Buiú entra em ação no WOCS 43 neste sábado

0comentário

IMG-20160616-WA0021

Escalado do para participar da 43ª edição do WOCS, que será realizado na noite deste sábado (25), no Ginásio do Clube Oasis, na Barra da Tijuca (RJ), Antonio Carlos Ribeiro, o Buiú, vai em busca de sua primeira vitória na competição. Bicampeão do Shootor, o maranhense, encara Maicon Theophilo, em luta válida pelos pesos-penas (66kg). Com um currículo de 11 vitória e apenas uma derrota, o representante do Tata Fight Team (TFT), sonha em participar do UFC, maior evento de combate do mundo.

Aos 28 anos, Buiú ainda é um atleta buscando um lugar ao sol no concorrido mundo do MMA profissional. Apesar da pouca idade, o maranhense já acumula vitórias importantes como no Shooto 63, no Rio de Janeiro, quando o peso-pena nocauteou Nikolas “Queijinho” Motta, ex-participante do TUF Brasil 4, em apenas 1m08s de combate. “Estou me sentindo muito bem, fiz treinei muito para este combate. Sei que meu adversário vem tem mais experiência, mas essa luta é de MMA, então é preciso ter calma e buscar o ponto fraco do adversário”, comentou.

Lutar no WOCS é importante para alcançar o seu objetivo maior. Pela primeira vez entre os profissionais da organização, o atleta faz questão de agradecer a receptividade por parte de todos da Tata Fight Team. Mesmo treinando na equipe há pouco tempo, ele sente que sua evolução tem sido nítida graças ao grande trabalho desempenhado pelos líderes do time. “Fui muito bem recebido por todos aqui na TFT. O Tata e o Phillip Lima têm sido incríveis comigo e estão me auxiliando bastante. Eles me dão bastante suporte e estão desenvolvendo muito o meu jogo, em todas as áreas. Fico feliz pela receptividade e atenção que venho tendo de todos aqui desde a minha chegada. E lutar o WOCS é muito importante para poder chegar ao UFC Brasil”, destacou.

Buiú deixou a capital, São Luís, há cerca de um ano. Abandonou o emprego no almoxarifado de uma companhia elétrica em busca do sonho de viver da luta, no Rio de Janeiro. “Trabalhava no almoxarifado, estoque, material elétrico, cabos, trabalhei seis anos. Chegava em casa apenas para dormir. Decidi sair para tentar viver da luta. Pedi as contas e vim para o Rio. Tinha contato com o Tatá Duarte, na TFT, era para passar uma temporada, uns quatro meses e voltar. Estou a mais de um ano no Rio. Eu passo mais tempo aqui do que na minha terra, São Luis. Estou com patrocínio, que me ajuda. Moro em uma quitinete, em Jacarepaguá”, finalizou.

Sem comentário para "Buiú entra em ação no WOCS 43 neste sábado"


deixe seu comentário