Ainda tem jogador passando fome na sede do Moto

0comentário

Até quando os jogadores: Hugo, Everton, e Leandro continuarão passando fome na sede do Moto? Ontem à noite, os atletas não tinham nada para comer e hoje só almoçaram porque torcedores levaram alimentos para os três. Acho que está situação já passou do ridículo, pois eles já estão aqui há mais de um mês esperando seus salários para retornarem para suas casas e nada acontece. Tudo isso é uma falta de respeito com estes profissionais que suaram a camisa para que este time fizesse uma campanha digna na Copa União.

O presidente do Conselho Deliberativo, Cursino Raposo, quando assumiu o time interinamente na semana passada prometeu acabar com essa situação ridícula, mas até o momento Daniel Bruder foi dispensado. O dirigente tenta conseguir com conselheiros e torcedores recursos para mandar os outros atletas embora, mas até agora só conseguiu promessas.

Sei que Cursino Raposo não é o responsável por está situação, pois ela é fruto da administração desastrosa de Arimateia Viegas que só endividou e expôs negativamente o Moto. Porém, é ele que está no comando e precisa resolver com urgência está questão.

Outro desafio de Cursino Raposo é proteger a sede (sonho mais antigo dos torcedores que foi realizado na gestão de Eugênio Rodrigues), pois o CT Pereira do Santos está completamente abandonado e ladrões podem saquear o imóvel a qualquer momento.

Com todos estes problemas não sei porque os dirigentes do Moto estão brigando na justiça esportiva para continuar na Série A do Campeonato Maranhense, pois se o clube não tem condições sequer de comprar comida para três atletas como poderá disputar um Estadual com 10 clubes? É hora deste motenses baixarem a bola e caírem na real que o clube deles está falido e tentar reerguê-lo.

Sem comentário para "Ainda tem jogador passando fome na sede do Moto"


deixe seu comentário