Cabral descarta acordo com Bringel em Santa Inês

3comentários

É de guerra o clima entre o ex-prefeito Valdevino Cabral (PV) e o ex-afilhado e prefeito de Santa Inês, Robert Bringel (PMDB). O pomo da discórdia é a eleição do próximo ano.

Segundo apurou o Blog do Décio Sá, Bringel foi procurar o empresário João Rolim, dono dos postos Magnólia, em busca de um armstício com o ex-padrinho. “Não há a menor possibilidade de acordo”, disse Cabral a Rolim.

Foi por conta disse fato que Rolim cogitou lançar a candidatura do secretário Joaquim Haickel (Esporte) como forma de não dividir o grupo, que não vingou.

Já Cabral planeja lançar a candidatura de Cirino da Farmácia. Bringel se finge de morto mas tenta empinar os nomes do empresário Nono Veículos, investigado na CPI do Crime Organizado em 1999, e o seu secretário de Obras, Nicolau Miranda.

Por conta dessa disputa, o deputado federal Ribamar Alves (PSB) acredita que finalmente pode realizar o sonho de virar prefeito de Santa Inês. Ele e Cabral já convidaram o ex-secretário Sousa Neto (Esporte) para compor a chapa como vice.

Sousa, que trocou recentemente o PMDB pelo PTN, pode ser uma opção para o próprio Bringel.

A governadora Roseana Sarney vem tentando mediar um acordo entre os dois aliados, sem sucesso. Cabral tem evitado um encontro com Roseana para não ter de lhe dizer o mesmo que disse para Rolim.

Procurada pelo blog, a deputada Vianey Bringel, mulher do prefeito Robert, nega a cisão. “Não há rompimento. Apenas o Cabral lançou o candidato dele”, desconversa.

Vianey disse ainda estar muito cedo para lançar candidatura porque “o gasto seria alto”. “Meu marido foi candidato somente em maio (de 2004, na primeira eleição)”, afirmou.

Segundo ela, “Bringel está calado porque está todo mundo querendo ser candidato a prefeito”.

3 comentários para "Cabral descarta acordo com Bringel em Santa Inês"


