Dentro de campo

3comentários

Quem apostava que as forças políticas poderiam garantir a permanência do São José na primeira divisão do futebol maranhense acaba de quebrar a cara pelo menos por enquanto.

O presidente do Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão, Megbel Abadalla Ribeiro Ferreira, negou ontem à noite liminar pleiteada pelo São José de Ribamar Esporte Clube que pretendia permanecer na primeira divisão do futebol maranhense, após amargar o rebaixamento para a Série B.

O mérito da questão agora vai a julgamento no TJD na próxima sexta-feira. A tendência nestes casos é que o pleno possa seguir a decisão do presidente do TJD.

E que bom que seja assim. Não passa pela cabeça de ninguém que se tente conquistar no tapetão aquilo que não foi possível dentro de campo.

Vou continuar defendendo que os assuntos discutidos em reuniões e que os regulamentos tenham validade. Que os clubes, mediante a fracassos dentro de campo não tentem mais as manobras o tapetão que é sempre muito prejudicial ao próprio futebol.

Que todos os segmentos que fazem o futebol entendam isso.

Veja a decisão.

3 comentários para "Dentro de campo"


  1. Lucas Castro

    Quero parabenizar este garoto pela coragem de decidir mostra que a justiça desportiva esta de olho na FMF. Não conheço ele mas sempre ouvi falar bem dele na radia AM tomara que ele cumpra sua função aqui organizando o futibol daqui para consegui ir para o STJD VOU REZAR PELO senhor dr. MEGUIBEL

  2. PAPÃO MULTIRÃO = REABILITAÇÃO

    FERNANDO 81 VLW

  3. fernando 81

    Era o mínimo que se esperava do TJD…
    Times tem que pagar pela má gestão…o meu Moto tá pagando caro, tá doído toda essa humilhação…mas vamos voltar DENTRO DE CAMPO, JOGANDO BOLA…para que não haja desconfiança de que o Papão voltou de verdade!!!

    Quanto ao time do São José Ribamar…tem que acabar com essa dependência espúria da prefeitura…a cidade de Ribamar tem grandes empresas alí instaladas…deixem de bater na porta do prefeito e vão bater nas portas das empresas para se viabilizarem financeiramente.

deixe seu comentário