Hélio Soares defende convênio com o Aldenora Belo

0comentário

heliosoaresO deputado Hélio Soares (PP), durante pronunciamento feito na sessão desta segunda-feira (25), fez um apelo ao secretário de Estado da Saúde, Ricardo Murad, para que retome o convênio com o Hospital Aldenora Belo, que suspendeu o atendimento domiciliar a vários pacientes por falta de recursos financeiros.

Hélio Soares destacou o avanço ocorrido nos últimos anos na área da saúde pública em todo o Maranhão, principalmente com as inaugurações das UPAs em diversas regiões do Estado. Mas ressaltou também que o setor de Oncologia precisa de uma atenção maior por parte de todos, pois isso fez um alerta à Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa e do governo do Estado para que unam esforços no sentido ajudar o hospital do câncer a receber pacientes de todo Maranhão e de outros Estados.

Hélio enfatizou que antes o Hospital Aldenora Belo tinha um aporte do Estado que ajudava muito a manter a parte do tratamento domiciliar, que era feito àquelas pessoas desprovidas de recursos financeiros para se deslocar para a capital onde receberiam o tratamento de quimioterapia e radioterapia no hospital

O parlamentar voltou a defender a necessidade urgente na união de esforços para que o governo do Estado volte com esse convênio que vai ajudar o hospital a manter o tratamento domiciliar que atende pessoas desprovidas de qualquer recurso, condenadas muitas vezes pela própria natureza.

“É uma questão de humanidade, por isso eu faço um apelo ao nosso nobre colega deputado Ricardo Murad, que vem realizando um trabalho muito grande nessa área da saúde, para que ele interceda e não meça consequências, não meça distância para que volte este convênio com aquela casa de saúde, que é indispensável à população maranhense”, disse Hélio Soares.

Foto: JR Lisboa/Agência AL

sem comentário »

Painel discutirá Vale Cultura na Câmara

0comentário

barbarasoeiroA Câmara de São Luís aprovou requerimento da veradora Bárbara Soeiro (PMN) para a relização do painel Vale Cultura: uma ferramenta de desenvolvimento para a cidade.

O objetivo do painel é mostrar a importância desse subsídio onde cada trabalhador receberá um abono de R$ 50,00 acrescido em seu salário, através de cartão magnético, onde poderá adquirir produtos e bens culturais previstos pela Lei Rouanet (8313/91) lei esta que deverá ser substituída pelo Procultura, Projeto de Lei nº 6722/2010 que institui o Programa Nacional de Fomento e Incentivo à Cultura – Procultura.

O Vale Cultura deverá injetar no mercado nacional, cerca de 7 bilhões ao ano. “A estimativa em São Luís é que seja injetado em torno de 18 milhões/ano em consumo de bens e produtos culturais como por, exemplo: livros, espetáculos de dança, circo e teatro, CD’s, e até em assinatura de TV a cabo”, garante Bárbara.

A vereadora Bárbara Soeiro disse que o painel está previsto para ocorrer no final de abril. Antes, a Cãmara realizará dois outros painés propostos pela vereadora, o primeiro no dia 29 de março e que discutirá a situação dos lixões e o outro, no dia 15 de abril que vai discutir a falta de vagas e o comércio nos cemitérios da capital maranhense.

sem comentário »

Deputado é acusado de incentivar invasão

5comentários

biradopindareReportagem divulgada no site Ribamais mostra o clima tenso que moradores do Residencial Nova Terra, construído pela Caixa Econômica Federal com recursos do programa Minha Casa, Minha Vida no município de São José de Ribamar estão vivendo desde o último fim de semana, quando políticos que seriam ligados ao deputado estadual Ubirajara do Pindaré (PT) promoveram e incentivaram um movimento que resultou na invasão das unidades habitacionais.

A denúncia foi encaminhada para o site, nesta terça-feira (26), que esteve no local e colheu depoimentos estarrecedores prestados pelos próprios populares. Utilizando a situação como trampolim político, Bira do Pindaré, de acordo com as pessoas ouvidas pela reportagem, está contando com a parceria do agente da Polícia Civil, Arnaldo Colaço, candidato derrotado nas eleições do ano.

