Após denúncia, Prefeitura anuncia nova lavagem de alta pressão na Fonte do Ribeirão

1comentário

Entupidas, carrancas não jorram água há dias; problema pode comprometer estrutura da fonte

A Prefeitura de São Luís, por meio das secretarias municipais de Turismo (Setur) e de Obras e Serviços (Semosp), está intensificando a limpeza em pontos turísticos utilizando um equipamento de lavagem em alta pressão, ou lavagem hidrotérmica, dentro das ações da Aliança pelo Centro Histórico. A equipe responsável retorna à Fonte do Ribeirão, na próxima terça-feira (01), para reforçar a higienização. Nesta sexta-feira, o jornal O Estado do Maranhão denunciou que as carrancas do monumento deixaram de jorrar água há duas semanas devido ao entupimento da tubulação, o que poderá comprometer a estrutura da fonte.
 
Neste segundo circuito, já foram lavadas as praças Benedito Leite, Valdelino Césio, Nauro Machado, da Criança e da Abolição; e as escadarias da Rua do Giz, Humberto de Campos, além de todas as calçadas das localidades beneficiadas. Após a lavagem na Fonte, as ações serão voltadas para o Beco Catarina Mina, Rua do Trapiche e calçadas da Rua Portugal, localizadas no Centro Histórico de São Luís.
 
“Esta é uma atividade periódica que tende melhorar o ambiente em alguns pontos turísticos da capital. As máquinas especiais retiram lodo, odor de urina, marcas de lixo, chiclete, enfim, fazem uma limpeza mais eficaz. Agora a tendência é que o alcance das atividades se expanda pelas 24 ruas contidas na Aliança”, explicou o secretário municipal de Turismo Liviomar Macatrão.
 
A Aliança pelo Centro Histórico tem o objetivo de implantar um sistema de gestão compartilhada (setores público, privado e sociedade civil) para monitorar e realizar serviços urbanísticos, culturais, funcionais e sociais. Além da lavagem, outras ações agregarão ao projeto municipal, como as obras sociais e assistenciais, iluminação artística de monumentos, apresentações culturais, limpeza nas vias, disponibilização de lixeira e agentes de limpeza fixos nas 24 ruas do circuito.
 
As máquinas que fazem a limpeza trabalham com água quente e com produtos específicos para cada situação, com pressão entre mil e quatro mil libras, atendendo às normas estabelecidas pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O maquinário já realizou trabalhos similares no Cristo Redentor, Colunas de Roma e no Monte Rushmore, nos EUA, entre outros pontos turísticos mundiais, que têm materiais similares às pedras da cantaria da capital ludovicense.

Com informações da Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)

Foto: Biaman Prado/O Estado do Maranhão

1 comentário para "Após denúncia, Prefeitura anuncia nova lavagem de alta pressão na Fonte do Ribeirão"


  1. mateus paiva de sousa

    Em bom jardim-MA o mercado e todo cheio de rato e comer a carne.

deixe seu comentário