Acordo de redução de sódio

0comentário

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, assinou , no Instituto do Coração do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, a ampliação do acordo voluntário com associações da indústria para a redução da quantidade de sódio em alguns alimentos.

A recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) é que a ingestão diária de sal seja de 5 gramas por dia. “A média do povo brasileiro é de 12 gramas. Por isso, temos que atacar em várias frentes para reduzir a ingestão de sódio desses alimentos. Uma delas é a indústria produzir produtos mais saudáveis”, afirmou o ministro.

Com os acordos firmados, o Ministério da Saúde estima que retirará do mercado, até 2014, 1634 toneladas de sódio. “As pessoas vão ter um alimento mais saudável e isso contribui para que cuidem ainda mais da saúde e para que não precisem fazer tratamentos ou até passar por interenções cirúrgicas”, disse.

Pão francês (2,5%), bolos prontos (7,5% a 8%), biscoitos doces e salgados (7,5% a 19,5%) e maionese (9,5%) têm até 2014 para atingir suas metas de redução. Já as batatas fritas (5%), batatas palhas (5%), mistura para bolos (8% a 8,5%) e os salgadinhos de milho (8,5%) terão até 2016.

 

sem comentário »

Prótese de Mama questionada na França é usada no Brasil

0comentário

A empresa francesa de fabricação de próteses de mama Poly Implant Prothèse (PIP), que podem ter causado casos de câncer na França, exportava mais de 80% de sua produção, boa parte para o Brasil e outros países da América do Sul.

Em meados de dezembro, uma autoridade do ministério francês da Saúde denunciou oito casos suspeitos de mulheres que morreram de câncer ao receber implantes defeituosos da empresa PIP. Na sexta-feira, a França deve publicar um relatório de especialistas que vão recomendar, ou não, a retirada das próteses.

As autoridades sanitárias brasileiras proibiram a importação e os implantes fabricados pela PIP em abril de 2010, depois que a França alertou sobre casos de ruptura.

Dez mil próteses foram retiradas do mercado brasileiro, mas cerca de 25 mil brasileiras ainda a possuem, disse um porta-voz da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

sem comentário »

Musculação e Hipertensão

0comentário

Como todos sabemos, a hipertensão arterial é uma doença que promove grandes complicações no nosso corpo e, principalmente, no sistema cardiovas-cular,comprometendo órgãos importantes como o coração, o cérebro e os rins. Seu tratamento é feito com medicamentos e também com a mudança de hábitos de vida, que inclui uma dieta mais saudável, com a redução do consumo de sal, de gorduras e de bebida alcoólica; o abandono do tabagismo e a prática regular de exercícios físicos. Em relação aos exercícios,aqueles que comprovadamente reduzem a pressão arterial dos hipertensos são os aeróbios, como a caminhada, a bicicleta, a natação, a dança, as aulas de ginástica aeróbia, as aulas de step, etc. Assim, esse é o tipo de exercício que você hipertenso deve realizar. Durante esse exercício, a pressão arterial sistólica (a mais alta) aumenta e a pressão diastólica (a mais baixa) praticamente não muda. Para que a pressão sistólica não suba muito, o exercício aeróbio deve ser feito em intensidade leve a moderada, ou seja, durante a pratica, você deve conseguir conversar, sem estar muito ofegante. Além disso, para que ele tenha bom resultado deve ser realizado por pelo menos 30 a 40 minutos e de 3 a 5 vezes por semana. Apesar dos exercícios aeróbios serem muito bons para a saúde cardiovascular, O Hipertenso pode fazer eles têm pouco efeito sobre outros tecidos do corpo. Assim, para tornar os músculos mais fortes e resistentes e também para fortificar os ossos, um outro tipo de exercício, os exercícios resistidos, também chamados de musculação, são mais indicados. Esses exercícios são importantes porque quando os músculos e ossos estão fortes, as tarefas do dia a dia são mais fáceis, há menos chance da pessoa ter osteoporose, há menos chance de quedas e de fraturas e, conseqüentemente, há uma melhora na qualidade de vida da pessoa.

