MAC vacila e presidente demite Meinha no rádio

5comentários

meinha_mac_castelao_bruno_alvesO MAC só empatou por 1 a 1 com o Cordino, neste domingo, no Nhozinho Santos. Mesmo com o resultado, o MAC lidera o returno com 10 pontos ganhos.

Após o jogo, o presidente do MAC, Antonio Macedo demitiu o técnico Meinha durante uma entrevista a um repórter. “O Maranhão é um time grande e não pode jogar assim, por isso estou demitindo o técnico Meinha”.

A notícia caiu como uma bomba no vestiário atleticano. O técnico Meinha se disse surpreso. “A decisão foi dele e não da diretoria. Ele fez essa maldade comigo e está querendo aparecer”.

O diretor de futebol do MAC, Carlos Eduardo criticou a decisão do presidente Antonio Macedo. “A decisão é dele e não quero comentar, mas não concordo de maneira alguma como ele demitiu o nosso treinador”, afirmou.

Essa não foi a primeira vez que Macedo demitiu Meinha, por isso não será nenhuma surpresa se o quadro mudar. Macedo é presidente do clube, mas verdadeiramente não manda no MAC. Foi o que aconteceu ainda em dezembro do ano passado quando Macedo descartou Meinha, mas o treinador continua até hoje no clube.

Substituto

Um dos nomes cotados para o MAC é o de Vinícius Saldanha. Ele teria a preferência de alguns dirigentes atleticano. Outra correntes defende a contratação de um treinador de fora.

Outros jogos

Outros dois jogos foram realizados neste domingo pelo Campeonato Maranhense. O Bacabal goleou Balsas por 4 a 0 com gols de Cris (3) e Pedro Gusmão. Em São Luís, São José e Americano empataram por 0 a 0. A rodada será complementada nesta segunda-feira (22), com Sampaio x Santa Quitéria, às 20h15, no Nhozinho Santos.

Rio de Janeiro

Definidas as semifinais da Taça Guanabara. O Botafogo enfrenta o Resende. O Fluminense pega o Volta Redonda. Botafogo e Fluminense jogam pelo empate para ir à final.

São Paulo

Definidas as quartas-de-final no Campeonato Paulista. Os confrontos serão os seguintes: São Paulo x Penapolense; Ponte Preta x Corinthians; Mogi-Mirim x Botafogo de Ribeirão Preto; Palmeiras x Santos.

Piauí

Flamengo e Ríver empataram o clássico piauiense por 0 a 0. O Ríver lidera com 27 pontos. O Flamengo é o segundo com 21 pontos. O campeão piauiense será adversário do MAC na Série D.

Pará

Semifinais do returno no Pará. O Remo venceu o Paysandu por 2 a 1. No outro jogo, Tuna Luso e Paragominas empataram por 1 a 1.

Foto: Bruno Alves

5 comentários »

Governo divulga vídeo do São João no Maranhão

9comentários

O secretário de Estado da Comunicação, Sérgio Macedo divulgou uma das peças publicitárias do São João do Maranhão em 2013.

O vídeo projeta o Maranhão – Terra do sol dourado que esquenta corações e projeta corres, ritmos e tradições.

A campanha mostra que o São João mais emocionante do Brasil é o São João do Maranhão e que tem na sua mistura a maior riqueza.

O material será exibido na televisão, blogs e portais na internet, rádio….

Veja o vídeo.

9 comentários »

Pedro Fernandes aponta desafios na Educação

5comentários

pedrofernandesMelhorar os índices educacionais do Maranhão e o desempenho de alunos da rede estadual de ensino é o grande desafio do Estado, para o secretário de Educação, Pedro Fernandes. Para alcançar um nível mais avançado nos índices de avaliação, foram traçados quatro objetivos: a melhoria do processo de aprendizado; a universalização do ensino médio; institucionalizar o regime de colaboração entre União, Estado e municípios; e combater o analfabetismo no Maranhão.

Como ações para alcançar esses objetivos, o secretário destaca as Conferências Intermunicipais da Educação, feitas em parceria com o Fórum Estadual de Educação (FEE), reunindo representantes dos sistemas de ensino, órgãos educacionais, entidades de classe, poder público e de diversos segmentos sociais dos municípios que estão jurisdicionados às Unidades Regionais de Educação (UREs).

Esta semana foram realizadas conferências em São João dos Patos e Colinas. Ao todo, serão 27 conferências envolvendo os 217 municípios maranhenses. O foco é a construção de propostas norteadoras para o Plano Estadual de Educação, visando a Conferência Maranhense. “É preciso discutir com quem faz a educação para que possamos construir um diagnóstico que aponte soluções democráticas construídas por meio de um processo coletivo”, declarou Pedro Fernandes.

