Embratur esclarece

2comentários

A assessoria de imprensa da Embratur encaminhou e-mail contestando as informações divulgadas ontem, neste blog sobre a queda do turismo estrangeiro no Brasil. Segundo a Embratur, os números de turistas estrangeiros que visitam o Brasil são crescentes. “A entrada de estrangeiros no Brasil subiu 5% em 2011, na comparação com o ano anterior, e 4,5% em 2012 – cerca de 20% acima da média mundial”, afirma a nota.

Mas a reportagem da Folha diz que a baixa de visitantes vizinhos é uma das causas para um fenômeno econômico: triplicou, em cinco anos, a desvantagem entre os gastos de turistas brasileiros no exterior e os de estrangeiros aqui.

Os estrangeiros até aumentaram as despesas, em 15%, mas as dos brasileiros mais que dobraram, ampliando a disparidade: de US$ 5,2 bilhões, em 2008, para US$ 15,6 bilhões, em 2012.

Do cerca de 1 bilhão de desembarques no mundo em 2012, só 0,5% foi no Brasil. Além da recessão argentina, a crise europeia e os altos custos nacionais explicam os dados. “Nossos turistas estão gerando mais emprego lá fora”, diz Flávio Dino, presidente da Embratur.

Ainda segundo a Embratur é equivocada a afirmação de que tais escritórios “foram fechados pelo atual presidente da Embratur”. O contrato para funcionamento dos EBTs (Escritórios Brasileiros de Turismo) encerrou-se ainda na gestão anterior desta instituição e o processo licitatório teve de passar por ajustes sugeridos pelos órgãos de controle.

Se não foram fechados na administração de Flávio Dino como diz a nota porque permanecem fechados até hoje? Porque somente agora a Embratur decidiu investir nesses escritórios? Não era prioridade antes? A promoão do Brasil lá fora anda tão bem assim? Isto a Embratur não explicou.

Leia a nota da Embratur

Caro Zeca Soares,

A Assessoria de Imprensa da Embratur gostaria de informá-lo que está totalmente incorreta a informação, em seu post “Cai turismo estrangeiro no Brasil”, de “que é cada vez menor o número de turistas estrangeiros que visitam o Brasil”. As tabelas, com dados da Polícia Federal, sobre a entrada de estrangeiros em nosso país podem ser acessadas no site, mantido pelo Ministério do Turismo. Lá, o senhor poderá confirmar que a entrada de estrangeiros no Brasil subiu 5% em 2011, na comparação com o ano anterior, e 4,5% em 2012 – cerca de 20% acima da média mundial.

Aproveito para esclarecer que também está errada a afirmação de que a reportagem da Folha diria que “tudo seria reflexo da falta de promoção do Brasil por pelo menos 13 escritórios brasileiros mantidos pela Embratur”, como o senhor afirma em seu blog. A reportagem da Folha cita o aumento da concorrência de outros destinos com o Brasil, inclusive com a entrada de europeus para as Cataratas do Iguaçu, pelo Paraguai, para ser mais barato. “Para evitar distorções assim, a Embratur vai investir em 13 escritórios internacionais”, é a expressão exata da reportagem da Folha.

Também é equivocada a afirmação de que tais escritórios “foram fechados pelo atual presidente da Embratur”. O contrato para funcionamento dos EBTs (Escritórios Brasileiros de Turismo) encerrou-se ainda na gestão anterior desta instituição e o processo licitatório teve de passar por ajustes sugeridos pelos órgãos de controle.

Por Daniel Fernandes Merli
Coordenador

2 comentários para "Embratur esclarece"


  1. ZÉ LIMEIRA.

    PARA A POPULAÇÃO DESENVOLVIDA, QUE MORA DO LADO DE LÁ DO GRANDE MAR(OCEANO) MEDITERRÂNEO, FAZER TURISMO NO BRASIL É SINÔNIMO DE AVENTURA ARRISCADÍSSIMA. A TURMA DE LÁ SABE QUE NO BRASIL NÃO HÁ GOVERNO EM NÍVEL ALGUM. HÁ APENAS PESSOAS INVESTIDAS DESSA AUTORIDADE, MAS SEM SABEREM AO CERTO COMO SE EXERCE TAL AUTORIDADE. E, SE ALGUÉM AIR DISSER QUE NO BRASIL HÁ GOVERNO, PEÇO AO MESMO QUE PROVE ISSO. (ACREDITO NO TEOR DA PESQUISA). ATÉ AQUI, ZÉ LIMEIRA.

deixe seu comentário