Brasileiros de vários estados repudiam ambição de Flávio Dino de ser presidente do Brasil

1comentário

Maioria dos internautas reagiu ao projeto de poder do comunista com a frase “nossa bandeira jamais será vermelha”

Postagem de Flávio Dino e logo abaixo internauta expõe seu repúdio ao comunista

Internautas de diferentes estados brasileiros reagiram em tom de repúdio a uma postagem em rede social em que o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), escancarou sua ambição de ser presidente da república. Na publicação, o comunista exibiu um vídeo com imagens de atos de rua realizados por supostos apoiadores do Governo Federal, com abordagem pejorativa e introduzidas pela frase “devolvam nossa bandeira”, clichê adotado pela esquerda para demarcar sua oposição ao presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido).

Mas, se a expectativa de Flávio Dino era que chovessem manifestações favoráveis ao seu posicionamento, corroborando pesquisa divulgada ontem em que ele aparece com popularidade em alta em São Luís e em Imperatriz, esta não se concretizou. Pelo contrário, dos mais de 300 comentários à postagem, grande parte, senão a maioria, foi de reprovação e críticas, algumas extremamente duras, de cidadãos de todo o país e de norte a sul do Maranhão.

O internauta João Artur Matos Martins, de Marília, no interior de São Paulo, externou todo o seu descontentamento com as movimentações do governador maranhense para se inserir no debate nacional e viabilizar-se em uma eventual disputa com Bolsonaro em 2022. “A bandeira do Brasil jamais será vermelha”, escreveu, complementando com a hashtag (#) Bolsonaro.

Outro que condenou a postagem do comunista foi Adalberto Evangelista, de Teresina, capital do Piauí. “Agora vocês estão preocupados com a bandeira? A bandeira agora é do povo e jamais voltará para os comunistas”, sentenciou. “Vai me dizer que os petistas são passíveis, que trocam a bandeira do Brasil por uma vermelha”, emendou Paulo Pereira, outro piauiense.

Crítica até de militante comunista de SP

Até mesmo militantes do PCdoB reagiram com insatisfação à postagem de Flávio Dino, condenando o discurso apartidário do governador do Maranhão, talvez por entenderem que tal postura não passada de oportunismo político. “O PCdoB é nosso, de nós militantes que lutamos historicamente com unhas e dentes em defesa da democracia e desse projeto político lindo e glorioso para nosso país, e eu como militante jamais irei concordar com discurso apartidário, neutro, ou seja lá o que for”, escreveu Hannah Arcanjo, de Caieiras, da cidade de Caieiras, no interior paulista.

De Brasília, André Cabral fez questão de expor sua reação à tentativa de Flávio Dino de ganhar os holofotes explorando as manifestações de rua violentas que associa ao bolsonarismo. “A esquerda é uma grande piada”, ironizou. O internauta Rafael Xavier, de Porto Velho, capital de Rondônia, foi sucinto em seu comentário, por meio do qual rechaçou Flávio Dino e expressou seu desejo pela reeleição de Bolsonaro. “B38 2022”, resumiu.

Maranhenses também manifestam repúdio

Dezenas de internautas do Maranhão também reagiram negativamente à publicação do governador. Houve quem sugerisse que ele está doente e obcecado, o acusasse de não saber fazer política e até que ao comunista que pare com as afrontas ao presidente da república, classificando como ridícula a postura.

Outros escreveram em tom de advertência, mencionando as recentes operações da Polícia Federal em vários estados para coibir desvios de recursos destinados pela União para o combate ao novo coronavírus. Um comentarista aproveitou para cobrar a nomeação dos policiais militares formados, prometida por Dino na campanha à reeleição ao governo, em 2018. Josélia da Silva Bezerra solicitou a reforma de uma escola pública construída pelo governo no município de São Benedito do Rio Preto, ano passado, e que, segundo ela, “não aguentou o primeiro inverno”.

O comunista chegou a ser acusado por um internauta de cometer crime por espalhar fake news com sua postagem. Outro o criticou por achar que ele está “mal informado” e por “só saber fazer fofoca”. Alguns responderam com extrema deselegância à postagem do governador, chamando-o de “FlávioLixo” e até de “demônio”.

E assim a impopularidade de Flávio Dino vai sendo escancarada para todo o Brasil, dia após dia.

Seguem algumas postagens com manifestações contrárias às ideias e planos do comunista:

1 comentário para "Brasileiros de vários estados repudiam ambição de Flávio Dino de ser presidente do Brasil"


  1. Helena

    Qd o Brasil se livrar de Bolsonaro, o que menos precisaremos é o outro desastre por nome Flávio Dino. Simplesmente não dá!

deixe seu comentário

Twitter Facebook RSS