A melhoria das condições de trabalho e remuneração de professores também está entre as metas da Seduc. Neste sentido, o Governo do Estado vai encaminhar para votação na Assembleia Legislativa o Estatuto do Magistério. “O Estatuto passou por alguns ajustes na Secretaria de Gestão, mais para adequar a redação, o teor não foi alterado e permanecem as ações amplamente discutidas com a categoria”, ressalta o secretário.

Como incentivo à formação continuada dos professores e à melhoria do aprendizado foi iniciada, esta semana, uma capacitação pedagógica para 497 coordenadores, supervisores e professores de 89 municípios maranhenses, que irão trabalhar nos programas de correção de fluxo “Se Liga” e “Acelera Brasil”. A capacitação é feita por técnicos do Instituto Ayrton Senna, que tem parceria com a Seduc na implantação desses programas, que visam corrigir distorções entre idade e série e deficiências de aprendizagem.

“A parceria da Seduc com o Instituto Ayrton Senna e os municípios fortalece e assegura políticas públicas educativas baseadas na melhoria do nível de aprendizagem do aluno, na formação continuada de professores e, principalmente, no combate ao analfabetismo, metas estratégicas traçadas pela Seduc, que não mediremos esforços para alcançar, na perspectiva de oferecer uma educação inclusiva e de qualidade para todos os maranhenses”, enfatizou o secretário Pedro Fernandes, na abertura da capacitação.

Com o programa “Se Liga”, mais de 11 mil alunos não alfabetizados, na faixa etária de 9 a 14 anos serão atendidos.  Já “Acelera Brasil” beneficiará mais de quatro mil alunos alfabetizados, com distorção idade-série.

Segundo Rita de Cassia Paulon, gerente de Projetos do Instituto Ayrton Senna, a capacitação tem como foco principal a aprendizagem do aluno. “Só vamos ter sucesso nesse trabalho se nosso aluno aprender. Quando o aluno aprende, é alfabetizado, lê e escreve, ele se transforma, se torna feliz, se relaciona melhor com os amigos, contribui melhor em casa, enfim, acredita no seu potencial porque a ele foi oferecida uma oportunidade. Por isso, o papel desses professores é de fundamental importância na vida desses alunos”, observou a gerente.

5 comentários »

Prefeitura tem 9,7 mil serviços prestados

10comentários

edivaldoO Estado

O anúncio de que cerca de 7 mil funcionários do tipo serviço prestado (SP) serão demitidos da Prefeitura de São Luís mostrou como é a estrutura da área de pessoal da administração de São Luís. Esses trabalhadores, cerca de 9,7 mil, cuja legislação trabalhista não prevê direitos legais, representam aproximadamente 42,1% do total de servidores da Prefeitura.

Mesmo com essas demissões, a Prefeitura de São Luís ainda não estará cumprindo a legislação prevista no artigo 37 da Constituição Federal, que prevê o concurso público como forma de ingresso no serviço público.

Um novo pedido de documentos da administração pública da capital foi solicitado pelo Ministério Público de Contas, disponibilizado em fevereiro pela atual administração. A partir daí, a auditoria começou a ser feita.

Pela análise desses documentos, a Prefeitura de São Luís tem hoje 26 mil pessoas na folha de pagamento, o que representa cerca de R$ 64 milhões, montante que compromete 54,7% da receita, outra irregularidade, já que, pela Lei de Responsabilidade Fiscal, esse percentual deveria ser de 52%.

Desses 26 mil funcionários, 9,7 mil são prestadores de serviços. Em percentual, os serviços prestados representam mais de 42% dos servidores da administração municipal. Os efetivos somam 1.423, os comissionados, 1.815; e os estáveis – aqueles efetivados sem concurso público porque entraram no serviço público antes de 5 de outubro de 1988 – somam 4.655.

Salários – Com o fim do recadastramento de servidores iniciado em janeiro, ficou evidenciado que existem no quadro de pessoal da Prefeitura de São Luís cerca de 7 mil SPs que não trabalhavam efetivamente. Esse total – ainda não confirmado pela Prefeitura de São Luís, que prefere a política do suspense e do “esconde-esconde” na divulgação das informações – representa 72% desse tipo de servidor na administração municipal.

Isso significa que, durante esses três primeiros meses, a Prefeitura de São Luís pagou salários que chegam a R$ 4 mil para funcionários que não prestaram qualquer serviço na administração municipal.

