla defesa. Poderão ser aplicadas as seguintes sanções: multa de R$ 1 mil a R$ 20 mil; suspensão do aluno por um a seis meses; e expulsão. Essa última penalidade impedirá o aluno de se matricular na mesma instituição pelo prazo de um ano. O dinheiro das multas deverá ser usado na compra de livros para as bibliotecas das universidades.

    Calendário
    Antes do início das aulas, as universidades deverão instituir uma comissão de professores e estudantes para elaborar um calendário de atividades de recepção dos novos alunos. O objetivo será integrar os calouros à vida universitária e permitir que eles conheçam as instalações e o funcionamento da instituição.

    Em qualquer caso, a atividade não poderá ter duração total superior a 20 horas e acontecerá no primeiro mês do período letivo.

    Com informações da Agência Câmara

  4. Sergio

    EU ESTAVA LÁ E NÃO FOI BEM ASSIM! ISSO TÁ VIRANDO MODA! NÃO PASSOU DE UMA SIMPLES BRINCADEIRA COM MAIZENA E TINTA ATÓXICA!
    E VEJAM BEM, EU FUI VÍTIMA DO TROTE!

  5. universitarios……

    deve ser apurado o fato e todos os envolvidos punidos exemplarmente, para servir de exemplo…..por que nao fazem um “trote solidario” ou seja, algum tipo de campanha para arrecadar fundos para alguma instituiçao de caridade.?……devem ser so uns “filhinhos de papai” com um desejo frustado de auto-afirmaçao……..

  6. Guilherme

    e pelo jeito a moda de ter imprensa sensacionalista também está chegando em São Luis.
    Participei do trote fui um dos que ”sofreram da violência” e posso dizer que não foi nada do que está na matéria.
    fomos sujos sim,de maneira saudavel entre o que é realizado na Universidade Federal.
    Os universitários de São Luis não tem essa personalidade destrutiva de vioentar os claouros.
    é um efeito dominó,eles passaram por isso,os veteranos,por isso fazem com os calouros.
    O trote de Ciências da computação também foi a mesma coisa.
    a Impressa mostra fatos que a sociedade maranhese se aterroriza,mas no final é tudo mentira.
    Os guardas chegaram lá por causa do ”alvoroço” causado,mas que foi realizada violencia nos troes não foi.
    as salas ficaram sujas sim,mas nada que seja inrremediavel.
    PEÇO QUE POR FAVOR,A IMPRESSA MARANHENSE NÃO SEJA COMRROMPIDA PELO MAU DO SENCACIONALISMO.
    PORQUE TEM MUITA GENTE QUE VAI SABER QUANDO UMA “SONIA ABRÂO” CHEGAR EM SOLO MARANHENSE,E PELO JEITO ESTÀ CHEGANDO!

  7. Hay

    eita mentiraaa!! Primeiro que essa foto não é do trote de Ciências da Computação e sim de Administração..Não houve nada de violência!!

  8. victor

    que mentira!

    se vocce nao le o siet da ufma, houve depoimentos de calouros q

  9. victor

    que mentira!

    se vocce nao le o siet da ufma, houve depoimentos de calouros que supostamente “sofreram violencia”, desmentindo toda essa ESTORIA de que o trote foi violento, foi pura diversao de calouros e veteranos, nao houve agressao verbal muito menos fisica… sensacionalismo puro essa resportagem!

    E ESSA FOTO EH DO TROTE DE ADMINISTRAÇAO, onde tbm nao houve violencia alguma, e ainda houve festa dps com os calouros…

    trote eh uma fora alegre e divertida de interagir com os novos colegas de curso, eh sujo, mas bem humorado e saudavel, e nunk foi obrigado a nenhum calouro participar, inclusive q nao quis, foi embora normalmente, sem intervençao nenhuma por parte dos veteranos…

  10. Aluno UFMA

    ”…e pelo jeito a moda de ter imprensa sensacionalista também está chegando em São Luis….”

    Eu ri, ta nível Milton Neves . O trote nao foi nada violento, apenas com maizena e tinta atoxica.

  11. aluna de administracao-A.V

    INCRIVEL COMO UM SITE QUE DIZ TER TANTO NOME,NAO CONSEGUE PUBLICAR UMA MATERIA COM O CONTEUDO CERTO,POIS ESTA FOTO,NAO EH DO CURSO DE CIENCIAS DA COMPUTACAO,MAS SIM DO CURSO DE ADMINISTRACAO,NAO SABIA QUE TINTA ,MAIZENA E OVOS ERAM PRODUTOS QUIMICOS QUE FARIAM ALGUEM PASSAR MAL. EH TANTA MENTIRA QUE SO PUDEMOS USAR SOMENTE A TINTA NA SALA,POIS NAO PODIAMOS USAR A FARINHA E OS OVOS POIS ESTAVAMOS PROIBIDOS DE SUJAR O PREDIO,COMO INFORMOU O COORDENADOR DO CURSO. ACHO ASSIM,QUE OS RESPONSAVEIS PELO JORNAL DEVEM PRIMEIRO TER CERTEZA NA REPORTAGEM,PARA DEPOIS POSTAREM. OS ESTUDANTES ESTAO DECEPCIONADOS COM O POSICIONAMENTO.
    PENSEM NISSO!!!!

    Resposta: se todos lerem com atenção, em trecho nenhum do texto afirmo que a foto é do trote de Ciências da Computação. Usei a imagem porque foi a única a qual tive acesso. Mas, de qualquer forma, foi uma brincadeira de muito mal gosto. Estudei na UFMA e na época isso não acontecia. No mais, agradeço a todos que têm acessado este blog e postado comentários.

