Atestado médico ou prova de incompetência?

2comentários
Fabíola e Holandinha: secretária ainda não atendeu convite dos vereadores e deverá ser convocada

Fabíola e Holandinha: secretária ainda não atendeu convite dos vereadores e deverá ser convocada

Pela segunda vez, a secretária municipal de Trânsito e Transportes, Fabíola Aguiar, deixou de comparecer à audiência proposta pela Câmara Municipal para discutir a situação do transporte público de São Luís. Detalhe: ela própria havia remarcado a data. Se da primeira vez alegou a não conclusão de um relatório com dados para embasar seu discurso, ontem, a secretária mandou dizer que estava doente. Diante da aparente má vontade, os vereadores decidiram não mais convidar a secretária, e sim convocá-la para a audiência, que já tem até data agendada: 10 de setembro.

Na audiência seriam discutidos temas como sucateamento da frota, suposta crise financeira do sistema de transporte e, principalmente, a tão esperada licitação das linhas, prevista em Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado entre a Prefeitura de São Luís e o Ministério Público. São assuntos de extremo interesse público, que ainda não foram esmiuçados devido à indisposição da atual titular da SMTT em debatê-los.

Quase ninguém acreditou na suposta enfermidade de Fabíola. Para a maioria, foi mais uma prova da sua inaptidão para o cargo. Alguns foram além ao garantir que ela ficaria acuada e sem resposta aos questionamentos dos vereadores. Nos bastidores, o presidente da Câmara, Isaías Pereirinha (PSL), chegou a demonstrar indignação com o não comparecimento da secretária, classificando a ausência como um ato de desrespeito à Casa.

Não se sabe se a segunda falta de Fabíola à audiência para discutir o transporte teve a anuência do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) ou se ela tomou a decisão por conta própria. A segunda opção é a mais lógica, pois é difícil crer que Holandinha cometeria o destrambelho de autorizar um de seus auxiliares a ignorar um chamado do Poder Legislativo. Isso porque a relação com os vereadores, que já anda estremecida, após a invasão suspeita da Câmara, ficaria ainda mais desgastada. Sem falar na queda vertiginosa da popularidade do prefeito, em razão de uma série de problemas urbanos ainda não solucionados, a exemplo do caos na saúde municipal, da infraestrutura precária de ruas e avenidas e da própria deficiência do transporte público.

O certo é que ainda há uma lacuna na área de trânsito e transporte na capital, gerida por uma secretária inexpressiva, que por não entender do assunto se recusa a discuti-lo. Sua permanência em cargo tão importante é, no mínimo, um contra-senso, uma teimosia que só vem prejudicando a população, obrigada a se locomover por vias congestionadas e inseguras e a viajar em ônibus velhos e superlotados, situações que afetam diretamente a qualidade de vida.

Não foi informado se a titular da SMTT apresentou algum documento assinado por médico para comprovar sua enfermidade. Na dúvida, prevalece a opinião de que a falta à audiência de ontem foi, na verdade, mais um atestado de incompetência.

Editorial publicado nesta quinta-feira em O Estado do Maranhão

2 comentários para "Atestado médico ou prova de incompetência?"


  1. Lunática

    Pode até ser verdade que ela esteja doente, comendo aranha no cardápio qualquer um adoece.kkkkkkkkkkkkkk

  2. Carmem Lúcia

    Caro Daniel,eu te afirmo com 100% de certeza que a secretária esteve aqui no dai 27/08 despachando normalmente e no dia 28/08 ela deu uma passada rápida aqui na secretaria, portanto não é doença. Ela, simplesmente mentiu, ou seja, tem medo de encarar os vereadores por ser completamente incompetente e alheia aos assuntos da pasta. Não entendo até hoje, porque eles mantêm essa mulher na SMTT, dizem aqui na secretaria que é acordo do Holandão com os empresários do setor de transporte. Mas, vale lembrar que quem elege presidente,governadores, prefeitos, deputados, senadores e vereadores é o povo e não os empresários. Resta saber do “prefeito” o que é melhor :agradar alguns empresários ou o povo.

deixe seu comentário