Interlocutores do governo

4comentários

luis1
Os secretários de Cidades, Hildo Rocha e de Infraestrutura, Luís fernando Silva serão os interlocutores escalados pelo governo do Estado para discultir a parceria proposta pela governadora Roseana Sarney (PMDB) ao prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC) na área de mobilidade urbana.

A parceria foi sugerida durante contato telefônico mantido na quinta-feira pelos dois gestores.

Os interlocutores da Prefeitura de São Luís deverão ser conhecidos esta semana quando as conversas serão aprofundadas. Os nomes cotados são os de Rodrigo Marques, secretário de Governo e José Silveira, de Obras.

O secretário Luís Fernando Silva avaliou a possibilidade de parceria entre Estado e Município. “Esta parceria é muito indispensável. O governo sempre procurou as parcerias com as prefeitura de todo o Maranhão e não é diferente em São Luís. Entendemos que qualquer decisão sobre mobilidade urbana precisa ser feita de forma integrada e tudo passa por este entendimento”, adiantou.

“Nós vamos sugerir ao Município, inicialmente a elaboração sobre o trânsito em São Luís para identificar os pontos mais críticos. Se eles já tiverem este estudo pronto o trabalho será facilitado. A gente precisa fazer tudo mediante estudos para que não se tome nenhuma decisão errada. Já estamos fazendo alguma intervenções na cidade, mas precisamos discutir com o município para que tudo possa ser feito de forma totalmente integrada”, disse Hildo Rocha, secretário de Cidades.

4 comentários »

Encontro com lideranças

2comentários

joaoabreu

O secretário chefe da Casa Civil, João Abreu, se reuniu nesta sexta-feira (28) com representantes dos movimentos de protesto que ganharam as ruas nos últimos dias em São Luís. Os encontros se deram em dois momentos: pela manhã, com quatro lideranças, e à tarde, com mais três. De acordo com Abreu, ficou acertado com os manifestantes a elaboração de uma pauta única de solicitações, a ser apresentada ao governo do Estado em reunião nesta terça-feira (2).

“O governo sempre esteve aberto a dialogar. Eles aceitaram o convite para a conversa, mas trouxeram pautas diversas. Sugerimos que fizessem uma só e definissem as prioridades. Nosso objetivo e que se atendam todas as solicitações”, declarou João Abreu. Entre as pautas apresentadas, estão iniciativas nas áreas de mobilidade urbana, educação e transporte. Os representantes ficaram de conversar entre si para definir as reivindicações a serem encaminhadas ao governo.

Também no encontro de terça-feira (2), os movimentos deverão indicar dois representantes cada para um encontro a ser realizado com a governadora Roseana Sarney. A data dessa conversa ainda não está definida.o

Aos manifestantes, João Abreu reafirmou que o governo do Estado desenvolverá trabalho de cooperação com a Prefeitura de São Luís na área de mobilidade urbana. Entre as ações em discussão a instalação dos trilhos do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) na extensão das avenidas que estão sendo construídas pelo governo estadual na capital.

O chefe da Casa Civil destacou, ainda, que o governo do Maranhão também vai investir na construção de um novo viaduto em São Luís. Além disso, já trabalha na construção do segundo trecho da Via Expressa (o primeiro trecho, do Jaracati ao Cohafuma, foi entregue no ano passado) e na Avenida IV Centenário, que beneficiará moradores de bairros como Alemanha, Liberdade, Camboa e Monte Castelo, ligando a Avenida dos Franceses à Avenida Beira-Mar.

Além disso, com o intuito de continuar o trabalho para construir um país melhor, o governo do Estado encaminhou à União, na segunda-feira (24), pleitos em diversas áreas de investimento, incluindo PAC 2, voltado à mobilidade urbana, Saúde, Educação e Segurança. As demandas do Maranhão foram entregues pela governadora Roseana à presidenta Dilma Rousseff, em reunião realizada no Palácio do Planalto.

Destacam-se ações como o Financiamento de estudos, projetos e execução de obras de implantação de 30 Km de linha de transporte coletivo de massa a ser operada com Veículos Leves sobre Trilhos (VLT) com valor estimado de R$ 3,6 bilhões.

2 comentários »

Torcida contra

5comentários

roseanaedivaldo

Setores da Oposição não vêem com bons olhos a notícia sobre uma possível parceria entre o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) e a governadora Roseana Sarney (PMDB) para ações na área de mobilidade urbana em São Luís.

Até mesmo dentro da equipe do prefeito, pessoas próximas e com muita influência na administração municipal não acreditam que essa parceria possa durar por muito tempo.

Essa é sem dúvida uma aposta errada. Todas as pesquisas apontam para outra direção.

Edivaldo e Roseana devem estar atentos a quem possa tentar atrapalhar que o entendimento ocorra em benefício de São Luís.

Todos que torcem por melhores dias em São Luís precisam unir forças para que este trabalho integrado avance e chegue a áreas crônicas como saúde, educação e infraestrutura.

É isto que precisamos neste momento tão importante.