  12. tamires

    Que mentira!!!!!!!!!!!!!!
    Primeiro, que esse trote não é de ciências da computação e sim de administração.
    Segundo ,de violento não teve nada.Só sujamos os calouros o que é uma coisa normal e eles mesmo gostam da brincadeira.
    Os calouros que não quisseram participar foram liberados.
    Por isso eu acho bom vocês selecionarem melhor aquilo que é postado aqui.Antes façam uma pequena pesquisa para averiguar a veracidade dos fatos.

  13. universitária

    “…FOI JUSTAMENTE O QUE ACONTECEU ESTA SEMANA COM UMA TURMA DO CURSO DE CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO. MOVIDOS POR MAU GOSTO E SENSO DE CRUELDADE EXTREMOS, ACADÊMICOS MAIS ANTIGOS INVADIRAM UMA SALA EM PLENA AULA E PASSARAM A JOGAR PRODUTOS QUÍMICOS NOS CALOUROS. ALGUNS CHEGARAM A PASSAR MAL. O GESTO CAUSOU REAÇÕES INDIGNADAS DE PAIS E FOI CONDENADO PELA ADMINISTRAÇÃO SUPERIOR DA UFMA…”

    NO TRECHO ACIMA VOCÊ CITA O CURSO CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO.
    PRIMEIRO QUE O TROTE DE COMPUTAÇÃO NÃO TEM HAVER COM A FOTO, PORTANTO VOCÊ ESTÁ ENTRANDO EM CONTRADIÇÃO COM O QUE DIZ NO TEXTO.
    SEGUNDO QUE VOCÊ NA POSIÇÃO DE JORNALISTA DEVERIA SE INFORMA DOS FATOS POIS, OS VETERANOS DO CURSO DA FOTO ACIMA ALGUNS DIAS ANTES DO TROTE PROMOVERAM UMA AÇÃO DE RECOLHER ALIMENTOS DOS CALOUROS PARA SEREM DOADOS PARA PESSOAS QUE ASSIM NECESSITAM.(ESTÁ INFORMAÇÃO PODE SER CHECADA NA COORDENADORIA DO CURSO).
    TERCEIRO QUE ATÉ AGORA NENHUM PAI DE ALUNO DA FOTO ACIMA FOI RECLAMAR QUE SEU FILHO SOFREU ALGUM TIPO DE MAUS TRATOS.

    OBS.: NÃO SOU A FAVOR DO TROTE, MAS COMO O QUE ESTÁ SENDO COLOCADO AQUI É UMA FOTO DO CURSO A QUAL PERTENÇO E O TEXTO NÃO FALA DO QUE REALMENTE ACONTECEU, QUERIA DEIXAR BEM CLARO QUE NEM TODOS PARTICIPARAM DISSO. COMO É TIDO COMO TRADIÇÃO ESSES MESMO CALOUROS, IRÃO APLICAR NOVAMENTE NOS PRÓXIMOS.
    INFELIZMENTE ALGUMAS PESSOAS NÃO LEVAM ISSO MUITO A SÉRIO, OUTRAS JÁ LEVAM. MAS CADA UM TEM UMA OPINIÃO DIFERENTE. CABE A TERCEIROS APENAS TER UM SENSO CRITICO E NÃO JUGA-LOS.
    SE TIVESSE OCORRIDO VIOLÊNCIA NO TROTE DA FOTO, COM CERTEZA OS CULPADOS NÃO SAIRIAM INLESOS DESSA.

    PEÇO QUE TOME UMA POSIÇÃO COM RELAÇÃO A FOTO E INFORME QUE ESTA NÃO TEM HAVER COM O CURSO CITADO NO TEXTO.
    E QUERO APROVEITAR E LEVANTAR OUTRO PONTO, A UNIVERSIDADE TEM TANTOS OS PROBLEMAS DENTRO DOS CURSOS, QUE VÃO ALÉM DE UM TROTE, COMO POR EXEMPLO A AUSÊNCIA DE PROFESSORES PARA DAR AS CADEIRAS, O QUE IMPEDE FUTURAMENTE A FORMAÇÃO DOS ACADÊMICOS. ESSA SIM SERIA UMA IMPORTANTE NOTÍCIA QUE VOCÊ PODERIA POSTAR. OS JÁ ACADÊMICOS E OS FUTUROS ACADÊMICOS AGRADECERIAM MUITO SE ESSE PROBLEMA FOSSE LEVADO A SÉRIO, ATÉ PARA QUE SEJAM FORMADAS PROFISSIONAIS COMPETENTES E CAPAZES, E QUE DEIXEM DE SER VISTOS POR AÍ COMO PESSOAS SEM CAPACIDADE, NUM ESTADO ONDE A EDUCAÇÃO É, INFELIZMENTE, PRECÁRIA, E ONDE OS PROFISSIONAIS SÃO VISTOS DE FORMA VERGONHOSA.
    ESSE PODE SER O PRIMEIRO PASSO PARA MUDAR UMA REALIDADE NO MARANHÃO QUE É MUITO TRISTE.

  14. universitario

    vc respondeu num comentario acima q em nenhum momento afrimou q a foto seira do trote de ciencias da computaçao, mas sua reportagem de certa forma da a entender q sim, sensacionalismo puro!

    e qnt a ciencia da computaçao, basta vc ir olhar o site da ufma, em noticias do dia 20/03/2009, que vc vera depoimentos de calouros de ciencias da computaçao, contando oq realmente aconteceu, eles deixaram bem claro q nao houve violencia alguma, muito menos “carcere privado”… reveja suas informaçoes…

    abraço

  15. Léo

    Fala serio… Toda a comunidade da UFMA sabe que não existe trote violento por lá…
    Quero ve achar um calouro que tenha sido forçado a receber trote!
    Pura felicidade!

deixe seu comentário