MPC irá pedir ainda mais demissões

Caso a decisão do MPC de determinar a demissão dos demais SPs seja confirmada, o prefeito da capital Edivaldo Júnior (PTC) descumprirá sua promessa de campanha de não demitir servidores que estivessem trabalhando.

Além disso, a fiscalização do órgão de controle também acabou prejudicando a relação entre Câmara Municipal de São Luís e o prefeito, o que deixou o gestor sem uma bancada de apoio até uma semana atrás, já que sp não poderia ficar mais na administração pública e muito menos novos poderiam ser contratados.

Para fechar o acordo para a formação da bancada, foi proposto ao prefeito que fosse liberado 50% do valor das emendas parlamentares, que representa R$ 17 milhões, e ainda a distribuição de 40 cargos do tipo sp para cada vereador.

Devido à auditoria do MPC, a proposta não foi aceita pelo prefeito, que até 2012 tinha cerca de 600 sp na administração de Castelo, deixando para os vereadores apenas a liberação em três vezes de R$ 17 milhões em emendas. O destino dos outros R$ 17 milhões das emendas ainda está sendo discutido. Os vereadores chegaram a propor que essa verba fosse usada para o pagamento de salários dos sp, que poderia ser contratos, o que foi negado por Edivaldo Júnior.

Agora, os parlamentares da base de apoio do prefeito, que hoje deve ser composta por cerca de 20 parlamentares, proporão que essa verba seja aplicada em recuperação de feiras e mercados ou ainda em melhorias de serviços na zona rural da cidade.

Cargos sem concurso foram implantados a partir de 2006

Na gestão do então prefeito Tadeu Palácio, a Câmara Municipal aprovou a criação de mais de 23 mil cargos do tipo SP.

A criação de cargos sem concurso na Prefeitura de São Luís foi “organizada” em 2006 pelo então prefeito da cidade, Tadeu Palácio. Por lei aprovada na Câmara Municipal de São Luís, foram criados 23. 996 cargos. São, na verdade, cargos que, na maioria, já existiam e foram oficializados.

O problema é que, para estes cargos criados, mais de 6 mil foram ocupados pelos sp, o que pela legislação é proibida. Devido a esses abusos já constatados durante os últimos anos, o MPC – após a auditoria – irá buscar os responsáveis pelo descumprimento da lei e assim mover ação.

“Além de coibir essa prática e acabar com essa figura do sp na administração pública, vamos identificar os responsáveis, seja o prefeito da época ou o secretário. Enfim, o gestor responsável por contratações indevidas será responsabilizado”, disse Jairo Cavalcante.

Câmara – E para fugir dessa fiscalização do MPC, o presidente da Câmara Municipal de São Luís, Isaías Pereirinha (PSL) determinou que todos os mais de 1,3 mil sp fossem transformados em comissionados no Legislativo da capital, deixando um total de mais de 1,5 mil na Câmara de Vereadores.

Essa manobra do presidente evita a assombração das demissões, cujo julgo eleitoral não quer ser assumido por Pereirinha.

Mesmo conseguindo evitar todas essas demissões, o presidente da Câmara ainda terá que resolver outro problema, que é a dispensa de pelo menos 250 servidores que estão como efetivos na Casa, mas que não são beneficiados por terem entrado na Câmara até outubro de 1988.

Na sexta-feira, 19, a 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça determinou que esses funcionários fossem demitidos e, em um prazo de 180 dias, um concurso público fosse realizado.

Mais

Os salários dos servidores do tipo serviço prestado variam do salário mínimo até o valor de R$ 4 mil. De acordo com os documentos enviados para o MPC, 3.703 serviços prestados ganham um salário mínimo. Outros 348 ganham R$ 1 mil. Na lista do MPC aparecem ainda 36 servidores dessa categoria com salários superiores a R$ 3mil. Um último grupo, de 17 serviços prestados, estava recebendo cerca de R$ 4 mil por mês.

A prefeitura ainda não infromou ofcialmente quantos serão demitidos, mas especula-se que o corte atingirá mais de 7 mil servidores.

Números

9,7 mil funcionários do tipo sp estão na folha da Prefeitura de São Luís
7 mil é a previsão de sp demitidos por serem fantasmas
58% dos cargos da Prefeitura são ocupados por servidores efetivos
R$ 4 mil é o valor máximo pago aos sp na Prefeitura de São Luís

10 comentários »

Sedel define sedes das etapas regionais dos JEMs

2comentários

jems
A Secretaria de Estado do Esporte e Lazer (Sedel) definiu as seis cidades que sediarão as etapas regionais da edição de 2013 dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs), maior competição estudantil do Maranhão. De acordo com a Sedel, os municípios de Barreirinhas, São João dos Patos, Imperatriz, Caxias, Presidente Dutra e Santa Inês receberão as disputas regionais, o que equivale à segunda fase dos JEMs.