5 comentários »

Números favoráveis

0comentário

gastaovieira

O Ministério do Turismo divulgou os resultados preliminares de um estudo realizado por meio da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) sobre a qualidade da infraestrutura e dos serviços turísticos da Copa das Confederações. De acordo com o levantamento, o grau de satisfação de turistas brasileiros e estrangeiros está acima de 50% em mais da metade dos serviços avaliados.

“Os números mostram que o evento tem um grande potencial de atração turística. A Copa das Confederações foi o principal motivo de viagem para 85,3% do público em geral entrevistado”, afirmou o ministro do Turismo, Gastão Vieira. Nessa abordagem, estão incluídos brasileiros e estrangeiros questionados nas imediações dos estádios. Especificamente para os turistas estrangeiros, 68,9% afirmaram que vieram ao Brasil motivados pelos jogos – eles foram abordados no saguão dos aeroportos, no retorno para seus países de origem.

A maior parte do público em geral permaneceu até três noites na cidade-sede (73,4%) e se hospedou majoritariamente em hotéis (58,4%) e casas de família (37,1%). “A amostra aponta que a opção por hospedagem alternativa também é comum entre os visitantes e compõem um importante segmento para a acomodação dos turistas”, disse Gastão Vieira. Na página do Ministério do Turismo, é possível acessar informações sobre essas alternativas. Na questão dos preços, os meios de hospedagem receberam aprovação da maior parcela dos entrevistados (68,4%).

Entre os estrangeiros, o tempo de permanência no país é de 8 a 15 noites (41,5%), e a preferência por hotéis atinge a ampla maioria (84%). Entre os serviços que mais agradaram, citados espontaneamente pelo público em geral, destacam-se as condições gerais da cidade (10,1%), aspectos da natureza local (9,6%) e a qualidade dos jogos (8,1%). O público em geral também aprovou o preço dos restaurantes (79,5%), dos serviços de táxi (69,4%) e o preço da alimentação nos estádios recebeu aprovação de apenas 21,9% do público entrevistado. “A pesquisa é importante porque nos dá um diagnóstico dos serviços que precisam avançar até a Copa do Mundo de 2014”, diz.

Os itens de infraestrutura das cidades-sede mais bem avaliados pelos turistas estrangeiros foram os serviços de transporte privado (83,1%), a limpeza das ruas (78,3%) e a segurança pública (71,7%). Já os serviços turísticos mais bem vistos são os restaurantes (91,5%), a diversão noturna (86,2%) e o local de hospedagem (84,8%). O que mais chamou a atenção do turista nas cidades-sede foi a qualidade dos estádios, aparecendo nas três primeiras posições: qualidade dos estádios (95,3%), seguido pelo conforto de suas instalações (95,3%) e a disponibilidade dos funcionários para dar informações (89,5%).

sem comentário »

Parceria aprovada

2comentários

A classe política maranhense avaliou como positiva a possibilidade de consolidação de uma parceria institucional entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís. Na quarta-feira, a governadora Roseana Sarney (PMDB) e o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC) acordaram em formalizar um pacto para a melhoria das condições de mobilidade urbana da cidade. A intenção é promover obras de infraestrutura – corredores urbanos e ampliação do sistema de transporte público – até 2014. Duas das principais propostas apresentadas pela governadora são garantir a construção de mais um viaduto em São Luís e dar à Avenida dos Portugueses (BR-135) as condições para que o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), adquirido pelo ex-prefeito João Castelo (PSDB), seja implantado naquela via.

Edivaldo respondeu positivamente e uma agenda com grupos de trabalho técnicos será elaborada. Além de parlamentares da Assembleia Legislativa, da base aliada e da oposição ao governo Roseana Sarney, membros da Câmara Municipal de São Luís e do Congresso Nacional falaram sobre o tema.

Para o vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Max Barros (PMDB), a parceria entre Roseana e Edivaldo proporcionará melhor qualidade de vida à população. Ele disse ser fundamental um entendimento institucional entre Estado e Município. “Tanto para São Luís, quanto para o Maranhão, é importante que haja sempre essa interlocução. Os recursos do Governo junto aos da Prefeitura têm capacidade de formalizar muita coisa, diferentemente de quando é elaborado de forma isolada. Acredito que, independentemente de qualquer posicionamento político, esse entendimento é fundamental”, disse.

cesarpires
O líder do governo no Legislativo Estadual, deputado César Pires (DEM), afirmou que a aproximação dos gestores mostra a preocupação de Roseana Sarney e de Edivaldo Júnior com a população de São Luís. “É mais um gesto de maturidade de quem vê os interesses da sociedade acima dos interesses partidários. Edivaldo mostra, com toda a sua juventude, que consegue o desenvolvimento do município, mesmo que seja com os seus opositores. É um gesto de grandeza”, avaliou.

“Há um sentimento na sociedade de cobrar, não de partidos políticos ou de pessoas, mas de reivindicar serviços de qualidade. E para você poder atender essas reivindicações tem de haver superação. Inclusive a superação de picuinhas políticas. É preciso haver maturidade política”, completou Pires.

