Prédio de creche inacabado e abandonado

1comentário
Prédio abandonado, obra inacabada (Foto/Divulgação)

Prédio abandonado, obra inacabada (Foto/Divulgação)

RIBAMAR FIQUENE – Há três anos a empresa contratada para construir uma creche em Ribamar Fiquene, Estado do Maranhão, que deveria abrigar cerca de 240 crianças em tempo parcial com condições adequadas a Educação Infantil, abandonou a obra sem concluí-la.

A obra custou R$ 1.300.000 mil e faz parte do Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil (Proinfância) – financiado pelo Programa de Aceleração de Crescimento (PAC 2) – iniciada em 2011..

Segundo levantamento do Ministério da Educação, no Brasil inteiro, a situação também é complicada. Considerando os aspectos normativos dos procedimentos, somente 13% das 2.486 creches conveniadas no mesmo período estão prontas para atender as crianças da rede pública de ensino. O MEC informa que a responsabilidade da construção das obras é dos municípios, cabendo ao governo federal fazer o repasse dos recursos e fiscalizar a execução de cada obra.

Prédio abandonado no meio do mato à creche da Educação Infantil em Ribamar Fiquene não foi concluída, o que configura o calote da empresa que recebeu há dois anos o pagamento integral para entregar a obra acabada. Mas não cumpriu.

–A população que é parte interessada, por se tratar de recursos públicos precisa enviar ofício ao Ministério da Educação, Controladoria Geral da União (CGU), Ministério Público Federal e Tribunal de Contas da União denunciando que a creche é uma obra inacabada no município de Ribamar Fiquene.

1 comentário para "Prédio de creche inacabado e abandonado"


  1. FRANCISCO ASSIS

    UMA VERGONHA MINISTÉRIO PUBLICO NÃO FAZ NADA FAZ VISTA GROSSA EM CASO DE GRANDE IMPORTÂNCIA COMO ESSE. COMO MELHORA SEGURANÇA SE NÃO TEMOS COMO EDUCA NOSSAS CRIANÇAS.

deixe seu comentário