Nem fomos convidados

2comentários

O Presidente da Federação Cearense de Futebol,  Mauro Carmélio, esteve em Aracaju, onde participou de uma reunião com os representantes das Federações de Sergipe, Pernambuco, Bahia, Alagoas e Rio Grande Norte, da Liga Nordeste e Topsports Ventures. Na oportunidade, foram discutidos vários assuntos relacionados a Copa Nordeste de Futebol.

Como resultado, a Copa Nordeste terá total apoio das Federações presentes no encontro, já que a competição regional não vai interfir na realização das competições estaduais. Dezenove datas serão disponibilizadas para a Copa que será incluída anualmente no Futebol Brasileiro.

Nós que fazemos o futebol cearense ficamos muito felizes com o resultado da reunião entre as federações, afinal, quem ganha, é o Futebol Nordestino que terá mais visibilidade no mundo da bola.

Leia mais no site da Federação Cearense de Futebol

Nota do Blog

Percebe-se que mais uma vez, os representantes das Federações do Maranhão e Piauí sequer foram convidados. Gostaria de saber porque os dirigentes de futebol no Maranhão continuam parados. Até quando eles vão ficar olhando o bonde passar?

2 comentários para "Nem fomos convidados"


  1. Washington

    Quem é que vai querer conversar com uma Federação que permite que a maracutáia seja seu principal foco…
    ****
    O Fato de FMF ficar parada é porque aceita que as outras Federações montem em suas costas…
    ****
    Já que a Federação não faz nada, os clubes poderiam mostrar interesse na competição. Acho bem melhor ver nossos clubes participando de uma competição como essa do que participar dessa Copa União…

  2. alex motense

    Pois é zeca…

    Somos devagar, quase parando, contamos inclusive com o não apoio da FMF, que parece jogar contra.

    O que esperar dessa diretoria do Moto? (time interessado em participar do nordestão)
    O Moto não consegue se impor nem na FMF, quanto mais pleitear uma vaga como essa que requer muita “briga” e força de vontade.

    O Moto não tem peito pra isso, não tem coragem, a diretoria é pacifica demais, aceita até jogar a pleliminar de dois times que não levam nem 200 torcedores pro estádio. Pior de tudo é que a torcida está empolgada, vai dar um bom público no jogo contra o nacional, mas o Moto vai ter que ratear apenas 30%, pode?

    Então zeca, por mais que vc atice, brigue, e queira ver o crescimento do futebol do Maranhão, não vai adiantar,
    Esse pessoal precisa entender que em futebol nada é de mão beijada, tudo é através da luta.
    É o velho ditado: “quem não chora não mama”

deixe seu comentário