Cúmulo da inutilidade

0comentário

Sem funcionar, parquímetro é usado apenas para acorrentar e evitar furto de bicicleta de flanelinha

A imagem ao lado é uma demonstração escancarada da inoperância do sistema de estacionamento rotativo que deveria disciplinar a ocupação de vagas por veículos no Centro de São Luís. Sem manutenção, o parquímetro instalado na rua do Ribeirão vem servindo unicamente como suporte para acorrentar e evitar o furto da bicicleta de um dos flanelinhas que atuam na área. 

A operacionalização do estacionamento rotativo é regulamentada por contrato firmado entre a empresa concessionária e a Prefeitura de São Luís. Mesmo legalizado, o sistema se assemelha aos demais serviços clandestinos oferecidos em escala cada vez maior na capital, como o transporte pirata.

Sem fiscalização, o sistema de estacionamento rotativo é dominado por bandidos travestidos de flanelinhas, que cometem os mais graves abusos, incluindo ameaças, agressões físicas, danos aos veículos e outras formas de intimidação.

Responsável legal por fiscalizar e dar ordenamento ao serviço, a administração municipal parece fechar os olhos para a situação, omissão que contribui para que o Centro ganhe ares de terra sem lei.

Foto: Biaman Prado/O Estado do Maranhão

Sem comentário para "Cúmulo da inutilidade"


deixe seu comentário