Governo Flávio Dino fecha único serviço de pronto atendimento em ortopedia e traumatologia da rede estadual de saúde

1comentário

Mais um fato negativo na rede estadual de saúde no governo Flávio Dino (PCdoB). Dessa vez, a população foi surpreendida com o fechamento do setor de ortopedia e traumatologia da UPA do Araçagi, único serviço de pronto atendimento nessas especialidades médicas mantido pela Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A má notícia foi dada pelo medico Érico Cantanhede, ex-presidente da Associação dos Médicos dos Socorrões I e II, por meio de postagem em rede social.

Cantanhede lamentou a decisão do governo e alertou que o fim do serviço levará ao aumento da superlotação dos setores de ortopedia e traumatologia dos dois socorrões de São Luís.

1 comentário para "Governo Flávio Dino fecha único serviço de pronto atendimento em ortopedia e traumatologia da rede estadual de saúde"


  1. Ricardo Ferro Silva

    Caro Jornalista Daniel Matos, reproduzo aqui matéria publicada pelo também Jornalista Clodoaldo Corrêa, em seu Blog. Caso seja de vosso interesse poderias fazer visita jornalística investigativa da manifestação do usuário de seu Blog, ao Hospital Adelson Sousa Lopes, na Vila Luizão. Parabéns pela sua atuação, matérias e trabalhos de imprensa, expressos neste espaço de mídia digital, bom trabalho e vida longa.
    “Curioso o tipo de ‘denúncia’ com que tenho de lidar todos os dias. A mais nova é que teríamos fechado a emergência nos serviços de ortopedia e traumatologia em São Luís. Falso”. Essas foram as palavras usadas pelo secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, em uma publicação no Twitter, nesta quarta-feira (16).

    A postagem foi feita após divulgação em massa de que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) teria encerrado o ‘único’ serviço de ortopedia ofertado pelo Governo do Estado, na UPA do Araçagi. “O Hospital Dr. Adelson de Sousa Lopes, na Vila Luizão, garante atendimento de urgência na área de ortopedia para toda a ilha. Tínhamos o serviço também na UPA do Araçagi, distante a poucos metros dali”, escreveu.

    Em outra publicação na rede social, Carlos Lula explica que a SES acatou recomendação do Ministério da Saúde, em visita recente de requalificação da UPA do Araçagi, para manter apenas o serviço de ortopedia da Vila Luizão e destaca o investimento do Estado de quase R$ 3 milhões mensais para o funcionamento do Hospital de Traumatologia e Ortopedia do Maranhão.

    “A unidade realiza aproximadamente 400 procedimentos cirúrgicos por mês e atende pacientes referenciados, inclusive quando encaminhados para exames de tomografia. Além disso, a Grande Ilha conta, também, com a porta aberta do Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura (Socorrão II) referência no atendimento na área de traumatologia e ortopedia, cuja gestão é municipal. O resto, meus amigos, infelizmente é informação de quem quer apenas desinformar”, tuitou.

deixe seu comentário