Ônibus é atacado em rodovia, em Santa Inês, segurança reage a tiros e motorista quase leva balaço na cabeça

2comentários
Para-brisas dianteiro do ônibus ficou crivado de balas

Cinco homens tentaram assaltar, ontem, no trecho de rodovia entre Santa Inês e Santa Luzia, um ônibus de transporte intermunicipal de passageiros, da empresa Satélite Norte, e quase alvejaram o motorista na cabeça. O crime só não foi concretizado por causa da intervenção de um segurança, que reagiu a tiros quando os bandidos tentaram interceptar o veículo.

Segundo relato de uma testemunha, um homem atravessou a estrada puxando um jegue por uma corda. Ao avistar o desconhecido e o animal na pista, o motorista reduziu a velocidade para não atropelá-los. Nesse momento, outros quatro homens saíram de dentro do matagal que cobre o acostamento, um deles armado.

Atento, o segurança sacou a arma e desferiu vários tiros na direção do bando, afugentando os ladrões. O bandido que estava armado atirou na direção do motorista. A bala perfurou o para-brisas e passou a poucos centímetros da cabeça do condutor. O projétil também atingiu a carenagem da cabine e alojou-se em uma gaveta.

Por causa da violência nas rodovias maranhenses, empresas que fazem transporte interestadual e intermunicipal de passageiros passaram a contratar seguranças particulares para acompanhar as viagens, dentro dos ônibus, medida que, dessa vez, evitou o pior. Assista:

2 comentários para "Ônibus é atacado em rodovia, em Santa Inês, segurança reage a tiros e motorista quase leva balaço na cabeça"


  1. Dayse

    Só não deveriam era divulgar, que às empresas já estão contratando segurança. Fala sério! Dando sorte pro azar. Cala boca Faustão.

  2. Daniel Matos

    Mais importante do que enfrentar bandidos é prevenir suas investidas. O segurança está ali pra intimidar os criminosos, não necessariamente pra entrar em confronto com eles e colocar em risco muitas vidas, inclusive a dele próprio. Divulgar a presença de segurança nas viagens jamais será um ato de má fé, como tentam fazer crer algumas pessoas equivocadas.

deixe seu comentário