Por que só no Maranhão o PCdoB ganha eleição?

2comentários

Flávio Dino empossa seu mais poderoso secretário, Márcio Jerry, que agora mira vaga na Câmara Federal

Primeiro governador eleito pelo PCdoB em toda a história política do Brasil. Assim o ex-juiz federal Flávio Dino teve destacada a sua vitória no pleito de 2018, em nível nacional. Pois é, foi um grande feito para a sigla comunista, destacado por analistas, mas ignorado por grande parte dos eleitores, muitos dos quais declaradamente arrependidos de terem escolhido o modelo de governo personificado por Dino, Márcio Jerry e asseclas.

Mas, alguém já parou para pensar por que só os maranhenses foram convencidos de que o projeto de poder comunista era a melhor opção, enquanto eleitores de outros estados repudiaram com veemência o mesmo discurso? O feito inédito de Flávio Dino de ter sido eleito governador deve continuar inédito após a eleição deste ano, tamanha a repulsa que os ideais do seu partido despertam país afora.

Baseado em aumento de impostos, concentração de poder no Estado e em atos de perseguição a adversários, o modo de governar adotado por Flávio Dino não se repete em nenhuma outra unidade da federação brasileira. Em nenhum outro lugar do Brasil se vê tanta opressão política e massacre da máquina estatal aos cidadãos, inclusive com confisco de bens particulares. Não é exagero nenhum afirmar que o povo maranhense é o mais oprimido pelo governante que elegeu.

Ao ensaiar uma possível candidatura presidencial, aproveitando o vácuo momentâneo causado pela derrocada petista, o comunista sentiu o quanto o seu partido é rejeitado, até mesmo por setores da esquerda. As manifestações contrárias ao ousado projeto acabou desencorajando outras investidas do governador no plano político nacional.

O nome de Flávio Dino não só não empolgou, como foi alvo de duras críticas, que ele recebeu em silêncio e com resignação. Postura bem diferente de suas reações quando confrontado em sua terra natal, sobretudo pela imprensa, quase sempre alvo de processos judiciais por calúnia, injúria e difamação.

A pergunta merece ser refeita. Por que nenhum outro estado do país elegeu um governante filiado à sigla comunista? Será que só os maranhenses caíram no canto da sereia, ou melhor, se deixaram seduzir pelo discurso que prometia igualdade e justiça social, que em três anos e meio se revelou um engodo?

Com bem colocou um comentarista do blog: “Acorde, povo do Maranhão, PC do B não ganha eleição em lugar nenhum. Só no Maranhão que esse partido ‘escroto’ consegue algo e vejam no que dá, fora comunismo”. A frase nada mais é do que a manifestação de repulsa de um dos milhões de cidadãos que já não suportam viver sob o jugo comunista”.

É difícil acreditar por que, apesar de tantos predicados negativos, o projeto de poder do PCdoB vingou no Maranhão. Foi uma escolha que revelou-se equivocada, para desgosto do povo, inclusive dos eleitores que apostaram no comunismo como redentor e agente da tão esperada mudança e agora se arrependem do voto.

2 comentários para "Por que só no Maranhão o PCdoB ganha eleição?"


  1. Maria Helena

    Se esse projeto bolivariano de governar fosse bom, Venezuela seria um paraíso para seus habitantes que hoje sofrem as agruras do comunismo se o maranhense não aprender a pensar com a lógica é legitimar esse modelo de governo outra vez, teríamos um Maranhão a lá Venezuela e um governador aos modos de Nicolás Maduro

  2. Carlos Soysa

    Engole o choro. ..a Branca guerreira LAGOSTA vai pegar taca em outubro. ..o SUPER DINOSSAURO tá reeleito! !!

deixe seu comentário