Secretário de Segurança informa que vai dialogar com umbandistas sobre portaria que restringe rituais

0comentário

Em contato com o blog, por telefone, Jefferson Portela admitiu que o documento deverá ser reformulado

Jefferson Portela vai se reunir com representantes de religiões de matriz africana e de secretarias para discutir flexibilização da portaria

O secretário de Estado de Segurança Pública, Jefferson Portela, entrou em contato com este blog, por telefone, na manhã desta quarta-feira, para informar que vai abrir diálogo com adeptos da umbanda e de outras religiões de matriz africana após a edição da portaria que impõe restrições a alguns rituais e limita até o horário para o toque de tambor. A regulamentação da portaria foi noticiada em primeira mão por este blog, na última segunda-feira, e reproduzida pelo jornal O Estado do Maranhão, em sua edição de ontem, com ampla repercussão, sobretudo entre umbandistas e praticantes de outros cultos afros.

O secretário informou ao blog que editou a portaria a pedido da Federação de Umbanda e Cultos Afro-Brasileiros do Maranhão, após o atentado contra um terreiro de umbanda ocorrido no início de setembro deste ano, no bairro Sá Viana. Jefferson Portela frisou que as normas já existiam desde a gestão do ex-secretário de Segurança Pública Raimundo Cutrim e que foram readaptadas para dar mais proteção aos templos e aos seus frequentadores.

Reunião

Para abrir diálogo e alinhar algumas questões referentes à polêmica portaria, o secretário anunciou que vai se reunir, na próxima sexta-feira (26), às 9h, no auditório da SSP, com representantes da Federação de Umbanda e Cultos Afro-Brasileiros do Maranhão e das secretarias de Estado de Igualdade Racial, de Direitos Humanos e de Turismo. A intenção é promover uma ampla e aprofundada discussão sobre as normas e seus impactos para cultura, para a liberdade religiosa e até mesmo para o turismo, uma vez que os rituais são um forte atrativo para visitantes.

Ciente da repercussão desfavorável gerada pela portaria, Jefferson Portela admite, de antemão, que algumas regras importas pelo documento poderão ser reformuladas.

Sem comentário para "Secretário de Segurança informa que vai dialogar com umbandistas sobre portaria que restringe rituais"


deixe seu comentário