  1. José Franklin Seba

    Meu Caro Zeca Soares
    Primeiramente te parabenizo pelo teu blog e desejo sucesso contínuo.
    Olha amigo, essa história de volta Cabral já era, fui eu quem criei essa frase quando o mesmo foi lançado pela primeira vez a prefeito, no entanto, pensava que se tratava realmente de um cidadão honesto, todavia, o seu nome está apregoado com várias ações de improbidade administrativa pelos Tribunais de Justiça do Estado; Tribunal Regional Federal; Tribunal de Contas da União como autor de várias improbidades administrativas. Para se ter uma idéias de quem o é, veja nos anais da Camara Municipal de Santa Inês, onde ele só faltou se ajoelhar perante os Vereadores para rejeitarem um parecer do TCE, onde já tinha sido constatado o desvio de verbas do Município de Santa Inês, os Vereadores atenderem a sua súplica, no entanto ainda existem várias outras contas com pareceres rejeitados. Em assim sendo, inexiste essa historia de Volta, no entanto, o que se deve confiar que gente dessa estirpe jamais voltará a administrar o nosso município.
    Tenho a informar ao Povo de Santa Inês, que o SEBA ainda está vivo para protestar contra aquele que não soube administrar a nossa boa terra, e falo isso com galhardia, com coragem por que eu deixei inumeras obras construíndas, veja:
    Hospital Seba Salomão
    Mercado Santo Antônio
    Praça Presidente Sarney em frente à Rodoviária
    Colégio de 2º Grau Senador José Sarney – Vila Palmeira
    Escola em São José dos Aterrados
    Grupo Escolar Helena Morgado
    Colégio Professor João Seba
    Escola em Barro Vermelho – Escola Municipal Deco Muniz
    Colégio em Boa Vista – Escola Municipal Vereador Paulo Afonso
    Escola em Bom Futuro
    Escola em Barro Branco
    Escola Municipal em Agua Bela
    Colégio Municipal do Poção da Juçara
    Colégio Eusébio Pinheiro – São João dos Crentes
    Colégio em Bom Jesus – Escola Vereador Evaristo Pinheiro
    Colégio da Cohab – Simone Macieira
    Vários Mercadinhos construídos nos povoados do município de Santa Inês
    Construção de inúmeros postos médicos nos Povoados e na sede do nosso Município
    Construção da Rodoviária
    Dezenas de ruas asfaltadas
    Dezenas de Ruas calçadas
    Reforma da Praça da Matriz
    Reforma da Praça Santo Antonio
    Construção da sonhada Estrada que liga todos os nossos Povoados de Santa Inês, passando por MURIÇOCA – BARRO VERMELHO – BOA VISTA – BOM FUTURO – SÃO JOSÉ DOS ATERRADOS – BOM JESUS, INDO ATÉ BOM JARDIM NO EXTREMO COM VITORINO FREIRA e mais ESTRADA EU LIGA 3 SATUBAS A BARRO VERMELHO.
    ABASTECIMENTO DE ÁGUA NOS POVOADOS
    SÃO JOSÉ DOS ATERRADOS
    BELA VISTA
    BARRO VERMELHO
    BOM JESUS
    POÇOS ARTESIANOS EM VÁRIOS OUTROS POVOADOS PROPORCIONANDO AGUA DE GRAÇA, SEM QUALQUER CUSTO PARA A POPULAÇÃO DO INTERIOR.
    Distribuição de centenas de bolsas de estudos;
    Distribuição de cestas básicas para mães gestantes (6 meses antes e 6 meses após a gestação);
    Confecção de centenas de carteiras escolares;
    Promoções Natalinas com distribuição de brinquedos para nossas crianças;
    Promoções nas semanas santa com distribuição de alimentos;
    Atendimento às associações de bairros com mesas e carteiras para as creches;
    Criação de Clubes de Mães em diversos bairros com distribuição de alimento;
    Programa IRMÃOZINHO, onde o aluno se alimentava na escola e tinha o direito de levar alimento para seu irmão;
    As festas folclóricas eram sempre animadas, ricas e divertidas;
    O nosso Carnaval era o mais movimentado de todo o interior maranhense;
    O sistema de Televisão GLOBO SBT MANCHE E BANDEIRANTES foi iniciado no seu governo, era próprio do município, os canais funcionavam com a participação gratuita de todos que deles precisavam (hoje cada um tem o seu dono…???); Até o CABRAL JÁ TEM UM CANAL DE TELEVISÃO, QUE RIQUEZA EM AMIGO!!!

    E ainda: Seba foi um prefeito que muito ajudou a quem dele precisava, a Prefeitura sempre estava como em sua casa, de portas abertas para todos;
    Na época do Seba, ele só recebia um minguado FPM, no entanto Santa Inês Ultrapassou cidades centenárias em termos de administração
    quanto ao CABRAL:

    O Tribunal de Contas da União (TCU) condenou o ex-prefeito de Santa Inês, Valdevino Cabral Filho, a pagar duas multas de R$ 2 mil reais e a devolver mais de R$ 12 mil ao Tesouro Nacional, por ter utilizado irregularmente recursos do Sistema Único de Saúde (SUS) na contratação e execução de contrato para fornecimento de combustível.
    Também terão que pagar multas individuais de R$ 2 mil e devolver o montante de mais de R$ 12 mil [junto com Valdevino Cabral], Claudean Serra Reis, Patrícia da Silva Cruz Pavão e o Posto Magnólia Ltda., com o qual foi feito o contrato. A decisão do TCU ocorreu na quarta-feira. Assim que notificados, o ex-prefeito de Santa Inês, as outras duas pessoas e a empresa têm 15 dias para recolhimento do débito.
    A decisão do TCU é fruto de uma Tomada de Contas Especial que constatou as irregularidades cometidas pela Prefeitura de Santa Inês, na gestão dos recursos provenientes do Ministério da Saúde, incluindo transferências do SUS e outros convênios repassados entre os anos de 2000 e 2005.
    Entre as irregularidades encontradas pelos técnicos do TCU estão preços unitários superiores aos propostos pelo posto, prorrogação do contrato além da vigência dos créditos orçamentários do exercício, documentos fora da ordem cronológica dos fatos, inexistência da tomada de preços, pagamento de despesas sem o detalhamento do material em nota, entre outras.
    Com informações do TCU
    E MAIS:
    por irregularidades em contas públicas
    A 1ª Promotoria de Justiça de Santa Inês apresentou denúncias contra Valdivino Cabral Filho (ex-prefeito do município) e Antonio Moraes da Silva (ex-prefeito de Bela Vista do Maranhão). As duas denúncias são baseadas na análise das contas dos municípios no exercício financeiro de 2004, feita pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

