Fora do TOP 5: Flávio Dino é apenas o 6º colocado no Índice de Popularidade Digital de governadores

0comentário

Ferramenta faz mapeamento detalhado da presença digital de personalidades para medir sua influência no ambiente das mídias sociais

Fotografia mais popular de Flávio Dino na internet

Apesar dos gastos astronômicos de dinheiro público para turbinar sua imagem na internet e mesmo forçando a barra para criar um clima de embate com o presidente Jair Bolsonaro (PSL), o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), foi apenas o sexto chefe de Executivo mais mencionado na web no mês de julho, segundo o Índice de Popularidade Digital (IPD), ferramenta que mede quão popular é um político ou outra personalidade nas redes sociais.

Pela ordem de presença na web, Flávio Dino fica atrás dos governadores Rui Costa (PT-BA), Wilson Witzel (PSC-RJ), João Dória (PSDB-SP), Ronaldo Caiado (DEM-GO) e Camilo Santana (PT-CE). O comunista deve estar frustrado por ter ficado de fora do TOP 5 do ranking dos governadores mais mencionados nas mídias digitais.

Nem mesmo o gasto anual de R$ 7 milhões feito pelo comunista com pagamento de agências nacionais de propaganda, que produzem conteúdos muitos vezes distantes da realidade com o único intuito de promovê-lo surtiu o efeito esperado. Tampouco a insistência de Flávio Dino em confrontar, principalmente na internet, o presidente Jair Bolsonaro trouxe resultado satisfatório.

O dado inédito indica a insuficiência das ações de Flávio Dino e da sua equipe de comunicação para torná-lo popular na internet, com o intuito de inseri-lo no debate político nacional, inclusive como virtual presidenciável, já em 2020.

Menos conhecido nas redes sociais do que pensava, Flávio Dino, agora de posse de números apurados com rigor técnico e científico, deve investir ainda mais para satisfazer sua ambição, lançando mão de recursos ainda mais expressivos dos cofres públicos.

Alguém duvida?

Sem comentário para "Fora do TOP 5: Flávio Dino é apenas o 6º colocado no Índice de Popularidade Digital de governadores"


deixe seu comentário