O deputado federal Chiquinho Escórcio (PMDB) também aprovou o pacto pela mobilidade que deve ser formalizado entre o Governo e o Município de São Luís. Ele disse que as divergências partidárias devem ser deixadas de lado neste momento. “É válida esta aproximação. Não estamos em campanha política, estamos fazendo aliança institucional. E nesse processo de parceria institucional quem ganha é o povo do Maranhão, em especial de São Luís. O momento das divergências políticas deve ser somente no período eleitoral”, enfatizou.

rubensjr
O líder da oposição na Assembleia Legislativa, deputado Rubens Pereira Júnior (PCdoB), também concorda com a parceria institucional. “Só quem ganha com esse gesto de maturidade política é a população de São Luís”, disse.

O deputado federal Weverton Rocha afirmou que torce para que a parceria dê certo e resulte em obras em São Luís. “A parceria será muito importante para a cidade, principalmente neste momento em que as vozes da sociedade clamam por políticas públicas e melhorias nas ações concretas da administração. Se realmente o Estado ajudar, será muito importante. Até porque não estamos em ano eleitoral, a gestão tem de acontecer e quem precisa de fato é a população, que está totalmente fora de disputa política. É um passo importante”, disse.

Leia mais

2 comentários »

Duplicação da Holandeses

10comentários

holandeses

O processo de duplicação de trecho da Avenida dos Holandeses (MA-203) será iniciado no dia 22 de julho, com o procedimento licitatório, na modalidade concorrência, para a escolha da empresa que executará a ampliação da via. A obra integra uma série de melhorias de mobilidade urbana que serão executadas pelo Governo do Estado nos próximos meses.

Estão previstas também as junções entre a Avenida IV Centenário e a Via Expressa; construção de uma ponte auxiliar, no São Francisco; duplicação da Avenida dos Portugueses (BR-135), entre o acesso à Barragem do Bacanga e o Porto do Itaqui e que custará R$ 40.300.862,39; recuperação das vias que dão acesso à Barragem do Bacanga e construção do Anel Metropolitano, que abrangerá dois trechos: um entre Raposa e Maioba e o segundo entre Vila Funil e Tirirical, próximo ao Parque Independência.

Trecho 

A primeira etapa dos serviços de execução da Avenida dos Holandeses (MA-203), que compreende um trecho de 3 quilômetros entre o Araçagi e o entroncamento com a MA-204, próximo ao condomínio Alphaville, custará, de acordo com a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), R$ 31.167.593,79. Ainda de acordo com a Sinfra, as obras deverão durar 10 meses e o procedimento licitatório, na modalidade concorrência, para a escolha da empresa que executará a ampliação da via, acontecerá no dia 22 do próximo mês, às 14h30, no auditório da Comissão Setorial de Licitação da Sinfra, localizado no Edifício Clodomir Milet, centro administrativo do Estado, situado na Avenida Jerônimo de Albuquerque, Calhau.

De acordo com o projeto, além de três faixas de cada lado, a nova Avenida dos Holandeses terá um canteiro central alargado, onde será construída uma faixa exclusiva para transporte público. A verba que será utilizada nos serviços foi fruto de uma parceria entre os governos Estadual e Federal, intermediada pelo Ministério do Turismo (MTur), que encaminhou para a Caixa Econômica, ainda no ano passado, os recursos destinados à duplicação da via.

Além de facilitar o acesso a algumas praias da Região Metropolitana de São Luís, a ampliação da Avenida dos Holandeses, no trecho previsto, deverá estimular a rede hoteleira e a expansão de novos negócios na região, conforme previsão do MTur.

Leia mais

10 comentários »

Eleição do Cosems

0comentário

Cosems

Os novos dirigentes do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Maranhão (Cosems) foram eleitos e empossados nesta sexta-feira (28) para comandar a entidade no biênio 2013/2015. A atual presidente da instituição, Iolete Arruda, foi reeleita para o cargo liderando a única chapa que disputou o pleito.

“Pretendemos continuar contribuindo para a melhoria da saúde pública do Maranhão, ampliando os avanços conquistados nos últimos quatro anos. Com o apoio do secretário Ricardo Murad, fortalecemos o Cosems e despertamos o interesse dos secretários municipais em participar da discussão e formulação das políticas públicas de saúde em nosso estado”, declarou Iolete Arruda, que é secretária de Saúde do município de Conceição do Lago Açu. Ela destacou como fundamental nesse processo as pactuações feitas pelo Estado com os municípios.

Além de Iolete Arruda, compõem a nova diretoria executiva do Cosems os secretários municipais de saúde de São José de Ribamar, Rodrigo Ericeira (vice-presidente); de Coroatá, Jocimar Pereira Gomes (1º vice-presidente); de Paço do Lumiar, Maria Ladir da Costa (1ª secretária); São João do Sóter, Maria do Carmo Lauande (2ª secretária); Santa Luzia do Paruá, Rosilene Cabral de Sousa (tesoureira); de Mata Roma, Gustavo Adriano Matos (2º tesoureiro); e de Pinheiro, Fábio Silva Nascimento (secretário de articulação política).

Foto: Handson Chagas

sem comentário »