“Eu estou vivendo um momento de pânico com medo de sair e quando chegar encontrar um invasor na minha casa. Os invasores apareceram e disseram que teve uma reunião na qual o senhor Colaço, disfarçado de advogado, disse pro povo que eles podiam invadir as casas que ninguém ia tirar eles daqui, porque a casa é de direito deles”, relatou o ajudante de pedreiro Wellington Santos, mutuário inscrito, sorteado pela Caixa e que já está residindo legalmente em uma unidade habitacional do Nova Terra.

Santos foi mais além e fez questão de denunciar a armação política: “Ele [Colaço] garantiu na reunião que quem estivesse por aqui iria trabalhar na campanha para o deputado estadual Bira e para o senhor Flávio Dino também”, completou.

Relato semelhante, e não menos estarrecedor, fez o comerciante Manoel da Paixão, que invadiu uma das casas do Nova Terra. “Invadi porque recentemente estive num reunião na qual estava o deputado Bira, que garantiu que as pessoas podiam invadir as casas porque ele é amigo da Dilma e iria resolver tudo”

Em nota, o deputado Bira do Bindaré disse nunca promoveu, ou incentivou qualquer invasão das unidades habitacionais do Residencial Nova Terra, no município de São José de Ribamar.

O parlamentar disse ser inverídica a tentativa de responsabilizá-lo pela invasão das casas. O deputado garante  sempre atuou ao lado dos movimentos sociais pela moradia popular, mas sempre com responsabilidade e transparência.

5 comentários »

Sampaio pode perder mando de campo

18comentários

torcedor

Além de ter visto a desclassificação do primeiro turno do Campeonato Maranhense, o torcedor do Sampaio ainda perdeu a cabeça.

Ao final do jogo, os torcedores atiraram garafas de água mineral contra o bandeirinha João Fonseca de Sousa e o árbitro Paulo Sérgio Santos que anularam o que seria um gol de Pimentinha que estava impedido.

Isto pode provocar um novo problema ao sampaio com a perda do mando de campo. Digo pode porque o mais normal é o árbitro “esquecer” de registrar o fato mostrado por Louremar Fernandes (foto).

No jogo de ida, em Bacabal, os dirigentes do Sampaio reclamaram do comportamento da torcida de Bacabal, mas nenhum fato foi citado pelo árbitro do jogo na súmula.

18 comentários »

Edivaldo terá que cortar prestadores de serviço

6comentários

edivaldojrO prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior deverá anunciar nos próximos dias um pacote de medidas para que o município possa cumprir ao pé da letra a Lei de Responsabilidade Fiscal.

Dentre essas medidas está o corte drástico dos serviços prestados. Atualmente, o município gasta só com pessoal 54,36% da receita corrente líquida quando o limite providencial seria de 52%. Caso a Prefeitura continue operando fora do limite, a LRF estabelece que serão suspensos os repasses de recursos federais e estaduais ao Município.

Este limite já vem estourado desde o ano passado, quando o então prefeito João Castelo transformou 2.500 cargos de prestadores de serviços em cargos comissionados, mas não fez qualquer previsão orçamentária. E deixou o ônus de uma possível demissão ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior. O número exato de prestadores de serviços que serão demitodos ainda não foi fechado. Isto só será feito depois do dia 3o quando termina o recadastramento.

Foi por este motivo que a prefeitura anunciou o recadastramento de servidores e prestadores de serviço. O prefeito quer saber quem são, quantos são e onde estão os funcionários da administração pública em São Luís. O alvo serão os “funcionários fantasmas”. Gente que recebe sem trabalhar.

Embora durante a campanha eleitoral, Edivaldo Holanda Júnior tenha prometido não demitir ninguém, o prefeito deverá ter o reconhecimento da população ao tirar os “funcionários fantasmas”. Doa a quem doer, todos que não trabalham deverão ser demitidos.

Além do corte de prestadores de serviço, o pacote de ajuste prevê o contigênciamento no orçamento entre 20% a 30%. Apenas três áreas não deverão ser afetadas: criança e adolescente, saúde e educação.

Vamos esperar.

6 comentários »

Estado e Município decretam ponto facultativo

2comentários

A Casa Civil do governo do Maranhão informa que será facultativo o ponto nesta quinta-feira (28), conhecida como Quinta-Feira Santa, nas secretárias e órgãos da administração pública estadual.

