Câmara mantém veto de Edivaldo

4comentários

HONORATO E EDIVALDO

A Câmara de São Luís manteve o veto do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) ao projeto de Lei que cria a Secretaria de Cultura em São Luís e que havia sido aprovada pelo próprio Legislativo na legislatura passada.

O líder do governo, vereador Honorato Fernandes (PT) disse que a vitória foi importante e serviu mais do que nunca para mostrar quem está ao lado do prefeito na Câmara. “Foi uma vitória importante e conquistada após alguns embates, mas este grupo grande mostrou a sua força e total apoio ao prefeito Edivaldo Holanda Júnior. É importante deixar bem claro que o prefeito mantém o seu compromisso de criar a Secretaria de Cultura no próximo ano”, afirmou.

Dos vinte e nove vereadores presentes, vinte e três votaram pela manutenção do veto de Edivaldo Holanda Júnior: Isaías Pereirinha (PSL),  Astro de Ogum (PMN), Marquinhos (PRB), Manoel Rego (PTdoB), Pedro Lucas Fernandes (PTB),  Pavão Filho (PDT), Francisco Chaguinhas (PRP), Sebastião Albuquerque (DEM), Sérgio Frota (PSDB), Josué Pinheiro (PSDC), Honorato Fernandes (PT), Beto Castro (PRTB), Professor Lisboa (PCdoB), Bárbara Soeiro (PMN), Rose Sales (PCdoB), Roberto Rocha Jr (PSB), Bispo Paulo Luiz (PRB), Barbosa Lages (PDT), Nato (PRP), Armando Costa (PSDC), Francisco Carvalho (PSL) e Helena Duailibe (PMDB)

Seis vereadores decidiram votar pela derrubada do veto: Luciana Mendes (PTdoB), Ivaldo Rodrigues (PDT), Fábio Câmara (PMDB),  Marlon Garcia (PTdoB), Dr. Gutemberg (PSDB) e José Joaquim (PSDB). Apenas dois vereadores estiveram ausentes do plenário: Edmilson Jansen (PTC) e Ricardo Diniz (PHS).

Dois fatos chamaram atenção durante a votação. A vereadora Luciana Mendes (PTdoB) chegou a ameaçar o companheiro de partido Manoel Rego. A vereadora afirmou com dedo apontado ao colega que não esquecesse que esta seria a sua primeira e última eleição.

Outro episódio envolveu os vereadores Sebastião Albuquerque (DEM) e Marlon Garcia (PTdoB). Segundo Sebastião Albuquerque pediu ao colega que não ligasse mais para o seu celular sugerindo que fizesse conchavos e barganhas contra o prefeito Edivaldo Holanda Júnior.

4 comentários para "Câmara mantém veto de Edivaldo"


  1. zeca

    Imagina se fosse Roseana que vetasse justo uma secretaria importante como essa, a de cultura. O mundo viria abaixo e os esquerdopadas iam esquarteja-la em praça pública mas como é o grupo de Flavio Dino que está trabalhando contra nossa cultura, tudo bem, tudo pode. Ele pode alegar falta de dinheiro ou perseguição do sarney, ou o governo anterior , mas Roseana, nem pensar. Ninguém procura ver as razões dela, só acusam, mas o povo do Edi H, pode tudo e estao sempre cheios de razão.Cadê nosso carnaval e nosso sao joão? vão ficar mais uma vez nas mãos só de Roseana? Ela deve estar adorando isso. Ainda reclamam quando ela ou o candidato dela vence as eleições. Acho que agora sabem porque Roseana não perde.

  2. Jefferson

    VERGONHA PURA! A falta de uma secretaria de Cultura é um sinal claro de um governo pequeno, sem visão, limitado, sem ação e proatividade. Será que ninguém lembra que o título de Patrimônio da Humanidade engloba a cultura de São Luís também?

  3. Paulo Santos

    Zeca gosto dos seus comentários, vc é sempre sensato e vai direto ao assunto eu acho que algumas pessoas ficam não muito satisfeitas quando vc comenta a respeito que eles não gostam, eis a grande questão o que vc acha desse episodio?

    • Zeca Soares

      Se o prefeito está vetando é porque, de fato, não deve ter as condições necessárias para criar a Secretaria de CUltura neste momento. Mas acho que a criação dessa secretaria deva vir a ser, mesmo no ano que vem uma das prioridades.

deixe seu comentário