Agentes penitenciários apreendem armas em celas e evitam confronto entre detentos em Pedrinhas

0comentário

pedrinhasUm trabalho conjunto de inteligência e do Grupo de Operações Penitenciárias (GEOP) da Secretaria-Adjunta de Administração Penitenciária (SAAP) conseguiu evitar um confronto entre detentos, previsto para acontecer neste domingo (30), que, possivelmente, resultaria em internos mortos e feridos, na Penitenciária de Pedrinhas.

A movimentação foi detectada esta semana pelos agentes, após um monitoramento interno daquela unidade, em que foi confirmado de que haveria um confronto na Penitenciária de Pedrinhas entre a ala conhecida como “fundão” e a ala 07, onde estão respectivamente internos do interior do Estado e a outra com os de São Luís.
 
O motivo para tal briga, conforme informações da inteligência, se daria por vingança pela morte do detento Orleans Martins de Oliveira, de 28 anos, ocorrida no mês de fevereiro. O corpo do preso foi encontrado dentro de uma lata de lixo, fato que acirrou ainda mais a rixa entre os dois grupos de internos.

pedrinhas2A operação foi coordenada pelo próprio secretário de Administração Penitenciária, Carlos James Moreira, e pelo diretor de Pedrinhas, Márcio Cutrim, e teve início por volta das 6h, com a participação do Geop, homens da inteligência e dos agentes penitenciários de plantão do dia. As duas alas foram isoladas, e foi determinada a saída dos presos das celas, uma por uma, sendo realizada uma revista pessoal em cada detento. Todos foram levados para o pátio para que fosse iniciada a ação de tomada e incursão geral nos pavilhões.
 
Como resultado dos trabalhos, foram apreendidos celulares, drogas e uma grande quantidade de armas brancas, entre pedaços de paus e de ferros, chuços e facas. O material foi encaminhado para a Secretaria de Segurança Pública e as investigações devem continuar.

Segundo avaliação feita pelo secretário Carlos James, “a ação obteve um resultado positivo, uma vez que os agentes da unidade, do Geop, em conjunto com a Inteligência da SAAP, além de terem neutralizado o confronto, ainda conseguiram apreender celulares, drogas e dezenas de armas artesanais que seriam utilizadas pelos presos, evitando também novas mortes no sistema”.

Ele ressaltou ainda que essas atividades devem continuar em todas as unidades prisionais, com revistas, inspeções e averiguações rotineiras em todos os pavilhões nas penitenciárias do Maranhão.

Fonte: Secretaria Estadual de Comunicação (Secom)

Sem comentário para "Agentes penitenciários apreendem armas em celas e evitam confronto entre detentos em Pedrinhas"


deixe seu comentário