Na data, funcionarão somente os órgãos que prestam serviços essenciais à população, a exemplo de hospitais e delegacias.

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, também decretou ponto facultativo nas repartições municipais, na próxima quinta-feira, (28). Funcionarão os serviços essenciais relativos às áreas de urgência (saúde, limpeza pública, guarda municipal, fiscalização de trânsito e terminais de integração de passageiros).

O expediente voltará ao normal nos órgãos municipais na segunda-feira (1º). Durante feriados municipais e ponto facultativo, os serviços públicos considerados essenciais devem garantir o atendimento por meio de escalas de serviço ou plantão.

2 comentários »

Após eliminação, jogadores pedem desculpa

22comentários

Jogadores do sampaio utilizaram o Facebook após a desclassificação no primeiro turno do Campeonato Maranhense, em pleno Nhozinho Santos com o empate por 0 a 0, contra o Bacabal. O meia Eloir disse que o sentimento no dia em que o clube completava 90 anos era de frustação.

“Não era o presente de aniversário que queríamos dar pra esse clube grandioso que é o Sampaio Correa. Eu sei que desculpas não vão apagar a nossa eliminação, mas fica aqui a nossa frustração por não ter dado alegria para nossa torcida e familiares que sempre torcem por nós. Agora e trabalhar e ir em busca do segundo turno”, disse.

ELOIR

O volante Robson Simplício agradeceu o apoio da torcida e garantiu a volta por cima no returno.

“Quero aqui parabenizar a torcida do Sampaio pela força que nos deu hoje até o final do jogo sempre apoiando. E aqui em nome dos jogadores estou desculpando pela não classificação, mas vamos trabalhar muito pode ter certeza disso vamos dar a volta por cima como sempre fizemos”, escreveu.

robson

O fato  é que, o Sampaio com um time caro e que teve pré-temporada e todas as condições de trabalho não conseguiu passar por um Bacabal montado às pressas e isso chega a causar bastante preocupação em meio aos torcedores. O time está preste a estrear na Copa do Brasil e terá a difícil missão na Série C e por mais incrível que possa parecer não ganhou a confiança da grande massa Tricolor.

Não tenho a menor dúvida que muitas cabeças rolarão no Sampaio no dia de hoje. Se é que já não rolaram ainda ontem.

Que a desclassificação sirva para o clube arrumar agora enquanto é tempo tudo que estiver errado. Esperar para corrigir os erros depois pode ser tarde demais…

22 comentários »

Luís Fernando inaugura obras em Afonso Cunha

1comentário

afonsocunha
O secretário de Estado de Infraestrutura, Luis Fernando Silva, representando a governadora Roseana Sarney, prestigiou as comemorações de 53 anos de aniversário do município de Afonso Cunha (a 298 km de São Luís), nesta segunda-feira (25). Ao lado do prefeito José Leone Borges, Luis Fernando entregou obras realizadas em parceria pelo governo do Estado e Prefeitura municipal, como quatro quilômetros de asfalto em ruas da sede e Sistema de Abastecimento Simplificado de Água nos povoados Torrões e Bom Princípio.

“O trabalho conjunto do Governo do Estado com a prefeitura garantiu mais ações na cidade. Uma delas é um sonho da população, pois a governadora assinou ordem de serviço para elaboração do projeto da estrada que liga Afonso Cunha a Coelho Neto”, destacou Luis Fernando.

O secretário Luis Fernando e o prefeito José Leone, acompanhados de prefeitos de municípios vizinhos, secretários municipais, vereadores e lideranças políticas, inauguram a sede da Secretaria Municipal de Assistência Social e Segurança Alimentar (Semassa).

Luis Fernando reafirmou aos gestores municipais que a atual gestão do governo do Estado está cumprindo o seu compromisso de trabalhar, em parceria com os municípios, na realização de obras e oferta de serviços. O prefeito José Leone definiu a parceria do município com o Governo Estado com de fundamental importância. “A governadora Roseana Sarney tem um grande municipalista em seu governo, que é o secretário Luis Fernando Silva”.

