Patrimônio Histórico ultrajado

0comentário

Carrancas da Fonte do Ribeirão não jorram água há vários dias

Mais uma prova do descaso do poder público com o Patrimônio Histórico e Cultural de São Luís. As carrancas da Fonte do Ribeirão deixaram de jorrar água há vários dias porque estão entupidas pela sujeira que se acumula na tubulação do monumento, um dos mais antigos e preciosos da cidade.

A responsabilidade pela limpeza e conservação da Fonte do Ribeirão é da Prefeitura de São Luís. O trabalho, pelo visto, não está sendo realizado ou é feito de forma precária. A situação desperta indignação nos ludovicenses e causa desagradável surpresa nas dezenas de turistas que visitam o monumento diariamente.

Em 18 de agosto deste ano, o jornal O Estado do Maranhão publicou matéria denunciando o abandono da Fonte do Ribeirão (releia). Uma foto estampada na primeira página do matutino mostrava um copo plástico imerso em uma espessa camada de lodo. A imagem degradante chocou os leitores e mobilizou imediatamente a administração municipal. Tanto que no dia seguinte um batalhão de operários foi destacado para livrar o monumento da sujeira, sob a inspeção direta do secretário municipal de Turismo, Liviomar Macatrão.

Passados pouco mais de dois meses, o descaso com a fonte volta ao noticiário, uma demonstração clara de que o acervo que remete ao rico passado histórico de São Luís está relegado a um plano inferior.    

Foto: Biaman Prado/O Estado do Maranhão

Sem comentário para "Patrimônio Histórico ultrajado"


deixe seu comentário