Navalha: STJ nega devolução de lancha a Zuleido; Zé Reinaldo aguarda há três anos liberação de carro de luxo

0comentário

zuleidoA Corte Especial do Superior Tribunal de Justiça (STJ) rejeitou pedido interposto pelo empresário Zuleido Veras (foto), dono da construtora baiana Gautama, na ação penal 534, referente à chamada Operação Navalha, deflagrada em maio de 2007 pela Polícia Federal. O embargo de declaração teve como objetivo, rediscutir pedido para realização de perícia técnica com o intuito de avaliar se a lancha do empresário, apreendida pela Polícia Federal – na ocasião em que a operação foi deflagrada – estaria sendo conservada adequadamente. Assim como Zuleido, o ex-governador do Maranhão e candidato a senador José Reinaldo Tavares (PSB), também preso durante a Navalha, tenta, sem sucesso, a liberação judicial de um veículo Citröen C5 de sua propriedade, apreendido durante a operação, sob a suspeita de que fora um presente do empreiteiro baiano (reveja aqui).

A ministra relatora do caso, Eliana Calmon, afirmou que a lancha foi posta sob a responsabilidade da fiel depositária em 17/05/2007, tendo a alienação do bem sido autorizada em 11/04/2008. De acordo com a ministra, o que se verifica pela leitura dos autos é que a venda do bem não foi levada a termo até a presente data, “em razão da demora do embargante (Zuleido Veras) em proceder à avaliação e da insurgência quanto ao destino do valor arrecadado com a alienação da coisa”. Motivo pelo qual, de acordo com a relatora, a suposta deterioração da lancha não pode ser atribuída a ato da depositária.

Deflagrada em 2007, a Operação Navalha revelou ao país a existência de suposta quadrilha que, contando com o envolvimento de servidores públicos e agentes políticos, promoveu o desvio de recursos públicos da União e dos estados de Alagoas, Maranhão, Piauí e Sergipe. Diz a denúncia que em cada estado a quadrilha aliciava servidores públicos com o fim de obter vantagens ilícitas, fraudando contratos e licitações.

Fonte: www.stj.gov.br

Sem comentário para "Navalha: STJ nega devolução de lancha a Zuleido; Zé Reinaldo aguarda há três anos liberação de carro de luxo"


deixe seu comentário