Foto: Handson Chagas

1 comentário »

Vereador nega incentivo a manifestação no Socorrão

7comentários

fabiocamaraO vereador Fábio Câmara (PMDB) encaminhou ao Blog do Zeca Soares posicionamento mediante a afirmação que que teria partido dele o comando para que funcionários do Hospital Socorrão I realizasse um protesto contra a administração do Dr. Yglésio Moisés. O vereador negou que tivesse incentivado qualquer manifestação como segou a der afirmado pela direção do Socorrão I.

“Fico contente em saber que quando a administração pública municipal de São Luís pensa em ter os seus atos fiscalizados, avaliados e acompanhados de perto, tomam como referência o meu nome – vereador Fábio Câmara. Só para constar: Diretor Yglésio, eu não dirigi nenhuma ação de mobilização dos funcionários do hospital Djalma Marques contra a sua administração. Entretanto, também para que conste, se houver a necessidade de defender os interesses dos servidores desta ou de qualquer outra unidade municipal, saibam todos que o meu mandato e o poder a ele conferido estão e sempre estarão à disposição de tantos quantos dele necessitem”, explicou.

Fábio Câmara afirmou que “desviar ou cogitar o desvio de finalidade de determinado recurso destinado ao pagamento de remunerações merecidas de pais e mães de famílias é atitude mais do que digna de repúdio veemente”.

“Da fala do Diretor do HMDM fica fácil concluir que a mesma boca que se refere aos dedicados e abnegados trabalhadores daquela unidade de saúde como “uns gatos pingados” é a mesma que os rotula de “porcos”. Mudou de “bicho” mas não foi capaz de vê-los evoluídos para além de “meros animais”. O diretor do HMDM e não o vereador foi quem atraiu para si o repúdio desses trabalhadores e trabalhadoras que se sentiram diminuídos enquanto pessoas, enquanto gente e enquanto profissionais. Desviar ou cogitar o desvio de finalidade de determinado recurso destinado ao pagamento de remunerações merecidas de pais e mães de famílias é atitude mais do que digna de repudio veemente”.

O vereador finaliza o comentário afirmando que o único objetivo do diretor do Socorrão é ter para si toda a mídia possível e impossível.

“Quando o diretor Yglésio afirma a sua indisposição para “dar mídia” a outrem, ele acaba por confessar mesmo é a sua única e mais destacada fixação, a saber, “ter para si, única e exclusivamente, toda a mídia possível e impossível”. Cuidado Dr., a mesma luz que atrai as mariposas também as pode queimar!”, finalizou.

O diretor do Hospital Socorrão I encaminhou uma longa carta ao blog. Vamos ao que interessa e ao que foi notícia aqui. Na carta, Yglésio Moisés afirma:

“Em nenhum momento, os funcionários do Socorrão foram chamados de porcos, o que foi falado e Vossa Excelência presenciou, com mais 11 vereadores presentes, foi uma insatisfação da minha pessoa contra uma minoria de funcionários que estavam danificando lixeiras novas, que garantem que moscas não saiam das lixeiras com sangue e líquidos infectados e pousem nos rostos dos funcionários, nas feridas dos pacientes, pondo em risco a Saúde de todos. Nenhum dos 12 vereadores, incluíndo vossa excelência se manifestou contra a minha pessoa, nem na semana seguinte. Soa-me com estranheza agora sua voz se levantar em “defesa” apenas após ter sido plantada a semente da boataria e da maledicência. O fato de nenhum dos prestigiosos vereadores que aqui compareceram não terem se manifestado só corrobora com a verdade: de que não comparei nenhum funcionário a animais de qualquer espécie”.

Yglésio finaliza a carta renovando o convite a Fábio Câmara para que visite o Hospital Socorrão I.

“Ratifico pela terceira vez convite para que Vossa Excelência visite o Hospital, desta vez, sem palanques políticos, sem manifestações midiáticas, mas como um verdadeiro representante do Povo de São Luís, para que possamos colocar-lhe a par dos problemas e convidar-lhe a fazer um pacto pelas soluções para o Socorrão 1, para as soluções para a Saúde de São Luís. Manifesto ainda aqui o meu respeito por todos os 31 vereadores da Câmara de São Luís, nossos representantes, e me coloco como sempre, como instrumento para fazer a minha parte na resolução dos problemas da Saúde Pública de São Luís, sem posições partidárias, apenas em benefício do interesse do povo sofrido de São Luís”, afirmou.

7 comentários »