Nariko, o barbeiro das estrelas da Seleção Brasileira em São Luís

0comentário

Ele começou a cortar o cabelo de celebridades como MC Léo da Baixada e hoje atende de Neymar a Tite, na Seleção Brasileira e estará em São Luís no dia 4 de dezembro, na Boss BarberShopp

O barbeiro Nariko, conhecido por trabalhar com atletas da Seleção Brasileiro como o craque Neymar, estará em São Luís no dia 04 de dezembro, para inauguração da Boss BarberShop, Bar & Sports. Também dia 5, no mesmo local, fará atendimento aos clientes na barbearia, localizada na Av. dos Holandeses.

Nariko possui dois salões de cabeleireiros. Um deles fica em Santos, onde começou a atuar e ganhou fama. O outro fica em Paris, com tarifas que chegam aos 75 euros.

O barbeiro corta cabelos desde os 13 anos e cuida do visual de Neymar desde que o astro despontava no Santos. Na Copa do Mundo, ele foi até a Rússia para cortar do cabelo do craque. Na Copa América, ele cuidou do visual de vários atletas da Seleção, como Daniel Alves, Marquinhos e Firmino.

Dos quatro que foram para a Rússia, nenhum atraiu mais atenção que Nariko Hairstyle, o “barbeiro parça” de Neymar.

Cobrava, na adolescência, R$ 1 por corte. Os valores subiram até chegarem, hoje, a R$ 25 o corte com uma pessoa de sua equipe e R$ 40 com sua autoria. “A região aqui não aceita o valor mais alto.” Nariko emprega quatro funcionários no salão masculino. Um dos profissionais, de Campinas, foi a 17 workshops e “agora está aqui comigo”. Outro “entrou em vida errada” e recobrou o rumo com Nariko. O terceiro, ex-presidiário, “bateu em muitas portas, todas fechadas”, contou.

Em novembro de 2017, recebeu uma proposta para abrir um salão em Paris. Localizado a cerca de 15 minutos do Arco do Triunfo, o estabelecimento tem sete cadeiras e quatro profissionais contratados. O valor do corte é de € 25 (equipe) e € 40 (Nariko). Ele negou ter aberto o salão por causa de Neymar, que havia anunciado três meses antes sua contratação pelo Paris Saint-German, mas espera cortar ali o cabelo do jogador.

SOBRE A BOSS BARBEARIA

O mercado masculino de beleza não para de crescer no Brasil. O segmento, que faturou quase R$ 20 bilhões em 2016, deve ultrapassar os R$ 26 bilhões em 2021, de acordo com a Euromonitor, o que levará o país à primeira posição do ranking mundial da categoria, hoje liderada pelos EUA.

Uma pesquisa realizada há dois anos pelo Instituto Qualibest apontou que 43% dos homens no Brasil se consideram vaidosos e 54% frequentam regularmente salões e barbearias. “Os brasileiros estão mais preocupados com saúde, bem-estar e estética. A aparência é o nosso cartão de visita, então não é só a mulher que precisa estar em dia com o visual, o homem também e vai muito além apenas do corte da barba ou cabelo, criamos experiências em nosso espaço”, afirma Pedro Moura, proprietário da Boss Barbearia.

Sem comentário para "Nariko, o barbeiro das estrelas da Seleção Brasileira em São Luís"


deixe seu comentário