Amor e justiça não combinam | DQ 202

0comentário

 

Trilha: 

A meritocracia que me perdoe, mas quando a gente ama, a primeira coisa que se perde é o senso de justiça. Fica difícil acreditar na justiça quando até a seleção natural de quem amamos é tão natural que chega a ser randômica. Primeiro que o conceito de que o mais forte sobrevive é totalmente furado, quando nos encontramos amando as curvas menos perfeitas que conhecemos. É um sorriso não tão branco -mas que você enxerga lindo. É uma barriga sobressalente, que você jura ser charme, mas a sociedade chama de culote. E tantas outras imperfeições que passam totalmente despercebidas pelo nosso olhar de amante.

Quem diz que aparência só conta nos cinco primeiros segundos é feio ou mentiroso. Aparência conta, pesa, decide. Ninguém é tão descontruído a ponto de abdicar dos atributos estéticos. Ainda que não sigam o padrão da sociedade, seguem seus próprios conceitos. A questão é que a justiça parece não ter lugar, quando se ama alguém. Somos injustos com os candidatos mais bem preparados, não percebemos as melhores propostas (lê-se: atributos físicos) e sempre, ou quase sempre, apostamos no azarão. Justiça e amor brigaram no jardim de infância e até hoje não fizeram as pazes. Deve ser por isso que a fulana do 570 é linda, educada, inteligente e tudo aquilo que deveria contar pra ser a mulher ideal, se houvesse justiça nesse mundo. Mas não conta ou, pelo menos, a conta não fecha.

A gente gosta é do desequilíbrio. Da marginalidade. Do avesso. A gente quer á injustiça. Amor é ironia disfarçada. O manual de par perfeito é rasgado no primeiro sinal de incongruência. Somos atraídos pela novidade, pela curiosidade que o absurdo esconde. Até aqueles que estão amando exatamente quem eles idealizaram não o amam por isso. O amor é sujeito que aparece antes de qualquer predicado. Aliás, se você discordar disso e achar que há justiça sim no amor e dá pra amar primeiro o predicado e, depois, o sujeito. Sem problemas, até a gramática já explicou que esse “amor” segue uma ordem inversa.

 

#DQ202 #espalheamorporaí <3

Sem comentário para "Amor e justiça não combinam | DQ 202"


deixe seu comentário