Curiosidade do dia

0comentário

Em 13 de maio de 1888, a princesa regente Isabel assinou a Lei 3.353, conhecida como Lei Áurea, e libertou os escravos. O Brasil foi o último país da América a abolir a escravidão e, entre a segunda metade do século XVI e 1850, ano em que acabou o comércio de escravos, mais de 3,6 milhões de africanos foram capturados e trazidos para o Brasil. É tanta gente que, até o século XVIII, 80% da população brasileira era negra e trabalho era sinônimo de escravidão.

sem comentário »

Saiba como evitar a infecção urinária

0comentário

16452529

A dor acompanhada de ardência ao ir ao banheiro é um sintoma que pode ser sinal de infecção urinária, doença comum entre as mulheres. O problema consiste na presença de bactérias que entram pela uretra e chegam até a bexiga, causando infecção.

— As mulheres possuem uma uretra mais curta em média de três a quatro centímetros e também está localizada próxima ao ânus, por conta disso, as mulheres têm maior probabilidade de desenvolver infecções depois da atividade sexual ou ao usar diafragma — explica a ginecologista Erica Mantelli

Algumas situações podem aumentar as chances da mulher ter uma infecção urinária como diabetes, gravidez, retenção urinária, falta de higiene, obstipação intestinal, relação sexual sem preservativo, entre outros.

— Uma flora vaginal, com pH ácido, protege a região de bactérias, porém, se há algum desequilíbrio, a mulher fica susceptível a doenças ginecológicas, corrimentos e infecção urinária — alerta a especialista.

Para dar um fim às bactérias que causam todo esse prejuízo,é necessário o uso de antibióticos, porém sempre com orientação médica.

— É importante procurar um médico para realizar exames e verificar qual é a bactéria responsável pela infecção. Uma vez medicada, os sintomas desaparecem em cerca de dois dias — descreve Erica.

Se a infecção voltar, a mulher deve consultar um especialista para que seja avaliado o funcionamento do aparelho urinário da paciente.

Alguns hábitos podem afastar a doença. A especialista listou as principais recomendações para prevenir a infecção urinária:

Banhos e higiene Durante o período menstrual, é importante trocar o absorvente a cada quatro horas. Durante o banho, não utilize nenhum produto que contenha perfumes na área genital e evite os óleos de banho.

Roupas Evite usar calças muito apertadas, use calcinha de algodão e troque-as, pelo menos, uma vez por dia.

Relação sexual Esvaziar a bexiga o quanto antes depois da relação sexual ajuda a evitar a proliferação de bactérias.

Alimentação Beba bastante líquido, de dois a quatro litros por dia, consuma sucos naturais e evite tomar álcool ou cafeína em excesso, esses líquidos podem irritar a bexiga.

sem comentário »

Tapioca: benefícios e desvantagens de incluir na dieta

2comentários

_h1512_w2688_m6_ofalse_lfalse

Tapioca não contém conservantes e sódio, mas tem alto índice glicêmico.

Consumir tapioca te remete afetivamente aos sabores únicos dos pratos típicos das regiões norte e nordeste do país? Pois é, além de deliciosa, essa iguaria da culinária brasileira tem chamado cada vez mais a atenção devido aos benefícios do alimento para a saúde. Entre eles está a ausência de conservantes e sódio, segundo a nutricionista funcional Fernanda Scheer.

“Muitas pessoas adotaram a tapioca na dieta também por não ter glúten, substituindo-a inclusive pelo pão. E se consumida juntamente com fontes de fibras e proteínas magras em seu preparo será equivalente a um café da manhã completo. Do contrário, torna-se nutricionalmente pobre”, alerta.

Embora seja fonte rica de carboidratos e ideal para consumir antes do treino, Fernanda alerta para o alto índice glicêmico do prato. “Por isso fibras e proteínas devem ser inclusas, para balancear e reduzir esse índice”.

Descubra mais sobre as vantagens e desvantagens desse alimento e ainda as dicas para consumi-lo de maneira adequada!

2 comentários »