Justo reconhecimento

4comentários

J

É público e notório que faço restrições ao atual governo do Maranhão, mas é igualmente do conhecimento de todos que procuro sempre ser correto e justo em minhas ações e atitudes.

O fato de acreditar que o atual governo trouxe poucas mudanças para o quadro político do Maranhão, trocando algumas vezes o modus operandi e outras vezes o cenário dos acontecimentos, mas permanecendo na maioria das vezes com resultados idênticos aos de governos anteriores, não faz com que eu desconheça que em alguns aspectos aconteceram boas mudanças e até algumas evoluções.

Da mesma forma que vejo retrocessos em diversos pontos e igualdade em outros tantos, não posso negar que houve avanços.

Exemplo dessa escala pode ser visto claramente na SECMA. Se por um lado ela está completamente aparelhada, só dando apoio a quem se alinha de alguma maneira ao governo (vejam o caso do MAVAM), por outro lado ela continua prestigiando enormemente o Carnaval e o São João, coisa que governos anteriores já faziam.

Eu não seria correto se não reconhecesse a boa mudança que tem acontecido no setor audiovisual. Primeiro por ter sido implantada no IEMA, uma escola de cinema, mesmo que de forma precária (tanto que os primeiros equipamentos daquela escola, foram doados exatamente pelo MAVAM), é uma ação que demonstra interesse por esse importante setor da cultura e da economia criativa.

Há outro fato que deve ser citado. Em 2015 foi realizado o 1º Arranjo Regional entre a ANCINE e a SECTUR. A Agência disponibilizou 2 reais para cada 1 real aportado pelo Maranhão, o que resultou em 3 milhões de reais em projetos audiovisuais.

Este ano a ANCINE mudou a proporção, e como o Maranhão vai aportar novamente 1 milhão de reais, ela contribuirá com 5 milhões para o novo projeto de Arranjo Regional.

Mas há ainda outro fato que deve ser mais louvado. O município de São José de Ribamar se candidatou a participar do Arranjo Regional 2019, aportando 500 mil reais nele. Por ser um município que não é capital de estado, tem o privilégio de receber da ANCINE 6 reais para cada um que conveniar, o que totalizaria 3,5 milhões de reais a mais circulando no setor audiovisual do Maranhão. Ocorre que a prefeitura de Ribamar, devido à crise que aflige nosso país, iria desistir de participar deste projeto por não conseguir o montante pelo qual se comprometeu.

Foi aí que surgiu uma pessoa extraordinária! Uma mulher incansável! Uma produtora audiovisual incrível, que chamou para si a responsabilidade de resolver esse problema e buscou sensibilizar pessoas que pudessem ajudar o setor audiovisual do Maranhão a não perder 3,5 milhões de reais.

Sheury Manu falou com diversas pessoas, e conseguiu para a causa do audiovisual maranhense a simpatia do deputado Duarte Junior, a quem eu também faço restrições comportamentais e políticas, mas reconheço que neste caso ele ajudou bastante.

Por sorte Manu encontrou-se em um evento com o governador e conseguiu expor-lhe a questão, que pelo que me contaram, entendeu imediatamente o caso, com uma incrível praticidade cartesiana, que resultou na solução do problema.

Com o convênio que será feito com a Prefeitura de São José de Ribamar, o Maranhão aportará nos projetos de Arranjos Regionais de 2019 a quantia de 1,5 milhão de reais e a ANCINE entrará com 8 milhões, o que colocará no setor audiovisual maranhense 9,5 milhões de reais em projetos a serem aprovados por editais.

Não há como negar os fatos. Quando se faz necessário, não há como deixar de aplaudir ou de agradecer.

PS: Meia dúzia de babacas vão já dizer, nas redes sociais, que estou me oferecendo para Flávio Dino… É que estas pessoas não são capazes de entender o que é correto.

4 comentários para "Justo reconhecimento"


  1. Magno Cunha da Silva

    O fato meu nobre ceneasta é que não têm como não se reconhecer os(as) diversos(sas)mudanças e avanços no atual governo.

    • Joaquim Haickel

      Da mesma forma que não tem como não reconhecer os diversos retrocessos e as mudanças para pior do atual governo. Desconhecer isso é querer puxar o saco do governo!

  2. Magno Cunha da Silva

    É…, somente o expert Joaquim Haickel têm a capacidade de discernir com clareza e exatidão o certo do errado.

    • Joaquim Haickel

      Tu o dizes!…

deixe seu comentário