    Na análise das contas de Santa Inês, o TCE encontrou despesas realizadas sem procedimento licitatório e a aplicação de recursos em porcentagem menor que a estabelecida em lei para o setor de educação. Além disso, o ex-prefeito Valdivino Cabral Filho não publicou nem encaminhou, no tempo devido, os Relatórios Resumidos de Execução Orçamentária (RREO) nem os Relatórios de Gestão Fiscal ao Tribunal de Contas.

    Na ação, a promotora Rossana Conceição Gonçalves, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Santa Inês, ressalta que a licitação é um princípio tão importante na administraçãopública, estando ligada principalmente aos princípios da indisponibilidade do interesse público e da impessoalidade, que levou os legisladores a tornarem a sua violação uma infração penal.

    BELA VISTA – No caso de Bela Vista, alguns itens apontados pelo TCE coincidem com os problemas encontrados em Santa Inês: falta de procedimentos licitatórios e gastos aquém do determinado na área de educação. Em Bela Vista, o percentual estabelecido legalmente também não foi alcançado na saúde.

    A análise das contas do exercício financeiro de 2004 constatou diversos gastos para os quais não existem notas fiscais, recibos ou qualquer outra prova que demonstre a aplicação correta do dinheiro público. Essas despesas, feitas junto a diversos credores, chegam a R$ 2.226.832,19.

    Outros problemas apontados são a falta de prestação de contas no tempo devido e o não encaminhamento do Plano Plurianual, Relatórios Resumidos da Execução Orçamentária (RREO) e dos Relatórios de Gestão Fiscal ao Tribunal de Contas do Estado.
    FONTE: O Imparcia
    E AINDA
    TCE ENCAMINHA LISTA DE INELEGÍVEIS À JUSTIÇA ELEITORAL DO MARANHÃO

    O Tribunal de Contas do Estado encaminhou nesta quinta-feira (27) ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a relação dos gestores públicos que tiveram suas contas julgadas irregulares ou receberam parecer prévio pela desaprovação de suas contas nos últimos cinco anos. Dentre eles está o ex-prefeito de Santa Inês Valdivino Cabral Filho – tembem denunciado pelo TCU; MINISTÉRIO PÚBLICO ESTADUAL E MINISTÉRIO PÚLICO FEDERAL
    REMESSA A OUTROS SETORES:
    Além do presidente do TRE, a rejeição das prestações de contas DE VALDIVINO CABRAL FILHO foram encaminhadas ao Corregedor-Geral Eleitoral do Maranhão, à Procuradoria Regional Eleitoral do Maranhão, ao Presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão e à Procuradoria Geral de Justiça do Estado,

    O maior ficha suja da Assembleia é o ex-prefeito de Santa Inês. Ele tem nada menos que cinco contas desaprovadas pela Corte de Contas. É carta fora do baralho na reeleição. Na verdade, não deveria nem ter assumido o mandato de deputado.
    POR HOJE É SÓ, VOLTAREI BREVE!!!

  2. Volta Santa Inês

    VOLTA VALDIVINO CABRAL O MELHOR PREFEITO DE SANTA INÊS.

  3. Manoel Ferreira

    Santa Inês precisa urgentemente do retorno do prefeito Cabral para que ele possa colocar as coisas novamente em ordem. Volta Cabral!!!!

deixe seu comentário