Musculação?

São exercícios feitos contra uma força, ou seja, quando seu músculo contrai tentando puxar ou empurrar alguma resistência, que pode ser dada por pesos (levantar e abaixar pesinhos de mão ou tornozelo), por máquinas (aparelhos de musculação),pelo peso do ser corpo (flexão de braços, abdominais), etc. Como a maior parte dos Hipertensos é sedentária e tem uma idade mais avançada, muitos apresentam músculos e ossos mais fracos e, portanto, podem se beneficiar de um trabalho que envolva exercícios de musculação. No entanto, esse trabalho precisa ser feito com muito cuidado e sempre junto com o exercício aeróbio. Assim, nos hipertensos, o exercício aeróbio é o principal, pois diminui a pressão arterial, e os exercícios de musculação podem se feitos com cuidados, mas não têm efeito comprovado na redução da pressão arterial.

sem comentário »

Dosar Colesterol nas Crianças

0comentário


Toda criança nos Estados Unidos deve dosar seus níveis de colesterol entre as idades de 9 e 11 anos de idade. Essa nova medida foi tomada a partir das novas diretrizes orientadas pelo Instituto Nacional do Coração, Sangue e Pulmão dos Estados Unidos. Uma medida no mínimo controversa.

Até agora, os principais grupos médicos têm sugerido testes de colesterol apenas para crianças com histórico familiar de doença cardíaca precoce ou colesterol elevado e aqueles que são obesos ou têm diabetes ou pressão arterial elevada. Mas estudos mostram que muitas crianças com colesterol alto estão em risco para desenvolverem doença cardíaca. Situação crescente devido a epidemia de obesidade.
Eles também aconselham dosagem de glicemia para um screening de diabetes a cada dois anos começando aos 9 anos para as crianças que estão acima do peso e que têm outros riscos para diabetes tipo 2, incluindo a história familiar. Um terço das crianças dos EUA e adolescentes são obesas ou com sobrepeso, alimentando um boom da diabetes.

Estudos de autópsias mostram que algumas crianças já têm sinais de doença cardíaca, mesmo antes de terem sintomas. Pela quarta série, 10 a 13 por cento das crianças dos EUA têm colesterol alto.
Gorduras acumulam nas artérias do coração, na primeira e segunda década de vida, mas normalmente não começam o endurecimento das artérias até que as pessoas cheguem aos 20 e 30 anos, disse um dos membros do painel diretriz, Dr. Elaine Urbina, diretor de cardiologia preventiva no Hospital Infantil de Cincinnati Medical Center.
“Se nós temos gordura nas artérias aos 20 anos, pode ser já demasiadamente tarde”, disse ela. “Para mim, não é controverso o estudo. Deveríamos ter feito isso há anos.”
Os médicos recomendam a triagem entre as idades de 9 e 11 anos porque há elevação do colesterol durante a puberdade. Eles também aconselham testar novamente mais tarde, entre as idades 17 e 21.

As diretrizes dizem que as drogas de colesterol provávelmente seria recomendada para menos de 1 por cento das crianças testadas. A maioria das crianças encontradas com níveis elevados de colesterol seriam aconselhadas a controlá-lo com dieta e atividade física.

E crianças menores de 10 não devem ser tratados com drogas de colesterol a menos que tenham problemas de colesterol grave.
“Vamos também continuar a incentivar os pais e as crianças a fazer escolhas de estilo de vida positivo para evitar fatores de risco”, disse Tomaselli Gordan, presidente da American Heart Association.
Testes de colesterol custam cerca de 80 dólares nos Estados Unidos e, geralmente, são cobertos pelo seguro de saúde.

As diretrizes também dizem que os médicos devem:
-Tome as medições de pressão arterial anualmente para crianças a partir de três anos de idade.
-Iniciar o conselho anti-fumo de rotina quando as crianças são as idades 5-9, e aconselhar os pais das crianças para não fumar em casa.
Orentações pubicadas na Revista Pediatrics.

sem comentário »