Para disputar a etapa Estadual dos Jogos Escolares, tanto na categoria Infantil (de 12 a 14 anos) como na Infanto (de 15 a 17 anos), as equipes do interior precisam se classificar por meio das etapas regionais, que terão início no mês de julho.

As primeiras etapas regionais serão realizadas nas cidades de Barreirinhas e São João dos Patos com a participação de instituições de ensino de outros 16 municípios: Vargem Grande, Miranda, Humberto de Campos, Afonso Cunha, Coelho Neto, Itapecuru, Santa Rita, Chapadinha, Presidente Juscelino, Cachoeira Grande, Presidente Vargas, Santo Amaro, Rosáyrio, Pastos Bons, Balsas e Passagem Franca.

futebol

As equipes campeãs das fases regionais se classificam para a Etapa Inter-regional, que será realizada em São Luís com os demais campeões regionais. As disputas da Etapa Regional ocorrerão durante todo o mês de julho.

Após a realização dos jogos em Barreirinhas e São João dos Patos, os JEMs chegam às cidades de Caxias, Presidente Dutra e, por fim, em Santa Inês e em Imperatriz. Mas antes da realização das regionais no interior, a Sedel promoverá as disputas da etapa Metropolitana/Municipal, a partir do dia 2 de maio.

Em 2013, a Secretaria de Estado do Esporte e Lazer irá homenagear dois ícones do esporte maranhense: Rubem Goulart e Ronald Carvalho. As duas personalidades darão os nomes aos troféus desta edição do JEMs, na categorias Infantil (de 12 a 14 anos) e Infanto (de 15 a 17 anos).

Pelo terceiro ano seguido, os JEMs serão disputados em quatro etapas: Metropolitana/Municipal, Regional, Inter-regional e Estadual. A primeira delas já começa a partir do mês de maio. Com esta fórmula de disputa, a intenção da Sedel é interiorizar as disputas dos Jogos Escolares, aumentando o tempo da competição ao longo do ano.

atletismo
Após a realização da etapa Metropolitana/Municipal, serão realizadas outras duas seletivas, que corresponderão às etapas Regional e Inter-regional, para que sejam definidas as equipes classificadas para a Etapa Estadual dos JEMs, que tradicionalmente é realizada em São Luís em dois períodos do ano.

O primeiro período da Etapa Estadual ocorrerá entre os dias 3 e 17 de agosto, com as disputas finais da categoria Infantil (de 12 a 14 anos). Nesta mesma época, a Sedel também irá promover a Paralimpíada Escolar. Já as finais dos JEMs da categoria Infanto (de 15 a 17 anos) estão marcadas para ocorrer entre 18 de setembro e 4 de outubro.

Vale destacar que os campeões dos Jogos Escolares Maranhenses (JEMs) serão os representantes do Maranhão, nos Jogos Escolares da Juventude, principal evento escolar do país. Neste ano, as disputas das categorias Infantil e Infanto serão realizadas, respectivamente, nas cidades de Natal/RN e Belém/PA.

Foto: Biaman Prado

2 comentários »

Lula apresenta São João de São Luís em SP

7comentários

lulafylho

A Prefeitura de São luís, por meio da Secretaria Municipal de Turismo (Setur) realizou esta semana, o lançamento em São Paulo, do “São João de São Luís – A maior festa de ritmos, cores e sabores do Brasil”. O evento teve como objetivo mostrar aos participantes as comidas típicas, músicas, danças e as várias manifestações culturais do São João da cidade de São Luís.

O evento reuniu 274 agentes de viagem da capital paulista, ao som de músicas maranhenses, com o Bumbauê. Os participantes do lançamento puderam ver como se dança o cacuriá, o tambor de crioula e alguns sotaques de bumba-boi, apresentados por um trio de bailarinos.

Com apresentação empolgante e vídeo institucional sobre São Luís, o secretário de Turismo, Lula Fylho, mostrou uma São Luís receptiva, de sabores variados, com um vasto litoral e riquezas culturais únicas.

“Temos num mesmo local história, cultura, uma culinária rica em frutos do mar e um povo que adora receber. Com vários voos diários e diretos, a distância entre a cidade de São Paulo foi encurtada ainda mais após este evento. As palavras de entusiasmo dos participantes me credenciam a dizer isso”, comentou Lula Fylho.

7 comentários »