Policiais militares recebem 13º pela metade após falha no processamento da folha do Estado

0comentário

Policiais militares denunciara ao blog que receberam a segunda parcela do 13º salário pela metade. O abono foi pago no último sábado e após constatarem que o valor creditado era menor do que previsto nos contracheques, oficiais e praças passaram a se manifestar em tom de revolta. O problema teria sido causado por uma falha na transmissão de dados das folhas de vários órgãos da administração estadual devido à mudança do sistema de geração dos pagamentos aos servidores.

A troca do sistema se deu por causa da contratação de uma nova empresa para processar a folha, ao curso de R$ 36 milhões anuais aos cofres do Estado. Mesmo já tendo recebido quase R$ 14 milhões do referido contrato, a terceirizada ainda não conseguiu fazer o  sistema funcionar com eficiência. Por causa da pane no processamento da folha, o governador Flávio Dino (PCdoB) determinou à Secretaria de Estado da Gestão, Patrimônio e Assistência dos Servidores (Segep) que voltasse a usar o sistema antigo, gerenciado pela empresa cujo vínculo contratual já havia acabado. A operação emergencial representa custo extra ao tesouro do Estado.

Em nota divulgada na manhã da última sexta-feira, quando o problema foi denunciado, a Secretaria de Estado da Comunicação Social e Assuntos Políticos (Secap) informou que os prejuízos se restringiam à Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão (IEMA), Junta Comercial do Maranhão (Jucema), Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (IMNEQ).

Horas depois, soube-se que a pane atingia muito mais órgãos, com focos de insatisfação em praticamente todos os setores do governo.

Segue a nota da Secap:

No dia 14 de dezembro de 2017, houve um problema de transmissão dos dados das folhas de pagamentos de alguns órgãos da Administração Indireta (Universidade Estadual do Maranhão – UEMA, Instituto Estadual de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão – IEMA, Junta Comercial do Maranhão – JUCEMA, Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN e Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão – IMNEQ) em função da mudança do sistema de geração da folha de pagamentos do Estado, causando um atraso de algumas horas no deposito dos vencimentos aos servidores dos órgãos em questão. As providências foram adotadas de forma imediata para que pagamento do 13° salário seja realizado até o meio-dia de hoje, 15 de dezembro de 2017.

Sem comentário para "Policiais militares recebem 13º pela metade após falha no processamento da folha do Estado"


deixe seu comentário