Quando o assunto é blitz, Flávio Dino troca o deboche pelo silêncio

1comentário

Blitz foi montada na Ponta do Farol menos de 24 horas após a reeleição de Flávio Dino

Confirmada a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB), as blitze de trânsito do Batalhão de Polícia Rodoviária do Maranhão (BPRV) foram retomadas a todo vapor. Ontem, menos de 24 horas depois de sacramentada a vitória do comunista nas urnas, barreiras policiais foram montadas na Estrada do Araçagi (MA-203) e na Avenida São Luís de França. À noite, uma imagem de outra blitz, dessa vez na Ponta do Farol, foi disseminada em grupos de Whatsapp, com ampla repercussão nas redes sociais e na blogosfera.

O curioso é que durante a campanha a fiscalização simplesmente desapareceu. A suspensão das blitze chegou a ser questionada por adversários do governador, como o senador Roberto Rocha (PSDB), que indagou ao comunista, no debate da TV Mirante, se a desmobilização foi uma medida tomada para evitar desgaste político durante o período eleitoral. Sem saber o que dizer, Flávio Dino se esquivou da pergunta e partiu para outros assuntos, dando a entender que se tratava mesmo de um tema indigesto.

Reconduzido ao Palácios do Leões e após inebriar-se na comemoração, o governador mantém o silêncio sobre as blitze de trânsito, enquanto o temido BPRV executa as diretrizes e retoma as fiscalizações, com abordagens, apreensões e envio de veículos ao pátio de uma empresa terceirizada, na BR-135. O objetivo é obrigar os proprietários a pagar taxas pendentes, caso não queiram ver seus bens leiloados, como já ocorreu com cerca de 15 mil carros e motos desde que Flávio Dino assumiu o cargo, em 1º de janeiro de 2015.

É um dos raros casos em que o comunista prefere a ação ao discurso.

1 comentário para "Quando o assunto é blitz, Flávio Dino troca o deboche pelo silêncio"


  1. Alexsandro

    Se roubarem o seu carro vc vai publicar que não existe segurança nas ruas e começa a culpar o governador, e agora como a polícia está trabalhando para coibir a ação dos marginais é motivo para condenar o trabalho dos policiais. Ou vc não pagou o teu IPVA ou costuma beber ao dirigir para tamanha preocupação.

    Resposta: nenhuma nem outra. O que questiono é a suspensão das blize durante a campanha eleitoral. Porque terá sido?

deixe seu comentário